Rio Chapecó

21 ago10:35

Corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado em Abelardo Luz

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O corpo de um homem em avançado estado de decomposição foi encontrado submerso e preso entre galhos no Rio Chapecó, em Abelardo Luz. De acordo com a Polícia Civil um menino havia ido pescar na tarde do sábado, dia 18, próximo a balsa no Assentamento Capão Grande e avistou o corpo. A polícia foi chamada e o corpo passará por perícias para apurar as causas da morte.

- O laudo da perícia realizada pelo Instituto Geral de Perícias de Florianópolis deve ficar pronto em 30 dias – disse Ivan Fumagalli, agente da Polícia Civil.

Segundo Fumagalli, havia um registro de desaparecimento de um homem de aproximadamente 32 anos há dois meses na cidade. Familiares foram chamados para identificar o corpo e reconheceram algumas vestimentas e calçados da vítima. Mesmo assim será realizado um exame de DNA para comprovação.

- Na tarde desta terça-feira será coletado DNA do homem que pode ser o pai da vítima – disse Fumagalli. O laudo deve sair em 30 dias.

No dia 16 de agosto um corpo, também avançado estado de decomposição, foi localizado na Linha Vila Zonta em Chapecó. A Polícia Civil investiga o caso que ainda não foi identificado.


Comente aqui
09 ago17:56

Dois homens morreram afogados no Rio Chapecó em São Domingos

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Dois homens morreram afogados nesta quarta-feira em São Domingos após a pequena embarcação onde eles estavam virar. Eles aproveitavam o feriado do município para pescar no Rio Chapecó. Uma terceira pessoa, que também estava no barco, conseguiu se salvar e chamar socorro.

Segundo o Corpo de Bombeiros de São Domingos o acidente foi no final da tarde, próximo ao acesso à Barca Velha e a granja Evandro Bigolin, interior do município. Durante a manhã da quinta-feira dois mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Xanxerê realizaram buscas no local.

Os corpos de Oziel Marcos da Silva, 30 anos e Márcio José Rotava, 24 anos, foram encontrados cerca de 15 metros de distância de onde a embarcação havia sido localizada.

De acordo com o soldado Laucir Berlanda, os corpos estavam a 15 metros de profundidade e nenhum deles usava colete salva-vidas.

Após o resgate os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de São Lourenço do Oeste. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Oziel era casado e pai de três filhos. Márcio, também era casado e pai de uma filha de três anos. Ambos serão velados na capela mortuária de São Domingos. O enterro está marcado para a manhã desta sexta-feira, no cemitério municipal.


Comente aqui
17 jan14:59

As sete quedas de Abelardo Luz

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Uma das mais belas paisagens do Brasil, as Sete Quedas de Guaíra, foram inundadas no início da década de 80 com a formação do Lago da Hidrelétrica de Itaipu. Pois Santa Catarina mantém intacta suas sete quedas, situadas no rio Chapecó, em Abelardo Luz.

Alguns dizem que a paisagem é uma miniatura de Foz do Iguaçu. E não dá para negar que a paisagem é uma das mais belas do Estado. Algumas cachoeiras chegam a 20 metros de altura.

Uma das melhores visões do local é da frente do Hotel Quedas, onde há um banco que convida para sentar e apreciar com calma a arquitetura que as águas do rio esculpiram entre as rochas. É uma imagem inspiradora que pode transformar namorados em poetas.

E quem gosta de fotografia terá um cenário de tirar o fôlego e fazer inveja aos amigos. Não dá para não fazer a trilha pela ilha que divide as águas do rio Chapecó.

Passar pelas pinguelas de madeira balançando dá uma sensação de aventura. Apesar de ter uma escada de pedras a trilha não é muito árdua, a menos que a pessoa tenha alguma limitação de saúde ou muita preguiça. Dá para fazer o trajeto em 30 minutos. Mas o ideal é ir apreciando o caminho, observando a vegetação da Mata Atlântica e parando em alguns pontos para captar imagens das quedas. Ou apenas ficar parado, olhando, gravando a imagem na retina.

Também dá para entrar na água e refrescar os pés. Só não é recomendável o banho, porque há muitas pedras, fendas e pontos lisos que podem provocar acidentes. Um dos blocos de pedra desenhados pela água é conhecido como “Dedo de Deus”.

Destaque também para a queda do “Véu da Noiva”, onde é praticado rappel. O Parque das Quedas é um ótimo lugar para quem quer dar uma caminhada por trilhas e busca um local mais sossegado. Até um beija flor fez seu ninho no local onde funciona uma lanchonete. O Hotel Quedas também é um bom local para convenções.

Quem gosta mais de “muvuca”, acampar ou então um local mais seguro para dar banho nas crianças deve ir até a Prainha. Lá o rio tem uns 200 metros de largura que dá para atravessar sem molhar o joelho. Também há uma área de camping que chega a reunir cinco mil pessoas nos finais de semana de maior movimento. Só que não dá para se estressar com o barulho de som. Quem quiser só ir durante o dia fazer um churrasco no local, também pode. E quem busca menos movimento deve ir durante a semana.

O que não pode é mergulhar na cachoeira que tem logo abaixo, em virtude das pedras. Na cidade não tem muita infraestrutura. Mas vale a pena passar um final de semana lá. Quem for fanático por futebol pode até perguntar o local exato onde nasceu Paulo Roberto Falcão, o “Rei de Roma”, que atuou no Internacional e na Seleção Brasileira. Ele nasceu próximo das Quedas do Rio Chapecó, nas margens da rodovia SC 467. Provavelmente foi daí que ele tirou inspiração para fazer belas jogadas.


Abelardo Luz

Como chegar: Quem for de avião até Chapecó, vai até a BR 282 e, em Xanxerê, pega a SC 467 até Abelardo Luz. São 90 quilômetros de Chapecó.


Prainha

Como Chegar: Entra na cidade de Abelardo Luz e vai até rodovia Amantino Spagnol. Há uma sinalização para dobrar à esquerda e aí segue até o final. São seis quilômetros até o local.

Atrações: Área rasa de banho no Rio Chapecó, cascata, piscina com tobogã, arborismo, tirolesa, parque infantil, quadra de vôlei de areia, campo de futebol sete e área de camping com banheiros, churrasqueiras.

Entrada: É cobrada só nos finais de semana: R$ 10 por pessoa

Piscinas: R$ 10 por pessoa.

Onde ficar: Chalés para quatro pessoas, com fogão e geladeira. Tem que levar roupa de campa e utensílios domésticos. Preço: R$ 100 por dia.

Camping: R$ 15 por dia por pessoa

Outras informações pelo telefone 49 3445-4213 ou 49 8882-8826.

Quedas do Rio Chapecó

Como chegar: Para quem vai de Xanxerê a Abelardo Luz segue pela SC 467, passa a cidade de Abelardo Luz, a ponte sobre o rio Chapecó e depois entra à esquerda.

Atrações: Quedas do Rio Chapecó, trilhas pela mata, pista de cordas tirolesa e rappel.

Visita ao parque: R$ 10 por pessoa com o guarda-vida. Mas também é possível visitar gratuitamente sem o guia.

Trilha com orientador com tirolesa e rappel: R$ 50 por pessoa. Somente aos sábados, às 8 horas, 10 horas e 14 horas e com grupos de pelo menos 15 pessoas.

Trilha da mata com pista de cordas: R$ 35. Somente nos domingos, às 8 horas e 10 horas.

Onde ficar: O Hotel Quedas tem 33 apartamentos duplos e triplos com sacada de frente para as quedas. Os apartamentos têm televisão, ar e frigobar. Há piscina térmica e campo de futebol suíço. O valor é R$ 240 (triplo) R$ 180 (casal), R$ 100 (solteiro) e R$ 50 (crianças de 7 a 12 anos). Esse valor inclui café da manhã. Há versões com pensão completa que custam R$ 360 (triplo), R$ 260 (casal), R$ 140 (solteiro) e R$ 90 (crianças de 7 a 12 anos). Crianças até seis anos não pagam. Há pacotes diferenciados para Natal e Réveillon.

Outras informações pelo telefone 49 3445-4811 ou 4122.

Onde comer: O Hotel Quedas oferece refeições “a La carte” que variam de R$ 18 a R$ 35 o prato, para hóspedes e não hóspedes.

Há também o restaurante Verde Vale, na avenida Liberdade 1844, com churrasco. O preço é em torno de R$ 15.


Comente aqui
28 dez12:18

Show de fogos marca chegada de 2012 em Abelardo Luz

Abelardo Luz vai dar as boas-vindas ao Ano Novo com muita festa e animação. A chegada de 2012 será comemorada com queima de fogos e show na Vila do Natal das Águas, na avenida Beira Rio, às margens do Rio Chapecó. A Festa de Réveillon deve atrair mais de 5 mil pessoas de vários municípios da região.

A programação inicia a partir das 22h com apresentações locais. Às 23h59 começa a contagem regressiva e quando os ponteiros do relógio marcar meia noite haverá espetáculo de fogos, com duração de aproximadamente 10 minutos.

A Festa de Réveillon tem entrada franca e está sendo organizada pela secretaria de Turismo da prefeitura de Abelardo Luz. O evento fecha com chave de ouro a programação cultural do Natal das Águas 2011 e promete agitar a cidade, que nesta época do ano recebe muitos turistas para a temporada de verão.


Ceia Ano Novo

Os interessados em participar da Ceia Especial de Ano Novo na avenida Beira Rio devem reservar antecipadamente os ingressos com o restaurante da Vila do Natal pelo telefone (49) 9146-9573. O valor é de R$ 20 por pessoa.

Quem optar em passar a virada de Ano Novo em Abelardo Luz, a cidade dispõe de vários hotéis. Um deles fica de frente para as Quedas do Rio Chapecó, principal cartão-postal do município. Já quem preferir ficar hospedado em meio a natureza pode acampar na Prainha Camping Turismo, outro ponto turístico da cidade.

Mais informações sobre a programação no site www.nataldasaguas.com.br.


Comente aqui
17 nov12:16

Corpo é encontrado no Rio Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O corpo de Laury Ely, 45 anos, foi localizado próximo ao meio dia da quarta-feira, dia 16, por moradores da Linha Voltão, em Quilombo. Ele estava preso em galhos.

A equipe de mergulhadores do 6º Batalhão de Bombeiros Militar de Chapecó voltou ao local para retomar as buscas na manhã da quarta-feira quando foi informada por moradores que haviam encontrado o corpo enroscado em galhos.

O representante comercial desapareceu na tarde do domingo, dia 13, nas águas do Rio Chapecó. Ele era morador de Quilombo e tinha ido até o local com outras quatro pessoas. Segundo informações da Polícia Militar o grupo foi participar de um culto na Igreja Evangélica da Reserva Indígena que fica do outro lado do rio. No retorno, o barco estava na margem oposta então, Lauri decidiu ir a nado apanhar o barco e voltar para buscar os companheiros. Praticamente no meio do caminho ele gritou por socorro e afundou.


Comente aqui
15 nov17:34

Corpo ainda não foi encontrado

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A equipe de mergulhadores do 6º Batalhão de Bombeiros Militar de Chapecó fez buscas durante toda a terça-feira, dia 15, ao corpo de Laury Ely, 45 anos. O representante comercial desapareceu na tarde do domingo, dia 13, nas águas do Rio Chapecó, próximo a Linha Voltão, interior de Quilombo.. Os trabalhos serão retomados na manhã desta quarta-feira.

Ele era morador de Quilombo e tinha ido até o local com outras quatro pessoas. Segundo informações da Polícia Militar o grupo foi participar de um culto na Igreja Evangélica da Reserva Indígena que fica do outro lado do rio. No retorno, o barco estava na margem oposta então, Lauri decidiu ir a nado apanhar o barco e voltar para buscar os companheiros. Praticamente no meio do caminho ele gritou por socorro e afundou. As buscas continuam e até o momento o corpo não foi localizado.


Comente aqui
15 nov09:50

Bombeiros retomam as buscas a vítima de afogamento

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A equipe de mergulhadores do 6º Batalhão de Bombeiros Militar de Chapecó reiniciaram na manhã desta terça-feira as buscas ao corpo de Laury Ely, 45 anos.

O representante comercial desapareceu na tarde do domingo, dia 13, nas águas do Rio Chapecó, próximo a Linha Voltão, interior de Quilombo.

Ele era morador de Quilombo e tinha ido até o local com outras quatro pessoas. Segundo informações da Polícia Militar o grupo foi participar de um culto na Igreja Evangélica da Reserva Indígena que fica do outro lado do rio. No retorno, o barco estava na margem oposta então, Lauri decidiu ir a nado apanhar o barco e voltar para buscar os companheiros. Praticamente no meio do caminho ele gritou por socorro e afundou. As buscas continuam e até o momento o corpo não foi localizado.


Comente aqui
14 nov11:50

Homem desaparece no Rio Chapecó

Lauri Ely, de 45 anos, desapareceu na tarde do domingo, dia 13, após tentar atravessar o Rio Chapecó a nado. A ocorrência foi na linha Voltão, interior de Quilombo.

Mergulhadores do 6º Batalhão de Bombeiros Militares de Chapecó realizaram buscas ainda na tarde de domingo, mas sem sucesso.

Na manhã desta segunda-feira, a equipe continuou as buscas. Os trabalhos seguem durante a tarde.


7 comentários
09 set19:49

Famílias são retiradas de áreas alagadas em Abelardo Luz

Por medida de segurança três famílias, moradoras as margens do Rio Chapecó foram retiradas das residências na manhã desta sexta-feira em Abelardo Luz. Com as fortes chuvas dos últimos dias, o leito do rio subiu mais de dois metros e chegou próximo a porta das casas.


As famílias atingidas estão abrigadas provisoriamente no ginásio de esportes. Elas devem permanecer no local até o final de semana. A Defesa Civil está monitorando o volume do leito do rio, que pela parte da tarde já começou a diminuir.


Alagamentos

Na tarde de quinta-feira e na sexta-feira, equipes da prefeitura registraram vários alagamentos em diversos pontos da cidade. A situação mais preocupante foi no interior do município, onde rios transbordaram e invadiram as estradas, dificultando o acesso dos veículos e o transporte da produção leiteira.

Em alguns trechos nas comunidades de Canhadão e Passo das Antas, por exemplo, as estradas se transformaram em rios dificultando a passagem dos veículos. Além de atingir dezenas de propriedades, as fortes chuvas danificaram pastagens, estradas, bueiros e pontes, podendo também prejudicar o plantio das lavouras de milho.

Na cidade, o volume da água do Rio Chapecó cobriu parte da avenida Beira Rio. Aguns veículos de uma oficina, que fica nas proximidades, ficaram submersos.

A Defesa Civil continua em alerta e esta dando todo apoio necessário aos afetados. O município pode decretar situação de emergência nos próximos dias.



Comente aqui