Projeto

20 set13:03

O Fantástico Homem que Imita a Si Mesmo será apresentado em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O projeto Unocultural apresenta nesta quinta-feira, dia 20 de setembro, a última peça da Trilogia Lugosi em Chapecó. O Fantástico Homem que Imita a Si Mesmo, inspirado no texto inédito de Fernando Bonassi será apresentado gratuitamente às 20 no Teatro do Sesc. É preciso retirar os ingressos com uma hora de antecedência na secretaria do Sesc.

Em cena o ator catarinense Renato Turnes e na direção artística Jefferson Bittencourt.

>> Acompanhe a AGENDA do clicRBS Chapecó

Sinopse: Um ator revela sua condição perturbadora: dividido em dois, ele convive com seu duplo, habitando a mesma carne. Em ações planejadas ele revela a tensão sinistra: um ser soturno sobrevive ocultando-se sob a aparência de um outro, estabelecendo um cruel jogo de espelhos. Enquanto descreve sua bizarra coexistência, o ator traz à vida outros monstros. Espectros que conduzem sua performance derradeira. Um mistério teatral cercado por aparições de fragmentos de obras clássicas e de filmes antigos de terror B.


TEATRO Trilogia Lugosi – O Fantástico Homem que Imita a Si Mesmo [Projeto Unocultural]

Horário: 20h

Local: Teatro do Sesc – Chapecó/SC

Entrada Gratuita

[é preciso retirar o ingresso uma hora antes na secretaria do Sesc]



Comente aqui
06 set15:17

São Carlos receberá projeto Jesus no Oeste

Cerca de 200 jovens devem participar do projeto missionário Jesus no Oeste da Igreja Católica nos dias 7, 8 e 9 de setembro em São Carlos.

Dentre as atividades relacionadas para os três dias estão reuniões de oração na Escola Especial Professora Márcia, participação nas missas, caminhadas pelas ruas da cidade e ginástica da Praça da Matriz, que é chamada de Cristo Fitness. Porém, o momento mais importante é quando as duplas chegam às casas e comércios e realizam o anúncio do amor de Deus.

- As duplas abordam pessoas nas ruas ou então nas casas onde anunciam o amor de Deus por cada um – garantiu Ana Cristina.

Maiores informações sobre o projeto através do evento 49 9941-0558.


Comente aqui
06 set11:25

Intercâmbio entre dois países irmãos

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

É só a professora Gessi Carminha dos Santos entrar na sala de aula do primeiro ano, na Escuela Frontera 604 Intercultural Bilíngue No 1, que um aluno já comenta, em português. – Hoje tem aula diferente. O detalhe é que a cena é em Bernardo de Irigoyen, cidade argentina da província de Misiones, que fica na fronteira com a cidade catarinense de Dionísio Cerqueira.

Duas vezes por semana Gessi e outras oito professoras atravessam a fronteira para dar três aulas de português no país vizinho. Enquanto isso três professoras vem para o Brasil dar aula na Escola de Educação Básica Dr. Theodureto Carlos de Faria Souto.

Enquanto no lado argentino Maximiliano Benjamin Ramirez, de seis anos, ouve histórias em português e aprende a dizer: Bom dia, tudo bem; no lado brasileiro Pedro Henrique Bronstrup, de 11 anos, cumprimenta dizendo: Hola, que tal?

Ao entrar na sala do quinto ano da escola Theodureto é como atravessar a fronteira. Nas paredes, há mapas da Argentina, frase em espanhol e a bandeira da província de Misiones. Nos cadernos, os alunos exibem a bandeira azul e branca com um sol no meio.

Durante a aula a professora Fátima Zaragoza, coordenadora do projeto bilíngue em Misiones, ensina a música “El niño y el tucano”, de Fausto Rizani. Os alunos não têm aulas de espanhol e sim em espanhol, que contempla a cultura, tradições, costumes e a vida real no país vizinho.

Os alunos afirmam que é muito melhor ter aulas com professores “importados”. –Até pelo conhecimento que eles têm é muito melhor- afirmou Dayani Machado Machiavelli. Gustavo de Oliveira Gabriel, de 10 anos, disse que já melhorou a comunicação com seus tios, que moram na Argentina. –Agora eu entendo o que eles falam- explicou.

Sthefanie Carvalho, de 11 anos, veio de Porto Alegre, pela primeira vez teve espanhol e está gostando. Até porque ela mora com os pais no lado argentino e isso vai ajudar na comunicação. Izabella Carolina Presser Fortes pensa até em morar na Argentina, depois que fizer o sonhado curso de Biologia.

Para o diretor da escola Theodureto, Mauro Edvan Prado, a parte positiva do projeto é essa questão intercultural. –Os alunos acabam conhecendo as duas culturas- afirmou. A partir disso, há uma aproximação natural.

O conhecimento bilíngue permite aos alunos que passarem pelo projeto melhores condições de trabalhar no comércio local, já que há brasileiros trabalhando na argentina e argentinos morando no Brasil.

O diretor da Escuela Frontera 604 Intercultural Bilíngue No 1, Juan Carlos Morinico, lembra que o projeto está melhorando a compreensão do português. –Antes era um portunhol- lembra. Ele afirmou que, melhorando a compreensão, conhecendo a cultura de cada lado, ajuda a melhorar no relacionamento entre brasileiros e argentinos.

Tanto que alunos argentinos já participaram de atividades no Brasil e prometem desfilar junto no Sete de Setembro. Por outro lado os brasileiros devem participar das comemorações de 25 de Maio, data de comemoração da independência da Argentina. Pelo menos nas duas escolas da fronteira, o Mercosul existe de fato.


O QUE É O PROJETO

O Projeto Intercultural Bilíngue Escola de Fronteira foi criado em 2005, numa parceria entre Brasil e Argentina, para promover o intercâmbio entre professores e alunos. Entre as 14 escolas do início do projeto, há uma catarinense, a Escola de Educação Básica Dr Theodureto Carlos de Faria Souto, em Dionísio Cerqueira. Atualmente cerca de 240 alunos, de 12 turmas, participam do projeto. Em 2009 o projeto foi ampliado para 26 escolas, em cinco países.



Comente aqui
05 set14:42

Biblioteca Pública de Chapecó tem acervo atualizado

A Biblioteca Pública Municipal Neiva Maria Andreatta Costella de Chapecó participou do Projeto Portal do Livro da Fundação Biblioteca Nacional, um programa governamental de apoio às bibliotecas. Com o projeto foi contemplada com R$ 17.295,47 em livros de diferentes gêneros, adquiridos de editoras participantes do projeto.

Já foram entregues 1.343 novos livros. Os novos exemplares já estão à disposição dos leitores chapecoenses. O acervo da Biblioteca passa de 45 mil exemplares.

A Biblioteca Pública de Chapecó fica na Rua Benjamin Constant, 110E, no Calçadão. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 19h, sem fechar ao meio-dia.


Comente aqui
04 set16:43

Tributo à milonga

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A milonga, estilo musical originado na Espanha e difundido principalmente na Argentina, Uruguai e sul Brasil, é a base do show que será apresentado nesta quarta-feira, a partir das 20 horas, no Lang Palace Hotel, em Chapecó.

O compositor gaúcho Vitor Ramil e o violonista argentino Carlos Moscardini vão apresentar as músicas do disco “délibáb”, lançado em 2010. As 12 faixas foram gravadas em Buenos Aires. Ramil compôs as músicas para versos de poemas de Jorge Luís Borges, escritor argentino que é uma das referências da literatura mundial, e do gaúcho João da Cunha Vargas.

Irmão da dupla Kleiton & Kledir, Ramil, Ramil já produziu nove discos e também é escritor, sendo autor do livro “A estética do frio”.

O show em Chapecó faz parte do projeto Unocultural, que tem como objetivo propiciar ao público do Oeste de Santa Catarina contato com diversas artes e que não estão no cenário atual da mídia.

Em 2012 foram seis shows musicais com artistas de Chapecó, Curitiba e Porto Alegre, além de duas exposições, uma do grupo “Isto Não é Uma Fotografia”, que reúne artistas plásticos de Chapecó, e outra do desenhista Samicler Gonçalves, que também é de Chapecó.

Para o coordenador do projeto Unocultural, Roberto Panarotto, a idéia é oferecer ao público algo diferente do que ele está acostumado.

– Queremos algo diferente, que cause um estranhamento- explicou. A proposta é pela diversidade de manifestações culturais.

Panarotto argumentou que Vitor Ramil tem um foco mais regional, mas que dialoga com o Brasil inteiro. Ele destacou que a milonga, por exemplo, vai além das fronteiras da América do Sul. No disco “délibáb” há ainda a relação entre a música e a literatura.

Além do show, Ramil também participará de uma conversa com artistas e público interessado na Universidade Comunitária Regional de Chapecó (Unochapecó), na terça-feira, às 20 horas. A Unochapecó é a patrocinadora do Unocultural. Para a apresentação de Ramil e Moscardini também houve captação de recursos da Lei Roaunet.

Os eventos são gratuitos e os ingressos para o show de amanhã devem ser retirados com duas horas de antecedência, no Lang Palace Hotel.


Show com Vitor Ramil e Carlos Moscardini

Dia: 5 de setembro, quarta-feira

Hora: 20h

Local: Auditório do Lang Palace Hotel (Rua Nereu Ramos, 1057 E, em Chapecó)

Ingresso: Entrada franca, ingressos são limitados e devem ser retirados no local a partir das 18h


Comente aqui
03 set16:22

Cantor Vitor Ramil sobe ao palco no Projeto Unocultural

O projeto Unocultural, criado pela Unochapecó para incentivar ações no cenário artístico-cultural de Chapecó e região, com artistas locais ou de fora, recebe nesta semana a presença do músico gaúcho Vitor Ramil. Dentro da programação que celebra o aniversário dos 10 anos da Unochapecó, ele estará presente em dois eventos.

Para esta terça-feira, 4 de setembro, está programada mesa-redonda com o artista, no auditório do bloco G, com início às 19h30. Vitor Ramil debaterá temas relacionados à sua carreira, cultura e literatura, encerrando a noite com sessão de autógrafos e coquetel na Livraria Universitária da Unochapecó. A entrada será gratuita, mas os ingressos são limitados e serão distribuídos uma hora antes no local do debate.

Na quarta-feira haverá show de Vitor Ramil, promovido pelo Unocultural, no auditório do Hotel Lang Palace, aberto ao público, sem custo. O show iniciará às 20h e os ingressos serão distribuídos duas horas antes, no próprio auditório do hotel.


O show de Vitor Ramil

O novo show de Vitor Ramil tem como base o repertório de seu mais recente disco. O espetáculo marca também o lançamento do primeiro DVD do artista. Trata-se de um documentárioque acompanha o CD como bônus, com extras que incluem performance ao vivo, clipe e fotos.

Vitor Ramil gravou esse trabalho em Buenos Aires, acompanhado de Carlos Moscardini, um dos mais importantes violonistas argentinos da atualidade. Combinando os violões de cordas de aço de Vitor e a guitarra criolla de Moscardini, os dois registraram milongas compostas por Vitor para os versos que o poeta argentino Jorge Luis Borges escreveu para este gênero musical e para poemas do gaúcho João da Cunha Vargas. Borges é um autor mundialmente consagrado, enquanto Vargas, que foi um gaúcho, um homem do campo, somente agora começa a ser descoberto. Os dois poetas estariam completando 110 anos de vida em 2010.

O disco conta também com a participação de Caetano Veloso, que divide com Vitor os vocais de Milonga de los morenos. Através desse trabalho, a milonga desfaz-se das amarras do regionalismo e se afirma como síntese original e moderna da musicalidade brasileira e platina, abarcando aquilo que ambas possuem de mais universal.

No show, Vitor Ramil e Carlos Moscardini apresentam todo o repertório de 12 milongas do disco, além de milongas do disco Ramilonga – A estética do frio. Apesar de ser um disco e um show dedicados a um único gênero, a milonga, é marcante a variedade rítmica, harmônica e melódica, as texturas sutis e o colorido sonoro dos arranjos.

O show já foi apresentado em Buenos Aires, com duas noites no Teatro 25 de mayo, e retornou três noites para o Notorious e Rosário. Em Porto Alegre, os concertos ocorreram no Teatro Bourbon Country e por três noites no Theatro São Pedro. A apresentação também já passou por São Paulo, no Teatro do Sesc Pompéia, e por Pelotas, no Theatro Guarany. Em novembro 2010 foi apresentado no Teatro Solar de Botafogo, no Rio de Janeiro. Em fevereiro 2011 retornou a São Paulo e foi apresentado ainda em Montevideo e Punta Ballena, no Uruguai. Seguirá, também, para Curitiba e para o Nordeste do Brasil, com apresentações já programadas para Juazeiro do Norte, Souza e Nova Olinda.


Comente aqui
31 ago12:17

Projeto Ideias Além do Giz reuniu professores de Chapecó

Cerca de 700 profissionais do ensino fundamental das Escolas Básicas Municipais, reuniram-se na quarta-feira, dia 29, para trocar conhecimentos e experiências pedagógicas desenvolvidas em sala de aula.

A socialização das atividades tem como objetivo valorizar e divulgar os exercícios desenvolvidos nas instituições educativas que apresentaram resultado positivo no processo de ensino aprendizagem. O evento aconteceu simultaneamente no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, EBM Rui Barbosa e Secretaria Municipal de Educação.

A terceira edição do projeto desenvolvido pela Secretaria de Educação de Chapecó faz parte da Formação Continuada dos professores da Rede Municipal de Ensino.

Para a Secretária Municipal de Educação, Sueli Sutilli, essa troca de experiências incentiva o professor a sempre trazer novidades para dentro da sala de aula.


Comente aqui
31 ago09:26

Primeiras árvores da Tree Parade são entregues

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Cinco árvores, que integram o Projeto Tree Parade foram entregues na tarde da quinta-feira em Chapecó. Além da Apae, as árvores foram entregues nas escolas estaduais Bom Pastor, Marechal Bormann e Rui Barbosa e na escola rural Alípio José da Rosa, que fica na Linha Faxinal dos Rosas.

Agora os alunos têm até a metade do mês de setembro para elaborar os projetos e pintar as árvores em fibra de vidro, que medem 1,5 metros.

Depois do trabalho feito nas escolas as árvores serão expostas, a partir do dia 18 de setembro, no Calçadão de Chapecó em comemoração ao dia da árvore, celebrado no dia 21 de setembro.

A Tree Parade, que é uma intervenção artística, busca através da arte promover a busca pela sensibilização e preservação ambiental. O projeto é desenvolvido pela Ong SOS Terra, Projeto Mata Ciliar, do Consórcio Iberê de Chapecó, Fundema, Sesc Chapecó, Coriarte, Scalvi, RBS TV Chapecó, Rádio Atlântida Chapecó e clicRBS Chapecó.

Empresários interessados em patrocinar uma árvore podem entrar em contato através do telefone 49 9986-2455.


Comente aqui
28 ago14:43

Projeto Alimentação Saudável tem continuidade em Colégio de Xaxim

Alunos do 1º ano do ensino fundamental do Colégio Geração Construtiva, de Xaxim, realizaram na última semana mais uma etapa do projeto sobre alimentação, que tem por objetivo estimular o consumo de alimentos saudáveis, principalmente frutas e verduras. Para isso, a turma vem participando de uma série de atividade para que este objetivo possa ser alcançado, como por exemplo, a participação das avós na escola, trazendo os pratos preferidos dos netos, a preparação de alimentos pela turma e o estudo das vitaminas e benefícios de cada alimento para o corpo.

Desta vez, os alunos aprofundaram os estudos sobre a origem dos alimentos e terminaram a construção do conhecimento com uma atividade prática, a professora propôs que os alunos trouxessem massinha de modelar e preparassem um prato que lhes chamasse a atenção por algum motivo, seja pelos benefícios, estética, vitaminas ou sabor.

Segundo a professora, Maura Brandalise, os alunos se empenharam muito em lembrar as características dos alimentos e replicá-los com todos os detalhes.


Comente aqui
28 ago14:03

Vitor Ramil fará show em Chapecó

O gaúcho Vitor Ramil fará show em Chapecó na quarta-feira, dia 5 de setembro. A apresentação dentro do Projeto Unocultural, será às 20h no Auditório do Lang Palace Hotel. A entrada é gratuita. Como os ingressos são limitados devem ser retirados no local a partir das 18h.

O novo show de Vitor Ramil baseia-se no repertório de seu mais recente disco, Délibáb. O espetáculo marca também o lançamento do primeiro DVD do artista. Trata-se de um documentário (com extras que incluem performance ao vivo, clipe e fotos) que acompanha o CD como bônus.

Vitor Ramil gravou este trabalho em Buenos Aires, acompanhado de Carlos Moscardini, um dos mais importantes violonistas argentinos da atualidade. Combinando os violões de cordas de aço de Vitor à guitarra criolla de Moscardini, os dois registraram milongas compostas por Vitor para os versos que o poeta argentino Jorge Luis Borges escreveu para este gênero musical, e também para poemas do gaúcho João da Cunha Vargas. Borges é um autor mundialmente consagrado. Vargas, que foi um gaúcho, um homem do campo, só agora começa a ser descoberto. Os dois poetas estariam completando 110 anos de vida em 2010.

O disco conta também com a presença de Caetano Veloso, que divide com Vitor os vocais de Milonga de los morenos.

Através deste trabalho a milonga desfaz-se das amarras do regionalismo e se afirma como síntese original e moderna da musicalidade brasileira e platina, abarcando aquilo que ambas possuem de mais universal.

No show, Vitor Ramil e Carlos Moscardini apresentam todo o repertório de 12 milongas do disco, além de milongas do disco Ramilonga – A estética do frio.

Apesar de ser um disco e um show dedicados a um único gênero, a milonga, é marcante sua variedade rítmica, harmônica e melódica, as texturas sutis e o colorido sonoro dos arranjos.



05/09

SHOW Vitor Ramil – Projeto Unocultural

Horário: 20h

Local: Auditório do Lang Palace Hotel – Chapecó/SC

Entrada franca, ingressos são limitados e devem ser retirados no local a partir das 18h

Informações: 49 3322-0028



Comente aqui