Itamar Schulle

11 set08:00

Troca de comando no Verdão

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Gilmar Dal Pozzo é o novo técnico da Chapecoense. A contratação foi confirmada pelo diretor de futebol Mauro Stumpf, após a saída de Itamar Schulle do clube. O técnico de 43 anos que atuou como goleiro e estava no comando do Veranópolis/RS, deve ser apresentado na tarde desta terça-feira em Chapecó.

A saída de Schulle do clube foi tranquila. Após a derrota por 1 a 0 para o Vila Nova/GO, ele declarou em entrevista na rádio que deixaria o cargo a disposição. E em conversa com a diretoria no começo da tarde da segunda-feira foi confirmada da saída do treinador.

- Resolvemos manter a decisão dele nome – disse o diretor de futebol Mauro Stumpf.

Também deixou o clube, o auxiliar técnico, Gerson Gusmão. Schulle, que completaria seis meses no comando do Verdão na sexta-feira, dia 14, vai ficar em Chapecó até receber proposta de uma nova equipe.

A Chapecoense está em sexto lugar no Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro com 16 pontos. É a mesma pontuação do Caxias, próximo adversário da equipe. O time gaúcho tem uma vitória a mais que a Chapecoense. A partida com a equipe que já foi defendida por Dal Pozzo em 2000 quando foi campeão gaúcho, será no sábado, dia 15, na Arena Condá.


Mais novidades no Verdão

Outra novidade na equipe é a provável estreia do atacante Rodrigo Gral no jogo do sábado em casa. O nome dele foi inscrito no Boletim de Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol nesta segunda-feira.


Entrevista

Diário Catarinense – Como foi a saída do clube?

Itamar Schulle – Foi tranquila. A Diretoria aceitou o meu pedido e só tenho a agradecer a equipe e a torcida da Chapecoense por esse período que estive aqui.


DC – Como avalia esses seis meses na Chapecoense?

Schulle – Fiz o meu melhor e gostaria de pedir desculpas se ofendi alguém com as declarações do último sábado.


DC – Vai continuar morando em Chapecó?

Schulle – Sim. Minhas filhas estudam aqui e quero aproveitar esse tempo também para cuidar da minha saúde. Fico na cidade até aparecer uma nova proposta.


Comente aqui
10 set15:58

Itamar Schulle não é mais o técnico da Chapecoense

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Itamar Schulle não é mais o técnico da Chapecoense. Ele deixou o cargo no começo da tarde desta segunda-feira, após uma reunião com a Diretoria do Clube. No sábado, após a derrota por 1 a 0 para o Vila Nova/GO, Schulle fez algumas declarações que incomodaram a diretoria. Uma delas foi dizer que deixaria o cargo a disposição.

- Resolvemos manter a decisão dele e agora estamos atrás de um novo nome – disse o diretor de futebol Mauro Stumpf.

Na sexta-feira, dia 14 de setembro o técnico completaria seis meses no comando da Chapecoense.

- Só tenho a agradecer a diretoria, equipe, torcida e a imprensa por esse período em Chapecó – disse Schulle. Ele disse ainda que quer o bem a equipe e pediu desculpas caso tenha ofendido alguém com as suas declarações.

- Quero pedir desculpas, mas a minha intenção não foi essa – disse Itamar que vai ficar morando em Chapecó com a família até aparecer uma nova proposta.

- Neste período vou aproveitar para cuidar da minha saúde – completou.


Comente aqui
10 set10:42

Jogadores da Chapecoense que não jogaram no sábado, treinam à tarde na Arena

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Os jogadores que participaram da partida contra o Vila Nova/GO tem folga nesta segunda-feira e se reapresentam às 9h desta terça-feira. Os demais treinam na Arena Condá a partir das 15 horas. A Chapecoense que está em sexto lugar na tabela do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro se prepara para enfrentar o Caxias/RS. A partida será neste sábado, dia 15, na Arena Condá.

O técnico Itamar Schulle deve ter uma reunião com a diretoria do clube nesta tarde. Após a partida do sábado ele fez declarações na rádio cobrando atitude da diretoria.



Comente aqui
10 set09:47

Chapecoense está em sexto na Série C

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A equipe comandada por Itamar Schulle caiu mais um lugar na tabela do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro, após a vitória do Caxias/RS por 3 a 2 sobre o Oeste/SP.

Agora o time está em sexto lugar, com 16 pontos, a mesma pontuação que o Caxias. No entanto, o Verdão tem apenas quatro vitórias, uma a menos que o time gaúcho, que está com cinco vitórias em 11 jogos. A Chapecoense tem ainda 4 empates e três derrotas.

O próximo compromisso é neste sábado, dia 15, contra o Caxias na Arena Condá.


Comente aqui
08 set19:38

“Ele não é o Salvador da Pátria”, frase de Schulle após a partida contra o Vila Nova

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Após a derrota para o Vila Nova/GO por 1 a 0, o técnico da Chapecoense Itamar Schulle disse em entrevista na rádio que abriria mão de parte do salário dele para a contratação de reforços no ataque.

- Ele não é o Salvador da Pátria – disse Schulle se referindo ao atacante Rodrigo Gral, que foi contratado e até agora não vestiu a camisa do clube em jogos oficiais.

- Precisamos ter outras opções no ataque – completou.

De acordo com o diretor de futebol Mauro Stumpf, a liberação do atleta ainda não saiu porque Gral tem ainda uma restrição com o DPMM, de Brunei.

O presidente da Chapecoense Sandro Pallaoro, que ouviu a declaração pelo rádio, ficou surpreso com as declarações do técnico.

- Vamos esperar ele chegar e conversar pessoalmente – disse Pallaoro. O encontro deve ser na manhã desta segunda-feira, na Arena Condá.


Jogo em casa no sábado

Na terceira partida do returno o Verdão recebe em casa o Caxias, às 16h, do sábado, dia 15, na Arena Condá.

Comente aqui
07 set14:05

Schulle define time que enfrenta o Vila Nova

Darci Debona   | darci.debona@diario.com.br

O time da Chapecoense treinou na manhã desta sexta-feira no gramado suplementar do Estádio Olímpico e o técnico Itamar Schulle definiu o time que enfrenta o Vila Nova, neste sábado, às 16 horas, em Goiânia.

Sem poder contra com Nivaldo, suspenso, e Rodrigo Gral, ainda sem a documentação liberada, Schulle deve escalar Juliano no gol e Cristiano no ataque, ao lado de Jô.

Outro desfalque é o zagueiro André Paulino, que levou o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Santo André. Rafael Lima entra na zaga, ao lado de Fabiano e Leonardo. Souza, que ficou de fora dos últimos dois jogos em virtude de uma lesão, está disponível mas deve começar no banco.

Wanderson, que não treinou no início da semana, em virtude de dores no tornozelo direito, participou do coletivo e vai pro jogo. Completam o meio o volante Paulinho Dias e o meia Neném. Athos fica no banco.

Nas alas, Esquerdinha deve voltar ao time no lugar de William. Na ala direita, continua Eliomar.

A delegação viajou no início da tarde para Goiânia.

Comente aqui
02 set00:11

Schulle aposta na força do Condá

Darci Debona/darci.debona@diario.com.br

O técnico Itamar Schulle aposta na força do Índio Condá para classificar para a segunda fase da Série C do Campeonato Brasileiro e por isso não quer deixar escapar uma vitória neste domingo, às 16 horas, contra o Santo André. Ele calcula que, com mais 15 pontos, o time do Oeste estará na segunda fase da competição.

Sirli Freitas/Agência RBS

Ou seja, se a Chapecoense vencer os cinco jogos que tem em casa no returno, estará na segunda fase. O técnico Itamar Schulle considera difícil ter 100% em casa. Mas avalia que é possível vencer quatro e, empatando uma, buscar outros dois pontos fora.

-O apoio do torcedor é muito importante para atingirmos nosso objetivo- declarou. Tanto que, na primeira fase, em quatro jogos em casa, a Chapecoense venceu três e empatou um.

Schulle considera que a partida contra o Santo André é crucial na briga pela classificação. Com uma vitória, além de manter a liderança, a Chapecoense abriria sete pontos do próprio Santo André. Também poderia abrir cinco pontos do quinto colocado, ficando numa situação boa para permanecer no grupo dos quatro primeiros que passam para a segunda fase.

O zagueiro André Paulino considera que o fator local deve pesar na partida de domingo. –Aqui tem que ser um caldeirão- afirmou. Ele vem sendo importante para manter a Chapecoense como a melhor defesa do Grupo B na Série C.

Mas além de defender quer marcar presença também no ataque. –Uma hora vai ter que sair um golzinho- desabafou.

Para a partida de domingo Schulle ainda não vai contar com o zagueiro Souza, que continua lesionado. Mas os substitutos estão dando conta do recado. A grande ausência é o atacante Rodrigo Gral, que não poderá estrear porque a documentação da transferência internacional ainda não foi liberada. Com isso Cristiano deve iniciar a partida como titular. Lê, que era o titular, vai para o banco.

FICHA TÉCNICA


CHAPECOENSE


Nivaldo


Fabiano

Leonardo

André Paulino


Eliomar

Paulinho Dias

Wanderson

Athos (Neném)

Willian


Cristiano


Técnico: Itamar Schulle


SANTO ANDRÉ


Bonan


Alex

Junior Paulista

Tyrone

Raul Diogo


Claudio Brito

Batata

Bady

Junai


Cadu Mineiro

Fabio Santos


Técnico: Claudemir Peixoto


Horário: 16 horas

Arbitragem: Leandro Júnior Hermes (PR), auxiliado por Adair Carlos Mondini (PR) e Moises Aparecido de Souza (PR)

Local: Estádio Índio Condá, em Chapecó

Ingressos: R$ 15 (crianças entre 8 e 12 anos), R$ 30 (geral), R$ 40 (social), R$ 50 (cadeiras). Venda antecipada no Palácio dos Esportes, Maidana Esportes, Posto de Marco e Sensação do Mate do Shopping Pátio Chapecó.

Comente aqui
29 ago19:11

Schulle tem conversa reservada com Athos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


Antes do treinamento, na tarde da quarta-feira, na Água Amarela, o técnico Itamar Schulle teve uma conversa reservada com o meia Athos.

Sirli Freitas/Agencia RBS

Ele não revelou o teor da conversa. Mas o meia vem sendo cobrado pela imprensa de Chapecó pelo rendimento aquém do esperado na Série C do Campeonato Brasileiro. Quando chegou no estadual, Athos foi o destaque do time com gols e passes decisivos. Na Série C, ele ainda não balançou as redes. O próprio Athos reconheceu que não vem rendendo tão bem em coletiva na segunda-feira. Mas até agora o técnico vem demonstrando confiança no jogador, que foi titular em todas as partidas.

A direção do clube também teve uma conversa com o grupo.

– Nosso objetivo foi valorizar a conquista do primeiro lugar no turnom- afirmou o diretor de futebol, Mauro Stumpf.

Na quarta-feira, o atacante Rodrigo Gral treinou separado do grupo, fazendo reforço muscular. A estreia dele ainda depende da publicação de sua transferência de Brunei para o Brasil no Boletim Informativo Diário da CBF.

Comente aqui
27 ago08:01

Mesmo com a derrota, Chapecoense segue líder

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Mesmo com a derrota, por 1 a 0 para o Tupi/MG, a Chapecoense segue na liderança do Grupo B, com 15 pontos. Em nove jogos na Série C, a equipe comandada por Itamar Schulle, teve quatro vitórias, três empates e duas derrotas. Agora o time se prepara para o returno da competição.

Na última partida do turno o técnico Itamar Schulle escalou o mesmo time que venceu o Madureira/RJ . A única mudança foi a entrada do goleiro Nivaldo, no lugar de Juliano. No entanto, a tática não deu muito certo e o técnico precisou fazer alguns ajustes durante o jogo. Uma delas foi saída de Esquerdinha, que recebeu o segundo amarelo, e está fora da próxima partida.

- A gente procura manter a equipe, mas quando tem alguém pendurado com cartão ou com lesão precisamos mudar – afirma Schulle.

O técnico disse ainda que a equipe foi bem dentro de campo, mas que faltou finalização.

- Temos uma semana para treinar e melhorar os erros para seguir na liderança . – disse Itamar . Ele pontuou ainda que os jogadores devem ser mais objetivos nas jogadas.

O próximo compromisso da equipe, marcado para o domingo, dia 2, pode contar com a estreia do atacante Rodrigo Gral. Quem adiantou a informação foi o próprio técnico. A Chapecoense recebe o Santo André/SP, às 16h, na Arena Condá.


Comente aqui
22 ago20:32

Chapecoense viaja para Juiz de Fora

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense realizou nesta quarta-feira o último treino antes da viagem para Juiz de Fora/MG, onde enfrenta o Tupi, no sábado. O técnico Itamar Schulle realizou um treinamento de finalizações. Apesar de ser líder do Grupo B, a Chapecoense tem marcado poucos gols. Foram apenas oito em oito jogos.

O atacante Rodrigo Gral treinou normalmente, mas não viaja. O ataque titular deve continuar com Jô e Lê. Cristiano, que seria opção, também não viaja pois recupera-se de lesão.

A delegação embarca às 6 horas da manhã de quinta-feira, de ônibus, para Porto Alegre. Na capital gaúcha o time pega vôo até o Rio de Janeiro. De lá pega ônibus até Juiz de Fora. Na sexta-feira, o técnico Itamar Schulle faz um treinamento no campo do Juiz de Fora.


Comente aqui