Obras

30 nov15:25

Obras do esgoto sanitário em Xanxerê estão 70% concluídas

Cerca de 70% das obras do esgoto sanitário de Xanxerê estão prontas. Nesta primeira etapa, 1.035 residências vão ser atendidas. De acordo com a Prefeitura após a conclusão da segunda etapa aproximadamente 65% das moradias do município vão ter a coleta de esgoto.

Os trabalhos iniciaram pela rua Victor Konder, sendo que a tubulação passará pela Coronel Passos Maia, Rui Barbosa, Sete de Setembro, Dr. José de Miranda Ramos, Coronel Santos Marinho, General Osório, Floriano Peixoto, Papa João XXIII, Fidêncio de Souza Mello, Almirante Tamandaré, Arthur Dambroso, Ivo Sguissardi, Antônio Victorio Giordani, Irineu Bornhausen, Presidente Vargas e Barão do Rio Branco. A estação de tratamento foi construída na Linha Invernadinha, interior do município.

O valor total desta primeira etapa é de cerca de R$ 9 milhões.


Plano Municipal de Saneamento Básico

No sábado, dia 1º de dezembro, será assinada a ordem de serviço para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico no município.

A assinatura será realizada às 9 horas, no gabinete do prefeito Bruno Linhares Bortoluzzi, com a presença do Superintendente Estadual da Funasa/SC. Após a assinatura, será feita uma vistoria as obras do esgoto sanitário e também à Estação de Tratamento.


Comente aqui
16 out18:55

Social: O traço de Daniel Romanelli

Depois de mais de 10 anos dedicando-se às artes como hobby, Daniel realizará sua  primeira exposição individual. Para formatar a proposta de se lançar também como um artista plástico, Daniel desenvolveu diversas obras desenvolvendo assim, suas características pessoais que tornassem seu trabalho original e com personalidade.

O profissional começou pintar como hobby assim que voltou de Porto Alegre para fixar sua residência em Xaxim. Como na época, ainda tinha poucos projetos na área da arquitetura. Suas obras são produzidas em todos os tipos de materiais como papel de outdoor, divisórias de Eucatex, madeira, utilitários, papel comum. Segundo o próprio artista, sua obra é produzida principalmente em materiais recicláveis.

Os materiais utilizados para pintar, de acordo com Romanelli são “tudo o que sai tinta”, desde canetas esferográficas comuns até tinta acrílica, passando por caneca posca, hidrocolor, giz de cera ou pastel, etc.  Seus trabalhos são compostos por muitos traços,  foi daí que saiu o título para a sua primeira exposição individual.

A primeira exposição terá mais de 50 obras em diversos materiais. Além do catálogo com todas as obras, convidados e interessados em adquirir os quadros poderão ter acesso a um catálogo virtual que estará disponível após a abertura da exposição no endereço www.danielromanelli.com.br. O evento conta com o patrocínio de Zaro Persianas, Casa Castor, MMVinho, Uceff Faculdades e apoio cultural de Arcus, Aquário Ambientes e Revista Flash Vip.


Quem é Daniel Romanelli?

Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) em 2001, o arquiteto possui especialização em Gestão e Tecnologia na Construção Civil e diversos cursos na área da Expressão Gráfica.  Atua nas diversas áreas da arquitetura, principalmente arquitetura residencial e comercial, porém nas horas vagas Daniel dedica-se à pintura.


Comente aqui
11 set14:19

Galeria Agostinho Duarte recebe nova exposição em Chapecó

A nova exposição da Galeria de Artes Agostinho Duarte, intitulada “Paisagem do Tempo”, está aberta na Unochapecó e permanecerá para visitação até 1º de outubro. A mostra apresenta uma reflexão sobre a existência, pensada a partir da passagem do tempo e é apresentada em peças que representam este movimento, que se modificam de uma peça para outra com tratamentos diferenciados da superfície cerâmica.

A responsável pela exposição é a professora e artista Viviane Diehl, da cidade de Carazinho/RS. Ela trabalha com arte há mais de 28 anos e explica que todas as peças são de argila.

- Elas são predominantemente circulares, que não detém princípio ou fim, mas um contínuo e constante movimento que constrói um diálogo com a materialidade do barro – disse Viviane.

As peças recebem ainda tratamento de texturas e relevos, com alguns detalhes onde aparecem a cor e a mistura de material orgânico, como a erva mate.

No dia 27 de setembro a artista Viviane vai estar na galeria, localizada no boco C do campus da Unochapecó, junto ao Café Brasiliano, a partir das 19h30, para uma conversa.


Comente aqui
11 set09:13

Trecho do Acesso Plínio Arlindo de Nes será desviado para as marginais

A empresa responsável pelas obras de duplicação no acesso Plínio Arlindo de Nes, a BR 480, inicia nesta terça-feira, 11, o trabalho de passagem de nível (retorno) sob a pista da rodovia. Para isso as pistas centrais serão fechadas, próxima à curva da morte, e o trânsito desviado para as marginais. Este trabalho deverá ser realizado até o mês de dezembro.

O desvio para as marginais será realizado em duas etapas:

terça-feira, dia 11, no sentido BR 282 à Chapecó;

quarta-feira, dia 12, no sentido Chapecó à BR 282.


Comente aqui
16 ago12:03

Obras do acesso à UFFS em Chapecó são iniciadas

Iniciaram nesta semana os trabalhos de terraplanagem no traçado do acesso à Universidade Federal Fronteira Sul. Essa é a primeira fase prevista no Projeto Executivo de implantação da via de acesso à instituição que será executada em três etapas.

Na primeira etapa será implantado um trevo no acesso, junto à SC 459 no acesso à Guatambu. A segunda etapa compreende a uma seção transversal composta de duas faixas de rolamento de 3,5 metros cada, faixa de segurança externa de 1m e faixa de segurança interna com 30 cm, uma em cada sentido. Além disso, canteiro central com 4,5 metros de largura, faixa central de 1,5 metros de largura, grama e passeios laterais de 1,5 metro de cada lado.

Para a última etapa, o projeto prevê alargamento de 5,70 metros de cada lado da seção, mais duas faixas de rolamento de 3,5 metros cada, uma em cada sentido, e estacionamentos com 2,50 metros de largura nos dois lados. A seção final conterá quatro faixas de rolamento de 3,5 metros cada uma, duas de cada lado, canteiro central com 4,5 metros, mais estacionamentos internos com largura de 2,5 metros de cada lado.

As obras estão orçadas em R$ 7,2 milhões, R$ 1,1 milhão na primeira etapa, R$ 4,9 milhões na segunda, e o restante, R$ 1,1 milhão, na etapa final. Os serviços incluem além do trevo, terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização e iluminação, entre outros. Para a primeira etapa, os recursos estão garantidos e disponíveis na Caixa Econômica Federal.

De acordo com o projeto, a implantação da via de acesso à UFFS tem extensão total de 2.045,04 metros a partir da rodovia SC-459 no acesso a Guatambu.


1 comentário
08 ago17:57

Acesso à BR 282 em Chapecó recebe sinalização

Foi realizada nesta quarta-feira, dia 8 de agosto, a pintura das faixas na pista do acesso à BR 282 em Chapecó. A ação visa levar mais segurança aos motoristas que circulam pela rodovia que está sendo duplicada. Sete quilômetros de pista foram pintados. De acordo com os números da Polícia Rodoviária Federal, o acesso Plínio Arlindo de Nes, (BR 480) tem um fluxo de 30 mil veículos por dia.

Para prevenir acidentes, principalmente à noite ou em dias de nevoeiro, a pista recebeu pintura nas laterais e na faixa central. Para prevenir acidentes no trecho, a SDR autorizou a sinalização do trecho.

- Pedimos aos motoristas que respeitem a sinalização e o limite de velocidade. Estamos em obras e por isso é preciso muito cuidado – lembrou o secretário regional Eldimar Jagnow.

>> Obras do acesso à BR 282 serão reiniciadas

A obra no acesso Plínio Arlindo de Nes recebe investimento de R$ 76 milhões. O projeto executivo entregue ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), prevê duplicação, implantação de iluminação, construção de dois viadutos no acesso, passeio para pedestres, além de três passarelas e três passagens inferiores.


Comente aqui
03 ago20:18

Aduana de Dionísio Cerqueira pronta só em novembro

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

As obras de reforma da Aduana de Dionísio Cerqueira, que deveriam ser concluídas neste mês, devem terminar somente em novembro. E esse é um dos motivos que reduziu em 29,5% o movimento de caminhões na fronteira. Os outros dois problemas, segundo o inspetor chefe da Receita Federal, Arnaldo Borteze, foram as restrições comerciais entre Brasil e Argentina e a greve dos funcionário s da receita federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Borteze informou que as obras atrasaram porque a reforma está sendo feita sem paralisação da liberação das cargas. O pátio e o galpão de conferência já foram concluídos. O novo prédio administrativo está em andamento e falta o prédio dos despachantes, cerca e iluminação. O valor da obra, que iniciou há um ano, é R$ 9,8 milhões.

A redução no movimento afetou principalmente as importações, de vinho, frutas, inseticidas e cosméticos, que diminuíram em 16,2%. Mesmo assim as exportações aumentaram em 76%. Borteze explicou que esse acréscimo se deve principalmente ao aumento das vendas de carne bovina para o Chile. Uma carga de 25 toneladas representa cerca de US$ 100 mil.

No entanto a venda para o Chile teve uma redução de 40% em julho, que foi um dos meses mais fracos dos últimos anos na aduana. No entanto a Argentina deu sinal de retomada das compras de carne suína do Brasil. Também foram retomas as exportações de banana.

Os motoristas de caminhão até aprovam a reforma da Aduana, mas estão reclamando da greve. José Bonifácio, que é de Barracão-PR e está transportando maçã do Chile para São Paulo, disse que chega a ficar uma semana para ter a carga liberada. –Normalmente demorava dois dias- informou.

E não é só na aduana de cargas que houve redução no movimento. Na aduana turística, entre Dionísio Cerqueira e Bernardo de Irigoyen, no início do ano passavam três mil veículos por dia. Agora, passam somente cerca de mil.

O motivo é a inflação argentina, que elevou o preço dos produtos, principalmente combustíveis. Anteriormente muitos brasileiros atravessavam a fronteira para abastecer o veículo e fazer compras.


MOVIMENTO NA ADUANA DE DIONÍSO CERQUEIRA

Importações de janeiro a julho de 2012: US$ 203 milhões

Importações de janeiro a julho de 2011: US$ 242 milhões

Comparativo 2012 a 2011: Queda de 16,2%


Exportações de janeiro a julho de 2012: US$ 229 milhões

Exportações de janeiro a julho de 2011: US$ 137 milhões

Comparativo 2012 a 2011: Aumento de 76,4%


Movimento total de janeiro a julho de 2012: US$ 432 milhões

Movimento total de janeiro a julho de 2011: US$ 380 milhões

Comparativo 2012 a 2011: Aumento de 13,6%


Movimento de caminhões de janeiro a julho de 2012: 9.320

Movimento de caminhões de janeiro a julho de 2011: 13.225

Comparativo 2012 a 2011: Queda de 29,5%


Despachos de janeiro a julho de 2012: 8.965

Despachos de janeiro a julho de 2012: 12.357

Comparativo 2012 a 2011: Queda de 27,4%


FONTE: Receita Federal de Dionísio Cerqueira


Comente aqui
01 ago11:44

Obras do acesso à BR 282 serão reiniciadas

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O secretário de Infraestrutura de SC, Valdir Cobalchini, anunciou nesta manhã em Chapecó o reinício das obras de duplicação da BR 480, conhecido como Acesso Plínio Arlindo de Nes, que faz ligação com a BR 282. A obra ficou parada uma semana para alguns reajustes como readequação de redes de água, telefonia e energia, além das desapropriações.

– Como não podemos interromper o fluxo de veículos para resolver essas questões tivemos que fazer alguns ajustes – disse.

Nesta quarta-feira funcionários da empresa vencedora do edital devem voltar ao trabalho no viaduto, localizado no trevo da BR 282. Já as obras na duplicação iniciam na próxima semana. Cobalchini disse ainda que o pagamento, por parte do Governo do Estado,da empresa vencedora do edital está em dia e que as obras devem ser concluídas em 2013.



O secretário de Infraestrutura de SC, Valdir Cobalchini e o secretário da SDR de Chapecó Eldimar Jagnow.



- Não estamos com nenhum atraso – disse o secretário.

Na coletiva de imprensa o secretário falou também sobre o Pacto por SC que irá revitalizar duas rodovias do Oeste. Na SC 283, que liga Chapecó à Águas de Chapecó, devem ser investidos R$ 6 milhões na revitalização de 40 quilômetros, já na SC 480, rodovia que liga Chapecó com o Rio Grande do Sul, vão ser investidos R$ 29 milhões na restauração completa da pista de 20 quilômetros.

- As obras devem iniciar ainda neste ano após o edital apontar a empresa vencedora da licitação – disse o secretário. Cobalchini disse que a revitalização na SC 480 deve ser concluída em 2014, já as obras na SC 283, ainda em 2013.


Comente aqui
30 jul16:43

Postos de Saúde atendem em novo endereço em São Miguel do Oeste

A secretaria de saúde de São Miguel do Oeste informou nesta segunda-feira, dia 30 de julho, que as unidades Estratégias de Saúde da Família dos bairros São Luiz e São Jorge, vão atender em novo endereço. De acordo com o secretário Alfredo Spier, a mudança é necessária, pois as unidades passam por obras de reforma e ampliação.

No bairro São Jorge, o atendimento passa a ser realizado na Rua dos Bandeirantes, nº 368, em frente a Mecânica Batistti. Neste posto de saúde, estão sendo investidos R$ 95.889,84. As obras devem ser concluídas em 60 dias.

No bairro São Luiz (posto do Caic), o atendimento é feito na Rua 22 de abril, nº 2097. Na reforma, manutenção e conservação da Unidade Básica de Saúde, iniciadas no mês de julho, a Prefeitura fez um investimento de R$ 50.139,74.


Comente aqui
02 jul17:33

BR 282 foi fechada nesta segunda em Xanxerê

A BR 282 foi fechada por uma hora em Xanxerê na manhã desta segunda-feira. O protesto foi realizado por entidades, autoridades, servidores públicos, comunidades em geral e parentes de pessoas que perderam a vida na rodovia. O principal objetivo da manifestação foi solicitar a retomada das obras de duplicação no trecho de travessia urbana da cidade.

O prefeito Bruno Linhares Bortoluzzi também participou da mobilização. Ele disse que a administração municipal está em contato com a empresa responsável pelas obras que estão paradas há oito meses.

- Estamos fazendo também pressão junto ao DNIT, Governo Federal e Ministro dos Transportes para que as obras sejam concluídas – disse o prefeito.

No dia 22 de junho também foi realizado um ato na rodovia.


Comente aqui