Pinhalzinho

10 dez09:00

Alunos reclamam das condições do prédio da Udesc em Pinhalzinho

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Em meio a uma lavoura de soja desponta o prédio do curso de Engenharia de Alimentos da Udesc, em Pinhalzinho. A proximidade com o campo até seria boa, para estar próximo das matérias-primas, não fossem os transtornos que os alunos enfrentam para estudar na unidade. O prédio inaugurado em 2005 está com mofo tanto na parte externa, quanto na parte interna. A pintura está descascando. As paredes e até o teto apresentam rachaduras e, quando chove, tem professor dando aula com as goteiras pingando na cabeça.

Além disso, na semana passada houve até queda de energia, o que obrigou alguns alunos a concluírem provas com o auxílio de uma lanterna.

– O nosso prédio é esquecido pelo governo, que nos deixa estudar num prédio sem a mínima estrutura necessária – reclamou por email a estudante Shalu Posanske Corrêa.

Outro problema é o acesso e o isolamento do curso, que fica a três quilômetros do centro da cidade. Para quem mora numa cidade maior pode até parecer pouco. Mas para uma cidade de 16 mil habitantes, que não tem ônibus coletivo, é muito. Os alunos tiveram que contratar transporte. Inicialmente não tinha nem cantina para os alunos fazerem lanche, o que foi resolvido recentemente.

Além disso não há um trevo de acesso ao campus na BR 282, o que tem provocado acidentes e até mortes, segundo os alunos.

Os problemas da Udesc em Pinhalzinho geraram até uma reunião entre alunos e coordenação de curso, na quinta-feira passada. Muitos alunos também reclamam dos problemas de infraestrutura mas evitam comentar por temer que seja cancelado uma das principais reivindicações deles, que é a instalação de usinas, que são mini-indústrias, para as aulas práticas.

Todos os alunos ouvidos ressaltam que a parte teórica do curso é muito boa e que os professores são de qualidade. Inclusive há casos de alunos que foram direto da graduação para o doutorado, na Unisersidade de São Paulo, e vários alunos que passaram no mestrado, na Universidade Federal de Santa Catarina. Isso mesmo com uma infraestrutura que deixa a desejar.

A má qualidade do prédio da Udesc em Pinhalzinho gerou até uma Ação Civil Pública, proposta pelo Ministério Público, em 2009. A Promotoria de Justiça de Pinhalzinho sustenta que fez uma perícia que constatou a não aplicação de R$ 53,8 mil dos R$ 817 mil pagos pelos governos municipal e estadual. Onze pessoas, entre proprietários da construtora responsável, administradores da época e responsáveis pela fiscalização, estão sob suspeita. Houve até bloqueio judicial de bens. O prazo de defesa já encerrou e o processo deve ser julgado no próximo ano.


O que diz a Udesc

O chefe do Departamento de Engenharia de Alimentos da Udesc, Gilmar de Almeida Gomes, reconheceu que a unidade apresenta problemas desde a sua instalação, mas que o curso vem tendo bom desempenho mesmo com essas dificuldades. Ele informou na próxima quarta-feira será assinado um contrato de locação de um prédio e equipamentos para a montagem da usinas. Estão previstas usinas de suco, leite, carne e cereais. Há também um projeto de construção de mais um prédio próprio, com 4,6 mil metros quadrados, para a instalação das usinas e laboratórios, orçado em R$ 5 milhões. Ele disse que a burocracia muitas vezes atrasa algumas ações, mas que ela é necessária para o controle do dinheiro público.

A diretora do Centro de Educação Superior do Oeste, Renata Mendonça Rodrigues, disse que Udesc enfrentou neste ano um problema financeiro, mas que está em processo de licitação a reforma do prédio. Além disso, por estar em ação judicial, a reforma precisa de autorização judicial.

Há também a previsão de criação de um laboratório de análise de leite, credenciado pelo Ministério da Agricultura, para atender a região.

Renata reconheceu que o campus de Pinhalzinho é isolado mas que há espaço para a ampliação de prédios e cursos, o que deve ser feito. Ela espera iniciar o novo prédio das usinas para as aulas práticas e o laboratório de leite até 2016. A área é de 3,5 hectares, o equivalente a quatro campos de futebol.


O que diz o Dnit

De acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem, o acesso ao campus de Pinhalzinho, na BR 282, está previsto no pacote de obras de R$ 700 milhões do projeto Crema II, que vai restaurar 1,2 mil quilômetros em Santa Catarina, fazer 33 quilômetros de terceiras faixas e implantar 33 interseções, uma delas a da Udesc, em Pinhalzinho. A obra já foi licitada e a ordem de serviço deve ser assinada até o dia 20 de dezembro.


Udesc no Oeste

Alunos: 803

Cursos: Zootecnia (Chapecó), Enfermagem (iniciou em Palmitos e, a partir de 2013, será totalmente em Chapecó), Engenharia de Alimentos (Pinhalzinho) e Tecnologia em Produção Moveleira (Palmitos)



Comente aqui
28 set09:43

Três jovens perdem a vida após acidente na SC 469 em Pinhalzinho

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Os amigos Cássio Cesco, 22 anos, e o passageiro Mauricio Traverssini, de 23 anos morreram carbonizados após um grave acidente envolvendo três veículos na noite da quinta-feira, no Km 58 da SC 469, em Pinhalzinho. Eles voltavam da aula. Fábio André Steffens, 22 anos, ocupante de outro veículo foi socorrido, mas morreu no hospital. Outro rapaz, Alexandre Frigo, de 21 anos, que teve ferimentos graves, segue internado no Hospital. Todos moravam em Modelo.

Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária (PRMv) de São Lourenço do Oeste, o motorista do Audi, Fábio teria tentado ultrapassar o Vectra, conduzido por Alexandre, de 21 anos, e bateu de frente com o Gol, onde estavam Cássio e Mauricio.

Com o impacto da colisão, o Gol pegou fogo e os dois ocupantes morreram carbonizados. Fábio  foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros de Pinhalzinho, mas morreu ao dar entrar no Hospital da cidade.

Alexandre, que sofreu ferimentos graves, foi levado pelos Bombeiros para o hospital de Pinhalzinho onde recebeu os primeiros atendimentos. Depois foi transferido para o hospital de Modelo onde segue internado. O estado de saúde é estável.

Fabio, que trabalhava como motorista de retroescavadeira em uma granja do interior da cidade, e o amigo Alexandre estavam indo para Pinhalzinho.

- Eu achava que ele estava na casa da namorada – disse a Terezinha Steffens, mãe de Fabio, que ainda tenta entender o que aconteceu.

Cássio trabalhava como frentista em um posto da cidade e Maurício em uma fábrica de caixões e urnas funerárias. Os dois cursavam o primeiro módulo do curso técnico em Radiologia, em Pinhalzinho.

O velório dos três acontece no Centro Multiuso de Modelo e o enterro está programado para às 16h no cemitério municipal.

A Polícia Civil de Pinhalzinho vai investigar o caso.


Comente aqui
10 set17:21

Inscrições para cursos de qualificação do IFSC encerram dia 16

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) está com inscrições abertas para 21 cursos de qualificação em nove cidades. São 597 vagas  em Santa Catarina, destas  126 para a região Oeste. São vagas paraas cidades de Chapecó, Pinhalzinho, São Carlos e Xanxerê.

Os cursos de qualificação ofertados pelo IFSC também são chamados de cursos de formação inicial e continuada (FIC). Possuem curta duração e são voltados ao aperfeiçoamento e qualificação para todos os níveis de escolaridade, em diferentes áreas profissionais.

Para conferir a quantidade de vagas, o horário das aulas e os pré-requisitos para cada curso, o candidato deve ler o edital no site www.ingresso.ifsc.edu.br. As inscrições podem ser feitas até o dia16 de setembro pela internet. A seleção para o curso Desenho Industrial: Básico 2D e 3D, ofertado no Campus Lages, será feito por análise socioeconômica. Para os demais cursos, será por meio de sorteio público.

Mais informações no site www.ingresso.ifsc.edu.br ou pelo telefone 0800 722 0250 (ligação gratuita).


Confira os cursos ofertados nas cidades da região:

Chapecó

Uso do Multímetro e do Osciloscópio na Eletrônica Automotiva


Pinhalzinho

Montagem e Manutenção de Computadores


São Carlos

Informática

Costura Industrial


Xanxerê

Fundamentos de Metrologia


Comente aqui
03 set11:42

Gata de Pinhalzinho adotou dois filhotes de furão

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Dois filhotes de furão foram adotados pela gata Mima da Família Maria em Pinhalzinho. Os animais foram encontrados por Pedro Maria, dono da gata, próximos da BR 282 quando ele estava indo trabalhar.

Lucivani, esposa de Pedro, disse que o marido resolveu levar os animais para casa quando passou novamente pelo local e viu que os filhotes ainda estavam lá.

- Como a nossa gata estava para ter filhotes ele resolveu trazer os dois – disse Lucivani.

Nos dois primeiros dias os furões foram alimentados por leite que era administrado, com uma bisnaga, pelos filhos do casal.

Após o nascimento dos dois gatinhos de Mima os furões foram colocados na caixa da gata que aceitou bem os ‘filhos adotivos’.

- Eles estão se alimentando com leite da gata, ração e comida que damos para eles – disse Lucivani.

Os filhotes e a mãe passam bem e estão com mais de 15 dias de uma boa convivência.


4 comentários
30 ago11:29

Inscrições abertas para cursos de qualificação do IFSC

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) está com inscrições abertas para 21 cursos de qualificação em nove cidades. São 597 vagas para em Araranguá, Chapecó, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Lages, Pinhalzinho, São Carlos e Xanxerê. Para a região oeste, são 126 vagas para as cidades de Chapecó, Pinhalzinho, São Carlso e Xanxerê.

Os cursos de qualificação ofertados pelo IFSC também são chamados de cursos de formação inicial e continuada (FIC). Possuem curta duração e são voltados ao aperfeiçoamento e qualificação para todos os níveis de escolaridade, em diferentes áreas profissionais.

Para conferir a quantidade de vagas, o horário das aulas e os pré-requisitos para cada curso, o candidato deve ler o edital no site www.ingresso.ifsc.edu.br. As inscrições podem ser feitas até o dia16 de setembro pela internet. A seleção para o curso Desenho Industrial: Básico 2D e 3D, ofertado no Campus Lages, será feito por análise socioeconômica. Para os demais cursos, será por meio de sorteio público.

Mais informações no site www.ingresso.ifsc.edu.br ou pelo telefone 0800 722 0250.


Confira os cursos ofertados nas cidades da região:


Chapecó

Uso do Multímetro e do Osciloscópio na Eletrônica Automotiva


Pinhalzinho

Montagem e Manutenção de Computadores


São Carlos

Informática

Costura Industrial


Xanxerê

Fundamentos de Metrologia


Comente aqui
22 ago09:17

Quase dois quilos de crack foram apreendidos em Pinhalzinho

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Quase dois quilos de crack foram apreendidos pela Divisão de Investigação Criminal de Fronteira (Dicfron) da Polícia de Civil em Pinhalzinho no final da tarde da terça-feira. Dois homens, que traziam a droga do Paraná para a região Oeste, foram presos em flagrante pelo crime de tráfico e associação ao tráfico de drogas. Jéferson Carlos Pereira da Silva, 31 anos e Leandro Viel, 29 anos estão no Presídio Regional de Chapecó.

Na tarde da terça-feira a Polícia monitorava Jéferson que esperava um carregamento de droga vindo da fronteira com o Paraguai. Ele estava em um veículo Palio que foi abordado na BR 282 em Pinhalzinho.

De acordo com o delegado Ronaldo Moretto, Jéferson poderia ter comprado a droga na fronteira com o Paraguai e contratado Leandro para fazer o trabalho de transporte da droga. Leandro, que estava em uma moto, foi abordado em um posto de combustível de Chapecó. Com ele foram encontrados 1,8 quilos de crack. A droga estava escondida embaixo do banco da motocicleta.

- Ele confessou ter saído de Foz do Iguaçu/PR com a droga e disse que receberia R$ 1 mil pelo transporte – disse o delegado.

Ainda segundo o delegado, Jéferson que já possui antecedentes criminais por tráfico de drogas e o irmão dele, que está foragido da Justiça de Chapecó, podem ser responsáveis por três carregamentos semanais da droga para Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Chapecó seria o centro de distribuição. A Polícia Civil monitorava o caso há três meses.

Os dois vão responder pelo crime tráfico de drogas. A pena prevista é de cinco a 15 anos de prisão.

A ação policial teve o apoio de Policiais Civis de São Lourenço do Oeste, Canil da 29ª DRP, de Campo Erê, de Pinhalzinho e Modelo, além de Agentes de Chapecó.

Os dois veículos também foram apreendidos.


Comente aqui
20 jul10:26

Alunos de Ceim de Pinhalzinho participaram de Festa Julina

O Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) Profª Noêmia Anastácia Werlang Griebler, de Pinhalzinho, realizou a primeira Festa do Arraial. O evento realizado no dia 13 de julho, superou as expectativa pela participação do público e da comunidade escolar.

No quadro das apresentações teve a participação do Grupo Artístico Cultural de Idosos de Pinhalzinho.

A Direção e a Associação de Pais e Professores (APP) do educandário ficaram satisfeitos com o evento.


Comente aqui
17 jul10:16

Pinhalzinho recebeu curso de paraquedismo

O aeroporto de Pinhalzinho recebeu no final de semana, entre os dias 13 e 15 de julho, um curso de paraquedismo ministrado pelo Grupo de Paraquedismo Aerobu de São Miguel do Oeste.

As aulas teóricas iniciaram na sexta-feira e no sábado foram iniciados alguns saltos. No domingo os saltos continuaram, inclusive com show dos instrutores. Também foram realizados voos panorâmicos.

Um novo curso está marcado para o mês de novembro na cidade. interessados podem entrar em contato pelos telefones 49 9925-8132 e 8825-5767.

O curso tem formação efetiva de um paraquedista que terá carteira credenciada junto à Confederação Nacional de Paraquedismo.


Comente aqui
10 jul10:30

PM de Pinhalzinho recebe novo veículo

O veículo Palio Adventure 1.8 16v. ano 2012 modelo 2013, foi adquirido pela Prefeitura de Pinhalzinho e entregue para a Polícia Militar do município na tarde da segunda-feira, dia 9 de julho. Participaram da entrega, o Comandante do destacamento Tenente Vilmar Rosa e o Sargento Roberto Nazário de Oliveira.

A administração investiu R$ 53 mil, através de processo licitatório com recursos de convênio de trânsito na compra do veículo.

Segundo o Comandante da PM nos próximos dias o veículo será equipado e estará à disposição da comunidade.


Comente aqui
09 jul14:55

Festa Colonial em Pinhalzinho reuniu 4 mil pessoas

Quatro mil pessoas visitaram a 11ª Festa Regional do Vinho Queijo e Salame de Pinhalzinho, realizada no Pavilhão da Efacip nos dias 6 e 7 de julho de 2012.

O presidente da Comissão Central Organizadora, Valdecir Paulo Reiter, disse que o evento foi um sucesso. – No final da Festa era possível ver a satisfação dos 40 expositores pela receptividade nos stands e venda dos seus produtos – disse.

Um dos pontos alto da festa foi no sábado à noite com o jantar e show nacional com Délcio Tavares, seguido de baile.

O evento foi uma promoção da Secretaria da Agricultura, Cooper Itaipu, Sindicato Rural e Núcleo Oeste, e entidades.


Comente aqui