Resíduos

12 dez17:26

Jornada discute em Chapecó a política de resíduos sólidos

Debater a missão do Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó (FRSC) na comunidade e a política instituída para tratar dessa questão, mediante palestra, mesa-redonda e discussões. Com essa finalidade, será nesta terça-feira, 13 de dezembro, em Chapecó, a I Jornada para Discussão da Política Nacional de Resíduos Sólidos e sua Aplicação.

A programação prevê para a manhã desta terça, das 8h30h às 12h, uma palestra que tratará sobre reciclagem e a Política Nacional de Resíduos Sólidos e também terá enfoques quanto à regulamentação da profissão de catador. Será proferida por um profissional da associação Compromisso Empresarial para Reciclagem (Cempre), criada em São Paulo em 1992, mantida por empresas privadas de diversos setores e que se dedica à promoção da reciclagem dentro do conceito de gerenciamento integrado do lixo.

Para a tarde, entre 13h30 e 17h30, está programada mesa-redonda sobre aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e a respectiva legislação em Chapecó. Participarão dessa discussão representantes do Ministério Público Estadual, da Câmara Municipal de Vereadores e da Administração Municipal de Chapecó.

Organizada pelo Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó, que é coordenado pela Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Unochapecó (ITCP), a jornada será realizada no auditório da Uceff Faculdades, no Bairro Santa Maria. As inscrições, com vagas limitadas, podem ser feitas no próprio local do evento, que tem o apoio do Ministério Público do Estado de Santa Catarina.


A política nacional

A Política Nacional de Resíduos Sólidos foi aprovada no Brasil em agosto de 2010, com a finalidade de definir as atribuições e responsabilidades dos diferentes atores relacionados com a gestão dos resíduos sólidos. Com isso, foi estabelecido que os municípios de todo o país têm prazo até 2012 para adequar seus planos de gestão de resíduos sólidos, para equilibrar a dimensão econômica, social e ambiental.

Diante da nova legislação, em Chapecó o Fórum de Resíduos Sólidos foi constituído em novembro de 2010, como instância de articulação e agregação do conjunto das organizações envolvidas e interessadas na gestão dos resíduos sólidos. Esse organismo tem caráter permanente de discussão, proposição e sensibilização para a adequada gestão e manejo dos resíduos sólidos e atualmente é composto no município por 20 instituições.


Comente aqui
14 out15:42

Mais de 150 toneladas de resíduos

Em seis dias da Exposição-Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó, Efapi 2011, mais de 150 toneladas de resíduos foram recolhidas do parque de exposições Tancredo de Almeida Neves. Todo o lixo orgânico e reciclável produzido durante a expo-feira terá destino adequado.

Uma equipe com 45 pessoas da Associação dos Trabalhadores no Serviço de Reciclagem (Astrarosc) está envolvida no controle e monitoramente dos resíduos. Na limpeza no local dos shows se concentram 35 colaboradores. O trabalho de recolhimento dos materiais no parque inicia às 6 horas e prossegue até as 5 horas do outro dia.

Até quarta-feira, dia 12, segundo levantamento da Fundação do Meio Ambiente de Chapecó (Fundema), 55 toneladas de resíduos de animais foram coletadas e enviadas para compostagem através do Viveiro da Unochapecó. Dos banheiros móveis foram recolhidos 58 mil litros de efluente sanitário e 24 toneladas de dejetos que foram encaminhados ao aterro da empresa Tucano.

Dos materiais classe dois (não recicláveis) somam 25 toneladas. Outras 14 toneladas de material reciclável foram retiradas do parque, sendo 3,5 toneladas de papelão misto, 4,2 toneladas de latinha, 1,2 toneladas de garrafas pet, 4,2 toneladas de plástico misto e 1,6 toneladas de copos plásticos.


Ampliação

Na edição passada, no período de cinco dias foram recolhidas 60 toneladas, sendo dez toneladas de material reciclável, 5 toneladas de lixo orgânico (restos de alimentos, papel higiênico, etc) e dos banheiros móveis foram recolhidos 15 mil litros de dejetos.


Comente aqui
11 out16:44

Questões ambientais na Efapi 2011

A preocupação com a coleta e o tratamento correto dos resíduos sólidos, produzidos durante a Efapi 2011, é um dos destaques do evento. A atuação de 60 voluntários do Fórum de Resíduos Sólidos de Chapecó (FRSC), composto por 22 instituições, está garantindo a destinação ambiental sustentável destes materiais.

O Fórum ocupa um espaço de importância na Efapi 2011. Em sua primeira participação na feira pretende fazer a diferença e causar impacto ao público esperado de mais de 500 mil pessoas para os dias do espetáculo. Como participante efetivo de políticas público-ambientais, o fórum já tem alguns de seus objetivos alcançados.

Criado em novembro de 2010, é um espaço para discussões e participação da sociedade civil e dos setores público e privado. É o primeiro espaço para discutir as problemáticas ambientais do município, especialmente na temática de resíduos sólidos, desde sua geração, armazenamento, transporte e educação ambiental, bem como os problemas sociais com catadores e a nova legislação.

Na Efapi, a atividade desenvolvida pelo fórum é através do Lixômetro, que tem por objetivo conscientizar os visitantes da quantidade de resíduos que provém da feira a cada hora. Uma sirene será disparada em alerta ao início da coleta do material, que posteriormente será depositado no termômetro. O FRSC está localizado junto ao estande da Fundema, próximo ao portão quatro do parque.

O Fórum é constituído por mais de 22instituições do município e sua coordenação é feita pela ITCP Unochapecó. Entre as instituições de apoio, estão: Fundema, ACIC, Verde Vida e Câmara de Vereadores, Unimed, Associação Amigo dos Bichos, Instituto Goio-En, Casan e Sadia.


Comente aqui