Milímetros

26 abr10:36

Chuva chega a 117 mm em São Miguel do Oeste e deve amenizar estiagem no Oeste

O volume de chuva registrado nas últimas 24 horas em Santa Catarina está próximo da média mensal em várias cidades, segundo a Epagri. O órgão que monitora as condições climáticas registrou 117 mm entre 7h de quarta e 7h desta quinta-feira em em São Miguel do Oeste. O volume representa aproximadamente 68% da média para o mês de março na cidade, que é de 170 mm.

A instabilidade no tempo ocorre em função de um sistema de baixa pressão que se formou entre o Paraguai e o Sul do Brasil, e vem se deslocando pelo Estado. Na média estadual, a chuva acumulada em 24 horas atingiu aproximadamente 40 mm, mas superou este valor em alguns municípios. É o caso de São Miguel do Oeste e Rio do Campo. A região da Grande Florianópolis e Litoral sul foram as menos afetadas pelas fortes chuvas.

>> Sobe para 132 o número de municípios em situação de emergência em SC

Segundo o meteorologista Marcelo Martins, como não houve registro de temporais, a chuva foi muito bem vinda paras os catarinenses, em função da escassez de chuva deste ano e pelo quadro de estiagem que SC atravessa.

— O volume de chuva é suficiente para criar uma reserva de umidade no solo que pode durar entre sete e 10 dias — avalia.

A previsão da Epagri é que a chuva permaneça em todas as regiões até o próximo fim de semana no Estado, como volumes mais expressivos entre a Serra e o Litoral.


Preciptação acumulada entre 7h do dia 25/04 até às 7h do dia 26/04 (em mm)


Região: Alto Vale do Itajaí

Ituporanga – 43,2

Rio do Campo – 103,2

Lontras – 57,0

Aurora – 42,0

Vidal Ramos – 40,7


Região: Grande Florianópolis

Florianópolis – 17,9

São José – 19,0

Racho Queimado – 25,4


Região: Litoral Norte e Médio Vale

Itajaí – 44,2

Indaial – 55,0

Itapoá – 63,2


Região: Litoral Sul

Criciúma – 1,8

Timbé do Sul – 2,4

Forquilhinha – 3,4


Região: Planalto Sul

Bom Jardim da Serra – 11,8

Urupema – 30,2

Forquilhinha – 3,4

São Joaquim – 25,0


Região: Meio Oeste

Água Doce – 90,1

Caçador – 73,6

Campos Novos – 52,9

Rio das Antas – 70,8

Tangará – 69,7

Lebon Régis – 59,6


Região: Oeste

Dionísio Cerqueira – 51,6

Novo Horizonte – 99,6

São Miguel d’Oeste – 117,0

Xanxerê – 79,6

Chapecó – 62


Região: Planalto Norte

Major Vieira – 76,6

Canoinhas – 53,6

Irineópolis – 89,4

Porto União – 107,8

Monte Castelo – 66,0


Fonte: Epagri


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
16 fev10:56

Chuvas devem normalizar a partir de maio

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Somente a partir de maio as chuvas devem começar a normalizar em Santa Catarina, de acordo com a meteorologista do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram/Epagri), Marilene de Lima. –Nesse período começa a se desconfigurar o fenômeno La Niña- explicou. O La Niña é o resfriamento das águas do Oceano Pacífico que influencia no volume e na distribuição de chuvas em Santa Catarina.

A meteorologista acenou com melhora no regime de chuvas já em março e abril, mas ainda com volumes abaixo do normal. Marilene de Lima explicou que, mesmo normalizando as chuvas a partir de maio, ainda não será suficiente para reestabelecer a vazão dos rios e reservatórios de água, já que há um déficit hídrico acumulado.

Em Chapecó desde novembro chove abaixo do normal. Neste mês choveu apenas 17 milímetros para uma média histórica de 187 milímetros, segundo o observador meteorológico Francisco Schervinski.

Há previsão de chegada de uma frente fria na terça-feira no Estado. Segundo Marilene de Lima essa frente pode resultar em precipitações de 30 a 50 milímetros. Mas também pode trazer temporais.


Comente aqui
03 jan14:14

Dezembro foi o mês menos chuvoso de 2011 em Concórdia

O mês de dezembro foi o menos chuvoso de 2011 em Concórdia segundo a estação agrometeorológica da Embrapa Suínos e Aves, empresa de pesquisa agropecuária vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Nos últimos 31 dias do ano foram registrados apenas 62,4 milímetros de precipitação. Até então, o mês menos chuvoso do ano havia sido maio, com 87 milímetros. No ano, o acumulado chegou a 2.369 milímetros.

A chuva em dezembro foi pouca e mal distribuída. Nos primeiros 16 dias de dezembro foram apenas quatro milímetros, enquanto que nos últimos 15 dias chegou a 58,4 milímetros, precipitação que se concentrou entre os dias 24 e 28.

Já 2012 começou com chuva. No primeiro dia do ano, a estação agrometeorológica registrou 6,7 milímetros. Na segunda-feira, dia 02, a precipitação não passou de 0,5 milímetros.

A estação agrometeorológica da Embrapa Suínos e Aves funciona desde 1985 seguindo normatização do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). Na internet, estão disponíveis para consulta as informações a partir de 1987. São mais de nove mil dias que podem ser consultados quanto às temperaturas máxima, mínima, média e amplitude, umidade relativa do ar, precipitação, ventilação e horas de sol. A página pode ser acessada no site www.cnpsa.embrapa.br no link “produtos e serviços”, clicando em “serviços” e depois “dados meteorológicos”, ou diretamente em www.cnpsa.embrapa.br/meteor.


Chuva em dezembro [mm/dia]

01 – 3

02 – 0

03 – 0

04 – 0

05 – 0

06 – 0

07 – 0

08 – 0

09 – 0

10 – 1

11 – 0

12 – 0

13 – 0

14 – 0

15 – 0

16 – 0

17 – 2,7

18 – 3,8

19 – 0

20 – 0

21 – 0

22 – 0

23 – 0

24 – 18,5

25 – 0

26 – 3,3

27 – 8,9

28 – 5,6

29 – 0

30 – 0

31 – 15,6

Total – 62,4


Chuva em 2011 [mm/mês]

Janeiro – 208

Fevereiro – 254

Março – 281

Abril – 127

Maio – 87

Junho – 209

Julho – 350

Agosto – 208

Setembro – 202

Outubro – 258

Novembro – 123


Comente aqui