Mortes

13 jan12:32

Três pessoas morrem em acidente em Chapecó


Três pessoas morreram em um acidente ocorrido por volta das 18 horas de sábado, na BR 480, no trecho que liga a cidade de Chapecó à BR 282, conhecido também como Acesso Plínio Arlindo De Nês. A colisão foi próxima aos silos da Aurora Alimentos. Um Fiat Palio placas de Erechim, que transitava em direção a Chapecó, colidiu frontalmente contra um Vectra, que transitava em direção à BR 282.

As três vítimas fatais estavam no Fiat Palio. Jaqueline Scarlett Cachoeira Ambrosi, 16 anos, e Nicolas Cachoeira, 5 anos, morreram no local. Daniela Zamboni, 25 anos, chegou a ser conduzida pelos Bombeiros até o Hospital Regional do Oeste, onde morreu ao dar entrada.

O condutor do Fiat, Jorge Luís Cachoeira, 29 anos, teve alta na manhã deste domingo. No veículo também estava Débora Cristina Cachoeira, 15 anos, que permanece internada no Hospital Regional do Oeste.

No Vectra havia três pessoas: o  condutor Jonas Sartori, 32 anos, e os passageiros Alessandro Legramanti, 33 anos, e Fernanda Rafaelly Paludo, 27 anos. Eles saíram feridos mas sem gravidade, foram atendidos pelos Bombeiros e Samu e não precisaram ser internados.

A Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê deve emitir um laudo sobre as causas do acidente em cinco dias. Um dos prováveis motivos seria o excesso de velocidade, em virtude de que esse trecho da rodovia está sendo duplicado e a velocidade máxima permitida é de 40 quilômetros por hora. Extraoficialmente um policial avaliou que o Uno teria invadido a pista contrária.

Comente aqui
22 set14:24

Quatro mortes em acidentes no Oeste

Quatro pessoas morreram em acidentes de trânsito no Oeste entre às 20 horas de sexta-feira e a 6h30 deste sábado.

Na manhã de hoje, um acidente entre um Uno de Concórdia e um Palio de Piratuba, causou a morte de Doraci Fátima dos Santos, 50 anos, caroneira do Palio.Outras duas pessoas que estavam no carro foram levadas para o Hospital São Francisco de Concórdia com ferimentos leves.

O acidente foi na SC 462, na comunidade de Rancho Queimado, em Concórdia. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, que atendeu a ocorrência, condutor Uno fugiu do local do acidente.

Em Xanxerê também teve motorista que fugiu do local do acidente. Foi na noite de ontem na BR-282. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, a motocicleta Sundown, placas de Xanxerê, conduzida por Maximino dos Santos, de 55 anos, bateu na traseira de um carro. Em seguida ele caiu na rodovia e foi atropelado por um caminhão. O motorista fugiu sem prestar socorro. Maximino dos Santos morreu na hora.

Outro acidente com vítima fatal foi na sexta-feira à noite, na linha Nossa Senhora da Graças, interior de Águas de Chapecó, onde um carro saiu da pista e capotou. Uma das caroneiras do veiculo, Cristina Santos, 17 anos morreu na hora. Outras duas pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospitais da região.

O quarto acidente com morte foi no quilômetro 147 da SC 283, em Palmito, às 20 horas de sexta-feira. Um Uno placas de Palmitos saiu da pista e capotou matando o motorista e único ocupante do carro, Elfried Zingler de 45 anos.


Comente aqui
27 jul08:56

Novo relatório aponta 72 mortes por Gripe A em Santa Catarina

O novo relatório da Gripe A em Santa Catarina aponta 72 mortes pela doença e 741 casos registrados. Os dados foram divulgados ontem pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive). São 10 mortes a mais em relação ao documento da semana passada. Morreram cinco mulheres com idades entre 27 e 82 anos e cinco homens entre 31 e 88 anos. Todas as vítimas apresentavam problemas crônicos ou fumavam.

São Bento do Sul registrou o primeiro caso de morte, uma mulher de 82 anos. Um homem de 67 anos também foi a primeira vítima em Cunha Porã. Com os dois casos—um homem de 39 anos e um de 31—, o número de mortes em Lages chegou a três. Videira já registra a quinta morte, um homem de 88 anos.

Uma mulher de 58 anos é a terceira vítima em Fraiburgo, e um homem de 38, a primeira de Orleans. Indaial registrou seu primeiro caso de morte pelo vírus H1N1, uma mulher de 59 anos, assim como Forquilhinha, uma mulher de 27 anos. Em São José, na Grande Florianópolis, uma mulher de 58 anos foi a segunda vítima.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
19 jul14:47

Número de mortes por Gripe A em Santa Catarina sobe para 62 e casos para 685

Aline Rebequi | aline.rebequi@diario.com.br

Último relatório da Diretoria de Vigilância Epidemilógica (Dive) de Santa Catarina traz dez novas mortes pelo vírus H1N1 totalizando 62 em todo o Estado. O número de casos também aumentou para 685.

Os números mostram que o vírus está mais forte, ou seja, a taxa de mortalidade passou de 7% para 9%. O das outras gripes conhecidas como comums está bem abaixo com apenas 167 casos e 6 mortes.

Desde 2009, quando 144 pessoas morreram em decorrência da infecção, o Estado não registrava um número tão elevado. No ano passado, nenhuma morte foi registrada apesar das cinco notificações feitas a partir de exames laboratoriais. Em 2010, houve 23 casos, sendo duas mortes. Há três anos, quando houve a pandemia mundial, 144 pessoas morreram em SC e foram notificados 3.029 casos.


As novas mortes

Residente em Fraiburgo, feminino, 33 anos, Tabagismo e Depressão,

Residente em Blumenau, masculino, 38 anos, Hipertensão Arterial Sistêmica e tabagismo

Residente em Fraiburgo, feminino, 48 anos, sem registro de doença crônica

Residente em Videira, feminino, 43 anos, Hepatopatia crônica e Hipertensão Arterial Sistêmica

Residente em Blumenau, feminino, 52 anos, Pneumopatia Crônica

Residente em Capivari de Baixo, feminino, 39 anos, Obesidade

Residente em São José, feminino, 83 anos, Imunodeprimido

Residente em Florianópolis, feminino, 43 anos, Pneumopatia Crônica

Residente em Ituporanga, feminino, 69 anos, Pneumopatia Crônica

Residente em Criciúma, masculino, 63 anos, Cardiopatia Crônica


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
19 jun09:07

Dados atualizados apontam 28 mortes por Gripe A em Santa Catarina

Guilherme Lira | guilherme.lira@diario.com.br

Chega a 28 o número de mortes por Gripe A em Santa Catarina. A informação foi confirmada na noite desta segunda-feira pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive).

>> Confira as notícias sobre Gripe A

No sábado, a Dive havia retirado as informações do site da diretoria, com a promessa de criar um novo modelo de divulgação dos dados. A novidade é que as informação de casos e óbitos são passadas separadamente em duas tabelas que traz o nome de todos os municípios que tiveram ocorrência.

As duas últimas mortes foram registradas no sábado. Uma mulher de 46 anos morreu em Blumenau e uma pessoa, que não teve informações divulgadas, morreu em Florianópolis. Foi o primeiro morador da Capital, vítima da doença.

Blumenau é o município com o maior número de mortes, quatro no total. Tubarão teve duas mortes. Os outros óbitos foram registrados em 22 municípios diferentes.

Confira os municípios que registraram mortes por Gripe A

Antônio Carlos – 1

Aurora – 1

Benedito Novo – 1

Biguaçu – 1

Blumenau – 4

Bom Jesus – 1

Brusque – 1

Capivari de Baixo – 1

Florianópolis – 1

Itaiópolis – 1

Itajaí – 1

Itapema – 1

Ituporanga – 1

Lages – 1

Navegantes – 1

Nova Trento – 1

Pomerode – 1

Rio do Campo – 1

Tijucas – 1

Três Barras – 1

Treviso – 1

Tubarão 2

Videira – 1

Vitor Meireles – 1


Ainda de acordo com os dados da da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), atualizados no dia 17 de junho, Santa Catarina já registrou 309 casos confirmados laboratorialmente de Gripe A.

Novamente Blumenau aparece como o município com o maior número de casos: 38. Fraiburgo aparece em segundo, com 22 e Itajaí em terceiro, com 19. Florianópolis registrou nove casos até agora.


Confira os municípios que registraram casos de Gripe A

Água Doce – 1

Antônio Carlos – 1

Apiúna – 1

Aurora – 1

Balneário Camboriú – 5

Balneário Piçarras – 1

Benedito Novo – 1

Biguaçu – 4

Blumenau – 38

Bom Jesus – 1

Bombinhas – 1

Braço do Norte – 1

Brusque – 14

Camboriú – 2

Campos Novos – 1

Canoinhas – 1

Capão Alto – 1

Capivari de Baixo – 2

Chapecó – 4

Cocal do Sul – 1

Correia Pinto – 1

Criciúma – 10

Florianópolis – 9

Fraiburgo – 22

Gaspar – 1

Governador Celso Ramos – 1

Ibirama – 2

Içara – 1

Indaial – 8

Iomerê – 1

Itaiópolis – 1

Itajaí – 19

Itapema – 9

Ituporanga – 3

Jaguaruna – 2

Jaraguá do Sul – 1

Joaçaba – 1

Joinville – 7

Lages – 5

Laguna – 5

Laurentino – 2

Lontras – 1

Monte Carlo – 1

Navegantes – 4

Nova Trento – 1

Otacílio Costa – 2

Palhoça – 3

Palmeira – 1

Paulo Lopes – 2

Penha – 2

Pomerode – 5

Porto Belo – 1

Rio do Campo – 1

Rio do Oeste – 1

Rio do Sul – 6

Rio dos Cedros – 1

Rodeio – 2

Sangão – 2

Santo Amaro da Imperatriz – 1

São Bento do Sul – 1

São Francisco do Sul – 1

São José – 14

São Ludgero – 1

Seara – 4

Siderópolis – 2

Sombrio – 1

Taió – 2

Tijucas – 5

Timbó – 11

Três Barras – 4

Treviso – 1

Tubarão – 12

Turvo – 1

Videira – 16

Vitor Meireles – 1

Xanxerê – 1


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
18 jun12:18

Duas pessoas morrem em acidentes em Chapecó

[Atualizado 13h58]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o primeiro acidente foi por volta das 6h20, desta segunda-feira, no Km 541 da BR 282, na comunidade de Colônia Bacia em Chapecó. Alex Sandro Pomiecinski, 24 anos, seguia de carro para o trabalho, quando rodou na pista e colidiu de frente com um caminhão, placas de Chapecó. Com o impacto da batida, Alex morreu na hora.

O motorista do caminhão, Patric Antonio de Oliveira, 30 anos, saiu ileso.

A segunda ocorrência atendida pela PRF, também uma colisão frontal, foi uma hora e meia depois. O acidente envolvendo três veículos foi no Km 128 da BR 480 (Acesso Plínio Arlindo de Nes).

Segundo a PRF o Vectra teria invadido a pista e colidido de frente com o um Uno, ambos com placas de Chapecó. O terceiro veículo envolvido, um Palio, não conseguiu frear e também colidiu.

Com o impacto a condutora do Uno, Elida Boita, 42 anos, morreu no local. A passageira do veículo, Jaqueline Andressa Alves, 19 anos, foi socorrida em estado grave pelo Corpo de Bombeiros de Chapecó e encaminhada para o Pronto Socorro do Hospital Regional do Oeste.

Os condutores do Palio, Diego Camara, 28 anos e do Vectra, Jovani Zanette, 28 anos, também foram levados para o hospital, com ferimentos.

A Polícia Rodoviária Federal de Xanxerê faz o levantamento das causas dos acidentes.



Comente aqui
15 jun12:45

PM de Chapecó registrou 27 acidentes de trânsito em menos de 24 horas

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Um levantamento do 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Chapecó divulgado na manhã desta sexta-feira revela que nas últimas 24 horas, foram registrados 27 acidentes de trânsito na cidade. Destes 21 sem vítima e seis com vítima, mas nenhuma vítima fatal.

O estudo mostra ainda que desde o dia 1º de janeiro deste ano, até o dia 13 de junho, foram registradas na Central de Emergências da Polícia Militar em Chapecó, 2.535 ocorrências de acidente de trânsito.

Deste número 1.839 foram sem vítimas, apenas com danos materiais, e 696 com vítimas, das quais sete morreram no local.

No levantamento não constam as duas mortes do acidente na Rua Fernando Machado, na madrugada desta quinta-feira.

Segundo o soldado da PM, Aérikison Rifam Laurindo, o estudo mostra apenas os números de pessoas que morreram no local.

– Vale lembrar que as pessoas que morrem depois dos acidentes não entram nos dados da Polícia – disse o soldado.

Considerando as recentes mortes ocorridas no trânsito urbano de Chapecó, a Polícia Militar mais uma vez recomenda atenção redobrada, respeito à faixa de pedestres, calma e prudência aos motoristas.


1 comentário
14 jun08:48

Duas pessoas morrem em acidente em Chapecó

[Atualizado 10h30]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Por volta das 4 horas da madrugada desta quinta-feira o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar de Chapecó atenderam um acidente de trânsito com duas vítimas fatais. Robson Possebon, 23 anos e Laura Andressa Ballen, 18, estavam no veículo Celta, placas de Nova Itaberaba, que colidiu contra um poste. Com o impacto da batida o veículo quase partiu ao meio e os dois morreram no local.

Segundo a Polícia Militar o veículo fazia sentido centro-bairro Cristo Rei na rua Fernando Machado, no bairro São Cristovão. A guarnição dos bombeiros realizou o desencarceramento das vítimas, que estavam presas as ferragens.

Os dois foram encaminhados pelo Instituto Geral de Perícias para o IML de Chapecó. O veículo foi recolhido para o pátio de apreensões da PM.

Laura será enterrada no cemitério municipal de Nova Itaberaba. O enterro de Robson será no cemitério da Linha Pessegueiro, interior de Nova Itaberaba.


Comente aqui
08 mai10:41

Santa Catarina registra aumento de 23,5% nas mortes no trânsito em 10 anos

O Mapa da Violência no Brasil aponta que Santa Catarina teve aumento de 23,5% nas mortes em acidentes de trânsito em uma década. O número passou de 1.496 no ano 2000 para 1.847 em 2010. Os dados são referentes aos óbitos registrados em acidentes com todos os tipos de veículos.

Na comparação com outros estados do Sul do Brasil neste mesmo período, o Paraná registrou crescimento de 39% nas mortes no trânsito, enquanto o Rio Grande do Sul teve aumento de 19,1%.

Confira os dados registrados em 2010:

Considerando o país todo, o único estado com redução no índice entre 2000 e 2010 foi o Rio de Janeiro (-11,6%).

O estudo aponta ainda que Santa Catarina, Roraima, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Piauí registraram elevados índices de mortes de ciclistas em 2010.

Risco sobre duas rodas

A cada três acidentes com mortes registrados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) em 2010, um envolveu motociclista. Os óbitos em acidentes com moto lideram o ranking com 32,8% do total.

Uma das tabelas destacadas no estudo mostra que entre 1996 e 2010 os óbitos em acidentes com moto aumentaram 846,5%. A pesquisa salienta ainda que na década passada predominavam as mortes de pedestres. Em 2010 as mortes de motociclistas ultrapassaram todas as categorias restantes (ciclistas, ônibus, caminhão e automóvel, entre outros).

Para o autor do estudo, o sociólogo Júlio Jacobo, do Instituto Sangari, a tendência é que o número de mortes envolvendo motociclistas continue crescendo. Entre as justificativas, o pesquisador destaca o aumento na circulação desse tipo de veículo em razão da maior facilidade (crédito) para se comprar uma moto.

Jacobo destacou ainda que a fiscalização dos órgãos de segurança é mais efetiva em relação aos veículos de quatro rodas.

— Muitos pardais não fazem a imagem das placas das motos. Começam, agora, a usar um tipo de pardal pistola, mais adequada para captar o movimento desse tipo de veículo.

Os dados do Mapa da Violência sobre as mortes no trânsito foram elaborados com base em certidões de óbito de todo o país.

*Com informações da Agência Brasil.

DIÁRIO CATARINENSE*

Comente aqui
09 fev17:33

Acidentes provocaram a morte de 55 pessoas neste ano em rodovias federais de Santa Catarina

Júlia Antunes Lourenço | julia.antunes@diario.com.br

Até a última terça-feira, já foram registradas 55 mortes, em 44 acidentes, neste ano, nas rodovias federais de Santa Catarina. É esperado que o número aumente ainda mais no feriado de Carnaval.

No último, foram 36 mortes nas BRs, sendo 26 no acidente em Descanso. Em 2010, morreram 11 pessoas no feriadão.

Em todo o ano passado, o total de mortes nos trechos catarinenses das rodovias federais chegou a 626 registros.

— O Carnaval tem um estímulo acentuado ao consumo do álcool. A gente reforça para que as pessoas optem pela carona. Além disso, há o excesso de velocidade, a ultrapassagem em local proibido e o não uso do cinto de segurança – alerta o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Leandro Andrade.

A operação da PRF começou a ser traçada, nesta semana, em uma reunião com as delegacias regionais. As ações devem ser divulgadas nos próximos dias. Elas começam dia 17, uma sexta-feira, e vão até o dia 22, que é quarta-feira de cinzas.

Com o aumento do fluxo de carros e caminhões nas rodovias federais de Santa Catarina nos períodos de feriados, os policiais rodoviários federais sempre recomendam aos motoristas que antes de pegar a estrada sigam regras básicas de segurança como fazer revisão dos veículos, observar se a documentação do motorista e do carro estão em dia.

Outra recomendação é que todas as pessoas que estão nos veículos sempre utilizem o cinto de segurança. E os motoristas devem observar os limites de velocidade das rodovias.


Comente aqui