Jasc

14 nov09:21

Tradição de Chapecó no judô

Cristiano Rigo Dalcin | cristiano.dalcin@diario.com.br

O judoca Roberto Hideki Sato, 33 anos, ficou com a medalha de ouro no peso leve (até 73 quilos) nas disputas individuais do judô que aconteceram no sábado, dia12, no Pavilhão José Ijair Conti. Foi o quinto ouro do judoca em Jasc, em sete participações, mas a primeira no peso leve. Nas edições anteriores, onde Roberto conquistou também dois bronzes, o judoca atuou no peso meio-leve.

Para conquistar o ouro, Roberto precisou vencer três lutas. Por isso, o judoca lamenta que as seletivas regionais tenham diminuído o número de participantes do Jasc. Anteriormente, para levar o ouro era preciso entrar no tatame cinco vezes. Mesmo assim, a vitória de Roberto honra a tradição do município de Chapecó na modalidade. Durante muitos anos, Chapecó teve como principal judoca, Robson Nunes da Silva, na categoria pesado.

Comente aqui
13 nov08:30

Em Busca do 15º Ouro

Darci Debona | darci.debona@dario.com.br

Há 27 anos a delegação de Chapecó tem um nome certo nos Jogos Abertos: Pedro Segalotto. O Pedruca, como é chamado, é referência do esporte na maior cidade do Oeste. Aos 55 anos, ele integra a equipe de bocha ainda jogando em alto rendimento.

–Vamos buscar o 15º título e o tricampeonato consecutivo- afirmou o bochófilo, após uma corrida para manter a forma no Parque Palmital.

Já são 14 medalhas de ouro, sete de prata e uma de bronze nos Jasc. Poucas vezes ele retornou para casa sem medalha. E só não começou a competir em 1983 porque houve enchente no Estado e os Jasc foram cancelados.

Pedruca morava em Nova Prata-RS quando foi contratado para integrar a equipe de Chapecó. Já tem seis títulos brasileiros, um Sul Americano em 1989 e um Mundial de Duplas em 1996. Foi considerado o melhor jogador de bocha do Brasil em 1981.

Aprendeu o esporte com pedras que recolhia na lavoura e jogava num potreiro próximo de sua casa. Depois morou num clube e arrumava canchas de bocha que eram de argila. Mesmo depois de tantos títulos, ainda sente a mesma emoção ao ganhar uma competição.

–É o mesmo gosto da primeira vez- explicou.

Ele se considera um viciado em vitórias. Por isso nem gosta de medalha de prata. Seus ex-alunos de escolinha, hoje são companheiros da equipe. Pedruca disse que ainda não sabe quando vai parar.

–Pode ser ano que vem, pode ser daqui a cinco anos- calculou. Enquanto ele estiver ganhando medalhas de ouro, vai ser difícil deixar o esporte.



Comente aqui
12 nov09:43

Meta é ficar entre os cinco

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Sem poder de fogo para bater o trio de ferro de favoritos dos Jasc- Blumenau, Florianópolis e Joinville – e contanto com o bom desempenho de Criciúma, que é sede, a meta de Chapecó é tentar repetir o quinto lugar do ano passado.

–Vamos tentar se manter entre os cinco- disse o secretário de Esportes, Clóvis Marinello.

Para isso conta com alguns trunfos. Além dos dois naipes da bocha, onde sempre é favorito, Chapecó conta com o que é considerado o melhor time de futsal feminino do mundo, após conquistar o tricampeonato da Copa das Nações (2009, 2010 e 2011), disputada em Portugal.

A equipe de Chapecó tem quatro jogadoras da seleção brasileira que recentemente conquistou o tetracampeonato sul-americano. São a goleira Giga Paraná, as alas Vanessa e Jéssika e a pivô Cely. Vanessa, que no ano passado jogou na Espanha, foi considerada a melhor jogadora do planeta em 2010. No entanto elas não vislumbram vida fácil nos Jasc, pois a disputa entre as seis equipes é no sistema todos contra todos.

O técnico Éder Popiolski lembrou que Santa Catarina outros três times na Liga Nacional: Criciúma, Caçador e Brusque. A modalidade já venceu quatro vezes, em 2003, 2006, 2009 e 2010. E agora quer o pentacampeonato.

Outra modalidade forte e que Chapecó tem tradição nos Jasc é o handebol masculino. A equipe do Oeste tem o auxiliar técnico da seleção brasileira, Marcos Antônio Cezar, além dos jogadores Jaqson Kojoroski e Gil Pires. Os três estiveram no Pan de Guadalajara, onde ficaram com a medalha de Prata. Em Criciúma, eles querem o ouro.


A primeira medalha do Jasc

Vanessa Novello, 20 anos, de Chapecó, a primeira medalhista de ouro do Jasc 2011. É dela o retrato da emoção ao conquistar a primeira medalha de ouro da edição de número 51, sediada em Criciúma. Registro do fotográfo Julio Cavalheiro, após a decisão da medalha de ouro na categoria feminino até 47 quilos do Taekwondo.

CHAPECÓ

Delegação: 350 atletas

Principais atletas: Jaqson Kojoroski (handebol) Gil Pires (handebol) Vanessa Pereira (futsal), Araceli Gayardo-Cely (futsal), Jessika Manieri (futsal), Patrícia de Faria-Giga Paraná (futsal) Noeli Mergen (bocha), Pedro Segalotto (bocha), Ingrid Schuls (bocha), Nei Cenci (bocha), Claudinei Pacheco (tiro), Mahatma Gandhi Vegilato (taekwondo), Everton Neckel (salto com vara), Joel Perosa (vôlei), Gustavo Cavalier (karatê) Nikelli Rossi (judô), Patrícia Marques (judô), Alisson Mendonça (judô), Schanon Nogueira (judô).

Onde briga pelo ouro: futsal (feminino), handebol (masculino), bocha (feminino e masculino), vôlei (feminino) tiro armas curtas

Onde pode surpreender: futsal (masculino), bolão (masculino) e taekwondo (masculino)

Colocação no JASC 2010:


Comente aqui
11 nov14:55

Antes do Jasc, a semifinal do Catarinense

A equipe de futsal feminino de Chapecó entra num período intenso de jogos importantes e decisivos. A maratona inicia no domingo, 13, às 15h no ginásio do Sesc em Brusque, com a partida de ida da fase semifinal do Campeonato Catarinense contra o time da casa.

O time do técnico Eder Popiolski terminou a fase classificatória na primeira posição, acumulando 28 pontos em 30 possíveis. Já o Brusque foi o quarto colocado, somando 13. Nos confrontos diretos, a Female obteve vitória nas duas partidas realizadas: 2 a 1 em Chapecó e 2 a 0 em Brusque.

- Agora é um novo momento na competição e muito mais significativo. Vamos atrás de um bom resultado para, depois, decidir em casa – disse Eder.

A partida de volta está programada para o dia 22 de novembro.

A outra semifinal reúne Criciúma e a Caçador. Os confrontos foram programados para depois do Jasc, nos dias 21 em Caçador e, 24 em Criciúma.


Jasc na terça-feira

Após o jogo do Catarinense, a delegação chapecoense viaja para Criciúma e participa, a partir de terça-feira, 15, nas disputas da divisão especial da modalidade de futsal feminino, representando a cidade de Chapecó, nos 51º Jogos Abertos de Santa Catarina.

Seis equipes formam a divisão de elite na competição, de acordo com a classificação do ano passado. Chapecó, Caçador, Criciúma, Brusque, Blumenau e Itajaí jogam entre si e o campeão será conhecido pela soma de pontos, no sábado, 19. A tabela de jogos ainda não foi divulgada pela Fesporte.

Chapecó detém o maior número de conquistas no evento. Desde 2003, quando a modalidade foi incorporada ao programa, as chapecoenses venceram quatro vezes (2003, 2006, 2009 e 2010).


Comente aqui
11 nov14:21

A primeira medalha do Jasc 2011 é de Chapecó

A chapecoense Vanessa Novello, 20 anos, foi a ganhadora da primeira medalha dos Jogos Abertos de Santa Catarina de 2011. A lutadora de taekwondo venceu na final da categoria até 47 quilos a representante de Florianópolis, Valdinéia Alves, 17 anos. A disputa final aconteceu no final da manhã no ginásio da Satc e foi bastante acirrada. O primeiro ponto foi marcado por Valdineia no final do segundo round. Vanessa conseguiu se recuperar e após o empate em 2 a 2, conseguiu a virada no final, ao acertar um mirop thiagi no peito da adversária.


Vanessa conseguiu o ponto final no último tempo.


 

É a primeira vez que a competição de taekwondo vale para a pontuação geral. Por isso, Vanessa comemorou muito a medalha, que também valeu com revanche da edição passada dos Jasc, quando ela foi derrotada justamente por Valdineia. O técnico de Chapecó, Adilio Alves, também comemorou a conquista:

- Ela estava muito confiante porque fez um bom trabalho. O mirop thiagi é um chute que ela treina bastante e tem facilidade em executar – contou.

Após vencer a luta, Vanessa não conseguiu conter a emoção:

- Essa vitória tem um valor muito grande. A gente treina muito e essa é a recompensa. Essa medalha não é minha, é da equipe – resumiu Vanessa, sobre a importância de colher bons resultados para garantir apoio ao esporte.

A cerimônia de entrega de premiação deve acontecer a partir das 16h, quando encerram as lutas no feminino.


CLICESPORTES

Comente aqui
11 nov09:46

Abertura colore estádio, mas não empolga

Cristiano Dalcin | cristiano.dalcin@diario.com.br

O Estádio Heriberto Hülse virou uma praça de cores e luzes para a cerimônia de abertura da 51ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina na noite desta quinta-feira. Apesar de algumas manifestações políticas e também democráticas, milhares de atletas celebraram durante cerca de uma hora e 40 minutos o início da maior festa do esporte catarinense.

A cerimônia começou com um show pirotécnico que já garantiu os primeiros gritos de satisfação dos quase 10 mil presentes ao Heriberto Hülse. No centro do gramado, a logomarca do Jasc era projetada em um tablado de 1,5 mil metros quadrados. O jornalista Celso Freitas, natural de Criciúma, fez a saudação inicial para dar início ao cerimonial e chamou as autoridades como o governador Raimundo Colombo e o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

Em seguida começou o desfile das delegações pelo gramado do Heriberto Hülse. Nem todas estavam presentes para o desfile, porque não participam de competições nos primeiros dias, mas todas foram representadas com as placas de identificação levadas por integrantes do seis grupos étnicos que colonizaram a cidade do Sul do Estado.

Brusque, berço da competição, puxou a fila, seguida pelas outras 72 cidades em ordem alfabética até chegar na anfitriã Criciúma. Com mais de 450 atletas e liderados pelo presidente da Fundação Municipal de Esportes, Renato Valvassori, os anfitriões provocaram o primeiro frisson da cerimônia. Um grupo de 40 ex-atletas de Criciúma também desfilou em seguida, com destaque para o ex-nadador Celestino Zomer, que participou da primeira edição, em Brusque.

O primeiro problema técnico aconteceu após a execução do hino nacional pela banda do 28º Grupo de Artilharia de Campanha (28º GAC) do Exército. O hino do Estado foi anunciado pelo jornalista Celso Freitas, mas acabou não sendo executado e foi logo substituído pelo hino da cidade de Criciúma. Em seguida, o tenista Gustavo Kuerten, presente da festa, recebeu uma homenagem do pequeno tenista Artur Casagrande Bosqueto, integrante de um projeto comunitário de tênis da Sociedade Recreativa Mampituba, e acabou sendo muito aplaudido pelo público.

>>> Confira notícias diárias do 51º  Jasc

No momento político da festa, o público se manifestou de forma democrática. O governador Raimundo Colombo e o vice, Eduardo Pinho Moreira, foram vaiados após agradecimento do presidente da CCO, Flavio Spillere, pela presteza no atendimento dos interesses da cidade para realizar o evento. Já o presidente do Criciúma Esporte Clube, o empresário Antenor Angeloni, e o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, acabaram aplaudidos quando citados por Spillere também em forma de agradecimento.

Após os discursos do secretário de Esporte, Turismo e Cultura, Cesar Souza Júnior, e do prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro – com direito a nova vaia dirigida ao governador – a festa continuou com apresentação dos grupos étnicos sobre a área de projeção, ao som de Aquarela do Brasil. Fotos antigas da cidade também foram projetadas no centro de gramado, mas a definição ruim impedia uma melhor visualização dos pontos históricos da cidade.

O momento mais emocionante ficou para o final. O atirador Valdir Abel conduziu a tocha olímpica pelo gramado e entregou para a mesatenista Bruna Alexandre, integrante das seleções brasileira olímpica e paraolímpica. Após caminhar pelo centro do tablado, Bruna acendeu à distância a pira olímpica estilizada em forma de vagoneta. Em seguida, o atirador Fernando Meller, com 17 participações no evento, ergueu o braço direito para fazer o juramento do atleta.

Ao final, o governador Raimundo Colombo fez o pronunciamento para declarar aberto a 51ª edição do Jogos Abertos de Santa Catarina, e finalmente acabou saudado pelos público antes do início de um show pirotécnico, com luzes e som, que antecedeu ao show do sambista Jorge Aragão. Ao final, apesar das cores, das luzes, do som, ficou aquela sensação de que faltou algo mais na apresentação, e muita gente foi embora sem prestigiar a atração final da festa.

Comente aqui
12 out11:58

Preparação para o Jasc

O Clube de Atletismo Chapecó participou nos dias 08 e 09 de outubro do Troféu Governador do Estado, evento do atletismo seletivo para os Jogos Abertos de Santa Catarina, participação obrigatória. Na competição Chapecó conquistou 10 medalhas, cinco de prata e cinco de bronze.


Prata:

Ianah Pabliet Keller Agnoletto- lançamento do dardo

Claudia Carolina Capeletti Bissoloti- arremesso do peso

Everton Figueira Neckel- salto com vara

Jurandir Reinaldo de Jesus- 5.000 e 10.000 metros rasos


Bronze:

Michael Farina Agazzi- salto em distância e salto triplo

Ezequiel Emerson Wagner- salto com vara

Rosane Prigol dos Santos- 5.000 metros de marcha atlética

Claudia Carolina Capeletti Bissoloti- lançamento do disco


Após a realização do evento, ainda não se pode ter uma ideia muito precisa dos futuros resultados nos Jogos Aberto. Todas as marcas conquistadas em provas oficiais em 2011 são válidas na elaboração do ranking. Os atletas precisam participar do Troféu Governador para se credenciar para os Jasc.

Na foto o atleta Jurandir Reinaldo de Jesus, que já foi medalhista por Chapecó no Jasc de 2010. Ele é dono de uma linda história de superação, Começou sua carreira de atleta após trabalhar 10 anos como recolhedor de lixo.

– Corria atrás do caminhão oito horas diárias, na cidade de Erechim, RS – lembra.

Agora ele é uma das grandes esperanças de medalha nas duas provas de 5 mil e 10 mil metros rasos, mesmo sabendo que sua maior experiência é na corrida de rua.



Comente aqui
08 out09:42

Fogo simbólico dos 51º Jogos Abertos é aceso em Brusque

Em uma cerimônia de cerca 45 minutos foi acesa nesta sexta-feira (7), na Arena Multiuso de Brusque, o fogo simbólico dos 51º Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que ocorrerão de 10 a 20 de novembro, em Criciúma. A cerimônia contou a presença de atletas e dirigentes de Brusque e de Criciúma, entre outras lideranças.

O cerimonial do fogo simbólico foi baseado na mitologia grega, já que foi na Grécia onde se iniciaram os Jogos Olímpicos no século 8 a.C. Na manhã deste sábado, o fogo simbólico será recepcionado na entrada de Criciúma e posteriormente carregado por atletas da Fundação Municipal de Esportes até o Parque das Nações, onde ocorre o acendimento da pira olímpica.

Cerimonial do fogo simbólico foi baseado na mitologia grega, já que foi na Grécia onde se iniciaram os Jogos Olímpicos no século 8 a.C.

A chegada está programada para as 10h. As jogadoras Gabi, Renata e Missy, do futsal feminino, terão a missão de acolher a tocha, iniciando o percurso. Divididos em etapas de 500 metros, outros atletas também vão participar dessa tradicional cerimônia revezando-se pelas ruas da cidade.

No Parque das Nações, uma cerimônia está sendo preparada para a chegada do fogo simbólico. O nadador Leonardo Schilling e a mesatenista Bruna Costa Alexandre serão os últimos atletas de Criciúma a carregarem a tocha. Constantino Zomer, atleta participante da primeira edição dos Jasc realizada em Criciúma, em 1974, foi convidado para realizar o acendimento da pira olímpica.

Cerca de 7 mil atletas de mais de 80 municípios deverão estar em Criciúma para a disputa dos 51º Jasc. A cerimônia de abertura dos jogos será no Estádio Heriberto Hülse, dia 10 de novembro, às 19h. O congresso técnico ocorrerá no dia 18 de outubro.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Comente aqui
28 set19:08

Chapecó é campeã do regional dos JASC

A etapa regional dos 51º Jogos Abertos de Santa Catarina – JASC, encerrou nesta quarta-feira em Xaxim. A delegação de Chapecó sagrou-se campeã da etapa com 138 pontos, seguida pela sede, Xaxim, com 126 pontos e Concórdia, em terceiro lugar, com 88,5 pontos.

Chapecó foi representada por 160 atletas, em 16 equipes, de 11 modalidades. Apenas cinco equipes não obtiveram classificação: basquete, tênis de campo e futebol masculino e vôlei de areia masculino e feminino.


Vôlei Masculino de Chapecó.


De acordo com o Secretário de Esporte e Lazer, Clóvis Marinello, o objetivo foi alcançado. – Na etapa regional conseguimos a vitória. Agora, temos que trabalhar para ficar entre os cinco primeiros na etapa estadual dos JASC, realizada entre nove e 19 de novembro, em Criciúma – disse.

Além das equipes classificadas no regional, já estão classificadas para a fase estadual as equipes do basquete feminino, bocha masculino e feminino, ciclismo masculino e feminino, futsal feminino, ginástica artística feminina, handebol masculino e feminino, hipismo (apresentação), judô masculino e feminino, natação masculino e feminino, tiro ao prato e tiro armas curtas masculino.


Classificados em Xaxim para a etapa estadual:

Basquete masculino – Concórdia e Xaxim

Bocha feminino – Xaxim e Ponte Serrada

Bocha masculino – Xanxerê, Guarujá do Sul e Xaxim

Bolão 23 feminino – Xaxim, Chapecó e São Miguel do Oeste

Bolão 23 masculino – Chapecó, Xaxim e Xanxerê

Futebol – Xaxim e Concórdia

Futsal feminino – Concórdia, São Miguel do Oeste e Piratuba

Futsal masculino – Chapecó, Saudades e Xaxim

Handebol masculino – Xaxim e Xanxerê

Karatê por equipes – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Karatê individual:

Até 60 quilos – Chapecó

Até 65 – Concórdia e São Lourenço do Oeste

Categorias 70, 75, 80, 85 e acima de 85 quilos – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Open – Chapecó e Concórdia

Kata individual – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Taekwondo feminino – Chapecó e Pinhalzinho

Taekwondo masculino – Chapecó e Seara

Tênis masculino – Concórdia e São Miguel do Oeste

Tênis de mesa masculino – Xaxim e Chapecó

Vôlei feminino – Chapecó e Saudades

Vôlei masculino – Chapecó e Maravilha

Vôlei de dupla feminino – Xaxim e Concórdia

Vôlei de dupla masculino – Xaxim e Concórdia

Xadrez feminino – Concórdia e Chapecó

Xadrez masculino – Itá e Chapecó


Vagas por município:

Chapecó – 11

Xaxim – 11

Concórdia – 7

São Miguel do Oeste – 3

Xanxerê – 3

Saudades – 2

Guarujá do Sul – 1

Itá – 1

Maravilha – 1

Pinhalzinho – 1

Piratuba – 1

Ponte Serrada – 1

São Lourenço do Oeste – 1

Seara – 1


Comente aqui
27 set14:33

Chapecó domina a etapa regional Oeste dos Jasc

Ao final do quarto dia de disputas, o município de Chapecó lidera a briga pelo título do regional Oeste dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), que começou no dia 23 e vai até quarta-feira, dia 28, em Xaxim.

Com o segundo lugar conquistado na segunda-feira, dia 26, no xadrez masculino, Chapecó está com 81 pontos contra 70 de Xaxim e 64,5 de Concórdia, que aparece em terceiro lugar. O título no xadrez masculino ficou com a equipe de Itá, que marcou os 13 primeiros pontos na tabela.

Equipe de Basquete masculino de Xaxim classificada.

Já estão conhecidas 26 das 45 equipes que a regional Oeste classifica para a etapa estadual.

O Jasc 2011 está programado de 10 a 20 de novembro, em Criciúma. O evento envolve equipes de 37 municípios e colocou em disputa 13 modalidades, em preparação à 51ª edição dos Jasc. Além dos troféus e medalhas por modalidade e por naipe, o campeão e vice na classificação geral do regional Oeste recebem troféus como prêmio.


Classificados em Xaxim para a etapa estadual

Basquete masculino – Concórdia e Xaxim

Bocha masculino – Xanxerê, Guarujá do Sul e Xaxim

Bolão 23 feminino – Xaxim, Chapecó e São Miguel do Oeste

Karatê por equipes – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Karatê individual:

Até 60 quilos – Chapecó

Até 65 – Concórdia e São Lourenço do Oeste

Categorias 70, 75, 80, 85 e acima de 85 quilos – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Open – Chapecó e Concórdia

Kata individual – Chapecó e São Lourenço do Oeste

Taekwondo feminino – Chapecó e Pinhalzinho

Taekwondo masculino – Chapecó e Seara

Tênis masculino – Concórdia e São Miguel do Oeste

Tênis de mesa masculino – Xaxim e Chapecó

Vôlei de dupla feminino – Xaxim e Concórdia

Vôlei de dupla masculino – Xaxim e Concórdia

Xadrez feminino – Concórdia e Chapecó

Xadrez masculino – Itá e Chapecó


Dez classificados serão definidos nesta terça-feira

No penúltimo dia de disputa serão conhecidas mais 10 equipes classificadas para a etapa estadual dos Jasc. O bolão 23 masculino é a única modalidade que termina pela manhã, com quatro jogos. Além de definir, desta vez, os três classificados, serão conhecidos os vencedores dos troféus e das medalhas de ouro, prata e bronze.

Durante a tarde e noite, a disputa vai estar mais acirrada: às 17h15min começa a final do futsal feminino, que classifica, excepcionalmente, três equipes; às 18h30min iniciam as decisões de bocha (feminino) e handebol masculino.

Para quarta-feira, dia 28, último dia do regional Oeste, estão reservadas as decisões no futebol, no futsal masculino, também classificando três equipes e nos dois naipes do vôlei. Todas as finais vão começar às 10h30min.


Fonte: Fesporte


Comente aqui