Projeto

25 mai14:12

Projeto orienta sobre educação econômica

Levar ao público conhecimentos sobre como fazer um orçamento, mediante o planejamento das receitas e gastos das famílias, e ensinar como poupar e valorizar o dinheiro. Esses são objetivos do projeto de extensão Educação Econômica, mantido pelo curso de Ciências Econômicas da Unochapecó. A iniciativa é dirigida para trabalhadores, empresários, donas de casa, estudantes e profissionais em geral.

O projeto promove palestras semanalmente, de forma conjugada com ações do Laboratório de Mercado de Capitais. São proporcionadas informações sobre como organizar um orçamento e com o utilizar uma planilha para as famílias controlarem seus gastos. Nessa atividade, são fundamentados o conhecimento quanto ao valor do dinheiro e como consumir sem se endividar.

- Desta forma, vamos fazer com que as pessoas consigam gerir seu dinheiro e futuramente conseguir fazer aplicações, ou seja, gerar poupança para investimento – indica o professor Frederico Damasceno.

Um dos argumentos para a manutenção do projeto é de que, atualmente, para cada três brasileiros endividados dois não sabem o quanto pagam de juros. Outra estatística considerada é de que, para cada cinco pessoas endividadas, uma tem menos de 25 anos. Isso ocorre, conforme o professor Frederico, porque o controle da inflação e o crescimento do país, sobretudo do crédito, levam as famílias a se endividarem mais. Acrescenta que esse tipo de iniciativa de orientação é comum nos países desenvolvidos ou emergentes, como Estados Unidos, Alemanha e Coréia do Sul.

- No Brasil ainda é pouco comum, mas com o aumento da inadimplência e do endividamento das famílias está havendo grande mobilização, sobretudo dos meios de comunicação, no sentido de mostrar como poupar para gerar investimento – indica o professor.


Cartilha orienta

As palestras organizadas para orientar sobre orçamento pessoal e familiar são realizadas na universidade, nas empresas interessadas e em escolas. Também ocorrem nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Para o desenvolvimento de suas atividades, o projeto Educação Econômica conta com uma cartilha, que apresenta dicas para serem colocadas em prática no dia a dia. Além disso, podem ser agendadas visitas ao Laboratório de Mercado de Capitais. Quem estiver interessado nas ações do projeto pode manter contato com o curso de Ciências Econômicas da Unochapecó, pelo telefone 3321-8243 ou pelo e-mail economia@unochapeco.edu.br.



Comente aqui
24 mai16:54

JCI Chapecó lança Projeto Oratória nas Escolas 2012

A JCI – OL de Chapecó faz no dia 14 de junho o lançamento do Projeto Projeto Oratória nas Escolas 2012. Neste ano o tema é Vida e saúde: Um mundo melhor é possível?

A organização sem fins lucrativos que tem como objetivo contribuir para o avanço da comunidade, proporcionando às pessoas jovens a oportunidade de desenvolver a capacidade de liderança, responsabilidade social, o espírito empresarial e o companheirismo necessário para criar mudanças positivas.

Neste ano Marcos Baú é o coordenador do projeto.


Comente aqui
24 mai14:21

Calçadas são revitalizadas em São Carlos

Nesta semana uma parte da alteração das calçadas da Avenida Santa Catarina será finalizada em São Carlos. A alteração nos passeios faz parte do projeto de revitalização da avenida, e compreendeu, no primeiro momento, um dos lados do trecho que vai da rotatória da Praça da Matriz, ao prédio da Biblioteca Pública.

De acordo com o responsável pelo Departamento de Obras e Serviços Urbanos, Arlindo Statzmann, a partir da segunda-feira, dia 29, devem iniciar os trabalhos no passeio do lado oposto.

O projeto da obra pode ser conferido no sita da prefeitura de São Carlos.


Comente aqui
24 mai11:07

Inscrições para o GeraçãoTec são prorrogadas até 5 de junho

[Atualizado às 12h20]

Foram prorrogadas até o dia 5 de junho, as inscrições para o GeraçãoTEC.  As inscrições para o curso gratuito podem ser realizadas  pelo site www.geracaotec.sc.gov.br. São 60 vagas em Chapecó e 30 em Joaçaba.

Os Candidatos devem ter mais de 17 anos, ter o ensino médio completo ou estar cursando o ultimo ano e não estar trabalhando diretamente com a programação/desenvolvimento de sistemas.

Em Chapecó serão disponibilizadas 30 vagas para linguagens .NET/PHP e outras 30 para Delphi/Java e as aulas serão no período vespertino. Em Joaçaba serão 30 selecionados para estudarem Delphi/Java.

Cada curso terá a duração de 260 horas que será ministrado em aproximadamente 90 dias. A lista dos alunos formados será repassada as empresas do setor de tecnologia com grande probabilidade de absorver 100% com contratação imediata.

Além do curso que é gratuito cada aluno receberá uma bolsa auxílio total de R$ 500,00 como ajuda de custos e para custeamento das despesas de translado. Maiores informações no 49 3324-4342.


Geração TEC

Programa desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC), em parceria com o Pólo Tecnológico do Oeste Catarinense (DEATEC), a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e Instituto Internacional de Inovação (i3) visa formar mais profissionais para incrementar o mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC´s), e estimular o desenvolvimento econômico catarinense.

O programa irá gerar oportunidades para jovens e adultos catarinenses ao atender a demanda por profissionais treinados no setor de tecnologia, que será a base para a introdução de uma nova economia em Santa Catarina. A nova economia é caracterizada pela valorização de novas ideias e inovação que garantam qualidade de vida aos cidadãos, desenvolvimento econômico e respeito ao meio ambiente.

- O setor de TI, não só da região Oeste mas em todo o Brasil, está com falta de mão de obra capacitada. O governo do Estado sabendo do potencial deste segmento está oportunizando a capacitação baseado no resultado do mapeamento realizado no ano de 2012 para suprir de imediato a necessidade e é importantíssimo que nós interessados auxiliamos principalmente na divulgação – enfatiza Francis Marcel Post, presidente do DEATEC.





Comente aqui
18 mai10:04

Dilma aprova isenção de impostos sobre aparelhos para deficientes e veta venda de medicamentos em supermercados

A presidenta Dilma Rousseff vetou a proposta de liberar a venda de medicamentos em supermercados, armazéns, empórios e lojas de conveniência sem a apresentação de receita médica, mas sancionou a isenção de impostos cobrados sobre produtos para pessoas com deficiência, como cadeiras de rodas. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

O veto à comercialização de produtos de saúde que dispensam prescrição médica em supermercados já era esperada, diante das reações contrárias manifestadas pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pelo diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Dirceu Barbano, e representantes de entidades do setor farmacêutico.

Dilma concordou que a medida dificultaria a fiscalização e poderia estimular a automedicação, como já havia sido argumentado pelo ministro da Saúde.

As demandas integram a proposta de Medida Provisória 549/11.


BEM-ESTAR



Comente aqui
17 mai16:33

Projeto GeraçãoTec oferece cursos gratuitos

O GeraçãoTEC, programa desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC), em parceria com o Pólo Tecnológico do Oeste Catarinense (DEATEC), a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e Instituto Internacional de Inovação (i3) visa formar mais profissionais para incrementar o mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC´s), e estimular o desenvolvimento econômico catarinense.

O programa irá gerar oportunidades para jovens e adultos catarinenses ao atender a demanda por profissionais treinados no setor de tecnologia, que será a base para a introdução de uma nova economia em Santa Catarina. A nova economia é caracterizada pela valorização de novas ideias e inovação que garantam qualidade de vida aos cidadãos, desenvolvimento econômico e respeito ao meio ambiente.

- O setor de TI, não só da região Oeste mas em todo o Brasil, está com falta de mão de obra capacitada. O governo do Estado sabendo do potencial deste segmento está oportunizando a capacitação baseado no resultado do mapeamento realizado no ano de 2012 para suprir de imediato a necessidade e é importantíssimo que nós interessados auxiliamos principalmente na divulgação -enfatiza Francis Marcel Post, presidente do DEATEC.

As inscrições foram abertas no dia 23 de abril e seguem o até dia 25 de maio pelo site www.geracaotec.sc.gov.br. O curso é gratuito e serão disponibilizadas 60 vagas em Chapecó e 30 em Joaçaba.

Os Candidatos devem ter mais de 17 anos, ter o ensino médio completo ou estar cursando o ultimo ano e não estar trabalhando diretamente com a programação/desenvolvimento de sistemas.

Em Chapecó serão disponibilizadas 30 vagas para linguagens .NET/PHP e outras 30 para Delphi/Java e as aulas serão no período vespertino. Em Joaçaba serão 30 selecionados para estudarem Delphi/Java.

Cada curso terá a duração de 260 horas que será ministrado em aproximadamente 90 dias. A lista dos alunos formados será repassada as empresas do setor de tecnologia com grande probabilidade de absorver 100% com contratação imediata.

Além do curso que é gratuito cada aluno receberá uma bolsa auxílio total de R$ 500,00 como ajuda de custos e para custeamento das despesas de translado.

Maiores informações no 49 3324-4342.


Comente aqui
16 mai15:19

Planos podem ter que cobrir a quimioterapia via oral em casa

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado aprovou nesta quarta-feira o Projeto de Lei (PL) que obriga os planos de saúde a cobrirem tratamentos quimioterápicos via oral, feito em casa, para pacientes com câncer. A inovação foi uma iniciativa da senadora Ana Amélia que acredita que os planos, por não cobrirem este tipo de terapia, acabam repassando os custos ao Sistema único de Saúde (SUS).

No projeto, Ana Amélia argumenta que atualmente cerca de 40% do tratamento oncológico se vale de medicamentos de uso domiciliar. Em 15 anos ela estima que tal procedimento chegará a 80% dos casos.

—A quimioterapia oral feita em casa oferece vantagens substanciais ao paciente, tanto físicas como emocionais, como sentir-se menos agredido pelos procedimentos, o que proporciona uma maior adesão e facilidades, já que não é preciso alterar a rotina, nem gastar com transporte — explica o senador Waldemir Moka, relator do projeto.

Moka apresentou uma emenda ao projeto para delegar à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e às sociedades médicas de especialistas da área para fazer a inclusão desses medicamentos no rol de cobertura dos planos de saúde. A matéria deverá seguir para apreciação da Câmara dos Deputados, exceto se houver recurso de um dos senadores para levá-la para apreciação do plenário. Os planos de saúde terão 180 dias, após a sanção da lei, se isso ocorrer, para se adequar à nova regra.


AGÊNCIA BRASIL


Comente aqui
14 mai11:56

OAB Concórdia está mobilizada contra a Violência

A luta contra a violência em todos os seus aspectos será intensificada a partir desta terça-feira, dia 15 de maio em Concórdia. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Subseção Concórdia se prepara para o lançamento do Projeto Bandeira Branca. Uma proposta ousada que visa à integração de entidades, autoridades e comunidade por um bem comum, a paz.

Através do Projeto Bandeira Branca, os advogados inscritos na OAB devem participar de ações com foco no Fim da Violência contra a Mulher, Idosos e Jovens. O projeto também contribuirá para reforçar a luta de conscientização de pedestres e motoristas, a OAB é contra a violência causada pelo trânsito, que vitima jovens todos os dias.

Para o presidente da OAB Subseção Concórdia, Paulo Milléo, lutar contra a violência sempre foi um compromisso da classe dos advogados. Seja na atuação profissional ou na contribuição prestada à comunidade. – Nossa intenção com esse projeto é contribuir para a sociedade, sempre apostando nos direitos e deveres dos cidadãos – destaca o presidente.

O Projeto Bandeira Branca terá como aliados os advogados das Comissões do Direito Previdenciário, da Mulher Advogada e do Jovem Advogado. Além de parceiros como o CREAS – Centro de Referência e Assistência Social de Concórdia, Secretaria Municipal de Educação, Gerência Estadual de Educação, Polícia Militar, Delegacia da Mulher e Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos de Concórdia (Asaprev).

Durante o lançamento do projeto, será apresentado um Cronograma de Atividades com foco no fim da violência e os projetos pertencentes ao Bandeira Branca: Amor Próprio, Respeite a Vida e Conduza seu Futuro.

O Projeto Bandeira Branca foi desenvolvido pela OAB Concórdia em parceria com a News Comunicação Organizacional.


Comente aqui
03 mai11:23

Xaxim desenvolve projeto de Bioconstrução

A Secretaria de Assistência Social e Habitação, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Xaxim com parceria da Unochapecó com o Núcleo de Extensão vai desenvolver um projeto diferente no município. Trata-se de uma Bioconstrução onde são utilizadas técnicas consagradas e que estão sendo retomadas como viabilização da moradia popular.

A Bioconstrução trabalha com a arquitetura da terra, a partir de recursos naturais e observa pontos importantes como insolação e ventilação adequada. Os materiais utilizados são regionais e as técnicas se utilizam desses materiais.

Segundo a Arquiteta e Urbanista e professora da Unochapecó, Christine Scherer, a primeira técnica utilizada é a de “pau a pique” onde é formada uma malha com barro e fibra (capim).

- Esse barro é lançado e vai formar a parede a partir da estruturação em madeira e bambu. São técnicas muito antigas, milenares que são reapropriadas – destaca. Os benefícios são inúmeros como conforto ambiental, qualidade construtiva e valor estético mais interessante do que o usual.

Nesta primeira edição irão participar dez famílias do Bairro Santa Terezinha que serão capacitadas para atuar no projeto. Conforme Christine, o processo de capacitação faz com que a comunidade tenha uma contra partida para o município através da mão de obra.

O projeto piloto inicia no dia 5, durante a Ação Global. Dois profissionais, bioconstrutores estarão durante 40 dias trabalhando no processo de capacitação.

O projeto abrange uma habitação de dois pavimentos com cerca de 68m2 em um terreno de aproximadamente 125 metros quadrados. A construção ainda poderá ser ampliada. A expectativa de conclusão da obra é de quatro meses. Após a conclusão as famílias continuam recebendo acompanhamento para que consigam desenvolver seus projetos.


Comente aqui
01 mai15:15

Projeto Cidade Digital em Formosa do Sul

A secretaria de Agricultura de Formosa do Sul está organizando o grupo de agricultores, que irá colaborar com a implantação do projeto Cidade Digital. Este projeto vai levar internet e telefone para todo o território do município.

Várias torres serão instaladas em pontos estratégicos do interior, para garantir a total cobertura do sinal. Para isso, um grupo de agricultores foi até Quilombo e encaminhou a documentação necessária para ceder as pequenas áreas de terá onde serão fixadas as antenas.

Segundo explica o secretário de Agricultura, Rinaldo Segalin, técnicos escolheram as propriedades para distribuição das antenas de acordo com a localização de cada uma.

O projeto Cidade Digital será executado por vários municípios do Consórcio Velho Coronel.


Comente aqui