Rodolpho

03 out08:30

Três atletas no DM da Chapecoense

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Além do meia Eliomar, que lesionou os ligamentos do joelho direito, outros três atletas estão no departamento médico da Chapecoense: Rodolpho, Mateus Paraná e Marcos Alexandre completam a lista.

O caso do volante Marcos Alexandre é o mais crônico. Ele ficou praticamente um ano sem jogar em virtude de uma lesão no joelho. Depois de recuperado, chegou a atuar contra o Macaé, no Rio de Janeiro. Só que no dia 28 de setembro, novamente voltou ao departamento médico, após lesionar a panturrilha.

– São 20 dias em recuperação – projetou o fisioterapeuta do clube, Guilherme Dias de Carli.

O atacante Mateus Paraná ainda se recupera da cirurgia feita no joelho esquerdo, no dia 26 de junho. Ele rompeu o ligamento patelar durante um treinamento na Arena Condá. Paraná deve ficar ainda dois meses parado.

Já o goleiro Rodolpho, 31 anos, que está fora da Série C, se recupera da cirurgia no joelho feita no início de agosto.

-Ele deve ficar mais quatro meses em recuperação – disse Guilherme.


Comente aqui
13 ago18:59

Chapecoense procura novo goleiro

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Chapecoense deve acertar até esta terça-feira a contratação de um novo goleiro. De acordo com o diretor de futebol, Mauro Stumpf, a direção já tem uma lista de nomes. O motivo para a busca de mais um atleta foi a lesão de Rodolpho, que no início do mês fez cirurgia no joelho direito e ficará fora até o final do ano, além da expulsão do goleiro Nivaldo, no domingo passado.

Nivaldo revidou uma entrada do atacante Serginho, do Oeste, e ambos foram expulsos. Há risco do goleiro pegar mais de um jogo de suspensão.

Comente aqui
04 ago19:22

Rodolpho vai passar por cirurgia nesta terça-feira

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O goleiro Rodolpho, 31 anos, da Chapecoense, vai passar por cirurgia nesta terça-feira, dia 7 de agosto. O atleta teve uma lesão no joelho direito na final do Estadual do ano passado. Ele ficará fora da Série C do Campeonato Brasileiro e pode ficar seis meses longe dos gramados.

Rodolpho passou por exames na semana passada e segundo o médico da equipe, Carlos Mendonça, a cirurgia é a única solução para o caso.


Comente aqui
02 ago10:21

Rodolpho está fora da Série C 2012

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O goleiro Rodolpho, 31 anos, da Chapecoense está fora da Série C do Campeonato Brasileiro 2012. O atleta, que teve uma lesão no joelho na final do Estadual do ano passado, vai passar por cirurgia e pode ficar seis meses longe dos gramados. Na manhã desta quinta-feira o atleta passa por exames e a cirurgia com o médico do clube, Carlos Mendonça, deve ser realizada neste sábado ou na próxima terça-feira.

- Levamos até onde deu e a única solução é a cirurgia mesmo – disse o médico.

O rompimento parcial do ligamento cruzado do joelho direito foi na partida final do Campeonato Catarinense 2011, quando um zagueiro do Criciúma caiu sobre a perna do goleiro após uma cobrança de cruzamento.

- Faltavam uns 10 minutos para terminar a partida e fiquei até o final – lembrou.

>> Schulle fará duas mudanças na Chapecoense

Após o jogo Rodolpho iniciou tratamento de fisioterapia e fortalecimento da musculatura e ficou dois meses sem jogar.

Ainda em 2011, o goleiro defendeu a equipe pela Série C. Neste ano Rodolpho disputou o Estadual e a Copa do Brasil e defendeu a Chapecoense em algumas partidas pela Série C.



Juliano é opção no banco contra o Brasiliense

Na partida contra o Brasiliense o técnico Itamar Schulle vai contar com o goleiro titular da equipe Nivaldo e o Juliano.

A válida pela sexta rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, é sábado, às 16 horas, em Taguatinga/DF.


Comente aqui
14 abr08:44

Experiência no gol para garantir a classificação

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Depois de cinco meses sem atuar numa partida oficial, em virtude de uma lesão no joelho direito, o goleiro Rodolpho voltou ao time há dois jogos, em grande estilo. E este é um dos trunfos da Chapecoense para garantir a classificação para as semifinais do Campeonato Catarinense, amanhã, contra o Criciúma.

Ele foi um dos responsáveis pelo empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, quarta-feira, pela Copa do Brasil. Num dos lances, em que Wellington Paulista livrou-se dos zagueiros e ficou livre para marcar, Rodolpho saiu para fechar o gol e fez a defesa com o pé.

O mais interessante é que o goleiro campeão do ano passado já estava recuperado há uns dois meses mas amargava o banco até o jogo contra o Atlético de Ibirama. O motivo é que seu concorrente pela camisa número um é Nivaldo, goleiro destaque no título de 2007, e que está no clube desde 2006.

Nivaldo teve uma lesão no início do catarinense do ano passado e Rodolpho foi contratado no final do turno. Na primeira partida contra o Brusque, pegou pênalti e garantiu a vitória por 3 a 2. Depois, mesmo com a recuperação de Nivaldo, foi o dono da meta até conquistar o título. Na Série C vinha sentindo uma dor no joelho direito mas continuou jogado. Sua última partida havia sido no dia 30 de outubro, na vitória por 3 a 0 diante do Brasiliense. No início deste ano, como estava lesionado, Nivaldo voltou a ser titular. E não largou mais a posição até sofrer outra lesão, na coxa, antes do jogo contra o Atlético de Ibirama.

Embora disputem posição os dois goleiros mantém uma boa relação e comemoram as vitórias juntos. Rodolpho elogiou o trabalho do preparador de goleiro Anderson Boião, que mantém ambos em bom nível. –O importante é não desanimar e manter o trabalho- disse Rodolpho. Jogando um ou outro o time segue com segurança no gol. Bom para a Chapecoense, que conta com dois goleiros de bom nível.

Rodolpho disse que vai tentar fazer o melhor para manter a titularidade. E espera novamente uma boa atuação, assim como todo o setor defensivo, para garantir a classificação para as semifinais.


Comente aqui
10 jan11:36

Goleiro Rodolpho não viaja e é dúvida na estreia do Catarinense

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O goleiro Rodolpho, 31 anos, foi avaliado na tarde da segunda-feira pelo médico da equipe, Carlos Mendonça e não viaja para Santa Cruz do Sul. Ele voltou a sentir dores no joelho. O atleta teve uma lesão no joelho direito em julho do ano passado durante um treinamento. Ele jogou o Campeonato Catarinense, a Série C, e depois fez trabalhos de recuperação. Porém, depois das férias, durante um treino na sexta-feira, dia 06, o atleta saiu na metade do trabalho após sentir dores.

- Ele tem uma evolução boa, está sem dor, mas ainda não está pronto para treinar – disse o ortopedista Carlos Mendonça.

Rodolpho está fazendo trabalho de fortalecimento muscular em três períodos com o fisioterapeuta Guilherme Dias Carli.

Carlos acredita que o atleta possa voltar a fazer trabalhos no campo na segunda-feira, dia 16, e tenha tempo de se preparar para a estreia no Campeonato Catarinense. A primeira partida será no domingo, dia 22, na Arena Condá contra o Avaí.

Comente aqui
06 jan11:06

Rodolpho volta a sentir dores no joelho

O goleiro Rodolpho da Chapecoense voltou a sentir dores no joelho. Na tarde desta quinta-feira o atleta saiu na metade do treino.

O médico da equipe, Carlos Mendonça, vai avaliar a lesão do atleta.

Comente aqui
31 out18:45

Rodolpho e Marcos Alexandre renovam com a Chapecoense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O goleiro Rodolpho e o volante Marcos Alexandre renovaram com a Chapecoense para 2012.

Rodolpho disse que foi bem recebido no clube e quer ficar mais um ano para disputar o Catarinense, a Copa do Brasil e a Série C do Brasileiro.

–Vamos buscar a vaga na Série B que deixamos escapar- afirmou o goleiro, que nesta terça-feira, primeiro de novembro, vai para Recife curtir as férias.

O diretor de futebol Mauro Stumpf disse que o clube está negociando a permanência de Neném e Neílson. A conversa com outros atletas será terça-feira.

Quem não fica é Diogo Oliveira e Kleber Goiano. Jogadores emprestados como Medina, Lucca, Diego Felipe, Nekinha, Neguette e Rodrigo Thiesen. Destes alguns podem voltar.

Quem já tinha contrato até 2012 eram Jean Carlos, Sagaz, Fabiano e Diogo Roque. Dema também deve renovar.

Comente aqui
31 out17:38

Rodolpho renova com a Chapecoense

O goleiro da Chapecoense, Rodolpho, um dos grandes destaques da competição em 2011, renovou contrato por um ano com o clube para 2012.

A confirmação saiu na tarde desta segunda-feira, dia 31.

Comente aqui
22 set23:37

Chapecoense tem a terceira melhor defesa

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um dos trunfos da Chapecoense para buscar uma vaga na Série C do Campeonato Brasileiro é o bom desempenho da defesa, a terceira melhor entre os 20 clubes que disputaram a primeira fase.

O time do Oeste catarinense levou sete gols em oito jogos, mesmo desempenho do Paysandu. Nesse quesito só foram melhores o Brasiliense-DF, com cinco gols, e a Luverdense-MT, com seis.

Um dos responsáveis por esse bom resultado é o goleiro Rodolpho, que desde que chegou no time, no final do returno do Campeonato Catarinense, vem mantendo média inferior de um gol sofrido por jogo.

O goleiro considera que a defesa mais difícil foi num chute à queima-roupa num chute de Luiz Carlos na vitória por 3 a 2 diante do Brasil-Pe, na Arena Condá. E a defesa mais importante foi num chute de Athos, da marca do pênalti, que garantiu a vitória contra o mesmo Brasil, por 1 a 0, em Pelotas. Ele dedicou aquela vitória ao filho Davi, que completava dois anos.

Mas o goleiro divide o bom desempenho a um esforço coletivo.

–Todo mundo ajuda marcar- explicou. Até os atacantes Jean Carlos e Neílson voltam ao campo de defesa para desarmar.

Rodolpho destacou a responsabilidade de substituir um ídolo do clube, Nivaldo, que estava lesionado quando foi contratado.

–Nós somos um grupo – ressaltou o goleiro.

Ele chegou na Chapecoense como o goleiro do Náutico na Batalha dos Aflitos, em que o Náutico perdeu em casa para o Grêmio depois de perder dois pênaltis.

– Agora quero ficar conhecido pelos títulos e conquista na Chapecoense – projetou.

Na quinta o técnico Mauro Ovelha fez um coletivo na Arena Condá. No início ele fez apenas uma mudança em relação ao time que iniciou o jogo contra o Caxias, no domingo passado. Everton Cezar, que cumpriu suspensão, voltou ao time titular, no lugar de Rodrigo Thiesen. Depois o treinador testou os três reforços que chegaram para a segunda fase, o ala Nequinha, o zagueiro Neguette e o meia Diogo Oliveira. Saíram, respectivamente, Sagaz, Amaral Rosa e Neném.

O time embarca sábado pela manhã para Brasília. Na segunda-feira enfrenta o Brasiliense, às 16 horas, em Taguatinga-DF.

O objetivo de Rodolpho e Cia é não tomar gols.

1 comentário