Ponte

03 set12:18

Guindaste gigante chama atenção em Chapecó

Um dos maiores guindastes do Brasil está em Chapecó para a instalação de vigas pré-moldadas na Ponte Taquaruçú.

O gigante de mais de 91 metros de lança foi trazido do Rio de Janeiro especialmente para a obra realizada pela empresa contratada para construção da ponte.

Apenas para a montagem e operação do guindaste serão necessários aproximadamente 10 colaboradores especializados.

- Como a obra é de difícil acesso e por ela ter algumas particularidades, como ser inclinada e em curva este guindaste foi uma alternativa para agilizar a montagem e garantir a segurança na construção da ponte – comentou o Engenheiro Roberto Pires, do Grupo Andreetta.

A previsão de término da obra é para o final de 2012.


Comente aqui
11 jun14:37

Autorizada construção de ponte sobre o Burro Branco em Pinhalzinho

No sábado, dia 9 de junho, foi assinada a ordem de serviço para a construção da ponte sobre o Rio Burro Branco que ligará os municípios de Pinhalzinho e União do Oeste.

A antiga ponte em madeira havia sido destruída há 30 anos, restando no local, apenas a fundamentação. A nova obra, em concreto armado terá 45,32m de comprimento por 4,20m de largura e a empresa vencedora da licitação (Ceraçá), terá um prazo de dois meses para sua conclusão, a partir da assinatura da ordem de serviço.

O projeto está orçado em R$ 164.993,14 mil e terá recursos do Governo do Estado, através do deputado estadual Mauro De Nadal.

No ato estiveram presentes o prefeito de Pinhalzinho, Fabiano da Luz, o deputado Mauro De Nadal o engenheiro da Ceraça, Mauro Thiesen e representantes da comunidade Geraldo Campos e Ney Galeazi.


Comente aqui
21 mai11:18

Ponte sobre Rio Chapecozinho é inaugurada

A ponte sobre o Rio Chapecozinho, entre os municípios de Entre Rios e Marema, foi recuperada e entregue à população no sábado, dia 19 de maio. O local estava sem ligação há seis anos, desde quando foi destruída após uma cheia. A obra vai beneficiar diretamente cerca de 300 famílias.

A inauguração reuniu mais de 300 pessoas, entre eles trabalhadores que usavam a ponte para encurtar em quase 100 quilômetros a distância entre Entre Rios e Xaxim. A comunidade indígena também prestigiou a solenidade, já que a ponte está na área da Sede Xapecozinho, uma das maiores aldeias de Santa Catarina.

A ponte de quase 100 metros foi reconstruída com madeira doada pelos índios. O deputado estadual Marcos Vieira foi o responsável pela articulação política para a liberação das licenças com o IBAMA e com a Funai. – Foram investidos R$ 300 mil para que a ponte fosse construída e mais R$ 100 mil para Entre Rios e Marema pudessem recuperar as estradas que fazem a ligação, recursos do Governo do Estado – disse o deputado.


Comente aqui
20 fev10:11

Motociclista bate em cabeceira de ponte e morre na BR 282

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A colisão foi por volta das 19h40 do domingo, dia 19, no Km 653, da BR 282 em São Miguel do Oeste. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal de Maravilha, o motociclista Cleder da Silva Kehler, 22 anos, colidiu contra a proteção lateral da ponte do Rio Camboím na saída para a cidade de Paraíso.

O Corpo de Bombeiros de São Miguel do Oeste foi chamado para atender a ocorrência, mas Cleder não resistiu e morreu no local.

Ele está sendo velado na Igreja Evangélica de Paraíso. O enterro será às 14h no cemitério municipal da cidade.


Comente aqui
24 dez10:06

Duas pontes devem ser construídas em São Lourenço do Oeste

O Prefeito Tomé Francisco Etges assinou convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Regional de São Lourenço do Oeste visando a participação de recursos para a construção de duas pontes.

Através do convênio, o estado deve repassar ao município o valor de R$ 285,334,00 para a construção de uma ponte em concreto pré moldado com área total de 68,00 m² sobre o Rio Jacutinga que dá acesso a Linha Farroupilha e outra ponte em concreto armado na estrada que liga Novo Guaporé à sede do Município com área total de 50,82 m².

As duas pontes foram totalmente destruídas no forte temporal ocorrido em abril deste ano, deixando o transito prejudicado nas duas regiões.

O ato de assinatura aconteceu na sede da SDR/SLO com a presença do Secretário de Desenvolvimento Regional Edilso Paulo Ranzan, Secretário Municipal de Desenvolvimento Rural Saulo Tarso Sutilli e Vice-prefeito João Carlos Ecker.

Os recursos foram gestionados pelo Secretário de Estado da Infra-estrutura Valdir Cobalchini.

A previsão é que as obras de construção das duas pontes tenham início no início de 2012.


Comente aqui
06 dez10:06

Nova ponte em Coronel Freitas

Foi concluída a reconstrução da ponte que é a principal ligação entre as comunidades de Simões Lopes e Linha São Miguel em Coronel Freitas. A obra recebeu um investimento de R$ 44.770,00, intermediados pela prefeitura junto ao Governo Federal.

A nova estrutura recebeu vigas de concreto e eucalipto trado. A antiga ponte oferecia riscos para quem trafegava pelo local, por isso teve uma atenção especial da administração municipal. Segundo o prefeito Mauri Zucco, a partir de agora vai trazer maior segurança para pedestres, tráfego de veículos e principalmente para a realização do transporte escolar.


Comente aqui
13 nov10:05

Apresentado pré-projeto de recuperação SCT 480

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Os motoristas do Oeste convivem com uma rotina de buracos na SCT 480, principalmente nos 22 Km entre Chapecó e a ponte sobre o rio Uruguai, no distrito de Goio-Ên, divisa com Nonoai-RS. Um estudo da Confederação Nacional do Transporte apontou que a rodovia tem pavimento e sinalização regular e geometria péssima.

Frequentemente são realizadas operações tapa-buracos, mas com duração breve. O fluxo é de 8 mil veículos por dia segundo o Deinfra. Mas deve aumentar com a formação do lago da Hidrelétrica Foz do Chapecó. Atualmente a ponte está sendo recuperada e o tráfego funciona em meia pista. Há uma descida perigosa na serra do Goio-Ên.

No dia 30 de outubro um caminhão perdeu o controle e bateu em quatro veículos, matando um casal e a filhas gêmeas, de apenas seis meses. A suspeita é de problema mecânico.

Na quarta-feira, dia 9,  foi apresentado um pré-projeto de recuperação da rodovia, no Centro de Treinamento da Epagri, no Distrito de Marechal Bormann. O projeto prevê retirada da atual camada de asfalto e colocação de um novo pavimento.

Também serão implantadas faixa adicional nos declives, um novo trevo no distrito de Marechal Bormann, intersecções na entrada de comunidades e um acesso ao distrito de Goio-Ên. Haverá passeios e ciclovia na área urbana do distrito. O custo da obra está estimado em R$ 32 milhões e vai entrar no programa BID VI, financiamento do Governo do Estado com o Banco Mundial. O superintendente do Deinfra em Chapecó, Antonio Zamignan, disse que algumas alterações no projeto ainda podem ser sugeridas. Ele deve ser concluído até janeiro e, em seguida, será lançada a licitação.



Comente aqui
01 nov15:56

Colisão mata casal e filhas gêmeas

Marielise Ferreira | marielise.ferreira@zerohora.com.br

Nilson Mariano | nilson.mariano@zerohora.com.br


Acidentes de trânsito ceifam vidas, mutilam eventuais sobreviventes e abortam os sonhos. Às 17h de domingo, 30, outra tragédia enlutou oestado gaúcho: um casal e as filhas gêmeas que viajavam em um Corsa foram colhidos por uma carreta bitrem, na cabeceira da ponte que liga Chapecó à Nonoai, na SCT-480. Todos morreram. O sepultamento foi na segunda-feira, 31, em Erechim, terra natal das vítimas.

Andréia e Darlei Ribeiro.

O comovente da tragédia é que o casal Darlei e Andréia Ribeiro, de 32 e 31 anos, submeteu-se a tratamento de fertilidade para ter filhos. Felicidade, para eles, era ser pai e mãe. Um blog na internet conta a história. Apaixonaram-se jovens, nos cultos da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, em Erechim, casaram-se há sete anos.

Andréia engravidou em 2009, mas sofreu um aborto espontâneo devido à doença de Von Willebrand, que dificulta a coagulação sanguínea. Andréia perdeu uma das trompas mas não desistiu. Em 2010, após tratamento, voltou a engravidar. Já na primeira ultrassonografia, a revelação superou as expectativas: nasceriam quatro crianças.

Como moravam em Cascavel, no Paraná,Andréia e Darlei bolaram o blog QuadriGêmeos 4 Ever, para compartilhar a alegria com os pais,irmãos e amigos,de Erechim.

No blog, intitulado“Nos acompanhe nesta abençoada aventura”, o casal postou relatos emocionantes. A ajuda dos amigos, as rifas para custear as despesas médicas e de enxoval, os planos, os sobressaltos da gestação, o desenvolvimento dos bebês. Os dois meninos morreram durante o nascimento, o que Darlei, muito religioso, aceitou como um desígnio de Deus.

As duas meninas, Laura e Luísa, ficaram dois meses na UTI Neonatal. Sobreviveram para encontrar a morte no trânsito. Andréia resolvera passar dois meses em Erechim,para apresentar os bebês aos avós e às tias. Darlei estava em Cascavel, onde trabalhava como montador.

No seu último final de semana, Darlei guardou o trombone que costumava tocar na banda da Igreja Evangélica de Cascavel. Avisou que buscaria a família em Erechim. Não terminou a viagem. Ele, Andréia e Luísa morreram na hora. Laura se foi na tarde de ontem, na UTI do Hospital Regional de Chapecó.

– Estavam felizes, tudo o que mais queriam na vida havia se realizado, não sabemos onde buscar forças para enfrentar esta perda – lamenta o irmão de Darlei,Vanderlei Ribeiro.

Na última postagem do blog, em 22 de outubro, o casal narrou o peso das meninas e sua incrível recuperação. Detalhou que elas andavam interessadas no movimento das mãos e já tomavam sopinha. A família foi enterrada às 19h de segunda, no cemitério Parque dos Ervais, em Erechim.

>> Morre a quarta vítima do acidente no Goio-Ên

Motorista diz que carreta perdeu freios

Apuração da Polícia Rodoviária Estadual de Chapecó aponta que a carreta bitrem estaria desgovernada quando atingiu o Corsa em que viajavam Andréia, Darlei e as gêmeas Laura e Luísa. Carregado com milho, o veículo bateu em dois automóveis e tombou sobre um deles, na cabeceira da ponte sobre o Rio Uruguai,em Chapecó.

Em depoimento registrado na Polícia Rodoviária Estadual de Chapecó, o motorista da carreta, Flaviomar Luchtemberg, informou que a carreta ficou sem freios e que ele tentou desviar dos veículos. Ele teve ferimentos leves, foi medicado e liberado. O tacógrafo mostrou que a carreta seguia a 50 km/h.

A Polícia Civil de Chapecó aguarda o envio da ocorrência feita pela Polícia Rodoviária Estadual de Chapecó para instaurar o inquérito. A carreta foi apreendida para a realização de perícia.


Comente aqui
30 out20:26

Acidente com três mortes em Chapecó

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um acidente com três mortes ocorreu no final da tarde de domingo, na SCT 480, próximo da ponte do Goio-Ên, em Chapecó. Uma carreta bitrem Mercedes Benz carregada com milho, que ia nos sentido Chapecó/Nonoai, perdeu o controle, invadiu a pista contrária, bateu num Corsa Placas de Cascavel/PR e noutro Corsa dE Chapecó/SC que vinha em sentido contrário. Morreram três dos quatro ocupantes do Corsa do Paraná, o motorista Darlei André Ribeiro, 32 anos, a mulher Andréia Rodrigues Ribeiro, 31, e uma das filhas gêmeas, de seis meses. A outra gêmea sobreviveu e foi encaminhada ao Hospital Regional do Oeste. O motorista da carreta, Flaviomar Luchtemberg, teve ferimentos leves e também foi encaminhado ao hospital.

Depois que bateu nos dois Corsa a carreta tombou e jogou a carga de milho que arrastou outros dois carros, uma Strada placas de Blumenau e um Fox placas de São Carlos, que aguardavam abrir o sinal do semáforo da ponte sobre o Rio Uruguai, que liga Chapecó a Nonoai.

-Se a carga não nos arrasta o caminhão tombava em cima de nós- disse o motorista da Strada, Roberto Carlos Nogueira dos Santos. Ele afirmou que o caminhão desceu desgovernado pela rodovia.

-Deus nos livrou dessa- afirmou o motorista do Corsa de Chapecó, Idemir Velasques, que viajava atrás do veículo da família em que morreram três pessoas e também foi atingido pela carreta.

O policial rodoviário federal do Rio Grande do Sul, Carlos Sarzi, suspeita de falha mecânica, após observar o tacógrafo. Ele afirmou que a carreta estava a uns 50 quilômetros por hora a uns oito quilômetros do acidente e depois foi aumentando a velocidade, até atingir 75 quilômetros por hora, quando tombou.



Comente aqui
30 out20:00

Acidente mata três da mesma família em Chapecó

Um acidente no final da tarde deste domingo, 30, tirou a vida de três pessoas da mesma família em Chapecó. O motorista Darlei André Ribeiro, 32 anos, a esposa Andreia Rodrigues Ribeiro, 31 e uma das filhas gêmeas de 6 meses não resistiram e morreram na hora. Outros três veículos se envolveram na ocorrência.

Um caminhão, com  placas de Dois Vizinhos/PR,  carregado de milho bateu em dois veículos  e tombou . Ele fazia o sentido Chapecó- Rio Grande do Sul. Uma falha mecânica pode ter sido a causa do acidente.

A matéria completa sobre a ocorrência será postada em seguida.

4 comentários