Santa

09 abr12:41

Operação Semana Santa da PRF termina com 59 autuações por embriaguez em SC

As ações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizadas entre quinta-feira e o último domingo resultaram em 59 autuações por embriaguez em Santa Catarina. Desses 11 motoristas foram presos depois que teste com o bafômetro apontou nível igual ou acima 0,3 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões (mg/l). Nesses casos, o motorista é encaminhado à polícia, leva multa de quase mil reais e tem o direito de dirigir suspenso por um ano.

Para o chefe de comunicação da PRF em Santa Catarina, Luiz Graziano, os dados registrados em um curto período de tempo são preocupantes.

— É um absurdo que isso ocorra durante um feriado religioso. E esses números são ainda mais preocupante porque foram registrados em apenas quatro dias de operação — avaliou Graziano.

Além dos flagrantes por embriaguez ao volante, chamou atenção dos policiais rodoviários o elevado registro de imagens feitas pelo radar fotográfico de motoristas dirigindo acima da velocidade permitida nas rodovias federais. Foram 10.121 casos, ou seja, mais de 2,5 mil por dia. Outras infrações foram responsáveis por 1.754 autuações.

— Colocamos radares em pontos e horários onde sabemos que os acidentes são mais frequentes. Ou seja, somando os casos de embriaguez, excesso de velocidade e outras infrações, chegamos à conclusão de que o desrespeito dos motoristas em Santa Catarina está muito grande — lamentou o chefe de comunicação da PRF.


Índices de acidentalidade:

Na comparação com a operação Semana Santa de 2011, a PRF registrou redução no número de acidentes e feridos. No entanto, o número de mortos foi maior.


Veja o comparativo:

2012

Acidentes: 302

Feridos: 186

Mortos: 11


2011

Acidentes: 312

Feridos: 219

Mortos: 8


Das 11 mortes ocorridas nas rodovias federais de Santa Catarina entre quinta-feira e domingo, quatro ocorreram na BR-282, em Vargem Bonita. Outras três mortes foram na BR-101, duas na BR-470, uma na BR-280 e uma morte na BR-153.

A Sexta-feira Santa com 7 vítimas fatais, foi o dia mais violento. A ocorrência mais grave foi em Vargem Bonita. Três pessoas de uma família de Canoas (RS) morreram na colisão de um carro contra uma árvore na BR-282.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
06 abr10:29

Tradição Santa

Sirli Freitas | sirliane.freitas@diario.com.br

A rotina do motoboy Antonio Moraes, na Sexta-feira Santa, é a mesma desde que era pequeno. Antes do sol nascer e sem lavar o rosto ele, como muitas famílias do Oeste, saem de casa a procura de uma florzinha amarela. Antonio acredita na tradição da colheita da Macela.

Depois de colher ele faz o chá da planta, bebe, lava o rosto e faz a barba. – Faço isso para não ter dor de dente e também para os pelos da barba não encravar – disse o chapecoense.

No Oeste de Santa Catarina a tradição da colheita da macela, ou marcela como é popularmente conhecida a erva, que passa de geração para geração, reúne famílias que acreditam que colher a planta com o orvalho sobre as flores faz com que o chá não perca parte do poder curativo.

Airton Moraes, primo de Antonio, andou 30 quilômetros de moto para colher a planta, mas não reclama. – Aprendi a colher com meu pai e faço isso todos os anos –disse Airton. A erva pode ser encontrada na beira das rodovias ou nos campos.

A planta é utilizada em chás e no chimarrão durante o ano todo. A dona de casa Irene Munis Claus disse que as flores do chá não podem ser fervidas. – Se ferver a macela perde todas as propriedades medicinais – recomenda. Ela disse que as flores devem ser colocadas em um copo, acrescentar a água quente e fazer infusão.


Para que serve

O chá é bastante utilizado devido a suas propriedades antiinflamatórias e analgésicas, estimulante da circulação capilar, peles e cabelos delicados, digestiva, indicada para dores abdominais e cólicas, contra diarréia, inflamações, conjuntivite, entre outras.


Comente aqui
03 abr16:11

Sexta-feira Santa

O Grupo de Teatro Ministério de Artes Kairós, formado há quatro anos, realiza nesta sexta-feira Santa, dia 6, a apresentação da Paixão e Morte de Jesus Cristo em Coronel Freitas. O grupo está ensaiando para a apresentação todos os domingos, há mais de dois meses. Nesta terça-feira será realizado o último ensaio antes da apresentação.


Grupo durante apresentação realizada em 2011.


Segundo Gelcimar Barela, um dos coordenadores do grupo, a ideia de realizar a apresentação surgiu do intuito de Evangelizar através da arte. – Participam do grupo pessoas ligadas à Igreja Católica – disse.

Atualmente o grupo é composto por 100 pessoas, de 0 a 70 anos.

O cenário e figurino é todo confeccionado na cidade.

- Queremos convidar a população da região para a apresentação da peça “ Vida, Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo” – convida Barela.

A apresentação acontece na sexta-feira, dia 6 de abril a partir das 20h, em frente ao Salão Paroquial, na Rua Pará, em Coronel Freitas.


Comente aqui
02 abr16:15

Teatro da Paixão de Cristo será apresentado em Abelardo Luz

Será realizado na sexta-feira Santa dia 6, a partir das 19h30, o espetáculo da Celebração da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo, no Estádio Municipal Valdir Stefani de Abelardo Luz. O evento é uma realização do Governo Municipal e conta com o apoio de várias igrejas cristãs do município.

O Teatro da Paixão é um grande espetáculo cristão ao ar livre, com grandes cenários e figurinos de época. – Estamos ensaiando há alguns dias com atores da cidade e do interior. Com certeza será grande evento de arte e fé que promete emocionar o público do município e toda região – afirma o responsável pelo espetáculo, Avito Correia.

A encenação terá duração de 90 minutos e vai envolver cerca de 200 atores. Serão apresentadas cenas marcantes da bíblia como a passagem de Moisés pelo Mar Vermelho, do batismo de Jesus por João Batista, da crucificação até a ressurreição de Cristo, entre outras.

O espetáculo abordará também o tema da Campanha da Fraternidade 2012, Fraternidade e Saúde Pública, quem tem como lema: “Que a Saúde se difunda sobre a terra” (Cf. Eclo,38,8). O evento tem entrada gratuita.


Comente aqui