Prefeitura

17 fev09:43

Feriadão de Carnaval em Chapecó

Confira o que abre e o que fecha neste feriadão de Carnaval na cidade:

Prefeitura: Fecha no sábado e reabre na quarta-feira à tarde. Serão mantidos os serviços da Central de Resgate Social, do Abrigo Municipal, da Casa Abrigo para Mulheres Vítimas de Violência, do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso, do Terminal Rodoviário de Passageiros, do Centro de Informações Turísticas, aos Agentes Municipais de Trânsito, Guardas Municipais, aos serviços de Vigilância e aos servidores públicos municipais que atuam no Centro de Convivência do Idoso e no Albergue João Piltz.


Saúde: Funcionam somente os Pronto-Atendimentos do Centro, das 16h às 22h, e da Efapi, das 19h às 7h.


Comércio: Normal sexta-feira, sábado e segunda-feira. No domingo e terça-feira a abertura é facultativa.


Supermercados: Funcionam normalmente durante o feriadão.


Shopping: Funciona normalmente nos sábado, domingo e segunda-feira. Na terça-feira a praça de alimentação e lazer funciona das 11 horas às 22 horas. A abertura das lojas é facultativa nesse dia. Na quarta-feira o horário de funcionamento é das 12 horas às 22 horas.


Transporte coletivo: Muda só na terça-feira, com horário de sábado.


Coleta de lixo: Normal durante todo o feriadão.


Comente aqui
10 fev11:16

Formosa do Sul sofre com a falta de água

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O Rio João Emílio que abastece Formosa do Sul está baixo e não consegue mais encher o reservatório de água do município. Com essa situação a primeira medida da prefeitura foi racionar o fornecimento de água. Agora a população urbana recebe água das 6 horas até as 16h. Segundo o prefeito Jorge Comunello, esse período pode ficar ainda mais curto caso não chova significativamente nos próximos dias.

- Estamos procurando poços que possam ajudar a manter o nível dos reservatórios. Mas por enquanto a palavra de ordem é economizar – disse o prefeito.

A Casan prepara uma medida emergencial. – Será feito um convênio entre a Companhia, Prefeitura e Corpo de Bombeiros para buscar água do Rio Chapecó, que fica a 25 Km do centro da cidade, para suprir a demanda – disse o superintendente regional da Casan, Ésio Bordignon.

Devem ser realizadas oito viagens para levar, aproximadamente, 150 mil litros de água do Rio para a estação de tratamento. O transporte deve iniciar somente na segunda-feira, dia 13, pois o caminhão que fará o transporte vem da Defesa Civil do Estado.


Água para os animais

As sete comunidades do interior do município também sofrem com a falta da água. A prefeitura faz o transporte de água do Rio Ouro para propriedades que possuem aviários, chiqueiros ou rebanho leiteiro. São dois caminhões que transportam cerca de 10 mil litros a cada viagem.

As perdas na produção do milho passam de 50%. Para o secretário de Agricultura, Rinaldo Segalin, agora a preocupação dos agricultores é aproveitar o produto para fazer silagem. – Mesmo assim não será uma silagem de qualidade – comentou.

Outra preocupação é na produção leiteira. – As pastagens estão secas e os agricultores precisam comprar ração para manter a alimentação dos animais o que deve aumentar o custo de produção – destacou o prefeito. Ele disse ainda que os prejuízos estão sendo levantados.

O município recebeu quatro kits, com quatro caixas de cinco mil litros e duas motobombas, da Defesa Civil, para auxiliar na distribuição de água.





Comente aqui
09 fev14:15

Carnês do IPTU à disposição em Seara

Os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU em Seara já estão sendo distribuídos e podem ser retirados no Departamento de Tributos da Prefeitura. O vencimento da primeira parcela ou cota única do ISS e alvarás é no dia 15 de fevereiro, já o IPTU será no dia 20 de março. Os contribuintes que optarem pelo pagamento à vista do IPTU tem 10% de desconto.

O responsável pelo setor de tributos Guilherme Bedin, disse que os valores arrecadados vão ser investidos em obras e melhorias no município, como a manutenção de vias e bens públicos.

Ao todo serão distribuídos aproximadamente 5,8 mil carnês. Para quem fizer o pagamento parcelado do IPTU, os vencimentos são: 20 de março, 20 de abril e 20 de maio. O alvará de funcionamento também pode ser pago em três parcelas, já o ISS fixo pode ser parcelado em seis vezes.

- O alvará sanitário em específico, teve mudanças no sistema, então peço para que os contribuintes venham se informar sobre o pagamento direto no setor – disse.


Comente aqui
08 fev08:57

PT quer garantir quarto mandato consecutivo na prefeitura de Concórdia

Praticamente isolado na oposição ao governo estadual, o PT tem em Concórdia um oásis. Candidato à reeleição, o prefeito João Girardi (PT) tentará garantir ao partido o quarto mandato consecutivo – proeza inédita para os petistas das maiores cidades do Estado.

Para impedir, o PMDB estadual sonha com uma grande aliança comandada pelo deputado estadual e ex-prefeito Moacir Sopelsa (PMDB). A composição ainda esbarra nas questões locais. Ao apresentar seu projeto para o partido na cidade, no ano passado, Sopelsa se deparou com as pré-candidaturas dos ex-secretários regionais Valmor Fianetti e Idair Piccinin (candidato derrotado em 2004), do vereador Closmar Zagonel e de Artêmio Ortigara.

Para evitar o desgaste de uma disputa interna, o deputado se afastou do processo. Com isso, ganhou força a pré-candidatura do ex-vereador e radialista Cesar Luiz Pichetti (PSD). Ele tem apoio a Gelson Merisio (PSD) na tentativa de ser uma terceira via na histórica polarização entre petistas e peemedebistas.

O cenário de três candidaturas só seria alterado com a volta de Sopelsa para o circuito, ideia defendida publicamente pelo senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB). Nesse caso, Pichetti poderia ser o vice.

Enquanto a oposição não se decide, o campo petista aposta na força da militância em Concórdia. Prefeito de 2001 a 2008, o deputado estadual Neodi Saretta é o principal cabo eleitoral do prefeito Girardi. Saretta mostrou força nas eleições de 2010 quando recebeu 54% dos votos da cidade para deputado estadual. Segundo mais lembrado em Concórdia, Sopelsa teve 26%.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
07 fev15:35

Prefeitura de Chapecó faz horário diferenciado para retirada de carnês do IPTU 2012

O primeiro prazo para o pagamento em cota única do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) 2012 em Chapecó encerra na próxima segunda-feira, 13. Para facilitar a retirada e quitação do carnê, a Prefeitura vai disponibilizar horários diferenciados de atendimento ao contribuinte.

Nos dias 9, 10 e 13 de fevereiro os sete pontos de distribuição vão atender das 8h às 19h, sem fechar ao meio-dia. Os carnês podem ser retirados no Setor de Tributos; nas Superintendências da Grande Efapi e da Região Norte (Belvedere); no Mercado Público Regional; na Escola Severiano Rolim de Moura (Santo Antônio); no Ginásio Geraldo Moura (São Cristóvão) e na Escola José de Anchieta (Universitário). Também há possibilidade de impressão via internet, no endereço www.chapeco.sc.gov.br, no link Portal do Cidadão, IPTU.

A distribuição iniciou no dia 10 de janeiro. Neste ano, 80 mil carnês foram emitidos, cinco mil a mais do que em 2011. De acordo com o Diretor de Tributos Flávio Pawlak, até está terça-feira (07) 49 mil contribuintes já haviam retirado o imposto. Destes, 12.979 já efetuaram o pagamento em cota única e 11.834 optaram pelo parcelamento.

- A intenção de ampliar os horários de atendimento é propiciar mais oportunidades para o cidadão que deseja pagar o IPTU em cota única e aproveitar os descontos – explica.

Após o dia 13 de fevereiro, o contribuinte ainda terá mais uma oportunidade para quitar o imposto em cota única. O pagamento realizado até o dia 12 de março garante 5% de desconto. Outra opção é o parcelamento em até 10 vezes, com o primeiro vencimento também para 12 de março.


Comente aqui
06 fev13:37

Cursos de formação gratuitos em Chapecó

Estão abertas as inscrições para os cursos básicos de formação em inglês, espanhol e informática oferecidos pela Prefeitura de Chapecó, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos, nos níveis básico e avançado.

As inscrições podem ser efetivadas até o mês de julho, nas Escolas Básicas Municipais ou no Centro Educacional de Jovens e Adultos Municipal – CEJAM, em anexo a Arena Condá. Para participar o aluno precisa ter idade mínima de 15 anos.

Os cursos são gratuitos e com carga horária de 60 horas. As aulas serão ministradas uma vez por semana no turno noturno ou nos sábados à tarde. O primeiro semestre tem início em março e as turmas do segundo, no mês de agosto.

Oferecidos pela Prefeitura desde 2005, através da Secretaria Municipal de Educação, a formação possibilita o desenvolvimento e atualização de conhecimentos e qualificação profissional, além de oportunizar o aperfeiçoamento de habilidades básicas para lidar com novos instrumentos de informação.

Todos os alunos concluintes recebem certificado. No ano de 2005, 45 pessoas concluíram os cursos, em 2006 esse número passou para 228, em 2007 para 313 e em 2008 para 353. Em 2009 os cursos básicos de formação atingiram 745 alunos e em 2010 foram mais de mil cursistas. Já no ano passado (2011), foram registrados 1224 alunos concluintes.

Para a Secretária de Educação, Astrit Tozzo, o crescimento no número dos alunos que participam e concluem os cursos mostram que a meta está sendo atingida. Estamos, cada vez mais, oportunizando o acesso ao conhecimento – ressaltou.


Comente aqui
02 fev12:01

Prefeitura de Abelardo Luz volta a atender em dois turnos

A prefeitura de Abelardo Luz informa que está prestando atendimento ao público em dois turnos. O horário de expediente voltou ao horário normal, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30, nesta quarta-feira.

Os servidores municipais que estavam em recesso coletivo retornaram as atividades normais.

A adoção de turno único na prefeitura, das 7h às 13h, iniciou em 19 de outubro de 2011, como medida de conter despesas na administração pública no final de ano.

Comente aqui
02 fev08:59

Sem chuva, situação se complica no Oeste

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Enquanto no Litoral a onda de calor é motivo de alegria para turistas e veranistas, no Oeste do Estado a notícia trouxe ainda mais preocupação. A região sofre com uma forte estiagem desde novembro, que provoca perdas nas lavouras e deixa milhares de moradores sem água na torneira. São 86 municípios em situação de emergência.

Uma frente fria, que traria a chuva para o Oeste está na Argentina e não consegue chegar na região devido a uma massa de ar quente localizada sobre o Estado. Segundo o observador meteorológico da Epagri de Chapecó, Roque Sulzbacher, a umidade está baixa e segue a previsão de calor na região.

— Podem acontecer chuvas isoladas, mas a umidade está baixa, perto dos 46%. Para chover precisaria estar em 70% — explicou.


1,5 mil pessoas afetados

Uma das situações mais críticas é em Planalto Alegre, que encaminhou um ofício para a Defesa Civil solicitando o envio de 50 mil litros de água potável por dia e kits de distribuição de água. São 1,5 mil pessoas afetadas.

— Só assim poderemos manter o atendimento normal — afirma o prefeito em exercício Sadi Dallacorte.

O gerente de operação e assistência da Defesa Civil, Fabiano de Souza, acredita que deve ser encaminhado um kit com quatro tanques de 5 mil litros para armazenamento de água, duas motobombas, conjunto de acessórios e água engarrafada em vasilhames de 5 litros.

— Os materiais devem ser encaminhados a partir da semana que vem — completou.

Tereza mostra o pouco de água que conseguiu armazenar.

Enquanto a ajuda não chega, os moradores se viram como podem. A aposentada Tereza Klaus mora com o marido em uma casa no centro da cidade, e como fica em um lugar alto, a água potável vem em pouca quantidade. E quando vem, Tereza aproveita para armazenar no tanque e em panelas.

— Sem luz até dá para ficar, mas sem água não tem como — comentou a aposentada.


Situação complicada no interior

No interior a situação é ainda mais complicada. Muitas propriedades estão sem acesso à água potável. E o recurso existente serve apenas para tratar os animais.

— Estamos sem água desde domingo — contou o agricultor Valdemar Voiticoski, que mora na Linha Caroba. Ele tem três caixas d´água na propriedade, mas as três estão vazias.


Iracema Chiarello distribui água para os vizinhos.


Doze famílias da Linha Caroba buscam água na casa da agricultora Iracema Chiarello. A água que vem de uma fonte natural, que consegue manter o nível de 30% da caixa de 20 mil litros.

— Uso dessa água apenas para beber e comer. Para lavar roupa e limpar a casa utilizo a água do Lageado dos Porcos — disse.

Comente aqui
28 jan11:44

Colônia de Férias em Chapecó

A Fundação de Ação Social – FASC mantém durante as férias o atendimento nas Unidades Sócio-Educativas para as crianças e adolescentes que fazem parte do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI.

De acordo com a Diretora Presidente da FASC, Belenite Frozza, cerca de 300 crianças e adolescentes com idade entre 06 e 14 anos participam das atividades realizadas em sete bairros de Chapecó.

- É muito importante que o atendimento às crianças do PETI não seja interrompido. Como eles estão em férias escolares têm a oportunidade de ficar no sócio-educativo e receber atividades direcionadas com os profissionais, respeitando, assim, a condicionalidade do programa de não haver interrupção no atendimento. Isto garante o bem estar dos participantes e a continuidade do trabalho desenvolvido durante todo o ano – explica.

Durante a Colônia de Férias do PETI, as atividades são voltadas à prática esportiva, jogos e brincadeiras e acontecem em horário especial. O atendimento diferenciado será realizado até o dia 02/02. Após este período as oficinas lúdicas e de aprendizagem serão retomadas nos dias e horários habituais, respeitando o contraturno escolar.


Comente aqui
27 jan16:29

Inaugurado em Chapecó Serviço de Atenção à Saúde do Trabalhador

Foi inaugurado no Bairro Seminário em Chapecó o novo espaço físico do Programa ‘Saúde no Trabalho – Serviço de Atenção à Saúde do Trabalhador’ – SAST. O objetivo é dispor espaço adequado para os serviços de atenção integral a trabalhadores submetidos a riscos e agravos decorrentes das condições de trabalho, com atendimento individual e coletivo. O SAST é resultado de parceria entre o Ministério Público do Trabalho e a Secretaria Municipal de Saúde.

Para cumprir seus objetivos, o Programa funcionará articulado com a Rede Básica de Saúde, Vigilância em Saúde do Trabalhador, Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), além de instituições de ensino. Envolve a área assistencial (promoção e reabilitação em saúde do trabalhador), vigilância em saúde do trabalhador e educação permanente em saúde. Além das ações educativas, o SAST vai avaliar a incapacidade para o trabalho e desenvolver ações de readaptação profissional.

Na área de educação permanente em saúde, o SAST vai estimular a atenção básica na perspectiva da saúde do trabalhador. Com a vigilância em saúde, para estabelecer a relação entre o agravo ou doença com o trabalho, fará o registro no sistema de informação, possibilitando coletivizar o fenômeno e estabelecer procedimentos de vigilância que modifiquem as condições e ambientes de trabalho geradores de doenças.


Ações

A Secretaria Municipal de Saúde já vem desenvolvendo diversas ações de acordo com a política municipal das práticas integrativas e complementares definidas na Portaria 971/2006 do Ministério da Saúde, e que ocuparão o mesmo espaço.

Uma delas é o projeto Fitochapecó, em parceria com a Unochapecó, através do qual disponibiliza medicamentos vegetais aos usuários do SUS. Em breve ofertará manipulados fitoterápicos. Para complementar, durante a semana, médicos homeopatas vão prescrever a medicação.

Em novembro de 2011 foram capacitados 80 profissionais para a utilização da técnica da massagem ‘shantala’ para auxiliar no desenvolvimento psicomotor, aliviando cólicas e regularizando o sono dos bebês. Em setembro de 2011, 60 profissionais da rede municipal de saúde concluíram a capacitação em Terapia Comunitária Integrativa. Esses profissionais atuarão como multiplicadores na atenção básica.

Na área de vigilância em saúde, o trabalhador conta com o Cerest, unidade regional especializada, responsável pela coleta e liberação de informações técnicas para o SUS, com apoio às ações de promoção, prevenção e vigilância em saúde.

O Centro é referência para 76 municípios da região Oeste e Extremo Oeste de Santa Catarina, dando suporte técnico adequado às ações de saúde do trabalhador, operacionalizando estratégias com os demais serviços de saúde.


Comente aqui