Oeste

16 mar09:57

Última sexta-feira de verão será de tempo estável em Santa Catarina

O último final de semana do verão terá tempo estável. A previsão para esta sexta-feira é de céu com poucas nuvens em alguns pontos do Estado. As máximas chegam a 29ºC no Oeste e 26ºC na Grande Florianópolis, Norte de Santa Catarina e no Vale do Itajaí.

De acordo com o meteorologista do Grupo RBS, Leandro Puchalski, o sol vai prevalecer durante o final de semana. A umidade deixa o céu com nuvens no Litoral e em cidades do Vale do Itajaí, onde pode ocorrer chuva leve e de curta duração.

A temperatura mínima para esta sexta-feira será de 14ºC no Oeste, 21ºC na Grande Florianópolis, 17ºC no Vale do Itajaí e 20ºC na região Norte de SC.

Em Joinville e cidades próximas, na madrugada e amanhecer desta sexta-feira pode chover. O sol aparece durante o dia. A temperatura é amena pela manhã, mas deve subir no decorrer do período. Na Grande Florianópolis, as rajadas de vento chegam a 45km/h.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
15 mar15:49

Reforço para combater a estiagem em São Lourenço do Oeste

A Prefeitura de São Lourenço do Oeste recebeu da Defesa Civil do Estado, seis caixas de água com capacidade para armazenamento de 10 mil litros cada. As caixas serão usadas no transporte de água para atender prioritariamente os agricultores que estão com dificuldades por causa da grande estiagem que assola o Oeste desde o mês de novembro.

Segundo o Secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Saulo Tarso Sutilli, esse reforço veio em boa hora, pois além da capacidade que a prefeitura já possuía, agora poderá ampliar a capacidade de abastecimento.

O Governo Municipal continua perfurando depósitos nas propriedades a fim, de amenizar a falta de água e agora, com a chegada das caixas vindas da Defesa Civil, serão possível atender maior numero de agricultores com mais agilidade.


Comente aqui
15 mar10:05

Quinta-feira deve ser de chuva fraca em todas as regiões de Santa Catarina

A chegada da frente fria em Santa Catarina deixa o tempo instável no começo do dia. Ainda pela manhã devem ocorrer pancadas isoladas de chuva em todas as regiões. As temperaturas não devem passar de 30ºC no Oeste e 28ºC na Grande Florianópolis.

O tempo deve melhorar ao longo do dia, quando diminui a quantidade de nuvens. Esta mudança deve começar pelo Oeste do Estado.

Em função da frente fria, as temperaturas diminuem gradativamente, diminuindo a sensação de ar abafado registrada nos últimos dias.

As rajadas de ventos, que sopram de sul a sudeste, podem chegar a 55 Km/h e há chance de descarga elétrica em praticamente todo o Estado, principalmente à noite.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
14 mar09:06

Chegada de frente fria deixa o tempo instável em SC nesta quarta-feira

A chegada de uma frente fria vinda do Rio Grande do Sul começa a mudar o tempo em Santa Catarina nesta quarta-feira. De acordo com a Epagri, órgão que monitora as condições climáticas, o sol ainda aparece em boa parte do Estado, com mais nuvens do Oeste ao Litoral Sul.

>> Confira mais detalhes no Blog do Puchalski

As temperaturas continuam altas em praticamente todas as regiões, podendo chegar a 37ºC no Sul e 36ºC no Extremo-Oeste. Para a Grande Florianópolis, a previsão é de que os termômetros marquem até 35ºC.

Entre a tarde e noite, a quantidade de nuvens deve aumentar e há chance de ocorrerem pancadas isoladas de chuva com trovoadas, especialmente do Oeste ao Litoral Sul.

A sensação de ar abafado também deve continuar, em função do aumento da umidade do ar. Os ventos sopram de nordeste a noroeste, passando a sul na divisa com o RS, e não devem passar de 35 Km/h em todo o Estado.

Comente aqui
13 mar09:18

Terça-feira deve ser de sol e calor em todas as regiões de Santa Catarina

A terça-feira ainda deve ser de muito calor em Santa Catarina. A previsão da Epagri, órgão que monitora as condições climáticas, prevê que as temperaturas cheguem a 37ºC no Sul do Estado e 36ºC no Extremo-Oeste e Vale do Itajaí. Na Grande Florianópolis, não deve passar de 33ºC.

A presença de nuvens deve aumentar a partir desta terça-feira e há chance de pancadas isoladas de chuva entre o fim da tarde e o início da noite.

Em função das altas temperaturas e dos ventos com velocidades de até 35 Km/h soprando de nordeste a noroeste com variação de sudeste, a sensação de ar abafado deve permanecer.

A chegada de uma frente fria vinda do Sul do país deve provocar a instabilidade a partir das regiões Sul, Serra e Extremo-Oeste, onde há possibilidade de chuva nesta terça-feira. Nas demais regiões, o tempo deve ficar apenas com sol entre nuvens.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
12 mar10:30

Oeste tem o maior programa para produtores rurais do país

Está em execução no grande oeste de Santa Catarina o maior programa de formação profissional-empresarial do setor primário da economia sulbrasileira – o projeto de Desenvolvimento dos Empreendedores Rurais Cooperativistas sustentado pela Coopercentral Aurora, Sebrae, Senar, Sescoop e pelas cooperativas agropecuárias CooperAlfa, Cooperitaipu, CooperAuriverde, Cooper A1, Copérdia, Caslo, Coperio e Coopervil.

O programa absorve, neste ano, investimentos da ordem de 1 milhão 173 mil reais, valor assegurado pelos parceiros envolvidos. A expressão de sua grandiosidade, entretanto, está nas mudanças e transformações oportunizadas na clientela atendida que, neste ano, será de 4.538 proprietários de estabelecimentos rurais.

O convênio entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Aurora será assinado às 14 horas desta segunda-feira, dia 12,  na sede da Coopercentral, em Chapecó, pelo presidente do sistema Faesc/Senar, José Zeferino Pedrozo e pelo superintendente do Senar, Gilmar Zanluchi com o presidente da cooperativa central Mário Lanznaster. O Senar aportará 150 mil reais no programa.

Essa é uma das mais antigas e vitoriosas parcerias orientadas para a profissionalização de produtores rurais do país. O Sebrae/SC, o Senar e o Sescoop formaram em 15 anos mais de 40 mil empresários rurais através do programa de desenvolvimento de empreendedores rurais cooperativistas no grande oeste de Santa Catarina.

Trata-se de um imenso programa de formação profissional rural do país com duas vertentes: o programa De Olho na Qualidade e Qualidade Total Rural que reúne recursos da Coopercentral Aurora em parceria com Sebrae, Senar, Sescoop e cooperativas agropecuárias filiadas. Os investimentos permitem a formação anual de milhares de produtores rurais do extremo oeste, oeste, meio-oeste, planalto norte e planalto serrano de Santa Catarina.

O diretor técnico do Sebrae/SC, Anacleto Ângelo Ortigara, explica que o foco é o gerenciamento da propriedade e a solução de problemas, tendo, como beneficiadas, as famílias de produtores de suínos, aves, grãos e leite filiadas às cooperativas agropecuárias.

Durante todo o ano, o esforço instrucional geral compreenderá 82 turmas com 4.538 participantes e carga horária total de 11.847 horas/aula, informa o coordenador de treinamento da Coopercentral Aurora, Joel José Pinto.

Serão formados 360 participantes no programa Qualidade Total Rural tradicional (QTR), 504 no QTR revisado; 1.584 produtores no programa De Olho; 60 técnicos no De Olho para granjas, outros 30 no curso de capacitação de técnicos. Outros 2 mil produtores que concluíram, no passado, esses dois cursos farão os seminários da qualidade com o objetivo de reforçar a aprendizagem.


Comente aqui
11 mar16:54

Incêndio mata 12 mil aves em Chapecó

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Cerca de 12 mil aves morreram em um incêndio ocorrido às 6h40 de sábado, num aviário localizado na linha Cascavel, no interior de Chapecó. Cerca de 24 mil pintinhos de um dia chegaram na sexta-feira á noite na propriedade de Celso Luiz Gallon, que tem dois aviários com 100 metros de comprimento cada. O fogo atingiu um dos aviários e queimou a maravalha (espécie de serragem utilizada para forrar o piso), parte dos pilares, lonas e equipamentos de alimentação do animais.

O prejuízo é estimado em mais de R$ 50 mil. O funcionário responsável por cuidar dos aviários, Júlio Cesar Pinto, disse que a cada 1h30, duas horas, ia no aviário para cuidar dos animais. Normalmente nos primeiros dias é feito fogo em campânulas, que são espécies de fornos com lenha. A temperatura deve ficar próximo de 31 graus. Pinto suspeita que pode ter saído uma faísca das campânulas e provocado o incêndio. Os bombeiros fizeram uma perícia no local. Ontem as aves, algumas carbonizadas, ainda estavam esparramadas pelo aviário. Dava para sentir um cheiro forte. Havia presença de moscas. Hoje representantes da seguradora vão até o local.

O funcionário disse que começou a ouvir um estralo quando era 6h40 e, quando abriu a janela, viu a fumaça. Com a ajuda dos vizinhos tentou conter o fogo com uma bomba de água. Mas conseguiu salvar apenas 100 pintinhos. –Deu um desespero- lembrou. Os bombeiros conseguiram evitar que o fogo atingisse o restante da estrutura do aviário. Metade da parte interna foi queimada.

Comente aqui
09 mar16:03

Chega a 100 o número de municípios em situação de emergência

Chegou a 100 o número de municípios atingidos pela estiagem em Santa Catarina. O último município a encaminhar o decreto para a Defesa Civil do Estado foi Treze Tílias.

Segundo a Defesa Civil o número de pessoas afetadas passa de 600 mil.

>> Estiagem se alastra em Santa Catarina


100 municípios em Santa Catarina

Abelardo Luz

Águas de Chapecó

Águas Frias

Alto Bela Vista

Anchieta

Arabutã

Arroio Trinta

Arvoredo

Bandeirante

Barra Bonita

Belmonte

Bom Jesus

Bom Jesus do Oeste

Caibi

Campo Erê

Caxambu do Sul

Celso Ramos

Chapecó

Concórdia

Cordilheira Alta

Coronel Freitas

Coronel Martins

Cunhataí

Cunha Porã

Descanso

Dionísio Cerqueira

Entre Rios

Faxinal dos Guedes

Formosa do Sul

Flor do Sertão

Galvão

Guaraciaba

Guarujá do Sul

Guatambu

Iomerê

Ipira

Iporã do Oeste

Ipuaçu

Ipumirim

Iraceminha

Irati

Irani

Itá

Itapiranga

Jaborá

Jardinópolis

Jupiá

Lajeado Grande

Lindóia do Sul

Maravilha

Marema

Modelo

Mondaí

Nova Erechim

Nova Itaberaba

Novo Horizonte

Ouro

Ouro Verde

Paial

Palma Sola

Palmitos

Paraíso

Passos Maia

Peritiba

Pinhalzinho

Pinheiro Preto

Piratuba

Planalto Alegre

Ponte Serrada

Presidente Castello Branco

Princesa

Quilombo

Riqueza

Romelândia

Saltinho

Santa Helena

Santa Terezinha do Progresso

Santiago do Sul

São Bernardino

São Carlos

São Domingos

São João do Oeste

São José do Cedro

São José do Cerrito

São Lourenço do Oeste

São Miguel da Boa Vista

São Miguel do Oeste

Saudades

Seara

Serra Alta

Sul Brasil

Tangará

Tigrinhos

Treze Tílias

Tunápolis

União do Oeste

Vargeão

Xanxerê

Xavantina

Xaxim


Lista atualizada em 09 de março de 2012, pela Defesa Civil.



Comente aqui
09 mar09:05

Estiagem se alastra

[Atualizado 16h30]

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Para quem pensava que a estiagem já estava indo embora as previsões meteorológicas informam que ela ainda vai continuar danço as caras em março. De acordo com o meteorologista da RBS, Leandro Puchalski, provavelmente março será o quinto mês consecutivo com chuva abaixo da média no Oeste.

Ele informou que, em fevereiro e março esse déficit também está atingindo outras regiões do Estado. Puchalski disse que a previsão é que o La Niña, fenômeno de resfriamento das águas do Oceano Pacífico e que interfere no regime de chuvas do estado, deve terminar ao longo de abril.

Os decretos de situação de emergência, que haviam cessado, voltaram neste mês, agora no Meio Oeste. Tangará e Arroio Trinta assinaram seus decretos no dia 7 de março, aumentando para 100 as cidades em emergência. De acordo com o secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Arroio Trinta, Tarcísio Lidani, a estiagem no município começou no final de novembro mas se agravou nos últimos 15 dias, quando iniciou o transporte de água para oito propriedades no interior.

– Os rios secaram e está torrando tudo- disse. Ele afirmou que o prejuízo é de 27 a 30% no milho e 25% na produção de leite.

O diretor de resposta aos desastres da Defesa Civil do Estado, major Aldo Batista Neto, confirmou que a previsão é de continuidade do quadro de estiagem até abril. Ele afirmou que o número de municípios em emergência pode aumentar pois há um mapa de 134 cidades com histórico de falta de chuva. A Defesa Civil investiu R$ 442 mil em kits de bomba e caixas de água para 78 municípios. E aguara outros R$ 3,1 milhões da Defesa Civl.

Ontem o secretário de Agricultura João Rodrigues disse que vai a Brasília na próxima semana para comunicar a desistência do convênio de R$ 10 milhões do Ministério da Integração, que seriam utilizados para perfuração de 330 poços artesianos. Ele reclama que o recurso foi anunciado no dia 16 de janeiro, mas até agora não veio. A assessoria de comunicação do Ministério informou que o Estado precisa se cadastrar no Portal de Convênios e que os R$ 3,1 milhões estão sendo liberados. Rodrigues reclamou que os dados para o cadastro no Portal de Convênios não foram informados. O Estado vai sugerir o repasse diretor dos recursos para as prefeituras.

O vice-presidente da Associação dos Municípios do Oeste Catarinense (Amosc), Élio Godoy, que é prefeito de São Carlos, disse que houve uma divisão dos gestores municipais. Alguns queriam poços e outros preferem recursos para investir em redes de captação e distribuição de água. No seu caso ele acha melhor ter o dinheiro pois muitos poços perfurados no município não deram água.


Comente aqui
08 mar09:47

Kits são entregues em São Miguel do Oeste

Os municípios de São Miguel do Oeste e Bandeirante receberam nesta quarta-feira, dia 7, novos kits para o transporte de água para consumo humano. Os equipamentos de emergência foram adquiridos pela Secretaria de Estado da Defesa Civil e repassados à Secretaria Regional, por meio de um Termo de Cessão de Uso. A entrega aconteceu na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste.

De acordo com o secretário Regional, Wilson Trevisan, São Miguel do Oeste recebeu quatro moto bombas, quatro mangueiras de sucção, quatro mangueiras chatas e dezesseis cintas para fixação. Já Bandeirante recebeu duas moto bombas, duas mangueiras de sucção, duas mangueiras chatas e oito cintas para fixação.

>> Chega a 98 o número de municípios em situação de emergência por causa da estiagem no Oeste

- Os equipamentos complementam os Kits entregues no final de janeiro aos municípios, compostos por caixas de água, moto bombas e acessórios. Estes kits já estão levando água até as famílias que enfrentam problemas com a falta de água – disse o secretário.


Caixas de água

De acordo com o secretário nas próximas semanas, os sete municípios da Regional de São Miguel do Oeste também receberão novas caixas de água para distribuição de água às famílias e comunidades. Para a Regional de São Miguel do Oeste, estão previstos mais de 50 caixas de água, para os municípios de Barra Bonita, Bandeirante, Belmonte, Descanso, Guaraciaba, Paraíso e São Miguel do Oeste.


Comente aqui