Prova

18 jul17:49

Prova de ciclismo será realizada em Faxinal dos Guedes

O município de Faxinal dos Guedes recebe, no domingo, dia 29 de julho, ciclistas dos três estados do Sul do Brasil para uma competição inédita, a 1ª Copa Avelino Bragagnolo. Com expectativa de sucesso, a empresa que denomina e patrocina o evento tem o objetivo de tornar a prova tradicional.

O diretor da empresa, Marcos Bragagnolo afirma que o incentivo à prática esportiva faz parte da política de responsabilidade sócio-ambiental da empresa.

- O esporte deveria ser mais incentivado pela iniciativa privada, porque proporciona a integração da comunidade e o bem estar das pessoas – declarou Marcos.

A Copa envolverá atletas profissionais, amadores e escolares. Para as bicicletas speed, a corrida será de 50 quilômetros, enquanto as bicicletas mountain bike vão percorrer 25 quilômetros. O circuito compreende a cidade e o distrito de Barra Grande, em estrada asfaltada, com largada (às 9h) e chegada no Centro de Faxinal dos Guedes. Vai estar em disputa R$ 4 mil, mais troféus e medalhas. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ciclismobragagnolo.blogspot.com.br.


Comente aqui
18 jun09:09

Xaxim teve concursos públicos fraudados

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Além das fraudes em concursos públicos denunciadas pelo Fantástico neste domingo, uma outra suspeita de irregularidade foi identificada recentemente em Xaxim, no Oeste de Santa Catarina.

O concurso da prefeitura de Xaxim foi anulado no dia 5 de junho, pelo prefeito Gilson Vicenzi, após recomendação do Ministério Público. O motivo foi a suspeita de vazamento do gabarito da prova, realizada no dia 6 de maio de 2012. O fato inusitado é que uma das candidatas que teria se beneficiado da fraude, acabou recebendo “cola” errada. Ela se inscreveu para o cargo de auxiliar de enfermagem e, segundo o Promotor de Justiça Fabiano Baldissarelli, recebeu um gabarito da prova de Enfermagem.

O resultado é que ela acabou tirando apenas 2,80 na sua prova. No entanto, as suas respostas correspondiam a 35 das 40 respostas do gabarito de Enfermagem. Na “cola”, ela só não teria recebido as respostas das cinco questões de Matemática, pois os cálculos teriam que aparecer na prova.

O Ministério Público iniciou as investigações no dia 17 de maio. O Grupo de Apoio e Combate ao Crime Organizado do Ministério Público realizou no dia primeiro de junho mandados de busca e apreensão, com o apoio das Polícias Civil e Militar.

Os mandados foram cumpridos na prefeitura, onde foram apreendidos documentos da licitação do concurso, na empresa SC Treinamentos e Concursos Ltda, onde foram recolhidos computadores, provas e gabaritos e; na casa de Emerson e Sandra Dell’Osbel, que seriam os proprietário da empresa, onde foram recolhidos computadores e carimbos.

O Ministério Público comparou a “cola” com os gabaritos e, para o promotor Fabiano Baldissarelli, já há indício da fraude. Os proprietários da empresa são suspeitos do crime de utilizar ou divulgar informações sigilosas, previsto no artigo 311-A do Código Penal. A investigação vai apontar se houve pagamento em dinheiro pelo benefício, se houve outros candidatos beneficiados e outras pessoas na fraude.

Uma segunda pessoa também confirmou em depoimento ter recebido o gabarito. Foram 368 inscrições para 19 cargos. A intenção é pedir aos responsáveis o ressarcimento do valor pago pela prefeitura R$ 11,8 mil, além de indenização para os candidatos que prestaram a prova.

O Ministério Público também está investigando a participação da primeira dama do município, Rita Lunardi Silveira Vicenzi e de uma servidora pública no vazamento do gabarito. De acordo com o promotor Fabiano Baldissarelli, houve uma quebra de informações que apontou ligações da primeira dama para pessoas que teriam recebido a cola, na véspera do concurso.

As ligações teriam partido de um celular registrado no nome de um familiar, um mês antes, mas que só foi utilizado na véspera da prova. Há suspeita de que os candidatos foram orientados a irem até uma funcionária do município, que estava com a “cola”. Em outra busca e apreensão foram encontrados papeis idênticos aos da cola, na bolsa da funcionária.


O que diz a prefeitura

No dia 1º de junho, o procurador-geral da prefeitura de Xaxim, Melchior Berté, disse que a administração pública auxiliou no trabalho do Ministério Público, pois prima pela transparência das ações. Ele afirmou que a prefeitura não cometeu nenhum ato ilegal, pois o concurso foi terceirizado e a empresa conduziu todo o processo. Berté disse que se fosse comprovada a suspeita de fraude, o concurso seria anulado, como foi.


O que diz a empresa

No dia 1º de junho, quando houve a denúncia, o Diário Catarinense ligou para a SC Treinamentos e Concursos LTDA e uma funcionária informou que os proprietários não estavam e que chegariam por volta das 17h. Depois desse horário foram realizadas mais de 10 tentativas de ligação para a empresa e o telefone dava sempre ocupado. No sábado pela manhã o Diário Catarinense também tentou contato com a empresa, mas ninguém atendia.


O que diz a primeira dama

No sábado pela manhã a primeira dama Rita Lunardi Silveira Vicenzi foi contactada por telefone pelo Diário Catarinense e, inicialmente, disse estranhar a denúncia. Depois questionou como estariam sendo divulgados dados de uma investigação. Em seguida disse que o que deveria falar já tinha falado para o Ministério Público e que eles teriam que provar o que estavam divulgando.

SC pode ter 17 concursos fraudados

A partir da suspeita de fraude no concurso da prefeitura de Xaxim, o Ministério Público vai recomendar a investigação em 17 concursos realizados por prefeituras em Santa Catarina, com a participação da SC Treinamentos e Concursos Ltda. De acordo com o promotor de Justiça e coordenador do Grupo de Apoio e Combate ao Crime Organizado de Chapecó, formado pelo Ministério Público, polícias Civil, Militar, Rodoviária e Receita Estadual, um dossiê está sendo elaborado e será encaminhado para as comarcas responsáveis.

Há suspeita de que a empresa possa ter fraudado outros concursos, pois foram encontrados carimbos de outras empresas na residência dos proprietários da SC Treinamentos e Concursos Ltda. Uma dos carimbos, no nome de Dell’Osbel e Vieira Ltda, seriam dos mesmo sócios da SC Treinamentos e Concursos, Emerson e Sandra Dell’Osbel. O Ministério Público suspeita que eles sejas sócios ou tenham parentes nas outras empresas.

— Isso é gravíssimo pois, se for comprovado, eles poderiam simular concorrência entre eles — alertou Baldissarelli. O Ministério Público vai solicitar que tanto a empresa, quando os proprietários, sejam impedidos de contratar com o poder público. Se isso for comprovado eles podem ser enquadrados em outros crimes, como falsidade ideológica.

O promotor afirmou que é necessária uma ação enérgica para moralizar os concursos.

— Isso corrompe o serviço público pois quem passa não são os mais preparados _ analisou. Ele lembra que os cargos públicos não podem se transformar em moeda de troca, conchavos e dívida de favores, sob pena de comprometer sua eficiência. _ Isso vai gerar serviços de baixa qualidade e alto custo — afirmou.

Comente aqui
01 jun22:00

Suspeita de fraude em concurso público de Xaxim

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O Ministério Público vai recomendar a anulação do concurso público para a Prefeitura de Xaxim, realizado no dia cinco de maio. O motivo é a suspeita de vazamento do gabarito. O fato inusitado é que uma das candidatas que teria se beneficiado da fraude, acabou recebendo um “cola” errada. Ela se inscreveu para o cargo de auxiliar de enfermagem e, segundo o Promotor de Justiça Fabiano Baldissarelli, recebeu um gabarito da prova de Enfermagem. O resultado é que ela acabou tirando apenas 2,80 na sua prova. No entanto as suas respostas correspondiam a 35 das 40 respostas da prova de Enfermagem. Na “cola” ela só não teria recebido as respostas das cinco questões de Matemática, pois os cálculos teriam que aparecer na prova.

O Ministério Público foi procurado pela candidata e iniciou as investigações no dia 17 de maio. O Grupo de Apoio e Combate ao Crime Organizado do Ministério Público realizou ontem mandados de busca e apreensão, com o apoio das Polícias Civil e Militar.

Os mandados foram cumpridos na Prefeitura, onde foram apreendidos documentos da licitação do concurso, na empresa SC Treinamentos e Concursos LTDA, onde foram recolhidos computadores, provas e gabaritos e; na casa do casal que é proprietário da empresa, onde foram recolhidos computadores e carimbos.

O Ministério Público comparou a “cola” com os gabaritos e, para o promotor Fabiano Baldissarelli, já há indício da fraude. Os proprietários da empresa são suspeitos do crime de utilizar ou divulgar informações sigilosas, previsto no artigo 311-A do Código Penal. A investigação vai apontar se houve pagamento em dinheiro pelo benefício, se houve outros candidatos beneficiados e outras pessoas na fraude. Foram 368 inscrições para 19 cargos.

Também será investigada se a licitação foi conduzida de acordo com a lei, pois foram encontrados carimbos de outras empresas.

-Vamos investigar se as empresas que concorriam não eram dos mesmos donos- explicou Baldissarelli. O Ministério Público vai solicitar que tanto a empresa, quando os proprietários, sejam impedidos de contratar com o poder público. Se isso for comprovado eles podem ser enquadrados em outros crimes, como falsidade ideológica. Também serão investigados concursos feitos pela empresa em outras prefeituras. Baldissarelli disse que já existe uma ação judicial por suspeita de fraude em um concurso realizado pela mesma empresa, em Caçador.


O outro lado

O Procurador Geral da Prefeitura de Xaxim, Melchior Berté, disse que a administração pública auxiliou no trabalho do Ministério Público, pois prima pela transparência das ações. Ele afirmou que a Prefeitura não cometeu nenhum ato ilegal, pois o concurso foi terceirizado e a empresa conduziu todo o processo. Berté disse que a homologação do concurso, que estava prevista para segunda-feira, será adiada. Ele informou que aguarda uma manifestação oficial do Ministério Público e, se for comprovado que houve fraude, o concurso será anulado.

O Diário Catarinense ligou para a SC Treinamentos e Concursos LTDA e uma funcionária informou que os proprietários não estavam e que chegariam por volta das 17 horas. Depois desse horário foram realizadas mais de 10 tentativas de ligação para a empresa e o telefone dava sempre ocupado.


Comente aqui
01 jun12:14

MP comprova fraude em concurso público de Xaxim

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Após denúncias de candidatos que realizaram, no início de maio, concurso público municipal em Xaxim, o Ministério Público e o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas de Chapecó (GAECO) comprovaram fraude na prova.

A suspeita era que a empresa teria entregado para uma candidata à vaga de técnica de enfermagem um gabarito errado. – A candidata acertou todas as 40 respostas, mas da prova de enfermagem – disse o promotor Fabiano Baldissarelli.

De acordo com o promotor a empresa responsável pelo concurso, e que vazou as respostas, é alvo pela segunda vez de investigações.

Na manhã desta sexta-feira, dia 1º de junho, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão na cidade. Os mandados foram deferidos pelo Judiciário da Comarca de Xaxim.

Na operação foram apreendidos documentos, equipamentos de informática, provas, cartões respostas, inscrições, gabaritos, listas e arquivos digitais. Os materiais apreendidos serão submetidos à análise do Instituto Geral de Perícias (IGP).

- A empresa vai responder uma ação civil pública e pode ficar impedida de realizar concursos públicos municipais por cinco anos, e os responsáveis podem responder também criminalmente – disse Baldissarelli.

Já a candidata e os demais envolvidos podem responder por fraude.




Comente aqui
26 mar16:10

Concordiense vence etapa de ciclismo em São Paulo

O atleta concordiense, Jean Marcel da Silva venceu a 3ª etapa da média paulista de ciclismo, no domingo, dia 25, em Limeira/SP. Mais de 80 ciclistas participaram na categoria principal. Eles percorreram 60 Km em 1h25 minutos.

- Foi uma prova desgastante com média horária de 45 km/h. Tivemos que traçar uma estratégia durante a prova, pois éramos minoria e o pelotão esperava a gente tomar iniciativa. Correr assim é difícil, mas estávamos cientes do que tínhamos que fazer -comentou Jean após a vitória.


Comente aqui
23 jan21:01

Prova de concurso para magistério em Chapecó será refeita

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Prefeitura de Chapecó decidiu nesta segunda-feira acatar sugestão do Ministério Público e anular as provas objetivas do processo seletivo para contração de professores em caráter temporário. A nova prova será aplicada no dia 5 de fevereiro, a partir das 7h45, nos mesmos locais da prova anterior.

O Ministério Público recomendou a anulação após receber denúncias de irregularidades na aplicação da prova objetiva, ocorrida no dia 8 de janeiro. Entre as reclamações estava a abertura dos portões após o horário previsto no edital do concurso e candidatos entrando nas salas de concurso e conversando com membros da comissão do concurso após a entrega das provas.

Na avaliação do promotor de Justiça Jackson Goldoni, essa situação levaria à anulação da prova, pois fere a igualdade entre os candidatos e daria margem à fraude ou favorecimento. A recomendação de anulação foi para evitar uma ação judicial que prejudicaria o início do ano letivo, levando em consideração o interesse público.

O procurador do município, Tiago Etges, disse que foi aberta uma sindicância para apurar as responsabilidades e o município constatou que houve problemas com alguns candidatos no horário de entrada. – Apuramos que os portões foram fechados e depois reabertos pois não havia certeza quanto ao horário exato de 7h45- explicou Etges. Nisso alguns candidatos entraram depois.

Por isso o município acatou o parecer da promotoria. Os 1,4 mil candidatos que prestaram as provas serão avisados via meios de comunicação ou meio eletrônico. Eles devem comparecer no local das provas no dia 5 de fevereiro, com o documento de inscrição. A prefeitura deve contratar 200 professores em cargo temporário, para compor o quadro que já tem 1,2 mil servidores em caráter efetivo. As provas de títulos foram mantidas.

A secretaria de Educação estará aberta do dia 5 de fevereiro a 11 de fevereiro, das 12 horas às 20 horas. Os prazos para recursos encerram no dia 11, quando será homologado o resultado. A escolha de vagas será no domingo, dia 12 de fevereiro. Etges disse que isso é para não prejudicar o início das aulas na rede municipal, que é no dia 13 de fevereiro.

A empresa responsável pela aplicação das provas é a Alternativa Concursos. Ela recebeu R$ 50 mil para a realização do processo seletivo. O pagamento pela nova prova vai depender da apuração da responsabilidade na anulação da primeira prova.

1 comentário
22 jan15:19

MPSC recomenda anulação de prova de processo seletivo em Chapecó

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) encaminhou Recomendação à Prefeitura Municipal de Chapecó para anulação da prova objetiva referente ao processo seletivo simplificado de n. 10/2011, visando a contratação de servidores temporários para o magistério municipal no ano de 2012.

A medida foi levada a efeito pela 10ª Promotoria de Justiça de Chapecó após receber informações de vários candidatos de que houve desrespeito às regras do edital na aplicação da prova, realizada no dia 8 de janeiro de 2012.

Segundo informações de testemunhas, houve reabertura dos portões após o horário disposto no edital e, mesmo após a entrega das provas, muitos candidatos ainda teriam entrado nas salas de prova e conversado com membros da comissão de concurso.

Na Recomendação recebida no dia 20pela Prefeitura, o MPSC, além da anulação da prova, para realização de uma nova, também recomendou a abertura de processo disciplinar para apuração das condutas dos servidores públicos responsáveis pelas irregularidades. A Prefeitura tem prazo de sete dias para se manifestar sobre o recomendado.

O Promotor de Justiça Jackson Goldoni, titular da 10ª Promotoria de Justiça de Chapecó, entende que a medida visa preservar o interesse público, uma vez que tais irregularidades certamente dariam motivo para alegações de fraude ou favorecimento, podendo levar à anulação judicial da prova, o que prejudicaria o início do ano letivo.

A Prefeitura Municipal de Chapecó informou ao Promotor de Justiça Jackson Goldoni, titular da 10ª Promotoria de Justiça de Chapecó, que acatará a Recomendação realizando nova prova, com cronograma a ser apresentado em breve.

1 comentário
30 nov10:20

Felipe Tozzo encara pilotos de Fórmula 1 em prova de Kart

O chapecoense Felipe Tozzo confirmou presença num dos eventos mais tradicionais do kart brasileiro: as 500 Milhas Beto Carrero. As provas estão marcas para o dia 10 de dezembro, no parque Beto Carrero World, em Penha. A prova vai contar com pilotos da Fórmula 1, Felipe Massa e Rubens Barrichello, pilotos da Fórmula Indy, Vitor Meira e Tony Kannan.

A prova que surgiu como confraternização de final de ano para os pilotos, chega a mais uma edição com mais de 50 equipes buscando os primeiros lugares. Felipe será um dos 350 pilotos divididos em dezenas de equipes. Serão 12 horas de corrida onde os pilotos vão se intercalando. Os karts tem motores Honda de 4 tempos preparados, e as carenagens são em fibra de vidro.

Tozzo, piloto revelação do Mini Challenge 2011, estará na equipe com dois ex-pilotos de Fórmula 1, Ricardo Zonta e Enrique Bernoldi.

- Será uma grande prova. Me preparei bastante para voltar ao kart – disse o piloto que por duas vezes foi campeão catarinense de kart, mas que não teve como treinar em Chapecó por falta de pista.




Comente aqui
18 nov18:10

Com novidades, vestibular da Udesc ocorre neste domingo em oito municípios

O vestibular da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) é neste domingo e traz mudanças na prova. Pela primeira vez em quase 20 anos, ele deixou de ser vocacionado e passou a ter uma única fase. Foram 13.585 inscritos para 1.620 vagas, em 46 cursos.

Sem as questões vocacionadas, relacionadas ao curso escolhido, os candidatos terão que responder apenas a perguntas objetivas. Na manhã, serão 60 questões divididas igualmente em matemática, biologia, história e geografia. No período da tarde, serão mais 60 questões, sendo 20 de português, 15 de física, 15 de química e 10 de língua estrangeira (inglês ou espanhol). Neste turno, também há a redação, em forma de dissertação, com tema de atualidades e conhecimentos gerais.

O curso mais concorrido é o de Fisioterapia, com 24,8 candidatos por vaga. Em segundo, aparece Design, habilitação em Design Gráfico, com 22,85 inscritos por vaga e, em terceiro, o curso de Engenharia Civil com 22,02. Engenharia do Petróleo com 21,67 e Medicina Veterinária com 21,1 completam a lista dos mais procurados.

Para quem vai encarar a prova, a equipe de psicologia do Pré-vestibular da UFSC dá dicas desde o que levar para comer até as estratégias para fazer a prova. Elas foram preparadas por Fernanda Bernardo Martins e Sabine Heumann.

O vestibular da Udesc será feito em Florianópolis, Joinville, Lages, Ibirama, Balneário Camboriú, Chapecó, São Bento do Sul e Laguna. Na Capital, as provas serão na Universidade Federal de Santa Catarina e no Centro de Ciências Humanas e da Educação da Udesc.


Confira o local da prova

Não vá errar no básico. Basta entrar no site www.vestibular.udesc.br e acessar o link Confirmação de Inscrição/Local de Prova. Não sabe onde fica este lugar? Uma dica é usar o Google Maps.


Chegue com antecedência


Também parece óbvio, mas todo ano tem reportagens de estudantes que esbarram no portão de entrada. Se for de ônibus, se ligue nos horários. Leve em consideração ainda que podem haver congestionamentos ou aquele acidente que não estava previsto. Também é bom checar se no dia haverá algum evento na cidade, que possa alterar o trânsito

Confira o que pode e o que não pode levar


Você deverá levar caneta esferográfica fabricada em material transparente com tinta na cor azul ou preta. Leve mais que uma para garantir.

Para entrar no local da prova, o candidato deverá apresentar o original do Documento de Identidade informado no Requerimento de Inscrição. E em perfeito estado.

Olhe o que mais diz o edital: durante as provas você não poderá usar óculos escuros, cachecol, boné, chapéu ou similares, relógio (digital ou analógico), celular, bip, MP3, MP4, MP5-player, iPod, calculadora, ou outros equipamentos eletrônicos, bem como qualquer tipo de arma. Caso você leve para o local da prova basta deixá-los à frente da sala. Mas como a Udesc não se responsabiliza pelo extravio desses objetos, pense bem antes de levá-los.


As provas


QUANDO?

20 de novembro (domingo)


COMO AS QUESTÕES SÃO DIVIDIDAS?

1ª etapa

Das 9h às 12h30min

São 60 questões de matemática, biologia, história e geografia (quinze questões de cada).

Se ligue: você pode entrar no local da prova entre 8h e 8h50min.


2ª etapa

Das 15h às 19h30min

São 15 questões física, 15 de química, 15 língua estrangeira (inglês ou espanhol) e 20 português. E a redação

Se ligue: você pode entrar no local da prova entre 14h e 14h50min.

1 comentário
07 nov13:24

Prova Brasil será aplicada na rede municipal de ensino de Xanxerê

Inicia nesta segunda-feira, 7, a aplicação da Prova Brasil nas Escolas da Rede Municipal de Ensino de Xanxerê. A Prova Brasil é aplicada aos alunos do 5º ano e aos alunos da 8ª Séries do Ensino Fundamental. Nesta segunda-feira serão submetidos às provas os alunos das Escolas Municipais Pequeno Príncipe, Paul Harris, Monteiro Lobato e Nossa Senhora Aparecida. A prova se estende até o dia 18.

A Prova Brasil é o principal indicador que vai fornecer o IBED (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) das escolas da rede municipal. O IDEB é um dado utilizado pelo Ministério da Educação para ter conhecimento da qualidade de ensino que os alunos recebem, em nível de Brasil.

Atualmente, o IDEB dos anos iniciais da Rede Municipal de Xanxerê é de 5,3, índice este acima da média nacional, da média estadual e mesmo municipal.

Segundo o secretário de Educação, Félix Dalmutt, o ensino fornecido nas escolas municipais, pelos professores, é de ótima qualidade. – Temos a confiança que haverá aumento do índice do IDEB no nosso município. Temos acompanhado de perto o esforço de todos os alunos no processo de aprender e nos sentimos confiantes que farão uma prova de boa qualidade – disse.


Comente aqui