Ipumirim

13 dez17:22

Descarga elétrica provoca morte de agricultor em Ipumirim

O agricultor Sandro Carlos dos Santos, de 30 anos, vivia com a esposa na Linha São Rafael.Segundo informações da família, o agricultor estava tratando os frangos, quando teria puxado com as mãos a ração de um dos comedouros, e acabou sendo atingido por uma descarga elétrica. Ele morreu na hora. Em quatro meses, este é o segundo caso de morte na comunidade por descarga elétrica. A principal orientação é desligar a chave antes de realizar qualquer serviço que esteja relacionado à energia. Segundo o bombeiro Osmar Boelter, que atendeu a ocorrência, quando chegaram ao local a vítima já se encontrava sem vida

Comente aqui
12 dez16:40

João de Ipumirim é medalha de ouro

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A cidade de Ipumirim parou ontem para cumprimentar seu filho ilustre, de apenas 11 anos, que levou o nome da cidade a uma conquista nacional. Com o poema O João de Ipumirim, o aluno João Pedro Artifon Canton, do 5º ano da Escola Núcleo de Educação Municipal Professor Claudino Locatelli, foi um dos 20 alunos premiados com medalha de ouro na Olimpíada da Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro.

A cerimônia foi realizada na segunda-feira, em Brasília, promovida pelo Ministério da Educação e Fundação Itaú Social. Cerca de três milhões de alunos participaram do concurso, que teve cinco etapas. João foi um dos cinco premiados na categoria poema.

A professora que orientou o trabalho, Salete Inês Lecardelli, também recebeu medalha.

João ganhou notebook e a escola vai receber 10 computadores, datashow e livros. Mas o prêmio maior foi chegar na cidade e ver os colegas e professores esperando, com faixas de parabéns. Até o prefeito, Valdir Zanella, estava aguardando a comitiva da escola Claudino Locattelli.

João não quis discursar, mas topou desfi lar pela cidade no carro dos Bombeiros.

– Gostei de tudo – disse, um pouco tímido, ao descer do caminhão. Ele afirmou que não foi muito fácil escrever o poema. Mas lembrou do sino da igreja que tocava todos os dias às 6h e teve seu início. Foi um mês para concluir o trabalho.

A mãe, Kátia Artifon De Marco, que é professora de artes, disse que levava o filho para ver as estrelas e ajudar na inspiração. Ela afirmou que João sempre gostou de poemas e já tinha duas medalhas de ouro em concursos de declamação no município.

A professora Salete Inês Lecardelli contou que não sabia se ria ou se chorava quando foi anunciado o nome de Santa Catarina e de Ipumirim, em Brasília.

João é um orgulho para a escola e para a cidade. A diretora, Ione Farina lembra que, em 2008, uma aluna da escola, Renata Mores Artifon, que é prima do João, já havia chegado na semifi nal do concurso.

Sinal de que a família tem talento. João ainda não sabe se vai seguir carreira de escritor. Mas já está preparando mais poemas para escrever um livro, com ilustrações da mãe.

Esse é o pequeno, porém grande menino João, de Ipumirim, para Brasília.


O JOÃO DE IPUMIRIM

Blém, blém, blém!…

Toca o sino da matriz

São seis horas da manhã

Me acordo, sou o João!

O João da poesia

O João da antiga Vila Harmonia

O João da alegria

O bisneto nona Maria.

O João de Ipumirim

Que cuida do jardim

Que pratica esporte, lazer

Dança gaúcha folclórica, prazer.

O João que ama a escola

Vive chutando bola

Ama a rua onde mora

Não deixa pássaro na gaiola

O João que faz fogo no fogão

Que sapeca o pinhão

Que toca seu violão

Que bebe bom chimarrão.

O João que brinca na praça

Que com os amigo faz graça

Que anda de skate na esquina

Que sua bicicleta empina.

O João que dá bom dia

Pro vizinho, pro amigo, pra tia

Que a vida desafia

Convivendo com alegria.

O João que cultiva o chão

Cuida da terra com a mão

Planta milho, pipoca, feijão…

Divide tudo com o irmão.

O João que anda a cavalo

Que dá comida pro galo

Que no rio Engano pesca

Que com os amigos faz festa.

O João que nasceu nessa cidade

Que cresceu com liberdade

Tem amigos de verdade

Só existe amizade.

O João que aqui é feliz

Que aqui criou raiz

Que toca o sino da matriz

Que desse povo é um aprendiz.

Blém, blém, blém!…

Toca o sino da matriz

18 horas é a hora

Que na família a conversa rola

Comente aqui
25 jul10:55

Homem morreu após ser atingido por uma árvore em Xavantina

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Dílson da Silva, 38 anos, está sendo velado na Casa Mortuária de Irani e o enterro está marcado para as 13h30 no cemitério municipal. Ele morreu após ser atingido por uma árvore na tarde da terça-feira em Xavantina. O Corpo de Bombeiros Voluntários de Ipumirim foi chamado, mas ao chegar ao local, Dilson já estava sem vida.

No momento do acidente ele e mais dois homens prestavam serviço terceirizado de corte de eucaliptos para uma madeireira da cidade. A área fica na linha Sebastião, cerca de 30 Km do centro da cidade.

De acordo com os Bombeiros, Dilson teve múltiplas fraturas e traumatismo craniano. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Concórdia.


Comente aqui
16 abr10:57

PM de Lindóia do Sul recupera veículo furtado em Ipumirim

Na noite deste sábado, dia 14, a Polícia Militar de Lindóia do Sul foi informada de que um veículo Ford KA havia sido furtado na cidade. Em buscas os policiais abordaram o veículo, conduzido por um adolescente de 19 anos, já na cidade de Ipumirim.

Ele confessou para a PM o furto. Durante a revista pessoal os policiais encontraram com ele outra chave de veículo. Ao ser questionado o rapaz disse que havia furtado um Chevette em Concórdia, mas por falta de combustível abandonou o veículo na rodovia próxima da entrada de Lindóia do Sul.

De acordo com a Polícia Militar o proprietário do Chevette foi informado do furto no sábado, ele não havia registrado boletim de ocorrência.

O homem já havia sido preso há poucos dias pela PM, também por furto de veículo. O mesmo foi encaminhado para a delegacia de Concórdia.

Os policiais recomendam que por motivo de segurança os motoristas evitem deixar a chave na ignição.


Comente aqui
09 abr12:34

Homem morre esfaqueado pelo sobrinho em Xavantina

Por volta das 9h30 da manhã desta segunda-feira Celso Alembradt, 49 anos, morreu esfaqueado pelo sobrinho em Xavantina. A agressão teria sido motivada por uma dívida que a vítima teria com o agressor.

Segundo a Polícia Militar o sobrinho estava trabalhando na propriedade do tio há vários anos. E como havia desentendimentos entre eles, o tio teria pedido para o sobrinho deixar a propriedade. Durante a discussão, o rapaz de 21 anos, acertou três golpes de faca no tio. Celso caminhou alguns metros a procura de ajuda. Ele não resistiu e morreu no local.

Minutos depois, o sobrinho Rodrigo Alembradt ligou para polícia e contou o ocorrido. Ele foi preso pela PM de Ipumirim e encaminhado para a Delegacia de Xavantina.


RBS TV CONCÓRDIA


Comente aqui
16 fev07:42

Estiagem se agrava no Oeste Catarinense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br*

A estiagem que havia dado uma amenizada em meados de janeiro, quando ocorreu uma chuva de 70 milímetros em Chapecó, voltou a se intensificar neste mês, principalmente a partir da semana passada. Sete municípios decretaram emergência nesta semana: Alto Bela Vita, Presidente Castelo Branco, Ipumirim, Iomerê, Jaborá, Piratuba e Concórdia.

Além disso Seara, que já estava em Emergência, decretou Estado de Calamidade Pública, em virtude de que a cidade estava no início da semana com apenas 25% da água necessária para atender o município, que consome dois milhões de litros por dia.

- Está um caos- chegou a declarar o responsável do escritório local da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Marcelo Cozer. Os moradores nem tinham mais previsão de receber água.

A situação foi amenizada com a chegada de dois caminhões dos Bombeiros, a partir de terça-feira, um de São José e um de Chapecó. Um deles tem capacidade para 26 mil litros/dia e outro tem capacidade de 20 mil litros dia. – Eles estão disponíveis o tempo que for necessário- disse o comandante do 6º Batalhão de Bombeiros de Chapecó, Luiz Carlos Balsan.

Os caminhões estão buscando água no rio Uvá, a 16 quilômetros de distância, e a despejam na barragem de captação do Rio Caçador, que foi desassoreada. Cada caminhão faz cerca de 10 viagens por dia.

Além disso a Casan está com quatro caminhos puxando água da Estação de Tratamento de Itá, a 18 quilômetros, que é distribuída em casas nas partes mais altas e nos reservatórios.

- Hoje 70% do nosso abastecimento é feito com caminhão Pipa- disse Cozer. São cerca de 800 mil litros transportados por dia. Com essas medidas o fornecimento de água subiu para um milhão de litros/dia, que é metade do consumo normal. –Ainda não é o suficiente- explicou o representante da Casan.

O presidente da Defesa Civil do município, Fábio Stocco, disse que algumas famílias que estavam há dois ou três dias sem água, começaram a ser atendidas. –Atualmente 100% da área urbana está com dificuldade no abastecimento- afirmou Stocco. No interior a Prefeitura também está fornecendo água para 35 famílias. A Defesa Civil do município vai solicitar ao Estado mais caminhões ou então recursos para contratação de mais veículos.

Além disso a unidade da Seara Alimentos, controlada pelo grupo Marfrig, também iniciou o transporte de água nesta semana, para não paralizar os abates. São seis carretas que transportam mais de dois milhões de litros de água por dia, captadas no rio Uvá.


Comente aqui
15 fev17:35

Ipumirim decreta situação de emergência

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Subiu para 93 o número de municípios em situação de emergência em Santa Catarina, devido a estiagem. Segundo a Defesa Civil são mais de 590 mil pessoas afetadas. Concórdia também decretou, porém a documentação ainda não foi recebida pela Defesa Civil.

Em Ipumirim as perdas na produção de milho passam dos 20%. Segundo levantamento da Epagri, 70% da área plantada foi atingida. – A estimativa inicial era colher 9600 toneladas, devido a estiagem, foram perdidas 1344 toneladas de grãos. Um prejuízo de R$ 672 mil – disse Nédio Luis Patzlaff, representante da Epagri.

Já a produção leiteira teve uma redução de 10%, um prejuízo de R$ 337.500,00. Nédio acredita que as perdas no leite devem continuar, pois a pastagem de verão está comprometida e a pastagem de inverno ainda não pode ser plantada.


93 Municípios em situação de emergência

Os últimos decretos foram de Ipumirim, Iomerê, Jaborá e Piratuba. Concórdia também decretou, porém a documentação ainda não foi recebida pela Defesa Civil do Estado.


Abelardo Luz

Águas de Chapecó

Águas Frias

Alto Bela Vista

Anchieta

Arvoredo

Bandeirante

Barra Bonita

Belmonte

Bom Jesus

Bom Jesus do Oeste

Caibi

Campo Erê

Caxambu do Sul

Celso Ramos

Chapecó

Concórdia*

Cordilheira Alta

Coronel Freitas

Coronel Martins

Cunhataí

Cunha Porã

Descanso

Dionísio Cerqueira

Entre Rios

Faxinal dos Guedes

Formosa do Sul

Flor do Sertão

Galvão

Guaraciaba

Guarujá do Sul

Guatambu

Iomerê

Iporã do Oeste

Ipuaçu

Ipumirim

Iraceminha

Irati

Irani

Itá

Itapiranga

Jaborá

Jardinópolis

Jupiá

Lajeado Grande

Lindóia do Sul

Maravilha

Marema

Modelo

Mondaí

Nova Erechim

Nova Itaberaba

Novo Horizonte

Ouro Verde

Paial

Palma Sola

Palmitos

Paraíso

Passos Maia

Peritiba

Pinhalzinho

Piratuba

Planalto Alegre

Ponte Serrada

Presidente Castello Branco

Princesa

Quilombo

Riqueza

Romelândia

Saltinho

Santa Helena

Santa Terezinha do Progresso

Santiago do Sul

São Bernardino

São Carlos

São Domingos

São João do Oeste

São José do Cedro

São José do Cerrito

São Lourenço do Oeste

São Miguel da Boa Vista

São Miguel do Oeste

Saudades

Seara

Serra Alta

Sul Brasil

Tigrinhos

Tunápolis

União do Oeste

Vargeão

Xanxerê

Xavantina

Xaxim


Lista atualizada em 15de fevereiro de 2012, pela Defesa Civil.

*A Defesa Civil do Estado ainda não recebeu a documentação do município.


Comente aqui
30 nov20:55

Vendaval causa estragos em Ipumirim

Pelo menos 23 casas tiveram os telhados parcialmente destruídos pelo vento, no vendaval desta quarta-feira em Ipumirim.

O vendaval danificou também a prefeitura e uma escola da cidade. O Corpo de Bombeiros registraram a queda de três árvores. Duas sobre residências e uma sobre um mercado.

Ninguém se feriu. Em função do vendaval, a cidade ficou sem energia por mais de duas horas.


Comente aqui