Itamar Schulle

22 ago09:51

Schulle conta com Rodrigo Gral para o returno

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O treinador Itamar Schulle está contando com o atacante Rodrigo Gral para o returno da Série C do Campeonato Brasileiro. O treinador gostou da atuação do novo reforço da Chapecoense, no amistoso contra o time Sub 23 do Atlético Paranaense, realizado na noite da segunda-feira, dia 20 de agosto, em Chapecó.

Gral atuou apenas 45 minutos, pois não jogava desde o dia 10 de junho, quando fez sua última partida pelo DPMM, de Brunei. E com apenas 20 minutos em campo fez um gol, o segundo da Chapecoense no empate por 2 a2 com o Atlético/PR.

- Ele demonstrou oportunismo e teve boa movimentação- avaliou Schulle.

O técnico considera que o atacante de 35 anos pode ajudar muito a Chapecoense na busca pelo acesso à Série B do Campeonato Brasileiro.

Até porque, apesar de liderar o grupo B, a Chapecoense tem feito poucos gols. Foram apenas oito em oito jogos. Gral deve estar à disposição do treinador no dia 2 de setembro, no confronto contra o Santo André, na Arena Condá.

Apesar de ter atuado pela seleção brasileira Sub-20, ter sido campeão Brasileiro pelo Grêmio em 1996, atuado pelo Flamengo e jogado também no Japão, Gral ficou emocionado em vestir a camisa do time de sua terra natal.

Tanto que, após deixar o Brunei, decidiu voltar para Chapecó e abriu mão luvas e salários altos para viabilizar sua contratação pela Chapecoense. Até seu contrato definitivo ficou condicionado à recuperação de uma inflamação no joelho direito, ainda resquício de sua temporada em Brunei. Ele fez um pré-contrato e, nessa semana, deve assinar o contrato definitivo.

Gral terá apenas R$ 1 mil na carteira e vai doar o valor para uma entidade beneficente. Seu ganho será de patrocinadores particulares. Mas o que mais o deixa alegre é jogar pelo clube que torcia na infância e rever familiares e amigos.

Além de aprimorar o condicionamento físico o jogador ainda depende da transferência internacional, de Brunei para a Confederação Brasileira de Futebol.

Confira abaixo a entrevista que o atacante deu ao Diário Catarinense na tarde desta terça-feira.



DC: Como foi estrear com a camisa da Chapecoense?

Rodrigo Gral: Foi até melhor do que o esperado, pelo pouco tempo que estava treinando com o grupo. Fiz apenas três trabalhos com bola e esperava atuar por 20 a 30 minutos e consegui jogar 45 minutos.


DC: Qual a sensação em marcar o primeiro gol pelo time da sua terra?

Gral: Foi emocionante. Passa um filme na cabeça. Quando estava tomando banho, no vestiário, lembrei que vinha no estádio quando era criança e sonhava fazer um gol com a camisa da Chapecoense. Saí daqui pequeno e agora vejo a torcida me apoiando. Estou muito feliz em poder jogar aqui. Abri mão de valores porque queria jogar na Chapecoense. Agradeço o apoio da diretoria, comissão técnica, ao médico Mendonça e o fisioterapeuta Guilherme, que me ajudaram a curar a inflamação no joelho.


DC: Você já viaja para enfrentar o Tupi, no sábado?

Gral- Não, ainda preciso me preparar melhor. Se viajasse perderia quatro dias de treinamento. Espero estar à disposição para o returno.


DC: Como está sua readaptação à cidade?

Gral-Estou feliz demais. Aonde vou recebo o carinho de todos. Encontro ex-colegas de escola e vizinhos no supermercado. Ainda não consegui visitar todos os parentes. Meu objetivo é tentar retribuir dentro de campo.


DC: Sua meta é atingir os 500 gols?

Gral- Minha meta é passar e ajudar a Chapecoense a subir para a Série B do Campeonato Brasileiro.



Comente aqui
21 ago09:49

Chapecoense empata em 2 a 2 no jogo treino

Os jogadores da Chapecoense não relacionados para a partida do domingo, contra o Madureira/RJ, realizaram na noite da segunda-feira, dia 20, um jogo treino contra a equipe Sub 23 do Atlético Paranaense. A partida, que teve a estreia do atacante Rodrigo Gral com a camisa do Verdão, terminou em 2 a 2. Um dos gols da vitória foi de Gral. A partida foi na Arena Condá.

Segundo a Assessoria de Imprensa do Clube o primeiro tempo foi movimentado e com bons lances. Aos oito minutos a Chapecoense abriu o placar após uma jogada de Rafael Mineiro que tabelou com Dudu que cruzou para Thurran que bateu de primeira e marcou o primeiro do Verdão.

Ainda no primeiro tempo o atacante Rodrigo Gral ampliou o placar aos 20 minutos. Ele marcou o primeiro gol com a camisa da Chapecoense após uma cobrança de falta.

Na segunda etapa o técnico Itamar Schulle fez uma alteração na equipe. O atacante Gral saiu para a entrada de Éber.

O gol do time paranaense saiu após uma roubada de bola no meio de campo. A bola desviou no jogador do Atlético e Vanderlei não conseguiu defender. Cinco minutos depois o árbitro marcou pênalti para o Atlético. Na cobrança o jogador do Paranaense marcou o gol do empate.

Ainda foram expulsos Dudu e Dema da Chapecoense. Mas o final terminou mesmo em 2 a 2 .

Agora a equipe comandada por Schulle se prepara para a nona rodada da Série C. A partida contra o Tupi/MG será no sábado, dia 25 de agosto.


Chapecoense: Vanderlei, Rafael Mineiro, Dema, Rafael Lima, Chicão, Willian, Dudu, Galiardo, Rodrigo Gral, Dudu Figueiredo e Thurran.

Entraram ainda: Marcão, Leo, Marcus Vinicius, Éber e Gustavo.


Comente aqui
20 ago19:58

Schulle já está na ativa

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um dia após passar mal e ser atendido no hospital durante o jogo contra o Madureira, em virtude da pressão alta, Itamar Schulle teve um dia agitado ontem. Ele foi a Rio do Sul buscar a família, voltou a Chapecó, deu palestra para os jogadores e ainda acompanhou o amistoso dos reservas da Chapecoense contra a equipe sub 23 do Atlético Paranaense.

O objetivo foi dar ritmo de jogo aos reservas. Essa aliás tem sido uma das armas da Chapecoense para alcançar a liderança da Série C. No último jogo cinco jogadores reservas atuaram e o time manteve o bom desempenho, vencendo por 1 a 0.

Comente aqui
19 ago19:34

Schulle passa mal e é “substituído”

Darci Debona/darci.debona@diario.com.br

Um fato inusitado na vitória da Chapecoense sobre o Madureira aconteceu fora das quatro linhas.  Aos 23 minutos, quando a Chapecoense já vencia por um a zero, o técnico sentiu um mal estar. Uma funcionária da Unimed, que estava acompanhando o jogo, mediu a pressão do treinador no banco de reservas e constatou que estava elevada: 15×10 quando a média é 12×8.


Sirli Freitas/Agencia RBS


O treinador então foi caminhando até a ambulância e conduzido ao hospital, onde foi medicado. Schulle voltou ao estádio no final do segundo tempo, onde assistiu os minutos finais no camarote da Chapecoense, ao lado do diretor de futebol Cadu Gaúcho.

Depois, desceu para o vestiário e participou da oração com os jogadores. Em seguida foi para casa descansar. O diretor Cadu Gaúcho disse que o técnico deve fazer alguns exames durante a semana pois foi a segunda vez que ele passou mal nos últimos cinco dias.

Hoje o treinador deve folgar, junto com os atletas que atuaram contra o Madureira. A Chapecoense tem um amistoso às 20 horas contra o time sub-23 do Atlético Paranaense e o técnico provavelmente será Gerson Gusmão, que ontem comandou o time após a saída de Schulle.

A Chapecoense vai aproveitar o amistoso para movimentar os jogadores que não atuaram contra o Madureira. O ingresso para o amistoso é R$ 10.

Comente aqui
06 ago09:41

Chapecoense tem folga nesta segunda-feira

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Os jogadores da Chapecoense que chegaram às 21 horas do domingo em Chapecó, tem folga nesta segunda-feira. Os atletas se reapresentam às 9h desta terça-feira na Arena Condá.

O time comandado por Itamar Schulle se prepara para sétima da Série C do Campeonato Brasileiro. A partida contra o Oeste/SP será no domingo, dia 12 de agosto, às 15h30 na Arena Condá.

Schulle deve manter a mesma equipe para o jogo de domingo.

- A equipe teve equilíbrio e soube aproveitar a posse de bola – disse Schulle. Ele também parabenizou a equipe e lamentou não ter conseguido conquistar os três pontos.

- Agora é se preparar e contar com a presença da torcida no estádio – completou Schulle.


Comente aqui
02 ago09:23

Schulle fará duas mudanças na Chapecoense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Pelo que esboçou no treinamento de ontem o técnico Itamar Schulle deverá fazer duas mudanças contra o Brasiliense, em relação ao time que iniciou a partida contra o Duque de Caxias. Jô, que entrou no segundo tempo no Rio de Janeiro e fez o gol da vitória, deve ser titular no Distrito Federal.

Ele entra na vaga de Dudu. A outra mudança é na lateral esquerda. William volta a ser titular no lugar de esquerdinha.

Nesta quinta-feira o time faz um treinamento pela manhã, no Índio Condá, e à tarde viaja de ônibus para Porto Alegre/RS. Na sexta será feito o último treinamento no campo suplementar do Estádio Olímpico. No final da tarde a delegação pega avião para Brasília.

O jogo contra o Brasiliense, válida pela sexta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, é sábado, às 16 horas, em Taguatinga/DF.


Comente aqui
31 jul11:02

Chapecoense treinou no Ecoparque nesta manhã

Nesta manhã os jogadores da Chapecoense se reapresentaram às 9h e realizaram treino físico no Ecoparque. Os atletas, comandados pelo técnico, Itamar Schulle, se preparam para a sexta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. A partida contra o Brasiliense será no sábado, dia 4 de agosto, em Taguatinga/DF.

Os atletas devem treinar a tarde. O horário e local ainda não foram divulgados pela Assessoria de Imprensa do clube.

Comente aqui
30 jul16:12

Chapecoense negocia com atacante Rodrigo Gral

[Atualizado dia 31/07/12  às 10h40]

Darci Debona |darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense deve  decidir, nesta terça-feira, dia 31 de julho, a contratação do  atacante Rodrigo Gral, que atuou no Grêmio, Flamengo, Seleção Sub 20 e clubes do Japão e Brunei. De acordo com o diretor de futebol do clube, Mauro Stumpf, a negociação começou ainda na quinta-feira passada, num encontro dele e do presidente do clube, Sandro Pallaoro, com o jogador.

Gral estava no DPMM, de Brunei, está com 35 anos e gostaria de encerrar a carreira na Chapecoense. Ele é natural de Caxambu do Sul, região Oeste de Santa Catarina. Segundo o diretor, o atacante está com 497 gols e gostaria de chegar à marca de 500 gols na Chapecoense.

A direção fará uma avaliação da proposta juntamente com o técnico Itamar Schulle.


Comente aqui
27 jul07:59

Chapecoense treina em Porto Alegre e à tarde viaja para o Rio de Janeiro

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Os jogadores da Chapecoense treinam nesta manhã no campo Suplementar do Estádio Olímpico em Porto Alegre/RS. A equipe comandada por Itamar Schulle se prepara para a partida contra o Duque de Caxias/RJ, válida pela quinta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo é neste sábado às 16h no estádio Romário Faria, em Duque de Caxias/RJ.

Os atletas e a comissão técnica embarcam para a capital carioca à tarde e devem chegar por volta das 19h35 no Aeroporto do Galeão, no Rio.

Foram convocados 18 atletas para a partida: Nivaldo, Rodolpho, Souza, Athos, Wanderson, André Paulino, Willian, Fabiano, Paulinho Dias, Leonardo, Lê, Neném, Eliomar, Esquerdinha, Dudu Figueiredo, Cristiano, Jô e Galiardo.

Na quinta-feira, antes da viagem, o time treinou no campo da Arena Condá e Schulle fez uma mudança no gol. Nivaldo entrou no lugar de Rodolpho.

O time titular para o jogo de sábado pode ser: Nivaldo, Eliomar, Fabiano, Souza, André Paulino, Esquerdinha, Wanderson, Paulinho Dias, Athos, Lê e Jô.

A Chapecoense está em sétimo lugar no Grupo B, com cinco pontos.


Comente aqui
26 jul16:08

Camisa 150 do meia Neném será leiloada

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A camisa comemorativa aos 150 jogos do meia Odair Souza, o Neném, na Chapecoense será leiloada. O atleta usou a camisa na partida contra o Macaé/RJ, válida pela quarta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O jogo foi no domingo, dia 22 de julho.

Para participar do leilão os torcedores devem encaminhar um lance para o email marketing@chapecoense.com com nome completo, endereço e telefone.

>> Schulle testa mudanças na Chapecoense

O leilão iniciou com o lance mínimo de R$ 150 e os lances podem ser encaminhados até o sábado, dia 11 de agosto.

A entrega da camisa será no domingo dos pais, dia 12 de agosto, antes da partida ente Chapecoense e Oeste/SP.

De acordo com a diretoria, caso tenha empate, será validado o maior e último lance do dia. O pagamento deverá ser efetuado na secretaria do clube. Maiores informações no telefone 49 3324-6688.


Comente aqui