Lixo

07 mai16:30

Campanha para coleta seletiva em Formosa do Sul

Para moradores que vivem no perímetro urbano é mais fácil dar um destino correto aos materiais recicláveis. Já para quem vive no interior, onde não existe a coleta regular do lixo, é necessário maior empenho das famílias. No entanto, a importância de evitar com que esse material seja descartado no meio ambiente é ainda maior, pois é no interior onde estão os recursos naturais, como por exemplo, os mananciais.

Pensando nisso o setor de Vigilância Sanitária de Formosa do Sul, realiza nesse mês, a 20ª edição da Coleta de Material Reciclável. A campanha ocorre várias vezes ao ano, a fim de diminuir a poluição do meio rural.

De 22 a 24 de maio um caminhão, de empresa do ramo da reciclagem, vai passar nas sedes das comunidades recolhendo materiais, entre eles: papel, plástico, alumínio, vidro, ferro e pilhas. Cabe aos moradores colocar o material encontrado em sua propriedade dentro de sacos e levá-lo até o pavilhão da sua comunidade antes da coleta.


Lixo eletrônico

Nesta edição da campanha também serão coletados lixos eletrônicos. São equipamentos de informática, eletrônicos ou eletrodomésticos, acessórios de equipamentos diversos ou de veículos, entre outros, que já não apresentam utilidade. Moradores do perímetro urbano podem entrar em contato com o setor de Vigilância Sanitária, para entregar este material.


Comente aqui
16 fev10:13

Projeto Recicla CDL recolheu três toneladas de lixo eletrônico em Concórdia

Em apenas quatro horas a Câmara de Dirigentes Lojistas de Concórdia – CDL em parceria com a empresa Real Tec coletou no sábado, dia 11, em frente à Prefeitura cerca de três toneladas e meia de lixo eletrônico.

A 4ª Edição do Programa Recicla CDL recolheu monitores, mouses, teclados, impressoras, placas eletrônicas, processadores, nobreak, estabilizadores, telefones móveis, baterias de celular, pilhas e televisões.

- Nossa empresa acredita em ações como essa. A CDL e os lojistas estão de parabéns. Pois reciclar é valorizar a vida – comentou o proprietário de uma loja de informática da cidade, Avelino Rodem.

Segundo o presidente da CDL, Leocergio Sarturi, é preciso melhorar o compromisso da população e da entidade com o meio ambiente. – O Brasil é considerado o maior produtor de lixo eletrônico. Essa situação é considerada grave, pois o lixo eletrônico possui componentes tóxicos que podem contaminar o solo e a água, causando diversos danos à saúde – destaca Sarturi.

Ainda segundo ele a coleta seletiva e a reciclagem devem fazer parte do dia a dia da comunidade. – A educação ambiental é o principal instrumento de transformação, sendo fundamental para a construção critica, gerando comprometimento e responsabilidade por parte de toda população -, comenta Sarturi.

Para o proprietário da Real Tec, Darlan Kuirsten, o objetivo é oferecer as empresas, órgãos governamentais, fabricantes, lojistas e principalmente a população um serviço totalmente confiável e transparente de coleta e destinação correta de resíduos eletrônicos, além de promover a conscientização sobre a importância da reciclagem.


Comente aqui
11 fev08:38

Recicla CDL em Concórdia

Diminuir a emissão de lixo e incentivar a coleta seletiva e reciclagem é uma das bandeiras da Câmara de Dirigentes Lojistas de Concórdia – CDL. Por isso, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina – FCDL desenvolve desde 2010, em parceria com as demais entidades do estado o Programa de Educação Ambiental Recicla CDL.

A campanha é uma iniciativa que visa conscientizar toda a sociedade sobre a importância da coleta seletiva e da reciclagem, da destinação correta dos resíduos e da diminuição do volume de lixo gerado, dentre outras imprescindíveis ações.

Neste sábado dia 11 de fevereiro a CDL de Concórdia, através do Programa Recicla CDL, estará promovendo mais uma grande ação no centro da cidade, para arrecadação de lixo eletrônico.

A equipe da CDL vai receber em uma barraca montada na Praça Dogello Goss, das 8h30min às 11h30min, objetos eletrônicos. – Nosso objetivo é dar o destino correto ao lixo eletrônico. Na maioria das vezes esses equipamentos ficam acumulados dentro das casas ocupando espaço e quando descartados acabam prejudicando a natureza – disse a coordenadora de eventos, Paula Hack.

Podem ser entregues para o projeto, monitores, unidades centrais de processamento de dados, mouses, teclados, impressoras, placas eletrônicas, processadores, nobreak, estabilizadores, telefones móveis, baterias de celular, pilhas e televisões.

Na última edição realizada em fevereiro de 2011, a campanha arrecadou em Concórdia cerca de duas toneladas de lixo eletrônico.


Comente aqui
03 jan11:21

400 m³ de lixo recolhidos em Seara

A Secretaria Municipal da Agricultura de Seara encerrou, na quinta-feira, 29 de dezembro, a quarta etapa do recolhimento de lixo reciclável no interior do município, coletando mais de 40 toneladas de lixo. O roteiro iniciou no dia 15 e encerrou no dia 29 de dezembro. A atividade faz parte do Programa Gestão Ambiental, sendo realizada quatro vezes por ano.

O Diretor da Secretaria José Reinaldo Ost destaca que a coleta superou as expectativas. – Tínhamos previsto um recolhimento de 250 m³ e coletamos 400 m³ somente nesta etapa. Isso demonstra a conscientização da população  quanto à importância de separar o lixo, dando um destino correto e preservando o meio ambiente. Metade desse material vai para o aterro, que são aqueles que não tem reaproveitamento e a outra parte vai para a reciclagem – disse.

O Programa Gestão Ambiental foi implantado em 2009. – Percebemos que, pela grande quantidade de lixo reciclável depositados nos pontos, a coleta necessitava ser realizada mais vezes durante o ano. Desde então, o recolhimento é feito quatro vezes por ano, sempre recolhendo grande quantidade de lixo reciclável – explica Ost.

A primeira etapa de 2012 será em Março.


Comente aqui
26 nov11:25

Coleta de lixo tem novos horários em Chapecó

O sistema de coleta seletiva e de coleta de lixo orgânico vai passar por adaptações na região central da cidade a partir da segunda-feira, 28. De acordo com novo cronograma, os recolhimentos tem os horários ajustados a fim de dinamizar o trânsito e concentrar os trabalhos em um período específico, evitando a acumulação de resíduos.

As mudanças compreendem a região entre as Avenidas São Pedro e Uruguai e entre a Nereu Ramos e a General Osório. Nestes locais, a recomendação é para que os moradores depositem o material reciclável no máximo até as 12h e o resíduo orgânico a partir das 18h. A intenção do Poder Público Municipal é facilitar o trabalho de coleta e evitar transtornos no trânsito, principalmente neste período de final de ano.

- É importante que a população se conscientize e deposite o lixo nos horários indicados e nos containers identificados específicos para cada resíduo, evitando a mistura – disse o Secretário de Serviços Urbanos Valmor Scolari.



Horário Coleta Orgânica

Alvorada - Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 16h

Bela Vista - Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 16h

Belvedere – Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 16h

Boa Vista – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Bom Pastor – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Centro – Segunda a Sábado – 18h as 3h

Colônia Cella – Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 16h

Cristo Rei - Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 23h

Distrito de Marechal Bormann - Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Efapi e Jardim do Lago - Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 23h

Eldorado – Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 16h

Engenho Braun – Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 22h40

Esplanada – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 23h

Goio- Ên – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Jardim América – Segunda, Quarta e Sexta – 17h as 3h

Jardim Itália – Segunda, Quarta e Sexta – 17h as 3h

Líder – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 3h

Maria Goretti – Segunda à Sábado – 17h as 3h

Palmital – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Parque das Palmeiras – Segunda, Quarta e Sexta – 17h as 3h

Passo dos Fortes – Terça, Quinta, Sábado – 18h as 3h

Pinheirinho – Terça, Quinta, Sábado – 13h40 as 22h40

Presidente Médici – Terça, Quinta, Sábado – 13h40 as 3h | Segunda a Sábado – 18h as 3h

Quedas do Palmital – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Rodeio Chato – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Saic – Segunda, Quarta e Sexta – 18h as 3h

Santa Maria – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h | Segunda a Sábado das 18h as 23h

Santo Antônio – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

São Cristóvão – Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 23h

São Pedro – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Seminário – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Trevo – Segunda, Quarta e Sexta – 7h as 16h

Universitário – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h

Vila Mantelli, Vitório Rosa – Segunda, Quarta e Sexta – 17h as 2h

Vila Real – Terça, Quinta, Sábado – 7h as 16h



Programação Coleta Seletiva em Chapecó

Setor 01/Centro: Segunda à Sábado

Setor 02/Universitário, Jardim Itália: Segunda, Quarta, Sexta

Setor 03/Maria Goretti, Santa Maria: Terça, Quinta, Sábado

Setor 04/Presidente Médici, Pinheirinho: Terça, Quinta

Setor 05/Boa Vista, São Pedro, Bom Pastor: Terça, Quinta

Setor 06/ Saic, Parque Palmital: Segunda, Quarta

Setor 07/São Cristóvão, Jardim América: Quarta, Sábado

Setor 07/Engenho Braun: Quarta

Setor 08/ Santo Antônio, Seminário, Esplanada (tarde), Aeroporto: Segunda, Sexta

Setor 08/ Queda do Palmital, Distrito Industrial: Segunda

Setor 08/ Distrito Marechal Borman (a cada 15 dias): Sexta

Setor 09/ Líder, Santa Luzia, Passo dos Fortes: Segunda, Sexta

Setor 09/Vila Real: Segunda

Setor 10/Cristo Rei, Bela Vista: Terça, Quinta

Setor 10/ Eldorado, Alvorada: Terça

Setor 11/ Trevo, Belvedere, Vila Rica: Quarta, Sábado

Setor 12/Grande Efapi – Jardim do Lago, Aurora, Juliana, Thiago, Efapi, Alice, Dona Rita I e Dona Rita II, Auri-Bodanese, Parque das Mansões, Rosana, Omar Fontana, Witoldo, Popular I, Popular V, Elias Gallon, Esperança, Universidade: Terça, Quinta

Setor 13/Alta Floresta, Paraty, Zanrosso, Sereno Soprana, Campos, Campinas II, Barragem: Terça

Setor 14/ Vila Mantelli, Parque das Palmeiras: Quinta

Setor 14/ Vitório Rosa (a cada 15 dias): Quinta


Comente aqui
23 nov15:56

Acic promove mutirão do lixo eletrônico

“Não devolva para a natureza o que ela não criou!”, com este slogan a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic) e o Núcleo das Empresas de Base Tecnológica da entidade promovem até este sábado, 26, o mutirão do lixo eletrônico.

A iniciativa quer retirar do meio ambiente: monitores, teclados, gabinetes, placas de rede, placas-mãe, placas de vídeo, placas de som, celulares, baterias, telefones de mesa, cabos, decodificadores, copiadoras, entre outros, proporcionando a destinação correta para os itens.

Estes resíduos, descartados em lixões, representam um sério risco para o meio ambiente, pois possuem em sua composição metais pesados altamente tóxicos, tais como mercúrio, cádmio, berílio e chumbo. Em contato com o solo, os produtos contaminam o lençol freático e se queimados, poluem o ar. Além disso, causam doenças graves em catadores que sobrevivem da venda de materiais coletados nos lixões.

Os pontos de entrega do lixo eletrônico são a Uceff, UFFS, Unochapecó, Unoesc e Verde Vida. A iniciativa conta com o apoio CACB, FACISC, Sebrae, Deatec, UFFS, Verde Vida, Uceff, Unochapecó e Unoesc.


Comente aqui
12 nov11:49

Leitor reclama da falta de coleta do lixo reciclado em Chapecó

O corretor de imóveis Jaime Cristofori reclama da falta de coleta de lixo reciclado no Bairro Seminário.

A população precisa deixar o lixo reciclado guardado em casa.

“Os Moradores do Bairro Seminário reclamam da falta de coleta do lixo reciclado. A mesma foi feita por um período e agora faz duas semanas que não é feita a coleta.

Temos que guardar o Lixo em casa, proporcionando um ambiente para criação de ratos e baratas. A população quer contribuir, mas infelizmente o poder público não faz a sua parte. Faz anos que se fala e se promete coleta de lixo reciclado com qualidade, mas o que a gente vê pelas ruas e calçadas da cidade não é bem isso. Provavelmente a coleta seletiva deve funcionar no centro da cidade.

No site da prefeitura tem até um Banner “Participe da coleta seletiva”, mas não consta nada de informações, calendário de coletas” –  disse Jaime Cristofori.



Você tem alguma reclamação, sugestão e quer colaborar com o clicRBS Chapecó encaminhe um email para participe@clicrbschapeco.com.br.


1 comentário
11 nov12:16

Coleta de lixo eletrônico

Xaxim desenvolve vários programas que visam melhorar as condições do meio ambiente do município, uma delas é a Coleta de Lixo Eletrônico. O objetivo do programa é recolher e dar destinação correta para esses materiais.

Segundo o diretor do meio ambiente de Xaxim, Renato Foppa, em virtude do crescimento tecnológico a quantidade deste tipo de lixo é cada vez maior.

- No último semestre foi recolhido aproximadamente 2 mil Kg de lixo tecnológico. Realizamos estudos para viabilizar o destino correto destes objetos e firmamos parceria com uma empresa de Joaçaba, que há vários anos trabalha na separação e destinação desses produtos – disse.

O ponto de coleta esta centralizado na secretaria municipal da Agricultura e Meio Ambiente.

Ivanor Galon secretário da Agricultura ao Meio Ambiente destaca ser um compromisso que temos com a sociedade, que é destinar corretamente toda espécie de lixo. – Estamos fazendo a nossa parte para também contribuir para a preservação do Meio Ambiente, esperamos que cada xaxinense também faça a sua parte destinando e separando corretamente todo tipo de lixo. Estamos à disposição para coleta e auxílio no que diz respeito a essas ações – completa Galon.


Comente aqui
11 out16:44

Questões ambientais na Efapi 2011

A preocupação com a coleta e o tratamento correto dos resíduos sólidos, produzidos durante a Efapi 2011, é um dos destaques do evento. A atuação de 60 voluntários do Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó (FRSC), composto por 22 instituições, está garantindo a destinação ambiental sustentável destes materiais.

O Fórum ocupa um espaço de importância na Efapi 2011. Em sua primeira participação na feira pretende fazer a diferença e causar impacto ao público esperado de mais de 500 mil pessoas para os dias do espetáculo. Como participante efetivo de políticas público-ambientais, o fórum já tem alguns de seus objetivos alcançados.

Criado em novembro de 2010, é um espaço para discussões e participação da sociedade civil e dos setores público e privado. É o primeiro espaço para discutir as problemáticas ambientais do município, especialmente na temática de resíduos sólidos, desde sua geração, armazenamento, transporte e educação ambiental, bem como os problemas sociais com catadores e a nova legislação.

Na Efapi, a atividade desenvolvida pelo fórum é através do Lixômetro, que tem por objetivo conscientizar os visitantes da quantidade de resíduos que provém da feira a cada hora. Uma sirene será disparada em alerta ao início da coleta do material, que posteriormente será depositado no termômetro. O FRSC está localizado junto ao estande da Fundema, próximo ao portão quatro do parque.

O Fórum é constituído por mais de 22instituições do município e sua coordenação é feita pela ITCP Unochapecó. Entre as instituições de apoio, estão: Fundema, ACIC, Verde Vida e Câmara de Vereadores, Unimed, Associação Amigo dos Bichos, Instituto Goio-En, Casan e Sadia.


Comente aqui
10 out15:00

Renda que vem do lixo

Quarenta e cinco catadores da Associação dos Trabalhadores no Serviço de Reciclagem de Chapecó e Região – Astrarosc, trabalham para manter o parque da Efapi 2011 limpo. Para eles é uma oportunidade de trabalho e renda.

A Astrarosc é responsável pela coleta, separação e encaminhamento de todo o material reciclável recolhido no parque de exposições Tancredo de Almeida Neves. De acordo com o presidente da associação, Sandro Fortes, uma média de 1,5 toneladas de material será recolhida por dia até o final da feira, no dia 16.

- Só de latas recolhemos 1400 quilos nos dois primeiros dias de feira – disse Fortes.

O trabalho é duro: os 45 catadores com a equipe de limpeza das áreas cobertas do parque são os primeiros a chegar e os últimos a sair. Eles estão envolvidos no trabalho de coleta e classificação do material, que já é embalado no próprio local.

Uma novidade para este ano é o transporte dos recicláveis, que ficou por conta do comprador. – A venda é feita aqui mesmo. O comprador vem até o parque, o material é pesado e o quem compra é responsável por levar embora os materiais – explica Fortes.

Este sistema evita que a associação gaste no transporte e aumenta a possibilidade de lucros. O dinheiro arrecadado com as vendas será dividido entre os catadores.

Para Fortes, além da oportunidade de renda extra, o trabalho no parque também garante aos catadores o acesso à Feira. – Muitos moram em Chapecó uma vida inteira e nunca tinham vindo em uma Efapi. Assim eles têm acesso a algo diferente.


Orgânicos

O recolhimento do lixo orgânico é realizado pela Tucano, empresa responsável pela coleta de resíduos urbanos no município. O responsável pela área de meio ambiente na Efapi 2011 e presidente da Fundação de Meio Ambiente de Chapecó (Fundema), Nelson Krombauer, disse que 230 novas lixeiras plásticas foram instaladas no parque, 115 para lixo orgânico e 115 para materiais recicláveis, além das mais de 500 lixeiras de papelão distribuídas pelos pavilhões.

Os dejetos humanos dos banheiros móveis são armazenados e encaminhados para a central de tratamento de esgoto do município. Os dejetos animais são recolhidos e levados ao Horto Florestal da Fundema e ao Viveiro Florestal da Unochapecó, onde são processados e transformados em compostagem.

Sobre a limpeza geral do parque, Krombauer acredita que o público está mais consciente.

- O objetivo da Fundema é a educação ambiental. Estamos usando a rádio da feira para solicitar que as pessoas joguem o lixo nos locais apropriados; visitando os restaurantes e pedindo para os responsáveis fazer a separação corretamente, entre outras ações – disse.


Comente aqui