Interior

23 ago12:01

Menino de três anos foi atacado por cão em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O estado de saúde do menino de três anos, que foi atacado por um cão no interior de Chapecó, é estável. Ele segue internado na UTI do Hospital Regional do Oeste de Chapecó e deve passar por mais uma cirurgia na tarde desta quinta-feira.

O ataque do animal doméstico, de porte médio, foi por volta das 17h30 da quarta-feira, dia 22. A família que mora na Linha Battistelo, interior do município, procurou ajuda do Corpo de Bombeiros no posto que fica no bairro Engenho Braun. No local o menino, que apresentava ferimentos na face, nariz e olho esquerdo, recebeu os primeiros atendimentos e foi encaminhado para o Hospital da Criança.

Como o caso era grave ele foi transferido para o Hospital Regional onde passou por cirurgia ainda na noite da quarta.

Na tarde desta quinta-feira ele passará por novos exames e cirurgia.



Comente aqui
03 mai12:02

Sábado inicia a campanha de vacinação em São Carlos

Neste sábado, dia 5 de maio, tem início a campanha de vacinação contra a gripe em todo o país. Em São Carlos o posto de saúde ficará aberto das 8h às 17h sem fechar ao meio-dia.

Segundo a técnica de enfermagem da secretaria de saúde, Medianeira Chiesa, além do dia nacional de vacinação contra a gripe no sábado, o município terá ainda um roteiro de atendimento pelas comunidades do interior e bairros a partir do dia 7 até 23 de maio.

Devem ser vacinadas 1745 pessoas em 2012. A maioria são idosos acima de 60 anos. Além dos idosos, crianças com idade entre 6 meses e 2 anos, gestantes, indígenas e profissionais da saúde também serão vacinados contra os tipos H1N1, H2N3 e sazonal.

De acordo com Medianeira, a meta é vacinar pelo menos 80% das pessoas que estão neste grupo. Do dia 7 a 31 de Maio a unidade de saúde do centro também estará realizando a vacinação das 9h às 11h e das 15h às 16h 30.


Roteiro de vacinação do município de São Carlos:

Dia 7 de Maio

13h Linha Chapecó

14h Linha Navegantes

15h 30 Vila Brasil


Dia 8 de Maio

13h 30 Baixo Aguinhas

14h 30 Centro Aguinhas

16h Alto Aguinhas


Dia 9 de Maio

13h Linha Moraes

14h São João

16h Linha Massing


Dia 10 de Maio

13h 30 Bela Vista

14h 30 São Sebastião

16h Jacutinga


Dia 11 de Maio

13h 30 São José

14h 30 São Pedro

15h 30 Alto São Pedro


Dia 15 de Maio

13h Tia Lalá

15h Balneário Pratas


Dia 16 de Maio

13h Bairro Olaria

14h 30 Tancredo Neves


Dia 23 de Maio

13h 30 Bairro Cristo Rei


Comente aqui
04 abr12:25

Falta de água em Abelardo Luz

Abelardo Luz deve decretar situação de emergência por mais 90 dias em razão da estiagem prolongada que castiga toda a região. A falta de chuva aumenta a cada dia as perdas na agricultura e já provoca escassez de água, agora não apenas para os animais, mas também para o consumo humano em várias comunidades do interior do município. Até o final da tarde desta terça-feira, 120 municípios haviam encaminhado decreto de Situação de Emergência para a Defesa Civil do Estado.

Até agora são atendidas diretamente mais de 200 famílias, sendo que pelo menos 30 delas já estão sem água potável e já dependem exclusivamente do abastecimento pela prefeitura que é realizado a cada dois ou três dias. Nas propriedades das famílias mais prejudicadas estão sendo instaladas caixas de cinco mil litros fornecidas pela Defesa Civil Estadual e Federal para armazenamento de água tanto para consumo humano ou animal.

Além da distribuição de água, a prefeitura também possui várias máquinas trabalhando diariamente na abertura de bebedouros e auxiliando na produção de silagem para alimentar especialmente o gado leiteiro, atividade responsável pelo sustento da maioria dos pequenos agricultores. – A situação está cada vez mais preocupante. O número de pedidos emergenciais aumenta todo dia, mas estamos trabalhando para atender todos os agricultores – disse o diretor de Agricultura, Edivar Turossi.

A distribuição de caixas de água atende principalmente famílias que vivem nas comunidades mais prejudicadas que são: Canhadão, Alegre do Marco, Alto da Serra, José Maria e Capão Grande.

- Estamos pegando água em um poço artesiano da cidade e levando todos os dias até as famílias – destaca Turossi.

Prejuízos

Abelardo Luz possui em torno de 2,5 mil famílias na agricultura familiar, sendo a maioria pequenos produtores que sobrevivem exclusivamente das práticas agrícolas hoje afetadas pela estiagem. Além da produção de leite, a seca danificou áreas de pastagem e plantações de milho, soja, feijão e fumo, que já acumulam grande quebra em produtividade. Os prejuízos já passam de R$ 30 milhões.


Comente aqui
19 mar14:45

Escolas do interior de Concórdia recebem melhorias

Nesta segunda-feira , dia 19, às 18h, na comunidade de Canhada Funda, serão inauguradas ampliação e reforma da Escola Municipal do Campo Antonieta de Barros. As obras da Escola Municipal do Campo José Venâncio Finger, que fica Barra do Pinhal, será inaugurada às 14h desta terça-feira. As duas somam um investimento de mais de R$ 100 mil.

- Assim como valorizamos a qualidade do ensino e a infraestrutura nas escolas do perímetro urbano, também sabemos o quanto é importante para as famílias do interior contarem com boas escolas para seus filhos – disse o prefeito João Girardi.

EMC José Venâncio Finger.

O investimento feito na Escola José Venâncio Finger foi de R$ 47.706,32. No local foram executados serviços executados como a correção de fissuras na alvenaria e pintura geral da escola (interna e externa), a revisão dos sistemas elétrico e hidráulico, a adequação do sistema preventivo contra incêndios, a reforma da cerca externa; a construção de dois depósitos para armazenamento de materiais pedagógicos e de limpeza; a cobertura do acesso entre a escola e o recreio coberto facilitando a circulação das crianças na hora do recreio e para realização das atividades de Educação Física e também a troca do revestimento cerâmico do piso da varanda, cozinha e banheiros.

Já, a Escola Antonieta de Barros recebeu um investimento de R$ 53.229,76 para a execução das obras de ampliação da cozinha, troca de telhado, troca de piso, central de gás, preventivo de incêndio, pintura, sistema de tratamento de esgoto e revisão do sistema elétrico.


Comente aqui
20 fev15:18

Propriedades recebem água no interior de Formosa do Sul

A secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e a secretaria de Transporte, Obras e Serviços Públicos de Formosa do Sul continua atendendo propriedades do interior devido a estiagem. Além do transporte de água, equipes estão realizando abertura de fontes. Durante o feriado de Carnaval o atendimento acontece em regime de plantão.

Para atender criadores, o município disponibiliza dois caminhões caçambas adaptados com duas caixas de 10 mil litros de água em cada um. A água é captada em um rio e levada para o consumo de animais, principalmente do rebanho leiteiro.

Água potável também está em falta e é transportada em um caminhão pipa para o consumo humano.

- Uma das recomendações da secretaria é que os moradores façam os pedidos de ajuda ainda pela manhã, para facilitar o atendimento da secretaria – disse o secretário de Agricultura, Rinaldo Segalin. Ele disse ainda que praticamente toda a produção de milho plantado mais tarde será destinada ao consumo dos animais.


Comente aqui
02 fev08:59

Sem chuva, situação se complica no Oeste

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Enquanto no Litoral a onda de calor é motivo de alegria para turistas e veranistas, no Oeste do Estado a notícia trouxe ainda mais preocupação. A região sofre com uma forte estiagem desde novembro, que provoca perdas nas lavouras e deixa milhares de moradores sem água na torneira. São 86 municípios em situação de emergência.

Uma frente fria, que traria a chuva para o Oeste está na Argentina e não consegue chegar na região devido a uma massa de ar quente localizada sobre o Estado. Segundo o observador meteorológico da Epagri de Chapecó, Roque Sulzbacher, a umidade está baixa e segue a previsão de calor na região.

— Podem acontecer chuvas isoladas, mas a umidade está baixa, perto dos 46%. Para chover precisaria estar em 70% — explicou.


1,5 mil pessoas afetados

Uma das situações mais críticas é em Planalto Alegre, que encaminhou um ofício para a Defesa Civil solicitando o envio de 50 mil litros de água potável por dia e kits de distribuição de água. São 1,5 mil pessoas afetadas.

— Só assim poderemos manter o atendimento normal — afirma o prefeito em exercício Sadi Dallacorte.

O gerente de operação e assistência da Defesa Civil, Fabiano de Souza, acredita que deve ser encaminhado um kit com quatro tanques de 5 mil litros para armazenamento de água, duas motobombas, conjunto de acessórios e água engarrafada em vasilhames de 5 litros.

— Os materiais devem ser encaminhados a partir da semana que vem — completou.

Tereza mostra o pouco de água que conseguiu armazenar.

Enquanto a ajuda não chega, os moradores se viram como podem. A aposentada Tereza Klaus mora com o marido em uma casa no centro da cidade, e como fica em um lugar alto, a água potável vem em pouca quantidade. E quando vem, Tereza aproveita para armazenar no tanque e em panelas.

— Sem luz até dá para ficar, mas sem água não tem como — comentou a aposentada.


Situação complicada no interior

No interior a situação é ainda mais complicada. Muitas propriedades estão sem acesso à água potável. E o recurso existente serve apenas para tratar os animais.

— Estamos sem água desde domingo — contou o agricultor Valdemar Voiticoski, que mora na Linha Caroba. Ele tem três caixas d´água na propriedade, mas as três estão vazias.


Iracema Chiarello distribui água para os vizinhos.


Doze famílias da Linha Caroba buscam água na casa da agricultora Iracema Chiarello. A água que vem de uma fonte natural, que consegue manter o nível de 30% da caixa de 20 mil litros.

— Uso dessa água apenas para beber e comer. Para lavar roupa e limpar a casa utilizo a água do Lageado dos Porcos — disse.

Comente aqui
27 jan11:37

Prefeito de São Carlos visita obras no interior

Na tarde da quinta-feira, dia 26, o prefeito de São Carlos, Elio Godoy, visitou obras no interior do município.

Na comunidade de São João, o prefeito acompanhou os trabalhos de calçamento realizados no acesso à escola Mario Xavier dos Santos. Segundo ele, um trecho de aproximadamente 2 mil metros quadrados está recebendo as melhorias.

- Este acesso facilitará o tráfego dos alunos e de ônibus para chegar até a escola -comentou. Ainda em São João, a escola receberá nova pintura nos próximos dias.

Godoy ainda aproveitou para visitar as obras em pontes que estão sendo feitas nas comunidades de Centro e Baixo Aguinhas. Conforme ele, na comunidade de Baixo Aguinhas, dando acesso ao município de Saudades, a ponte já está pronta, faltando apenas os corrimões. Já na comunidade de Centro Aguinhas, a ponte que dá acesso à Linha Alves receberá o concreto nesta semana.

- Temos ainda uma terceira ponte, que já foi licitada e será feita no Bairro Madeireira – complementou, destacando que todas estas obras estão sendo realizadas com recursos próprios do município.


Comente aqui
19 jan17:13

Famílias do interior de São Carlos terão novas residências

Mais 17 famílias de agricultores assinaram contrato de construção de casas no meio rural, através do programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal. O ato foi realizado na prefeitura de São Carlos com o acompanhamento de representantes da Caixa Econômica Federal (CEF) e da Secretaria Municipal de Agricultura. – Com esta liberação ultrapassamos o número de 300 casas próprias construídas no município em menos de oito anos, através de parcerias com os governos do Estado e Federal – enfatizou o prefeito Elio Godoy.

Conforme o secretário de agricultura Silvério Heck, as famílias estão divididas nos Grupos um e dois (G1 e G2), que tem especificações diferentes em relação ao tamanho, valores e forma de pagamento das casas.

Para os agricultores do G1 a construção será de 53,9 metros quadrados, enquanto para o G2 será de 69,75 metros quadrados, onde os valores das obras variam entre R$ 22 mil e R$ 23 mil, respectivamente. Ainda segundo o secretário, para as casas de ambos os grupos os projetos são padrões da CEF.

No G1 o valor do material é completamente subsidiado como fundo perdido pelo governo, e a contrapartida do produtor é a mão-de-obra. Já para o G2 o produtor tem aproximadamente R$ 7 mil de subsídio e o restante é financiado em 10 anos, com prestações semestrais.

- Agora os agricultores devem providenciar as notas fiscais de compra dos materiais para a Caixa liberar 15% para cada família – explicou Heck.


Comente aqui
10 jan14:48

São Miguel do Oeste inaugura terceira torre de Internet

O governo de São Miguel do Oeste, por meio da secretaria de agricultura, pecuária e meio ambiente, inaugura nesta quarta-feira, dia 11 de janeiro, às 20h, no salão comunitário da Linha Barra do Guamirim, a terceira torre do programa O Futuro ao Alcance de Todos.

De acordo com o prefeito Nelson Foss da Silva, através deste programa a administração tem oportunizado acesso à internet para as famílias que residem no interior do município.

Até o momento foram beneficiadas com este programa 118 famílias das Linhas Canela Gaúcha, Três Barras, Lajeado Direito, Fátima, Campo Salles, Santana, Caxias, Pérola, Emboaba, Alto Guamirim, Santa Catarina, Barra do Guamirim e Cruzinhas.

O investimento do município chega a R$ 26 mil.


Comente aqui
26 dez11:28

Melhorias nas estradas do interior

A secretaria Municipal de Transportes de Concórdia trabalha no alargamento e colocação de britas nas estradas do interior com o objetivo de tornar o tráfego de veículos mais fácil, tranquilo e seguro. Segundo o vice-prefeito Neuri Santhier, o trabalho que está sendo desenvolvido terá continuidade em 2012.

Uma das estradas que foi alargada é a que leva a Pinhal a partir da área industrial. Principalmente nos trechos com curvas é que a estrada recebeu tratamento especial nos trabalhos do Semut. Outro serviço bastante importante é o britamento das estradas. Os acessos às comunidades de Linha Guajuvira, Linha dos Grandos, 24 de Fevereiro, Guarani, Laudelino e Pinheiro Preto ficaram mais seguros, evitando deslizamentos.

- Com certeza, nossos produtores rurais podem trafegar tranquiliamente pelas estradas do nosso interior porque estamos sempre fazendo sua manutenção – reforça.


Comente aqui