Motociclista

15 abr20:15

Jovem morre em acidente de moto em Saudades

Um jovem de 18 anos morreu por volta das 18 horas de hoje, na SC 469, linha Cruzeiro, em Saudades. De acordo com informações dos Bombeiros de Pinhalzinho D. S. saiu de Saudades em direção à Chapecó conduzindo uma motocicleta Honda.

Ele perdeu o controle numa curva e bateu contra o “guard rail” morrendo no local.


Comente aqui
27 mar11:52

Motociclista morre após acidente em Chapecó

O acidente foi por volta das 7h30 da manhã desta terça-feira na Avenida Attílio Fontana em Chapecó. Uma motocicleta, conduzida por Francisco de Anunciação, de 51 anos, se envolveu em um acidente com um caminhão.

Francisco que teve a perna amputada, lesões e ferimentos graves, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu e encaminhado para o Hospital Regional do Oeste. Ele não resistiu e morreu.


Comente aqui
27 mar11:40

Motociclista morre após colisão com um ônibus na SC 283

O motociclista Gilberto Antônio Zanco de 41 anos morreu no final da tarde desta segunda-feira, dia 26, após acidente na SC 283 em Chapecó.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária a motocicleta, placa de Xaxim, teria colidido de frente com um ônibus, placas de Seara. Gilberto morreu no local.

O motorista do ônibus saiu ileso. As causas do acidente estão sendo apuradas.


1 comentário
20 fev10:11

Motociclista bate em cabeceira de ponte e morre na BR 282

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A colisão foi por volta das 19h40 do domingo, dia 19, no Km 653, da BR 282 em São Miguel do Oeste. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal de Maravilha, o motociclista Cleder da Silva Kehler, 22 anos, colidiu contra a proteção lateral da ponte do Rio Camboím na saída para a cidade de Paraíso.

O Corpo de Bombeiros de São Miguel do Oeste foi chamado para atender a ocorrência, mas Cleder não resistiu e morreu no local.

Ele está sendo velado na Igreja Evangélica de Paraíso. O enterro será às 14h no cemitério municipal da cidade.


Comente aqui
29 dez10:20

Motociclista morre em acidente na BR 282 em Chapecó

Mais uma pessoa perdeu a vida nas estradas do Oeste. O acidente foi na manhã desta quinta-feira na BR 282, na Comunidade de Sede Figueira em Chapecó.

O piloto da moto, placas de Sul Brasil, Gilmar Closs, 38 anos, bateu na traseira do caminhão e morreu na hora. Os dois veículos andavam no mesmo sentido em uma reta.

O caminhão do município gaúcho de Barra do Rio Azul estava carregado com quase sete toneladas de pinus. O caminhoneiro Ariberto Tóffoli saiu de Cordilheira Alta e faria a entrega em Nova Itaberaba. Segundos antes do acidente o caminhoneiro, que saiu ileso, disse que viu o motociclista parado no acostamento tentando dar partida na moto.

De  acordo com a Polícia Rodoviária Federal  (PRF) com a morte dessa manhã chega a seis o número de mortos nas estradas federais do Oeste desde o final de semana do natal.  A Operação Final de Ano 2011 iniciou no dia 16 de dezembro a, que termina no dia 02 de janeiro de 2012.

Três pessoas morreram na colisão na manhã da quarta-feira no Km 624 da BR 282 em Iraceminha. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal de Maravilha o motorista do Escort, placas de Riqueza, saiu de um acesso ao interior e iria cruzar a rodovia mas acabou cortando a frente da Doblo, placas de Dionísio Cerqueira, que fazia o sentido São Miguel do Oeste-Maravilha.

A outra morte foi após uma colisão em Xaxim, na terça-feira, dia 27. Com o impacto da colisão o veículo foi arrastado por mais de 50 metros pelo caminhão até conseguir parar. O motorista do caminhão, Wilian Ferla, 21 anos, não se feriu. Já o condutor do veículo, Valdir Ayres, 53 anos, ficou preso as ferragens e morreu no local.

Na sexta-feira, dia 23 o advogado Jonas Prado, de 26 anos, morreu após a colisão frontal do veículo que dirigia com uma carreta, placas de Ipumirim. Ele fazia o sentido Chapecó-Xaxim. O acidente foi no Km 530 da BR 282 em Cordilheira Alta no final da tarde desta sexta-feira. Não chovia na hora do acidente.



Comente aqui
11 dez21:26

Motociclista morre em acidente na noite de sábado no Centro de Chapecó

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

Um motociclista morreu após bater em um carro no Centro de Chapecó, por volta das 23h de sábado.

Elidiever Ávila dos Santos, de 20 anos, não resistiu aos ferimentos. O motorista do veículo saiu ileso.

A Polícia Militar ainda investiga as causas do acidente.

Comente aqui
28 nov10:30

Final de semana marcado por acidentes envolvendo motociclistas

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Um homem morreu após perder o controle da motocicleta que conduzia e colidir contra um veículo na SC 283. O fato foi no final da tarde de sábado, 26, na comunidade de Linha Taquarimbó, interior de Seara.

O motociclista teria invadido a pista contrária e colidido de frente no veículo placas de Seara que fazia o sentido contrário. O condutor do automóvel saiu ileso. Já o motociclista Antoninho Lopes, 34 anos, não resistiu e morreu no local.

No sábado pela manhã, outro acidente envolvendo motocicleta tirou a vida de Carlos Alexandre Fernandes da Silva na SCT 480, no Bairro Quedas do Palmital em Chapecó. Ele não resistiu ao impacto e morreu no local. O condutor do veículo, Valmir Adelar Kercher, 39, teve ferimentos leves e foi encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Regional do Oeste. O corpo do motociclista foi encaminhado pelo IGP para o IML.


Domingo

Outro acidente grave envolvendo moto foi no final da tarde do domingo, 27, na SCT 280, Linha Chapada, interior de Arvoredo. Foi uma saída de pista e colisão em barranco.

O motociclista Ronaldo da Silva, 25 anos teve ferimentos leves e a carona Tatiane Vieira, 23, teve ferimentos graves. Ambos foram encaminhados para o Hospital Regional do Oeste.

Em Chapecó, o Corpo de Bombeiros atendeu três ocorrências envolvendo motociclistas no domingo. A primeira foi uma colisão entre carro e moto no Bairro Passo dos Fortes. A condutora apresentava luxação no ombro e foi encaminhada para o Pronto Socorro do Hospital Regional. No final da tarde foi atendida uma queda na SC 153 entre Chapecó e Guatambu, o condutor foi atendido e encaminhado para o HRO. Durante a noite, outra queda foi atendida pelos bombeiros. Um homem de 42 anos caiu da moto na SC 283 entre Chapecó e Arvoredo. Ele também foi encaminhado para o Hospital.




Comente aqui
27 nov15:35

Motociclista morre em acidente em Chapecó

A colisão entre uma motocicleta e um veículo de passeio foi na manhã do sábado, 26, na SCT 480, no Bairro Quedas do Palmital em Chapecó. O motociclista Carlos Alexandre Fernandes da Silva, 28, não resistiu ao impacto e morreu no local.

O condutor do veículo, Valmir Adelar Kercher, 39, teve ferimentos leves e foi encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Regional do Oeste.

O corpo do motociclista foi encaminhado pelo IGP para o IML.


Comente aqui
02 nov22:31

Motociclista morre em acidente na BR-282 em Maravilha

Um motociclista faleceu em uma colisão na BR-282, em Maravilha, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. O acidente ocorreu no Km 604 da rodovia, às 14h30 desta quarta-feira.

Nelson Rech, de 51 anos, dirigia no sentido Maravilha — São Miguel do Oeste quando uma Hilux com placa de Chapecó cruzou a pista. O motociclista colidiu com o veículo e morreu no local. O condutor da Hilux, José Antônio Zanin, de 46 anos, saiu ileso.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
27 out15:02

Motociclista está em casa

Sirli Freitas | sirli.freitas@diario.com.br

Ele saiu do hospital sem falar nada para a imprensa. Mas no aconchego de sua casa, no interior de Passos Maia, José Valdomiro Eufrázio concedeu sua primeira entrevista para o DC E RBS TV.

O motociclista tem poucas lembranças do dia do acidente e dos cinco dias que ficou acidentado nas margens da rodovia, até ser encontrado. Lembra apenas que saiu de casa de moto para levar o atestado de saúde no seu trabalho, num dia frio e chuvoso. Disse que aos poucos as lembranças vão surgindo. Religioso, tanto que carregava um chaveiro com a imagem de Nossa Senhora Aparecida na carteira no dia do acidente. Disse que a primeira coisa que pensou quando acordou no hospital foi em Deus. Na sua casa, a imagem de Nossa Senhora Aparecida tinha sua foto nos braços da santa. Foi em frente a essa imagem que a mãe, Maria, rezou no dia 12 de outubro para encontrar o filho. Coincidência ou não, foi neste dia, dia da santa, que Eufrázio foi encontrado desacordado a cinco metros da rodovia.

Ele ainda tem o sinal no rosto da queimadura do cano de descarga. A moto ficou por cima dele durante os cinco dias. Eufrázio lembra que gostava de tocar violão. E mostra estar um pouco deprimido por ter seu braço direito amputado. – Vamos colocar uma prótese para ele ter uma vida normal- afirma a mãe, Maria Eufrázio. Toda a família está preocupada em dar os remédios e alimentação nos horários recomendados pelos médicos. Ele terá que tomar antibióticos durante 10 dias. Eles programam o celular para despertar nos horários determinados.

–Mãe, já está no horário, você deu os remédios para o Zé?- questiona um dos irmãos, Ronaldo Eufrázio Gonçalves Lins, de 16 anos.

Em seguida a mãe relatou para o pai, que está acamado há quatro meses, tudo o que ela acompanhou enquanto estava no hospital. Enquanto isso, José Valdomiro concedeu a entrevista a seguir.


DC – O que você lembra do dia do acidente?

José Eufrázio - Não lembro muita coisa só lembro que estava chovendo e fazia frio.


DC – Do acidente você não tem lembrança?

José Eufrázio – Não, parece que eu sai com a moto levar um atestado na firma. Daí aconteceu o acidente.


DC – E quando você acordou no hospital o que você lembra?

José Eufrázio – A primeira coisa que lembrei foi de Deus, Nossa Senhora, só conseguia lembrar deles e nada mais.


DC – O que mais você consegue lembrar?

José Eufrázio – Não lembro muita coisa, estou lembrando as poucos o que me aconteceu.


DC – José você é religioso? Acredita na santa Nossa Senhora Aparecida?

José Eufrázio – Eu sempre tive muita fé na nossa Senhora, antes eu era evangélico, mas como aqui não tem igreja evangélica e meus amigos são da católica eu freqüento a igreja católica.

DC – No que você acredita ter te salvado?

José Eufrázio - Eu acredito que foi Jesus e Nossa Senhora, Deus, que protegem a gente.


DC– Você acredita que foi um milagre ter sobrevivido?

José Eufrázio - Nasci de novo, foi um milagre mesmo.


DC – Você está sentindo dor agora?

José Eufrázio – Só um pouco de dor no braço.


DC – Qual a primeira coisa que você quer fazer quando se sentir melhor?

José Eufrázio - Não vejo a hora de ficar bom para ver meus amigos.


DC – Ficamos sabendo você gosta de tocar violão e cantar é verdade?

José Eufrázio – Sim eu cantava e tocava violão, mas agora não posso mais porque não tenho o braço.


DC – Mas cantar você pode. Que música gosta de cantar?

José Eufrázio – Gosto do Zezé de Camargo.


DC – E qual a música?

José Eufrázio – É o amor.


DC – Foi importante a família estar presente no hospital com você?

José Eufrázio - Só faltou o pai no hospital, mas ele não podia ir me ver, ele está muito doente.


DC – E a medalha de Nossa Senhora Aparecida que estava com você na carteira?

José Eufrázio – Faz tempo que tenho ela, comprei a uns 4 ou 5 anos e sempre carreguei comigo.


DC – Ela é tua proteção?

José Eufrázio – Sim.


DC – E como será o futuro?

José Eufrázio - Daqui pra frente só Deus sabe como que vai ser. Não tem como a gente saber. Só ele sabe o que vai fazer




Comente aqui