Investimentos

04 jun14:50

Obras inauguradas passam de R$ 230 mil em Lindóia do Sul

A Prefeitura de Lindóia do Sul inaugurou no sábado, dia 26, as obras de paisagismo nas proximidades da Igreja Matriz Puríssimo Coração de Maria, com investimentos de R$ 210.385,15.

Durante a inauguração foi anunciado que o município investirá mais R$ 170 mil em pavimentação nas proximidades da Igreja. Os serviços foram executados pela empresa Construcórdia, que esteve representada por Rosemar Marmit. Também participaram do ato o bispo diocesano Dom Mário Marquês e o pároco Eduvino Viecelli.

A inauguração fez parte da programação de 23 anos do município.

Ainda no sábado, a administração municipal inaugurou a balança na comunidade de Alto Cascalho, totalizando R$ 29,5 mil. Com capacidade de pesagem para 40 toneladas, o equipamento auxialará os moradores daquela localidade na venda de produtos e de animais.

Comente aqui
03 mai09:36

Apesar da estiagem empresas esperam aumentar faturamento na Femi

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Mesmo com as perdas na estiagem que causaram prejuízos de R$ 777 milhões em Santa Catarina os expositores da Festa Estadual do Milho – Femi 2012, que está sendo realizada em Xanxerê, esperam aumentar o faturamento. A previsão é de R$ 50 milhões em negócios, contra R$ 30 milhões da edição passada, em 2010.

Luiz Alverto Durli, gerente da Distribuidora de Peças e Tratores Shark em Xanxerê, espera faturar R$ 1,6 milhão, 22% a mais que na feira passada. Ele atribui o crescimento ao aumento no preço da soja, que passou de R$ 45 a saca para R$ 55, além de novos produtos ofertados.

Uma das novidades é um trator pulverizador com 3,80 metros de altura, com um vão de 1,5 metros entre sua base e o solo. Isso permite fazer os tratamentos contra pragas na lavoura com menos danos do que utilizando um trator normal, que vai derrubando muitas plantas na aplicação.

Além disso, a barra de 28 metros de largura permite aplicar o defensivo agrícola numa área maior do que equipamentos mais simples, com 18 a 20 metros de largura. –Esse equipamento reduz em 15% os danos nas plantas- calcula Durli.

Além disso o trator tem piloto automático e GPS. O custo da máquina é de R$ 300 mil. Já a cooperativa C-Vale aposta na linha de equipamentos para bovinocultura para aumentar em 50% o faturamento em relação à feira anterior.

A expectativa é de 1,3 milhão em venda segundo o vendedor Daniel Roncaglio. Ele afirmou que o público da feira foi menor que o esperado nos primeiros dias mas têm clientes já agendados. Para ele Xanxerê já comportaria uma feira exclusiva para equipamentos do agronegócio. Uma das novidades é uma enfardadeira importada da Holanda que recolhe o pasto e confecciona “bolas” de feno de 200 a 800 quilos. Outra máquina pega essas bolas e enrola num plástico. Com isso o alimento para os bovinos pode ficar na lavoura, protegido da chuva e do sol. As duas máquinas juntas custam R$ 455 mil. Roncaglio destacou que a produção de leite aumentou muito no Oeste e os preços estabilizaram num bom patamar para o produtor, o que estimula o investimento.

Numa festa do milho não pode faltar também empreendedores do ramo . É o caso de Welbert Weber Filho, que é de Cascavel-PR. Sua família só não participou de uma das edições da feira. Ele contratou 30 funcionários que devem gastar 100 mil espigas de milho na confecção de 20 mil pamonhas e outras 10 mil unidades de bolo de milho, suco, curau, sorvete ou vendida em espiga mesmo. Como a pamonha custa R$ 5 ele deve faturar R$ 100 mil só com esse prato.

A Femi vai até domingo no Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi em Xanxerê.


Shows


3/05 – Tchê Garotos

Entrada franca


4/05 – Gusttavo Lima

Ingressos: R$ 25 (normal) e R$ 12,50 (estudante)


5/05 – Michel Teló

Ingressos: R$ 25 (normal) e R$ 12,50 (estudante)


6/06 – César Oliveira e Rogério Melo e Grupo Tradição

Ingressos: R$ 10 (normal) e R$ 5 (estudante)


Também estão sendo comercializados ingressos para a Ala Vip, que ficará em frente ao palco. Para os dias 28 e 30 de abril o valor do ingresso para a Ala Vip é R$ 30.

Para os dias 29 de abril e 4 e 5 de maio é R$ 40.

Nos dias em que a entrada no Parque é gratuita, não haverá Ala Vip.

Os interessados no espaço dos camarotes podem entrar em contato com Coordenador da Comissão de Shows, Olnear Cecatto, através do telefone (49) 3441- 8554 ou 9974-7788.


Comente aqui
13 abr13:47

Obras serão realizadas no Distrito Marechal Bormann em Chapecó

A Administração Municipal de Chapecó anunciou na tarde desta quinta-feira, dia 12, a realização de novos investimentos no Distrito de Marechal Bormann. O Prefeito José Caramori, que esteve reunido com vereadores, secretários municipais e lideranças comunitárias, autorizou o início de diversas obras, que visam à melhoria da qualidade de vida dos moradores daquela localidade.

Na reunião foi assinada a ordem de serviço que autoriza o início imediato da edificação de uma ponte, a ser construída sobre o Lajeado Carneiro, na comunidade de Serraria Reatto. A empresa responsável pela edificação é a Terramax Construções Ltda. e o valor de investimento será de R$ 86.888.00.

Outra novidade foi a entrega de novas máquinas para realizar os serviços competentes a Superintendência do Distrito de Marechal Bormann. Os equipamentos adquiridos são dois caminhões traçados com basculante com capacidade de 12 metros quadrados, no valor de R$ 260.800,00 cada e mais uma retroescavadeira no valor de R$ 255.000,00.

As obras e aquisições anunciadas somam mais R$ 900 mil reais. De acordo com o Prefeito estas melhorias vem a complementar o conjunto de obras realizadas no Bormann desde 2009, que compreendem: a construção de mais de 100 casas populares; promoção da regularização fundiária de 470 famílias; a pavimentação com pedras irregulares; edificação de ciclovia, ginásio de esportes e Centro de Educação Infantil Municipal. Obras que somadas correspondem a investimentos superiores a R$ 6 milhões.


Comente aqui
11 fev09:08

Santa Catarina não terá investimentos em ampliação do setor em 2012

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A falta de milho é um dos fatores que está tirando a competitividade de Santa Catarina. Prova disso é que não está previsto nenhum investimento significativo em ampliação da produção de aves em Santa Catarina em 2012, segundo o presidente da Associação Catarinense de Avicultura, Cléver Pirola Ávila.

Ele destacou que já foram fechados frigoríficos no Estado, como a unidade da Seara em Jaraguá do Sul, e outros podem fechar as portas se não houver uma política de incentivo ao setor. Ávila disse que foi entregue ao governo uma pauta com 23 pontos, que prevê ações em sanidade e infraestrutura. Uma das necessidades apontadas é a ligação ferroviária do Oeste.

O presidente da Aurora, Mário Lanznaster, também defende a implantação urgente de uma ferrovia até às agroindústrias.

–Senão os investimentos irão para outras regiões- explicou. O presidente da Cidasc, Enori Barbieri, entende que devem ser tomadas medidas para evitar que Santa Catarina perca a liderança histórica no setor, que gera milhares de empregos.


Comente aqui
06 fev15:08

Reinauguração da Casa Colonial em Seara

A Administração Municipal de Seara em parceria com a COOPASE, COPAFAS e AMAS realizam na tarde desta segunda-feira, a reinauguração da Casa Colonial – Espaço para vendas de produtos das agroindústrias familiares do município. O local passou por diversas melhorias e ampliação da sala de vendas, pois apresentava problemas na estrutura.

- Em maio percebemos que parte da estrutura estava comprometida, a madeira estava visivelmente podre, o que fez o telhado e a escada ceder alguns centímetros – disse o Diretor da Agricultura José Reinaldo Ost.

Como a construção da Casa é de 2007, a Promotoria de Justiça entendeu que houve prejuízo ao patrimônio público, porque a madeira utilizada demonstrou não ter a qualidade esperada para manter a segurança e solidez da obra. Assim, ficou acordado que o município reformaria e os valores gastos com madeira foram arcados por Edemilson Canale, Cladenir Chiarello e Givanildo Biondo.

- Com a reforma melhoramos a estrutura da casa, o térreo ficou maior e foi feita escadaria nova com coberto, num investimento da Prefeitura de R$ 10 mil, fora os gastos com a madeira (acordo promotoria) e a mão-de-obra que ficou por conta da COOPASE, COPAFAS e AMAS – comenta Ost.


Comente aqui
06 fev11:17

Embrapa Suínos e Aves investe mais de R$ 3 milhões em infraestrutura

A Embrapa Suínos e Aves, empresa de pesquisa agropecuária vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), iniciou o ano de 2012 com investimentos significativos em sua infraestrutura, que juntos somam mais de R$ 3 milhões. Sete obras estão sendo executadas neste momento. Segundo o chefe geral da Unidade, Dirceu Talamini, os investimentos garantirão avanços importantes nas condições para a execução da programação de pesquisa prevista para os próximos anos.

Entre as obras em andamento estão a ampliação do Laboratório de Genética e Sanidade Animal e a construção da nova portaria da Unidade. Também estão em execução uma unidade de compostagem de dejetos suínos e aves, uma área de convivência anexa ao Laboratório de Genética e Sanidade Animal e um espaço para o Setor de Manutenção e Veículos, composto por garagens, áreas de lavagem e separador de água e óleo.

Completam as obras previstas para o ano um abatedouro de aves experimental e uma estação compacta para tratamento dos efluentes da Unidade, ambas aguardando o licenciamento ambiental. As obras de 2012 juntam-se a investimentos já realizados, como a ampliação do prédio administrativo da Embrapa Suínos e Aves, concluída no ano passado.

- Nos últimos dois anos, conseguimos viabilizar com o apoio da direção da Embrapa mais de R$ 5 milhões em melhorias na nossa infraestrutura – contabilizou Talamini.

A Embrapa Suínos e Aves é o único centro de pesquisa nacional voltado exclusivamente à suinocultura e avicultura. A Unidade já ofertou mais de 400 tecnologias à agropecuária nacional desde 1975, ano em que foi implantado em Concórdia.


Comente aqui
18 jan15:59

Cooperativas priorizam investimentos na conservação da água

As cooperativas catarinenses concentram esforços para auxiliar os produtores rurais na elaboração de projetos e captação de recursos para a construção de sistemas de conservação de água da chuva. O presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), Marcos Antônio Zordan, convocará para essa tarefa as 53 cooperativas agropecuárias que reúnem 63.291 famílias rurais.

As estiagens que todos os anos assolam o território catarinense e a oferta de recursos federais e estaduais são as motivações que levam a Ocesc e as cooperativas a priorizar agora os programas de investimentos na conservação da água.

O governo anunciou nesta semana R$ 10 milhões em cotas-extras de financiamento do programa juro-zero para agricultura e piscicultura do Fundo de Desenvolvimento Rural da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca a serem aplicados em sistemas de captação e armazenagem da água da chuva e irrigação pelos agricultores dos municípios atingidos pela estiagem.

Além disso, o Governo do Estado, o Ministério da Agricultura e o BRDE firmaram acordo disponibilizando R$ 6 milhões para financiamentos de sistemas de captação de água e irrigação aos agricultores, com juros de 6,75% ao ano e prazos para pagamento de até doze anos.

Uma terceira medida foi a assinatura de termo de cooperação técnica entre a Secretaria da Agricultura de SC e as agroindústrias para incentivos a investimentos em construção de cisternas destinadas à captação de água da chuva em telhados de granjas de suínos, aves e pecuária de leite, visando o suprimento para uso nas propriedades rurais.

Um dos entusiastas dessa linha de investimentos é o presidente da Coopercentral Aurora, Mário Lanznaster. Ele acredita que com investimentos entre 15 mil e 20 mil reais é possível construir coletores e cisternas para armazenamento de água. Os aviários típicos do grande oeste catarinense – edificações rurais com 100 metros de comprimento por 12 de largura – têm telhados com área superior a 1.500 metros quadrados. Essa cobertura permite coletar até 24.000 litros de água por ano, considerada a precipitação pluviométrica média entre 1.200 e 1.560 mm/ano. Essa reserva pode ser empregada na dessedentação dos animais e na irrigação de cultivares.

Pelo menos um quarto da base produtiva da Coopercentral Aurora – formada por 9 mil produtores de leite, 1800 criadores de suínos e 1600 avicultores – deve aderir ao programa de conservação de água. Na próxima semana iniciam as reuniões com técnicos das cooperativas para definição das ações a campo.


Eficiência

O presidente da Ocesc mostra que as cooperativas agropecuárias se transformaram, nos últimos 60 anos, em instrumentos de fortalecimento da renda e melhoria da qualidade de vida das famílias rurais, o que resulta no controle do êxodo rural e no desenvolvimento das comunidades urbanas e agrícolas.

Zordan realça que as cooperativas prestam assistência técnica, educacional e social, recolhem e processam a produção, prospectam mercados e obtêm o melhor resultado financeiro para a atividade. Enfim, acompanham os produtores rurais em todas as atividades, dando-lhe segurança e tranquilidade. Por isso, terão maior sucesso na orientação dos produtores rurais para a implementação do programa de poços, açudes e cisternas.


Comente aqui
06 dez10:21

Deinfra anuncia investimentos em rodovias no Oeste e Extremo Oeste do Estado

O Presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Paulo Meller, esteve reunido nesta segunda-feira, com secretários regionais do Extremo-Oeste, em São Miguel do Oeste. Na reunião Meller anunciou o investimento de R$ 1 bilhão do Governo do Estado nas rodovias estaduais, para os próximos quatro anos.

O recurso total será aplicado em implantação, revitalização e restauração das rodovia. Parte deste valor será investido no Oeste e Extremo Oeste do Estado. Em entrevista a imprensa regional, o presidente do Deinfra, informou que 50% das rodovias estaduais estão em ótima ou boa situação. Já 30% estão entre boa e regular e 20% entre regular e ruim.

O secretário Regional de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan, participou da reunião desta manhã. De acordo com ele, o Deinfra é um braço forte do Governo do Estado e as parcerias que vem acontecendo entre SDR e Departamento de Infraestrutura são exemplos do trabalho que deve ter sequência.

- Essa integração acaba gerando economia para o Governo do Estado, além de benefícios para a região, agilizando a realização de projetos de obras regionais – destacou Trevisan.

Após a reunião, o presidente do Deinfra visitou algumas SCs que dão acesso aos municípios da região. Participaram do encontro o superintendente do Deinfra Regional, Alcedir Casagrande, o secretário regional de Itapiranga, Milton Hahn, o diretor-geral da SDR de Dionísio Cerqueira, Sedi Zanella e funcionários do Deinfra.


1 comentário
02 set22:15

Vice-governador assina convênios em São Miguel do Oeste

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira assinou na manhã da sexta-feira, 2, convênios com sete municípios da Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste. Os investimentos na região totalizam mais de R$ 925 mil.

De acordo com o secretário regional Wilson Trevisan, cerca de R$ 660 mil foram liberados pela Secretaria Executiva de Recursos Desvinculados. O valor é referente às prioridades de cada município elencadas na primeira reunião de 2011 do Conselho de Desenvolvimento Regional e autorizadas pelo governador Raimundo Colombo.


Repasses

- Bandeirante: R$ 58.606,59;

- Barra Bonita: R$ 70 mil;

- Belmonte: R$ 80 mil;

- Descanso: R$ 50 mil;

- Guaraciaba: R$ 100 mil;.

- Paraíso: R$ 129.837,00;

- São Miguel do Oeste: R$ 170 mil.



Internet no meio Rural

Também foi assinado um convênio para a implementação do Sistema de Telefonia Digital na Área Rural, no valor de R$ 100 mil.


Comente aqui