clicRBS
Nova busca - outros

Santa Catarina

05 dez08:46

Estiagem se alastra em Santa Catarina

Darci Debona* | darci.debona@diario.com.br

Vem chegando o verão e os 17 mil moradores de Seara novamente estão sofrendo com a falta de água. O município é um dos oito em Santa Catarina que decretou situação de emergência em virtude da estiagem. Desde o início da semana três caminhões-pipa estão transportando cerca de um milhão de litros por dia, que são captados no Rio Uvá, em Itá, distante 18 quilômetros da cidade. Cada caminhão, com capacidade para 35 mil litros, faz entre oito e dez viagens por dia. Eles foram contratados pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) a um custo de R$ 8 mil por dia.

Eles despejam a água na barragem de captação no rio Caçador, que está com apenas 20 a 25% da vazão normal. Os moradores da área urbana estão recebendo água somente 12 horas por dia, em forma de rodízio entre centro e bairros. Mesmo assim cerca de 50 famílias das partes mais altas precisam receber água por um caminhão-pipa do município, que entrega 80 mil litros de água por dia. Mais dois caminhões da Prefeitura e dois tratores levam 150 mil a 170 mil litros para 20 propriedades do interior.

De acordo com o diretor de urbanismo e membro da Defesa Civil de Seara, Fábio Stocco, a cidade tem um problema histórico de falta de água que era para ser resolvido com a construção de um poço profundo, inaugurado em 2009.

No entanto o poço enfrentou vários problemas desde a sua construção, com substituição da empresa vencedora da licitação e, após a inauguração, uma bomba que ficou emperrada dentro do poço. No início do ano a cidade teve que ser abastecida por caminhões pipa durante 45 dias. A bomba foi retirada e consertada mas, há duas semanas, voltou a apresentar problemas.

O chefe da agência da Casan no município, Carlos Pressoni Filho, disse que na quarta-feira técnicos da estatal estarão no município para fazer uma avaliação e providenciar a troca do equipamento.

Seara consome diariamente 1,6 milhão de litros de água, subindo para dois milhões nos finais de semana. Isso representa 15 horas de vazão do poço por dia.

A estiagem está concentrada principalmente no Meio Oeste, e Alto Uruguai Catarinense. A previsão para os próximos três meses para Santa Catarina é de chuvas próximo do normal ou abaixo do normal. Não há registros de fenômenos como o La Niña, resfriamento das águas do Oceano Pacífico, que contribuiu com a estiagem do verão passado.


Oito cidades decretaram emergência:

Peritiba

Presidente Castello Branco

Piratuba

Ipira

Jaborá

Irani

Herval d’Oeste

Seara



*Colaborou Juliano Zanotelli




Comente aqui
29 nov08:58

Tempo segue firme, mas sol aparece entre nuvens nesta quinta-feira em SC

O tempo permanece seco em Santa Catarina, mas não tão aberto como o registrado na quarta-feira. O sol aparece, mas desta vez entre nuvens, na maioria das regiões.

>> Mais informações no Blog do Leandro Puchalski

O que também segue é o calor. De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina —, A máxima pode chegar a 34ºC no Litoral Sul. Na Grande Florianópolis, Oeste, Vale do Itajaí e Litoral Norte, os termômetros também devem indicar máximas acima dos 30°C.

Por volta das 7h, as estações meteorológicas do Grupo RBS já registravam temperatura acima dos 20ºC em grande parte do Estado.


Confira as temperaturas registradas às 7h*

Florianópolis: 20,3ºC

Criciúma: 21,2ºC

Blumenau: 20,5ºC

Joinville: 21,8ºC

Lages: 13,9ºC

Chapecó: 20ºC

*Dados das estações meteorológicas do Grupo RBS


Pode chover

A sexta-feira deve ter o predomínio do o sol em todas as regiões. No Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul e Litoral Sul, porém, pode haver pancadas isoladas de chuva entre a tarde e noite. Isso, porque o dia deve ser muito quente e uma frente fria se aproxima de Santa Catarina.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
27 nov09:52

Nuvens predominam nesta terça-feira, mas temperaturas devem ser elevadas

Nesta terça-feira o sol ainda aparece em Santa Catarina, mas entre nuvens. Isso, devido ao aumento da nebulosidade. Apesar disso, o dia amanhece com temperaturas elevadas em relação a segunda-feira, acima dos 20ºC na maioria das regiões.


::: Confira mais informações no Blog do Puchalski


Temperatura por volta das 7h*

Florianópolis: 21,7ºC

Criciúma: 18,8ºC

Blumenau: 20,5ºC

Joinville: 20,2ºC

Lages: 15,3ºC

Chapecó: 21ºC

*Dados das estações meteorológicas do Grupo RBS


De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina —, durante o dia, há a possibilidade de pancadas de chuva isolada entre a tarde e a noite, principalmente nas áreas próximas ao Paraná.

As temperaturas devem ser elevadas em todo o Estado, podendo chegar a 29ºC no Extremo-Oeste. Na Grande Florianópolis a máxima pode chegar a 27ºC e a 25ºC no Planalto Norte.

A previsão indica que a quarta-feira deve ser de tempo estável com sol entre nuvens. No Planalto Sul e Litoral Sul há chance de pancadas isoladas de chuva entre a tarde e noite. O dia deve ser de temperatura mais elevada.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
13 nov09:41

Governo divulga vencedoras da licitação da primeira etapa do Pacto por Santa Catarina em rodovias

Roberta Kremer | roberta.kremer@diario.com.br

O governo do Estado divulgou quais são as empresas que venceram a licitação para o primeira etapa do Pacto por Santa Catarina para estradas com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As vencedoras foram Ivaí, Setep, CBEMI e Enpo/ Fortunato.

Nessa fase, houve a concorrência pública para 10 obras de construção e recuperação em nove rodovias, com investimento de R$ 333,6 milhões. A ideia é dar a ordem de serviço entre dezembro deste ano e janeiro de 2013.

A concorrência pública para os 10 projetos estava orçada em R$ 393 milhões e, na concorrência, houve o desconto de 15,13%. Estão contempladas obras reivindicadas há anos pela população, como o anel viário e o acesso secundário que ligarão Criciúma, no Sul do Estado, à BR-101, e devem ser construídas pelas empresas Ivaí e Setep. A restauração de 55 quilômetros da SC-114, entre Painel e São Joaquim, na Serra, ficará a cargo da empresa CBEMI e a concorrência para construir o Contorno de Garuva foi vencida pelo consórcio Enpo/ Fortunato.

Conforme o presidente do Departamento de Infraestrutura (Deinfra), Paulo Meller, o sexto financiamento do BID com o governo de Santa Catarina é negociado há mais de dois anos. O contrato deve ser assinado ainda em dezembro.

— São obras de restauração e implantação de rodovias que vão encurtar distância entre municípios. Interferem na segurança viária, e no desenvolvimento do Estado, já que no Brasil a economia é transportada basicamente por meio terrestre — afirma Meller.

De acordo com o Deinfra, a segunda etapa de licitação de obras rodoviárias com financiamento do BID VI está previsto para o segundo semestre de 2013. Os trechos a serem recuperados e novos projetos estão em avaliação. As duas fases juntas devem construir, pavimentar e restaurar 222 quilômetros de rodovias estaduais. No total, serão investidos R$ 678 milhões, com 70% do valor financiado pelo BID. É o maior crédito concedido para SC em 30 anos de parceria.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
10 nov11:53

Família Zilli faz a primeira colheita do pêssego catarinense

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um pêssego genuinamente catarinense está sendo colhido no Extremo Oeste e promete render 15 toneladas à família Zilli, que deu nome à variedade.

Agenor Zilli descobriu a nova variedade e investiu na reprodução dela em sua propriedade na cidade de Descanso.

Esta é a primeira safra após o registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, feito após sete anos de acompanhamento de técnicos da Epagri e Embrapa.

— É uma variedade única no mundo — orgulha-se Agenor Zilli, que, há 12 anos, notou algo diferente no seu pomar, em Descanso.

Um ramo do pessegueiro de variedade chimarrita, que é branco, produziu pêssegos de cor amarela e com um filete branco. Ele contou o fato para o engenheiro agrônomo Loenir Loro, que recomendou que Zilli reproduzisse a planta. O produtor “enxertou” três ramos na base de outras plantas e só uma delas sobreviveu.

— Quase perdi a variedade — lembra o fruticultor.

Aos poucos ele foi multiplicando o novo pêssego, que passou a ter boa aceitação no mercado. Há três anos ele produziu a primeira safra para venda comercial, com quatro toneladas. No ano passado, foram oito toneladas. Neste ano, a produção chegará a 15 toneladas, com 1,1 mil pés. E a expectativa é de aumentar a produção, pois, a partir da sexta safra, o potencial é de 50 quilos por pé.


Registro recente vai propiciar venda de mudas

A família produz também outros tipos de pêssego e outras frutas. Mas o sucesso maior é o pêssego com o filete branco. A comercialização é feita a R$ 2 por quilo, contra R$ 1,20 a R$ 1,40 de outras variedades da fruta.

— Hoje falta Zilli no mercado — comenta Agenor.

No início, o produtor achou estranho ter uma fruta com seu nome.

— Eu pensei em Prata, mas os técnicos da Epagri e Embrapa me convenceram a colocar Zilli.

Agora ele orgulha-se do nome. Com o registro conquistado recentemente, o agricultor vai comercializar mudas numa parceria com dois viveiros da região. E pretende receber os “royalties” da produção.

A fruticultura tem dado tão bom resultado que dois dos três filhos de Agenor, Fabiano e Fernando, permaneceram na propriedade.

— Se fosse para produzir grão ou fumo a gente não estava mais em casa — garante Fabiano.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Epagri de São Miguel do Oeste, Loenir José Loro, o que houve foi uma mutação da espécie chimarrita, que num galho produziu uma fruta com características diferentes.

— Essa mutação deve ter ocorrido por uma alteração nos cromossomos — acredita o engenheiro agrônomo.

A variedade Zilli tem uma polpa amarela, com filete branco. Necessita de 250 horas de frio abaixo de 7,2 graus por ano, o que é propício em Santa Catarina, exceto em regiões muito frias, como São Joaquim.

A polpa é firme, tem baixa acidez e a casca tem baixa pelosidade (incidência de pelos). Pode produzir até 50 quilos por planta, a partir de seis anos. O período de colheita vai da segunda quinzena de outubro até a primeira quinzena de novembro.




Comente aqui
09 nov13:24

Darlan Romani de Concórdia bate recorde no arremesso de peso nos 52º Jogos Abertos de SC

No segundo dia do atletismo dos Jogos Abertos de Santa Catarina, na quinta-feira, dia 8, dois dos maiores nomes da competição não decepcionaram as centenas de pessoas que foram assistir as competições na Pista Olímpica de Caçador. O primeiro a se destacar foi Darlan Romani, de Concórdia, no arremesso de peso. Depois, a velocista olímpica Tamiris de Liz, de Joinville, entrou na pista e venceu a prova dos 200 metros livres. O atletismo dos Jasc termina nesta sexta-feira com as disputas de 16 medalhas de ouro.

Quando começaram as disputas do arremesso de peso nesta quinta-feira, Darlan, de Concórdia, era o superfavorito, pois, aos 21 anos, levava na bagagem a marca de ter conquistado este ano o Troféu Brasil, ser campeão brasileiro e sul-americano sub-23. Terminada a prova, o óbvio: medalha de ouro no peito e, de quebra, o recorde dos Jasc: 19m33cm. A marca anterior, de 18m46, era dele mesmo.

- Gostei do resultado – disse o campeão, cuja a melhor marca foi 20m48cm alcançada no Campeonato Brasileiro, em setembro, em Maringá (PR).

- Estou agora na fase de treinamento visando a temporada do ano que vem. Tenho o objetivo de bater o recorde sul-americano que é de 21m14cm – disse Darlan.

Já Tamiris de Liz entrou na pista com a bagagem de participar do time do Brasil nas Olimpíadas de Londres e ter sido a terceira melhor atleta dos 100 metros no Mundial de atletismo em Barcelona. Ao correr, venceu a prova mas não conseguiu superar sua própria marca, de 23s96. Nesta sexta-feira de manhã, a joinvilense corre os 100m rasos, cujo recorde também é de Tamiris.

Nos 200 metros masculino, Haiko Bruno Zimmermann, de Blumenau, ganhou sua segunda medalha de ouro com o tempo de 21s30. No dia anterior ele havia vencido os 100 metros. No total o segundo e penúltimo dia do atletismo distribuiu 12 medalhas de ouro.

Os 52º Jogos Abertos de Santa Catarina envolvem cerca de 4,5 mil atletas de 83 municpipios, e são uma promoção do Governo do Estado, com realização da Fesporte e apoio das secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs) e da prefeitura de Caçador.

* com informações da Fesporte.


Comente aqui
13 out18:09

Novos círculos voltam a aparecer em plantações de trigo no Oeste

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Novos círculos misteriosos foram encontrados em áreas agrícolas do Oeste de Santa Catarina, por volta das 12h deste sábado. Mais de 30 agroglifos – nome dado à formação - apareceram em uma lavoura de trigo no interior do município de Ipuaçu, a 500 metros do centro da cidade.Essa é primeira formação do ano encontrada no Oeste.

Segundo o ufólogo, Ivo Hugo Dohl, desde que as formações começaram a aparecer, essa foi a primeira localizada no início do mês.

- Desde 2008 as formações sempre eram localizadas no final do mês de outubro – lembrou.

O ufólogo esteve no local e disse que esta é uma das maiores formações encontradas na região Oeste.

- Há um círculo central de 40 metros de circunferência e 30 pequenos, com três metros de diâmetro, todos interligados – disse o ufólogo.

Hugo fez fotografias do local e deve encaminhar material para especialistas.

Os círculos começaram a aparecer no Oeste em 2008 e de lá para cá já foram cinco formações, a maioria em plantações de trigo na cidade de Ipuaçu.

>> Leia mais sobre os Agroglifos encontrados no Oeste em 2011


Veja o vídeo gravado por Marcelo Franzosi, morador de Ipuaçu:



1 comentário
09 out09:23

Nebulosidade predomina e temperatura pode chegar aos 34°C em Santa Catarina

Depois de um dia quente e abafado, a terça-feira deve acabar com chuva em Santa Catarina. A nebulosidade aumenta em todas as regiões à tarde. A chance de instabilidade é maior para o Sul catarinense. A chuva chega acompanhada de trovoadas em razão do forte aquecimento e da aproximação de uma frente fria. Nas áreas mais próximas ao Rio Grande do Sul há risco de temporais, inclusive com queda de granizo. A máxima do dia passa dos 30°C em boa parte das cidades, podendo chegar aos 34°C no Extremo-Oeste e Litoral-Sul.

— O vento Norte que predomina nesta terça-feira ajuda a manter as temperaturas elevadas ao longo do dia em todas as cidades. Chance de chuva hoje tem, mas no final do dia e nas cidades mais próximas do Rio Grande do Sul. Na medida em que as nuvens avançam para Santa Catarina, elas perdem a intensidade — explica o meteorologista da RBS Leandro Puchalski.

A região da Grande Florianópolis amanheceu com céu parcialmente encoberto. Os termômetros já passavam dos 21°C por volta das 8h30min.

Em todo o Estado o dia começou abafado, com temperatura abaixo dos 18°C apenas na região de Lages e cidades próximas. No Extremo-Oeste foram registradas as maiores marcas no amanhecer, com termômetros na casa dos 23°C na região de Chapecó.


::: Leia mais no blog do Leandro Puchalski


Veja a previsão por regiões:

Grande Florianópolis: predomínio do sol entre nuvens durante o dia. Chance pequena de chuva à noite. Máxima de 30°C.

Extremo-Oeste: chance de chuva à tarde. Calor pode chegar aos 34°C.

Oeste: máxima pode chegar aos 33°C. Pode chover entre a tarde e a noite.

Meio-Oeste: também há chance de chuva à noite. Máxima de 32°C.

Planalto Sul: chove entre a tarde e a noite. Temperatura chega aos 28°C.

Litoral Sul: dia de calor, com máxima de 34°C. Entre a tarde e a noite ocorrem pancadas de chuva.

Vale do Itajaí: chance de chuva à noite. Temperatura chega aos 31°C.

Planalto Norte: nebulosidade aumenta à tarde. Durante a noite há chance de chuva. Máxima do dia fica em torno de 31°C.

Litoral Norte: tarde de sol, mas chance de chuva à noite. Máxima de 32°C na região.


Previsão para o resto da semana:

Predomínio de nebulosidade e chance de chuva a qualquer hora em todas as cidades. Assim será a quarta-feira em Santa Catarina. No Oeste e cidades do Centro, a chuva ocorre pela manhã e diminui no decorrer do dia.

As temperaturas mudam bastante nesta quarta, já que o calor diminui com a chegada da instabilidade. Durante a tarde os termômetros devem marcar entre 18°C e 20ºC. A partir da noite de quarta o frio toma conta da Serra e Planalto Norte.

Para o período entre quinta-feira e domingo, as tardes ficarão amenas. As temperaturas giram em torno dos 20°C, podendo subir um pouco mais no Oeste.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
03 out08:23

Quarta-feira segue nublada e com chuva em todo o Estado

A quarta-feira amanheceu com céu encoberto em Santa Catarina. A chuva que atinge todas as regiões é resultado de uma frente fria que atua sobre o Estado.


Temperatura em algumas localidades por volta das 7h*

Florianópolis: 20,5ºC

Criciúma: 17,1ºC

Blumenau: 19,7ºC

Joinville: 19,8ºC

Lages: 15,4ºC

Chapecó: 15,2ºC

*Dados das estações meteorológicas do Grupo RBS


A Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas em Santa Catarina — alerta para a possibilidade de descargas elétricas. Pode haver temporal com ventania e granizo em pontos, mas de forma isolada.


::: Leia mais no blog do Leandro Puchalski


A temperatura, porém, segue estável variando pouco ao longo do dia. A previsão é de que chegue a 22ºC na Grande Florianópolis; 23ºC no Extremo-Oeste e 26ºC no Litoral Sul.

Próximos dias

De quinta-feira até sábado, a previsão é de que o ar úmido mantém a nebulosidade variável com aberturas de sol, mas com instabilidade que pode provocar pancadas de chuva e trovoadas na maioria das regiões, especialmente entre a tarde e noite.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
02 out14:19

Campanha Pedágio do Brinquedo em Santa Catarina

Até o dia 12 de outubro, mais de 120 pontos de coleta distribuídos por Santa Catarina estarão arrecadando brinquedos destinados a crianças carentes, dentro da campanha Pedágio do Brinquedo. A iniciativa promovida pela RBS TV e FCDL, com apoio do Sesc, conta com 10 pontos de coleta em Chapecó e região, além de CDLs locais e lojistas associados.

São aceitas doações de peças novas ou usadas, desde que em bom estado de conservação. Os brinquedos serão doados para mais de 50 entidades que atendem crianças carentes em todo o Estado.

O Pedágio do Brinquedo é realizado há mais de 10 anos e neste período já beneficiou mais de 1 milhão de crianças.

A iniciativa conta com o patrocínio do Shopping Neumarkt Blumenau, Blumenau Norte Shopping, Colégio Unesc e Unochapecó.


Confira abaixo os pontos de coleta de brinquedos na região Oeste:

CDL local e lojistas associados


Chapecó

CDL Chapecó

Paseo Avenida

Sesc

Shopping Pátio Chapecó

Supermercado Celeiro Centro

Supermercado Super Alfa

Supermercado Brasão

Unochapecó


São Lourenço do Oeste

Unochapecó


Xaxim

Unochapecó


Concórdia

Sesc


Xanxerê

Sesc


Comente aqui