Mulher

28 fev14:44

Chapecó será sede da Jornada Catarinense da Mulher Advogada

Chapecó sediará no mês de março a IV Jornada Catarinense da Mulher Advogada, com uma programação aberta para profissionais da área jurídica, acadêmicos e outras pessoas interessadas. A promoção, da Seccional Catarinense da Ordem dos Advogados do Brasil e da Subseção de Chapecó da OAB, ocorrerá nos dias 15 e 16 de março, no Hotel Lang Palace. Troca de experiências, mesa-redonda e palestras com a presença de palestrantes reconhecidos irão marcar os dois dias da jornada, que tem a coordenação da vice-presidente da OAB de Chapecó, Patrícia Vasconcellos de Azevedo.

Constará da solenidade de abertura da IV Jornada Catarinense da Mulher Advogada, um ato para assinalar os 40 anos de atuação da Ordem dos Advogados do Brasil em Chapecó. Com sua base de representação em 20 municípios da região Oeste, a Subseção de Chapecó da OAB foi fundada no dia 21 de fevereiro de 1972.

Assinalado na agenda oficial da entidade, o evento objetiva discussões para a implementação de políticas de inclusão da mulher advogada nas esferas da administração da entidade. Outra questão em debate será o exercício profissional e os desafios da profissão no século XXI.

- A mulher já tem uma vitoriosa trajetória de conquistas profissionais e de inserção na sociedade – afirma Patrícia de Azevedo.

Por isso, a jornada contribui para despertar o sentido de valorização profissional, visando ampliar a participação da mulher em instituições, na política e na atividade profissional e privada, acrescenta a coordenadora local do evento.

As inscrições podem ser efetuadas pelo site www.oab-sc.org.br/mulheradv/inscricoes.html, através do preenchimento de formulário. O valor para as advogados e estudantes é de R$ 30 e para outros interessados de R$ 50. A partir do dia 5 de março os valores serão: para advogadas R$ 50, para estudantes R$ 40 e para outros interessados R$ 60. Os participantes receberão certificado de 16 horas/aula


Comente aqui
31 jan17:35

Mulher que jogou filha recém-nascida no rio em Joaçaba é ameaçada de morte e transferida para Chapecó

Marisa Hoffmann, 32 anos, foi transferida do presídio regional de Joaçaba para Chapecó por questão de segurança, pois estava sendo ameaçada de morte pelos outros detentos. Marisa foi presa na tarde de sexta-feira em Joaçaba, no Meio-Oeste de Santa Catarina, acusada de ter matado a filha recém-nascida. A Divisão de Investigação Criminal (DIC) chegou até a mulher após investigações que começaram após receber a informação de que um pescador teria encontrado um corpo de um recém-nascido boiando no Rio do Peixe.

Um casal teria visto a mulher jogar algo suspeito da passarela para o Rio do Peixe na manhã desta sexta-feira e chamou a Polícia Militar. As informações foram repassadas para o DIC, que chegou até a mulher.

De acordo com a polícia, Marisa estava grávida e escondia a gravidez dos pais. Para realizar o parto, internou-se no Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST) de Joaçaba no final de semana e, após dar a luz a uma menina, recebeu alta do hospital.

No caminho até a rodoviária de Joaçaba, ao passar perto da passarela que liga Joaçaba e Herval D’Oeste, lançou a recém-nascida de cima da passarela no Rio do Peixe.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
29 jan14:53

Mulher é presa com droga em Chapecó

Na madrugada deste domingo uma mulher foi presa no Terminal Rodoviário de Chapecó. Com ela os policiais encontraram 113 gramas de maconha. A prisão foi na hora em que a mulher chegava na cidade. Ela vinha de Criciúma.

A mulher disse aos policiais que faria a entrega da droga para o “marido” que está na Penitenciária Agrícola de Chapecó.

Ela foi encaminhada para o Presídio Regional de Chapecó.


Comente aqui
04 jan20:17

Mulher morre em acidente entre lancha e Jet-Ski no Rio Uruguai em Chapecó

Um acidente náutico ocorrido no final da tarde de quarta-feira, no Porto Goio-Ên, em Chapecó, causou a morte de Graziela Dal’Acqua, 23 anos. Ela era caroneira de um Jet-Ski que acabou colidindo contra uma lancha, no Rio Uruguai.

Graziela chegou a ser socorrida e levada pelos Bombeiros até o Hospital Regional do Oeste, mas não resistiu aos ferimentos. O condutor do Jet-Ski e os ocupantes da lancha não saíram feridos.

-Eu ouvi a gritaria e como estava com um barco na água fui ajudar a socorrer- disse Rogério Faé, dono do centro náutico que fica em frente ao local do acidente. Faé disse que a vítima estava desacordada, com um ferimento grave no braço. Ele chegou a colocar a mulher no barco e a resgatou até a chegada dos bombeiros. –Ela chegou a ficar consciente num momento, mas depois desmaiou novamente- lembrou Faé.

A Polícia Ambiental registrou a ocorrência. A causa do acidente vai ser investigado pela Polícia Civil.


Comente aqui
30 nov20:39

Mulher é presa em flagrante por maltratar idosa em Pinhalzinho

A Polícia Civil de Polícia de Pinhalzinho prendeu em flagrante, nesta quarta-feira, dia 30, Ivone Gubiani, 50 anos, pelos delitos de lesão corporal qualificada e maus-tratos praticados contra uma mulher de 48 anos. A agressora morava com a vítima e era responsável por cuidá-la devido aos seus graves problemas de saúde.

Após denúncia de agressões contra vítima, os policiais civis foram até a residência, localizada no bairro Efacip e presenciaram o momento em que Ivone agredia com tapas a vítima, que estava amarrada com um lençol em uma cadeira de rodas.

Imediatamente os policiais civis deram voz de prisão à agressora, que foi levada até a Delegacia de Polícia de Pinhalzinho. Posteriormente, foi conduzida ao Presídio Regional de Chapecó, onde permanece à disposição da Justiça.

Devido às diversas lesões, a vítima foi encaminhada ao Hospital de Pinhalzinho.


Comente aqui
23 nov15:42

Vigília e Fórum pedem fim da violência contra a mulher

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher – CMDM está prestando apoio aos dois eventos que vão tratar sobre a violência contra a mulher em Chapecó. Nesta quinta-feira, dia 24, serão realizados protestos e debates para chamar a atenção e conscientizar a sociedade sobre o tema.

- Queremos mostrar a triste realidade vivida pela mulher que sofre agressão – disse a presidente do conselho Izelda Oro.

A 3ª Vigília pelo fim da Violência contra a Mulher tem como slogan “Por mim, por nós, pelas outras!”. O evento será realizado na praça Coronel Bertaso das 17 às 22 horas. Neste período serão feitas encenações e apresentadas manifestações, sempre protestando contra o volumoso número de casos de violência contra a mulher.

Mesmo que o assunto tenha viés incontestável de seriedade, os organizadores querem fazer um evento criativo, alegre e animado. Para isso pedem que sejam levadas velas coloridas (serão usadas à noite), com protetor de garrafa pet, pipas coloridas e cartazes. Quem estiver disposto poderá fazer apresentações musicais com violão, usar apito e outros instrumentos, sinônimo de agito.

A organização é da UBM – União Brasileira de Mulheres, núcleo Chapecó e realização da AMB – Articulação de Mulheres Brasileira, Grupo Fogueira, Movimento das Mulheres Camponesas, OAB, Comissão da Mulher Advogada e entidades que compõem o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

Já no dia 29, a subseção da OAB de Chapecó promove o Fórum de Debates. Será realizado na sala Ely Camargo, no Centro de Eventos e Cultura Plínio Arlindo De Nes, a partir das 19 horas. O evento tem como tema “A violência contra a mulher e a implementação de políticas públicas para a efetivação da Lei Maria da Penha”. Serão debatedoras a ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres Iriny Lopes e a Secretária Geral Adjunta da OAB Seccional Santa Catarina Elidia Tridapalli.


Realidade que choca

Em Chapecó é registrada uma média de oito ocorrências por dia ou uma cada a cada três horas. No entanto, a nível nacional os números chocam: a cada 15 segundo uma mulher sofre algum tipo de violência. – Muitas agredidas calam e outras, mesmo com registro, acabam deixando seus agressores impunes porque o medo de serem vitimas de novos ataques se sobrepõe – disse Izelda.

Para mudar essa realidade o CMDM está propondo a criação da Secretaria Municipal de Políticas para a Mulher e do Centro de Referência de Atendimento a Mulher – CRAM.

Comente aqui
09 nov16:47

Mulher é presa em Pinhalzinho

A Polícia Civil de Pinhalzinho, iniciou na segunda-feira, 7, uma Operação de combate à exploração de prostituição, no município. Até agora, foram constatados irregularidades em três estabelecimentos.


No primeiro dia foram vistoriados e fechados dois estabelecimentos comerciais – nos Bairros Bela Vista e Efacip – onde se constatou indícios da prática de rufianismo (tirar proveito de prostituição alheia) e de manutenção de estabelecimento destinado à prática de prostituição.

No segundo dia da Operação, terça, dia 8, em outro dos locais fiscalizados, onde havia denúncias que funcionava como casa de prostituição, houve a constatação flagrancial desses crimes. Neste bar, denominado São José, localizado em zona residencial, no Centro de Pinhalzinho, os policiais civis encontraram em um quarto um homem e uma mulher em ato sexual. A proprietária do bar, Lucia Gomes, 58 anos, foi presa em flagrante e aguarda vaga no Presídio de Chapecó.


1 comentário
01 out17:22

Santa Catarina adere ao Outubro Rosa

Santa Catarina aderiu ao Outubro Rosa, o movimento mundial pela prevenção ao câncer de mama. Um recital com sete corais e 300 vozes abriu a programação nas escadarias da Catedral Metropolitana, no Centro de Florianópolis. A figueira da Praça XV de Novembro, também no Centro, já está iluminada em tons rosáceos. Na região Oeste, cidades como Xanxerê, Concórdia e Seara tem programação especial.

A cor também estará no Lago das Bandeiras, monumento Sesquicentenário, Beiramar Shopping e vitrines de Florianópolis. Em Joaçaba, no Meio-Oeste catarinense, o Monumento Frei Bruno também está iluminado pelo rosa. Os monumentos e prédios devem permanecer coloridos até o fim de outubro.

Em Concórdia, foi organizada uma mostra fotográfica na Galeria Municipal de Artes, no Quiosque Central da cidade. Em Xanxerê o prédio da Administração Municipal recebeu dois laços rosas. Já em Seara foi sancionada uma Lei  que institui o Outubro Rosa no município.

Em Chapecó o Centro de Cultura e Eventos deve ser iluminado.


Luta mundial ao combate ao câncer de mama

A cor rosa é o símbolo mundial do movimento. A Torre de Pisa e o Coliseu, na Itália, o Arco do Triunfo, na França, e a Casa Branca, nos Estados Unidos, já aderiram à iniciativa, que chegou ao Brasil em 2006.


Comente aqui
30 set11:46

Mulher mata marido em legítima defesa

RBSTV Chapecó

De acordo com informações da Polícia Militar de Chapecó, a esposa teria agredido o marido com golpes de faca. O motivo, teria sido as constantes agressões que ela sofria.

Ivo Lemes de 35 anos, foi atingido do tórax. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Regional do Oeste, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A mulher prestou depoimento na delegacia e foi liberada.


Comente aqui
29 ago17:53

Mulher morre atropelada em Chapecó

Maria Amabile Berndt, 71 anos, foi atropelada por uma motocicleta na Avenida Senador Attílio Fontana, no bairro Efapi. Ela e o companheiro, João Capitânio, participavam de atividades na cidade do idoso.

De acordo com a polícia militar o motociclista prestou socorro a vítima. A mulher já estava sem vida quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local.

No local a faixa de pedestres está com as linhas apagadas. A alta velocidade é outro fator que há dias vem sendo reivindicado pelos moradores da região.

Outra morte no trânsito foi registrada em Águas de Chapecó

O acidente com morte foi às 14 horas desta segunda-feira, no quilômetro 132 da SCT 283, em Águas de Chapecó. Um Peugoet placas de Chapecó saiu da pista e chocou-se contra uma árvore.  A condutora, Simone Regina Dacroce, de 34 anos, morreu no local.

1 comentário