Oeste

04 set16:54

33 municípios seguem em situação de emergência em Santa Catarina

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Dos 152 municípios catarinenses que encaminharam decreto de situação de emergência devido à estiagem, 48 solicitaram prorrogação por mais 90 dias e 33 estão vigentes.

Segundo a Defesa Civil do Estado 826.815 mil pessoas foram afetadas com a estiagem, que durou cerca de setes meses em Santa Catarina. Conforme avaliação de danos da Defesa, os prejuízos na agricultura e pecuária passaram de R$ 728.292 milhões.




Rios em Belmonte, no Extremo-Oeste, estavam com nível baixo em janeiro deste ano. (12/01/2012)



Agosto seco no Oeste

Chapecó nunca registrou um mês de agosto tão seco quanto o de 2012. Além do calor acima do normal foram registrados apenas 2,3 milímetros de chuva, bem distante da média histórica para o mês, que é de 146 milímetros.

A estiagem já prejudica a agricultura no Oeste, que responde por 37% do valor bruto da agropecuária catarinense. A situação, que se estende desde novembro de 2011, é preocupante e pode comprometer a economia da região.

De acordo com o gerente da Epagri em Chapecó, Ivan Baldissera, a estiagem afeta a cultura de trigo, as pastagens de inverno, do milho e a produção leiteira.

- O milho começaria a ser plantado nos próximos dias, mas a orientação é que os produtores não façam, pois o solo está praticamente seco – disse Baldissera.


Chuva só depois do dia 15

A primeira semana de setembro vai se configurando mais seca do que o normal no estado. De acordo com o levantamento feito pela Epagri/Ciram,órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina, os volumes de chuva devem ficar próximo da média climatológica até o final do mês.

Na região Oeste a chuva está prevista somente para depois do dia 15 de setembro.

- O mesmo bloqueio atmosférico que favoreceu o predomínio de uma massa de ar seco no estado no mês de agosto persiste sobre a região na primeira quinzena do mês – disse o observador metereológico da Epagri em Chapecó, Francisco Schervinski.



Municípios com decreto de estiagem vigente

Água Doce

Agrolândia

Alto Bela Vista

Armazém

Arroio Trinta

Balneário Gaivota

Brunópolis

Campos Novos

Capinzal

Catanduvas

Criciúma

Erval Velho

Herval D’Oeste

Ibicaré

Içara

Joaçaba

Lacerdópolis

Luzerna

Macieira

Maracajá

Meleiro

Palmitos

Rio das Antas

Salto Veloso

Santa Rosa do Sul

Santa Terezinha

São João do Sul

Sombrio

Timbé do Sul

Turvo

Vargem

Videira


Comente aqui
04 set09:13

Previsão de sol entre nuvens no Oeste

A terça-feira é mais um dia de tempo seco em Santa Catarina. Depois da presença do nevoeiro na região da Grande Florianópolis, o sol aparece entre nuvens e provoca elevação das temperaturas. No Extermo-Oeste, por exemplo, a máxima pode chegar aos 29°C. Na Grande Florianópolis, os termômetros ficar na casa dos 22°C.

Em Chapecó termômetros marcavam 14ºC por volta das 9h.

>>  Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

>>  Previsão aponta calor e chuva para os próximos três meses em Santa Catarina


Veja algumas temperaturas registradas nesta manhã:

— Chapecó: 12°C

— Lages: 10C

— Criciúma: 13°C

— Joinville: 17°C

— Blumenau: 16°C

— Florianópolis: 16°C


À tarde, o Extremo-Oeste será a região mais quente. Entre o Oeste e o Meio-Oeste o calor deve ficar entre 25°C e 27°C. No Norte os termômetros alcançam os 23°C; e no Sul, 21°C.

A faixa Leste do Estado terá maior nebulosidade. O motivo é uma frente fria no oceano. Já na região entre a Ilha e o Sul catarinense, há chance de chuva fraca no fim do dia.

Apesar da possibilidade do tempo ficar instável por alguns períodos, a previsão aponta pouca chuva até o fim da semana em Santa Catarina.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
03 set10:17

Ovinocultura ganha espaço em Santa Catarina

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A ovelha, aquele bichinho simpático que muitas vezes aparece em desenhos animados, está se tornando cada vez mais comuns nos campos catarinenses. E novas indústrias estão surgindo para a fabricação de linguiça, salame, queijo, iogurte e até sorvete de leite de ovelha.

A atividade que até a década de 80 se concentrava no Planalto Serrano, para a produção de lã e pelego para a montaria, se expandiu para outras regiões do Estado, com destaque para o Sul e Oeste.

A carne de ovelha já virou atração em restaurantes de Chapecó, onde o pernil e o risoto de cordeiro estão entre os pratos mais apreciados.

De acordo com o médico veterinário e pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri) de Lages, Volney Silveira de Ávila, a atividade que antes era informal, vem recebendo investimentos em melhoramento genético que melhorou a qualidade do produto.

Atualmente Santa Catarina já faz bonito em exposições nacionais da raça, como a Expointer-RS e Feinco-SP.

– Hoje temo sum padrão genético elevado e animais de ponta- explica Ávila, que também é diretor técnico da Associação Catarinense de Criadores de Ovinos.

Um dos resultados é que, se antes os criadores levavam seis a sete meses para produzir um cordeiro com 35 quilos, agora conseguem o mesmo resultado em três meses. Além disso foram construídos sete frigoríficos de ovinos, que antes inexistiam.

Ávila disse que isso permite oferecer um produto de qualidade e inspecionado. Há três anos o ovinocultor Dagoberto Rampelotto Toledo investiu R$ 1,5 milhão na construção do frigorífico Guatapará, em Guatambu. Antes ele abatia uns 30 cordeiros por mês, de forma terceirizada. Com a unidade própria começou abatendo 200 animais por mês e, atualmente, está com mil cabeças mês.

Toledo tem inspeção nacional e busca a inspeção federal para poder vender para o centro do país e, assim, aumentar a lucratividade. Sua meta é em dois anos atingir a capacidade total de abate, que é de cinco mil cordeiros por mês.

Ele destaca que um dos motivos para o investimento é que 2/3 da carne ovina consumida no Brasil é importada, principalmente do Uruguai e Nova Zelândia.

O empresário e ovinocultor disse que a população está começando a diferenciar o que é uma carne de ovelha, que é de animais adultos, com mais de dois anos, de um cordeiro, que é um animal jovem, com menos de um ano. –A carne do cordeiro é mais tenra, macia, é diferenciada- explica.

A carne dos animais adultos abatidos no frigorífico Guatapará tem outro destino, que é a fabricação de kibe e linguiça. Neste segundo semestre será lançado o salame de carne de ovelha.

>> Da suinocultura para o iogurte e o sorvete de ovelha

>> Criação de ovelhas e as novas indústrias

Rebanho cresceu 20% em três décadas

O rebanho de ovinos em Santa Catarina cresceu de 250 mil cabeças na década de 80 para as atuais 300 mil, o médico veterinário e pesquisador da Epagri de Lages, Volney Silveira de Ávila. Ele estima em 70 mil produtores ligados à atividade. Ele informou que desde a década de 90 a Epagri vem realizando cursos profissionalizantes para produtores e agroindústrias, com foco no manejo e industrialização.

Ele destacou que a atividade tem espaço para crescimento pois a maioria da carne e do queijo de ovelha são importados..

Ávila disse que a carne de cordeiro tem um diferencial no sabor. –É um prato para ocasiões especiais- avaliou.

Com o crescimento da atividade leiteira no estado a Epagri montou um centro de pesquisa em Lages, com 50 animais, e outro de difusão tecnológica em São Miguel do Oeste, também com 50 animais.

Ávila disse que o desafio agora é ganhar em escala de produção para industrializar o produto e ter melhor resultado. Atualmente o produtor ganha cerca de R$ 5 por quilo vivo de ovelha e R$ 12 a R$ 15 pela carcaça.

O pesquisador da Epagri e diretor técnico da Associação Catarinense dos Criadores de Ovinos, Volney Ávila, disse que Santa Catarina tem potencial para a atividade, que pode ser desenvolvida em pequenas áreas com mão de obra familiar.


Tradição de família

A criação de ovelhas já é uma tradição da família Giongo, que tem um rebanho de aproximadamente 60 animais, no interior de Águas de Chapecó. A criação começou com Pedro Giongo, já falecido, e seguiu com a mulher, Leoni Giongo.

– Eu fiquei aqui cuidando pois gosto dos bichinhos- explicou.

Para isso ela conta com a ajuda dos filhos e até dos netos. O advogado Paulo César Giongo deixa o escritório em Chapecó nos finais de semana e vai até a propriedade da mãe para ajudar na criação. Os filhos Luiz Pedro e Gabriela também gostas de cuidar das ovelhas.

-É um animal manso mas muito exigente- observa Paulo. A criação, que praticamente dobrou nos últimos quatro anos, além de divertir a família tem como objetivo a sustentabilidade econômica. Paulo Giongo disse que a atividade dá retorno, desde que tenha um bom manejo.

Para isso é primordial alimentação de qualidade e controle da verminose. As ovelhas ocupam um espaço de quatro hectares junto com a criação de bovinos. No ano passado foram comercializados 40 animais. Neste ano, a produção deve aumentar para 60 cabeças. A cada ano são mais ovelhinhas saltitando no sítio da vovó Leoni.



Preço das carnes*


OVELHA

Costela: R$ 19,90

Carré: R$ 21,90

Pernil e Paleta: R$ 23,80


BOVINO

Costela: R$ 13,90

Filé simples: R$ 12,50

Alcatra com osso: R$ 16,90


SUÍNO

Costela: R$ 10,90

Carré: R$ 10,90

Pernil e paleta: R$ 6,20


FRANGO

Dorso: 3,50

Peito com osso: 5,90

Coxa e sobrecoxa: R$ 5,90


*cotado em açougue de Chapecó (kg)


QUEIJO

De ovelha: R$ 50

De vaca: R$ 18




Comente aqui
31 ago12:38

Moradores do Oeste podem acompanhar fenômeno lua azul nesta sexta

Quando em um mesmo mês acorrem duas luas cheias, a segunda recebe o nome de Lua Azul. Este fenômeno, por sinal, acontece neste sexta-feira. E é bom aproveitar, porque a frequência deste acontecimento é de uma vez a cada dois ou três anos e o próximo está previsto para julho de 2015.

Em Santa Catarina, o fenômeno poderá ser acompanhado. Isso porque, de acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas —, a previsão é de céu apenas com algumas nuvens na maiorias das regiões. Mais a Oeste e no Sul, a tendência é de céu estrelado.

Tendo em vista que o frio não está tão intenso nesse inverno, é provável que a noite esteja agradável, favorecendo ainda mais a contemplação do fenômeno. Um bom programa para esta noite.

O evento lunar se dá em um ciclo de 29,5 dias, ou seja, é possível que duas luas cheias aconteçam em qualquer mês, com exceção de fevereiro, mesmo que em ano bissexto. Apesar do nome, a lua não irá ficar azul ou sofrer qualquer tipo de alteração.

Uma curiosidade que marcará esta lua azul, é que ela se dá no mesmo dia do funeral do ex-astronauta Neil Armstrong primeiro homem a pisar na Lua. Armstrong será enterrado na cidade de norte-americana de Cincinatti. Armstrong morre aos 82 anos, no último dia 25.


Azul como os Smurfs

Recentemente a lua azul ganhou as telas dos cinemas no filme Smurfs. Na produção, o fenômeno faz com que abra um portal para o nosso mundo. Quando Gargamel finalmente consegue invadir a vila dos Smurfs, eles fogem para a floresta.

Desastrado acaba pegando o caminho errado, indo parar em uma caverna onde está o portal. Papai Smurf, Smurfette, Gênio, Ranzinza e Arrojado, vão atrás dele e são seguidos pelo vilão. Para fugirem de Gargamel, os pequenos azuis entram no portal e vão parar em Nova York.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
31 ago09:32

Agosto termina com sol e temperaturas voltam a subir

Depois de um amanhecer com nevoeiro na Grande Florianópolis, a presença do sol — mesmo que entre nuvens — provoca elevação das temperaturas ao londo do dia. E as condições do tempo seguem firmes durante o fim de semana, fechando o mês de agosto com calor acima da média para esta época do ano.

>>  Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

Ao longo da sexta-feira, o sol predomina em todas as regiões. O destaque fica para o Sul do Estado, que pode ter calor de 28°C. Nos demais pontos os termômetros devem ficar entre 22°C e 24°C.

Vale registrar ainda o salto nas temperaturas em algumas regiões. Pela manhã as estações do Ciram chegaram a marcar 0°C em Urupema e Bom Jardim da Serra.


Veja temperaturas registradas por volta das 8h30min*:

— Chapecó: 15°C

— Joinville: 15°C

— Blumenau: 17°C

— Criciúma: 16°C

— Florianópolis: 18°C

(*Dados das estações meteorológicas da RBS)


Fim de semana

O sol vai aparecer entre nuvens em todas as cidades. Há previsão de nebulosidade um pouco mais intensa entre a noite de sábado e a manhã de domingo, mas o tempo fica firme.

As tardes devem registrar máximas na casa dos 24°C na maior parte do Estado, podendo chegar aos 30°C no Sul catarinense. No domingo o calor também será maior entre o Norte e o Vale do Itajaí.

Mas para quem vai curtir o Viva Serra, o meteorologista da RBS Leandro Puchalski faz o alerta:

— Leve agasalho, já que a Serra sempre tem frio à noite — avisou.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
30 ago14:20

Definidas as doze equipes de futsal masculino que vão disputar a Regional Oeste do Jasc 2012

Encerraram nesta semana as três etapas microrregionais classificatórias para o regional do Jasc 2012 e a Chapecoense Futsal já conhece seus adversários.

Campeã do ano passado, a Chapecoense Futsal não precisou disputar a etapa microrregional neste ano. A equipe de Xanxerê, que será sede da fase regional, também teve a vaga garantida.

A etapa regional Oeste será realizada de 9 a 15 de outubro. Serão doze equipes divididas em três chaves com quatro equipes cada, a formação das chaves serão definidas somente no congresso técnico, ainda sem data definida.

Classificam-se para a fase estadual três equipes, a cidade de Caçador será a sede, a Chapecoense Futsal espera fazer uma boa campanha e conquistar a vaga para a fase estadual.

- Estamos em um bom momento e com o investimento que temos, a obrigação de conquistar uma das vagas é grande – comentou o treinador Agnaldo.


Equipes classificadas JASC 2012

Xanxerê – Cidade sede

Chapecó (Chapecoense Futsal) – Campeã Regional Oeste 2011

Pinhalzinho (Adesp/Serpil Móveis) – Campeã 1ª etapa Microrregional

Palmitos – Campeã 2ª etapa Microrregional

Xaxim (Xaxiense) – Campeã 3ª etapa Microrregional

Saudades (Dray/Horus Faculdades) – Vice Campeã 1ª etapa Microrregional

Galvão – Vice Campeã 2ª etapa Microrregional

Seara (Futsal Schumann) – Vice Campeã 3ª etapa Microrregional

São José do Cedro – 3º colocado 1ª etapa Microrregional

São Lourenço do Oeste (Casa do MDF Futsal) – 3º colocado 2ª etapa Microrregional

Faxinal do Guedes – 3º colocado 3ª etapa Microrregional

Cunha Porã – 4º colocado 1ª etapa Microrregional


Comente aqui
29 ago14:50

Chapecó vence etapa do Circuito Oeste de Tênis de Mesa

No dia 25 de agosto, data em que Chapecó completou 95 anos de emancipação política-administrativa, a cidade comemorou mais um título regional no tênis de mesa. De quebra, a festa foi dentro de casa. A equipe da PMC/Unoesc/Nord Eletric/Aurora conquistou com folga 3ª etapa do Circuito Oeste de Tênis de Mesa e já encaminha o tricampeonato da competição.

Foi a nona conquista consecutiva. Com 127 pontos, somando os resultados de todas as categorias, a equipe chapecoense levantou o troféu de campeão geral da etapa, que foi realizada no ginásio do Bairro Bela Vista. Foram seis títulos em 19 categorias disputadas. A pontuação deixou Chapecó na liderança do Circuito Oeste, com mais de 130 pontos de vantagem para o segundo colocado.

- Estamos próximos de mais essa conquista que demonstra o bom trabalho em todas as categorias – comentou o técnico de Chapecó, Giancarlo Valentini.

Pela segunda vez na temporada, a equipe de Abelardo Luz terminou em segundo lugar na classificação geral com cinco títulos e 87,5 pontos. Pinhalzinho ficou em terceiro com 83,75 pontos e três primeiros lugares. Maravilha garantiu a quarta colocação com quatro títulos e 68 pontos.

A etapa do fim de semana, que reuniu 195 mesa-tenistas de dez clubes do oeste catarinense e do Rio Grande do Sul, foi a maior da história realizada pela Liga Oeste de Tênis de Mesa. A quarta e última etapa do Circuito Oeste 2012 acontece no mês de outubro, em Pinhalzinho.


Comente aqui
28 ago15:09

Female Futsal fecha fase de classificação com Clássico do Oeste

Após participar do Mundial Universitário de futsal feminino as atletas da Female que integraram a Seleção Brasileira de Futsal Feminino retornam para suas equipes. E nesta quinta-feira, dia 30, será encerrada a fase de classificação do Campeonato Catarinense Adulto. A Unochapecó/Nilo Tozzo/Aurora receberá nada mais, nada menos, do que o seu rival Kindermann/Caçador.

O Clássico do Oeste será às 20h15 no Ginásio Plínio Arlindo de Nes, com entrada franca. Será o nono encontro entre os clubes neste ano, somando todas as categorias. Em 2012, foram seis empates e duas vitórias de Chapecó. No Catarinense, as equipes duelaram em Caçador, no mês de junho, empatando em 3 a 3.

No mesmo horário, Unesc e Barateiro/Brusque jogarão em Criciúma. Os quatro times já estão classificados para as semifinais, porém os resultados definirão os mandos e os confrontos na próxima fase. Vencendo na frente da sua torcida, Chapecó poderá terminar na liderança.


Tabela da Competição

1º – Kindermann/Caçador – 14 pontos – 25 gols

2º – Unochapecó/NTozzo/Aurora – 13 pontos – 29 gols

3º – Barateiro/Brusque – 13 pontos – 29 gols

4º – Unesc/Criciúma – 12 pontos – 20 gols

5º – Vasto Verde/Blumenau – 0 ponto


Comente aqui
27 ago09:32

Semana começa com instabilidade e temperatura de 6,7°C no Oeste de SC

O clima de inverno voltou e Santa Catarina registra temperaturas baixas nesta segunda-feira. Muitas nuvens e condição de chuva, principalmente no Litoral e no Planalto, deixam o tempo instável. É resultado da da frente fria que passou pelo oceano e atua no Estado.

Veja algumas temperaturas registradas ao amanhecer:

— Chapecó: 6,7°C

— Criciúma: 11,7°C

— Joinville: 16°C

— Blumenau: 15,5°C

— Florianópolis: 16,7°C

(Dados das estações meteorológicas da RBS às 7h30min)


>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

>> Quase um mês sem uma chuva significativa em Chapecó


No Oeste e Meio Oeste, uma massa de ar seco reforça as chances de aberturas de sol. O vento sopra na direção sudeste, com rajadas variando de fracas a moderadas.

Na Grande Florianópolis, chuva pode ocorrer acompanhada de descarga elétrica. A temperatura deve cair no decorrer do dia, com máxima prevista de 18ºC e mínima de 15ºC.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
24 ago11:23

HRO vai aumentar em 50% o atendimento

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O edital para a ampliação do Hospital Regional do Oeste (HRO) foi assinado pelo Governador do Estado Raimundo Colombo, na noite da quinta-feira, dia 23 de agosto em Chapecó. A obra que terá investimento previsto de R$ 31,7 milhões do Governo do Estado.

- A empresa responsável deve iniciar as obras em quatro meses e a previsão é que esteja concluída em dois anos – disse o governador.

A nova ala vai contar com nove andares. Com a ampliação o número de leitos vai passar de 319 para 475 tornando-se o maior hospital público do estado.

Serão ampliadas ainda o novo Centro Cirúrgico com 12 novas salas cirúrgicas, nova UTI com 20 leitos para adultos, 10 novos leitos UTI pediátrica e sete novos leitos de UTI Coronária.

Está previsto também um pavimento específico com 42 leitos para Oncologia adulto e Pediátrica, mais um pavimento específico com 53 leitos para Quimioterapia, além de um Heliponto.

- Com a ampliação vamos aumentar em torno de 50% a capacidade de atendimento e teremos condições de atender mais pessoas e oferecer mais serviços – disse o presidente da diretoria executiva da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, Severino Teixeira da Silva Filho.

Atualmente o HRO realiza em média 1,2 mil cirurgias e 1,6 mil internações por mês. Entre curativos, consultas e administração de medicamentos são 600 atendimentos por dia.


Comente aqui