Reformas

10 dez12:36

Galeria de fotos: Arena Condá em obras

Gramado da Arena Condá começou a ser retirado no dia 29 de novembro e em dois dias foi retirado por completo. As obras no local não param.

A expectativa é que o gramado seja plantado no dia 15 janeiro e o novo campo seja estreado no dia 10 março, na partida do returno do Campeonato Catarinense, contra o Joinville.

>> Acompanhe mais informações no Blog da Chapecoense.


1 comentário
30 jul16:43

Postos de Saúde atendem em novo endereço em São Miguel do Oeste

A secretaria de saúde de São Miguel do Oeste informou nesta segunda-feira, dia 30 de julho, que as unidades Estratégias de Saúde da Família dos bairros São Luiz e São Jorge, vão atender em novo endereço. De acordo com o secretário Alfredo Spier, a mudança é necessária, pois as unidades passam por obras de reforma e ampliação.

No bairro São Jorge, o atendimento passa a ser realizado na Rua dos Bandeirantes, nº 368, em frente a Mecânica Batistti. Neste posto de saúde, estão sendo investidos R$ 95.889,84. As obras devem ser concluídas em 60 dias.

No bairro São Luiz (posto do Caic), o atendimento é feito na Rua 22 de abril, nº 2097. Na reforma, manutenção e conservação da Unidade Básica de Saúde, iniciadas no mês de julho, a Prefeitura fez um investimento de R$ 50.139,74.


Comente aqui
20 abr19:38

Aeroporto de Chapecó fica fechado por 75 dias

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A partir das 24 horas deste sábado até o dia 5 de julho o aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, estará fechado para reforma da pista. A obra traz grande impacto para a região Oeste pois mensalmente 23 mil embarques e desembarques eram registrados no terminal. O último voo comercial será às 15h30 deste sábado, da Passaredo, que está a serviço da Gol, com destino a Florianópolis.

A reforma da pista é uma exigência da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), que desde o dia primeiro de abril restringiu as operações a aviões com passageiros até 72 lugares. Desde então a Gol vinha operando com aeronaves da Passaredo.

Com o fechamento a Gol e a Azul suspenderam os voos. Os passageiros da Avianca continuam sendo levados para o aeroporto de Passo Fundo-RS, que fica a 180 quilômetros de Chapecó. Só que a passagem até São Paulo, ontem estava variando de R$ 495 a R$ 995 para a próxima semana.

A NHT vai operar em Concórdia, que fica a 90 quilômetros de Chapecó. Os preços da passagem para Curitiba é de R$ R$ 548. A Trip levou o voo de Chapecó para Foz, que fica a 400 quilômetros de Chapecó. Alguns passageiros podem voltar a utilizar transporte terrestre para Florianópolis ou então ir até Porto Alegre ou Curitiba, para conseguir voos para o centro do país.

Empresas como a Gollog estão levando cargas com van até Florianópolis, para depois fazer o embarque aéreo. Em alguns trajetos o material chega com atraso de até um dia.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó, Gilberto Badalotti, prevê redução no movimento de transporte de táxi, restaurantes, bares e hotéis. – São pelo menos 500 pessoas por dia a menos circulando em Chapecó – disse.

A presidente do Chapecó e Região Convention e Visitors Bureau, Miriam Felippi, estima em 30% a redução no movimento em hotéis, bares e restaurantes.

– Quem recebe empresários sempre leva para almoçar ou jantar em algum lugar – argumentou. Ela argumentou que muitas feiras e eventos tiveram datas alteradas em virtude do fechamento do aeroporto. A Mercoláctea, feira do setor leiteiro, foi transferida de maio para novembro.

Para o presidente em exercício da Associação Comercial e Industrial de Chapecó, Flávio Pasquali, o fechamento do aeroporto vai trazer prejuízos econômicos. –Com certeza haverá redução de negócios e contratos- disse. Ele espera que a obra do aeroporto seja concluída dentro do prazo.

O engenheiro civil da empresa Planaterra, que é responsável pela obra, Jairo Lammel, disse que o prazo deve ser suficiente a menos que ocorra muita chuva e frio. Já no domingo as máquinas entram na pista. Num trecho de 1,5 quilômetro haverá uma fresagem de quatro centímetros na pista, com recomposição de 11 centímetros. Em outros 500 metros será feita a reconstrução total da pista, com retirada de 70 centímetros e recomposição com base de pedra, mais 11,5 centímetros de asfalto. Serão colocados 70 mil toneladas de base e massa asfáltica.

O prefeito José Cláudio Caramori informou que a reforma da pista vai custar R$ 11,6 milhões, sendo R$ 9 milhões do Governo do Estado e o restante da Prefeitura. Após a reforma a pista poderá comportar aeronaves com até 200 passageiros.


Comente aqui
21 fev13:44

Cadeia Pública de Maravilha está em obras

Uma das reivindicações da comunidade no Manifesto pela Paz e Segurança será atendida em breve. A cadeia pública de Maravilha está sendo ampliada e abrigará um albergue para presos em regime semiaberto, ou seja, detentos que estão cumprindo pena e trabalham durante o dia, retornando ao albergue à noite.

A presidente do Conselho Municipal de Entidades, Eneci Gruber, acompanhada do tesoureiro e responsável pela campanha em prol da construção do albergue, Alcimar Antônio Lauer, visitaram a obra para verificar o andamento. De acordo com eles, a edificação está praticamente concluída e já foi solicitada a ampliação de 25% do projeto inicial para que seja construída uma ala feminina e uma sala para a coordenação dos trabalhos.

Eneci comentou que existe a possibilidade de, por meio de parcerias com outras entidades, em especial o Conselho de Segurança (Conseg), serem disponibilizados psicólogos e assistentes sociais para atendimento aos albergados e seus familiares. A iniciativa pode abranger também os detentos em regime fechado.

Segundo o tesoureiro, nesta semana o conselho iniciará tratativas com autoridades locais para a contratação de profissionais e posterior ativação do albergue.

- A expectativa do Conselho Municipal de Entidades é de que, com o apoio de todos os setores envolvidos, no prazo máximo de 90 dias o albergue possa entrar em funcionamento, abrigando de imediato os 41 casos de cumprimento no regime de albergue no município de Maravilha – afirma Lauer.


Comente aqui
14 fev07:59

Ginásio de Esportes é reformado em São Lourenço do Oeste

O Comitê Desportivo Municipal está realizando reformas no Ginásio de Esportes do centro de São Lourenço do Oeste. Segundo a Gerente Executiva Maristel Cristina Feuser, há muito tempo essas reformas estavam programadas, principalmente para adequar o ginásio às medidas oficiais.

Nas reformas está programada a ampliação da quadra em mais 2,20 metros de comprimento e um metro de largura, troca de tábuas das arquibancadas reforma dos vestiários, nova grade e nova rede.

A previsão é de que as reformas sejam concluídas em 20 dias.


Comente aqui
27 jan10:16

Regional de São Miguel do Oeste vistoria obras nas escolas estaduais

O Gerente Regional de Educação, Moacir Martello, acompanhado do gerente de Infraestrutura, engenheiro civil, Fernando Roberto Vidor, realizaram nesta semana uma vistoria nas 17 unidades escolares que foram beneficiadas com o projeto de adequação nos itens acessibilidade e preventivo contra incêndio. As visitas ocorreram nesta quarta e quinta-feira. Ao todo, o Governo do Estado investiu cerca de R$ 1,8 milhão e a previsão é de que o ano letivo inicie com mais de 50% das obras concluídas.

As obras, de acordo com o engenheiro civil, Fernando Vidor, estão em ritmo acelerado.

- Além dos trabalhos agilizados, os serviços e materiais são de qualidade, o que garantem segurança aos alunos e ainda a valorização do dinheiro público – declara Vidor lembrando que os diretores e demais servidores das escolas estão auxiliando na fiscalização das obras.

As unidades de ensino que receberam os projetos são: de São Miguel do Oeste: a EEB Alberico Azevedo, a EEB Jaldyr Bhering da Silva, a EEB Santa Rita, o Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja), a EEB São João Batista, a EEB São Sebastião e o Centro de Educação Profissional Getúlio Vargas; de Paraíso: a EEB Adolfo Silveira; de Bandeirante: a EEB Hélio Wassum; de Barra Bonita: a EEB Professora Cecília Lotin; de Guaraciaba: a EEB Julio Vicente de Pelegrin, a EEB Ouro Verde, a EEB Nereu de Oliveira Ramos e a EEB Sara Castelhano Kleinkauf; de Descanso: a EEB Everardo Backheuser e a EEB Itajubá e de Belmonte: a EEB Francisco Brasinha Dias.

As EEB São Miguel e Guilherme Missen de São Miguel do Oeste, não foram contempladas com os itens de acessibilidade e preventivo por estarem com os projetos de reforma geral encaminhados.


Comente aqui