São Carlos

28 dez11:25

11 cidades em situação de emergência devido a estiagem

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Sobe para 11 o número de cidades em situação de emergência devido a estiagem. Depois de Planalto Alegre, Ipuaçu, Guaraciaba, Coronel Freitas, Marema, São Miguel do Oeste, Águas Frias, Águas de Chapecó e São Carlos, Guarujá do Sul e São José do Cedro também assinaram o decreto.

André Baggio, de Coronel Freitas, terá uma quebra de 50% na safra do milho.

Há mais de 40 dias não chove em São José do Cedro. O longo período de estiagem trouxe danos e prejuízos para agricultores do município.

Técnicos da Defesa Civil, agrônomos da Epagri, empresas fumageiras, laticínios e cooperativas fizeram um levantamento das áreas afetadas e das perdas das culturas.

- O milho teve uma perda aproximada de 40%, o leite 25% e o fumo 30% . Já no cultivo dos hortifrutis as perdas passam dos 40% – disse o secretário de agricultura e presidente da Defesa Civil de São José do Cedro, Pedrinho Casarin.

Casarin acrescenta que se não chover nos próximos dias os prejuízos podem aumentar. O decreto assinado pelo prefeito, Renato Broetto tem a vigência de 90 dias e poderá ser prorrogado por mais 90 dias.

>> Frangos morrendo, vacas sem água e milho seco

Guarujá do Sul

Não é registrada uma chuva significativa há 17 dias na cidade. Segundo o secretário municipal de agricultura, Ênio Barichello, os maiores prejuízos são registrados na cultura do milho. – Nas lavouras do grão as perdas chegam aos 40%, e não tem como reverter esta situação – lamenta o secretário.

O levantamento realizado pelos agrônomos da Epagri e técnicos da Defesa Civil aponta perdas de 35% na plantação de fumo e mais de 30% na produção leiteira. – Os produtores estão antecipando a retirada das plantas da lavoura para não ter prejuízos maiores. A má qualidade da pastagem é uma das responsáveis pela quebra na produção de leite – acrescentou o secretário.

O interior da cidade esta sendo abastecido com água para consumo humano e animal. – Além do transporte de água para as comunidades estamos trabalhando com máquinas na limpeza das fontes naturais – disse o prefeito Celso Taube, que assinou o decreto no final da tarde desta terça-feira.

E a previsão do tempo para os próximos dias na região Oeste não é das melhores. Segundo o metereologista Leandro Puchalski, a chance de chuva existe, mas de maneira isolada e em poucas cidades da região.


>> Nove cidades em situação de emergência, devido a estiagem, no Oeste

>> Sobe para seis o número de cidades em situação de emergência, devido a estiagem, no Oeste

>> Quatro cidades em situação de emergência no Oeste

Comente aqui
28 dez07:40

Frangos morrendo, vacas sem água e milho seco

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A falta de água já está começando a mudar o cenário no Oeste. As lavouras de milho, que antes eram verde escuras, agora estão amareladas. André Baggio, de Coronel Freitas, estima em 50% o prejuízo nos dois hectares de milho que plantou. Alguns pés não formaram nem espigas. Outros tem espigas pequenas e poucos grãos. Ele pretendia colher mais de 300 sacas e vender metade da produção. Agora não sabe se vai colher o suficiente para alimentar os suínos, bezerros e ovelhas que tem na propriedade.

Seu vizinho, Antonio Trentin, enfrenta situação ainda pior. Ele não tem água suficiente para os animais. Mesmo recebendo diariamente 6 mil litros de um caminhão pipa da Prefeitura, estão morrendo 25 frangos por dia, devido ao calor. Ele não consegue fazer a nebulização dos dois aviários senão fica sem água para as aves beberem. –É muito triste- lamentou o produtor.

As aves começaram a morrer há uma semana. Mas a falta de água já começou há 20 dias, quando secaram as fontes da propriedade. Ele tem que dividir a água do caminhão pipa com as vacas. Nilce Trentin disse que a produção de leite já diminuiu 20%, de 230 litros/dia para 180 litros/dia.

>> Nove cidades em situação de emergência, devido a estiagem, no Oeste

>> Prefeito de Caxambu do Sul pode decretar situação de emergência devido a estiagem nos próximos dias

Até para o consumo humano o líquido já começa a escassear. –Temos água de poço artesiano mas não é sempre que ela vem- disse Nilse. O jeito é economizar para lavar roupa e fazer a limpeza.

O responsável pela distribuição de água da Prefeitura, Ricardo Martins, disse que diariamente são distribuídas 10 a 12 cargas de 6 mil litros cada no município. São 30 famílias que são abastecidas para o abastecimento humano e animal. Se não chover forte nos próximos dias, esse número deve aumentar.



Comente aqui
27 dez17:32

Nove cidades em situação de emergência, devido a estiagem, no Oeste

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O número de cidades em situação de emergência aumenta no Oeste. Depois de Planalto Alegre, Ipuaçu, Guaraciaba, Coronel Freitas, Marema e São Miguel do Oeste, Águas Frias, Águas de Chapecó e São Carlos também assinaram o decreto.

A produção de melancia é a mais prejudicada em Águas Frias. Segundo o secretário de agricultura Antoninho Testa, os agricultores já tem perdas de mais de 50%. No milho chega aos 40%, 30% na plantação no fumo e 25% na soja.

Ainda não está faltando água para o consumo humano no interior do município. E para evitar que isso aconteça a prefeitura esta realizando a limpeza das fontes de águas.

Em Águas de Chapecó as perdas passam de 50% no milho e na produção leiteira e aos 30% no fumo. Para amenizar a situação a prefeitura fez, até a semana passada, o abastecimento de água para o interior da cidade.

– Como o reservatório não está mais dando conta, tivemos que parar de abastecer as propriedades – disse o secretário de agricultura André Tormen. Ele acrescentou ainda que a alternativa encontrada é a abertura de fontes de água nas propriedades rurais.


Água do Balneário abastece o interior

Após reunião com a Comissão Municipal de Defesa Civil, o prefeito de São Carlos, Elio Godoy, assinou o decreto de situação de emergência. Na cidade as lavouras de milho e fumo são as áreas mais atingidas pela falta de água.


Milho é uma lavouras mais atingidas pela falta de água e São Carlos.


Segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Nelci Endler, a produção leiteira teve uma redução de 45% devido as pastagens estarem escassas.

Para tentar amenizar a situação, moradores do interior estão utilizando água mineral do poço de Balneário de Pratas. – Os agricultores estão alugando caminhões e puxando água para suas propriedades – disse o prefeito. Ainda segundo, deve ser encaminhado para a Câmara Municipal de Vereadores um projeto de lei sugerindo que os agricultores tenham cisternas em suas propriedades.

Em São Carlos a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento – Casan, está realizando a limpeza de um poço que estava em desuso. Segundo o Superintendente Regional da Casan, Nilso Macieski o investimento no local poderá amenizar a situação do abastecimento na cidade. – Estamos usando medidas como esta para evitar que seja realizado um rodízio de água na cidade – disse.


Em Ipuaçu prejuízos passam dos 50%

Mesmo com as chuvas do final de semana na região, a agricultura não vai recuperar as perdas nas lavouras com a estiagem em Ipuaçu. A prefeitura ainda está disponibilizando toda a estrutura necessária para o transporte de água para os agricultores.

Segundo o secretário de agricultura Eduir Ceron, mais de 50% do milho plantado já foi perdido. – O interior já esta sem água. Os córregos secaram e se não chover o suficiente, ficaremos sem água na cidade também – declarou o secretário.


>> Sobe para seis o número de cidades em situação de emergência, devido a estiagem, no Oeste

>> Quatro cidades em situação de emergência no Oeste

Comente aqui
08 nov09:19

Peixes Migradores

A equipe de estudo dos peixes do Instituto Goio-En iniciou as atividades de reprodução das espécies de peixes migradores do rio Uruguai que estão na Unidade do Projeto Piraqué, no município de São Carlos. O processo reprodutivo foi iniciado na segunda quinzena de outubro, com as espécies suruvi (Steindachneridion scriptum) e curimbatá (Prochilodus lineatus) e se estenderá até os primeiros meses de 2012.

O suruvi é uma espécie que possui a época reprodutiva, ou piracema, no começo da primavera, sobretudo no mês de outubro. Já o curimbatá, apesar de se reproduzir entre os meses de novembro e dezembro, apresentou algumas fêmeas aptas à reprodução, por isso os trabalhos com essa espécie também já começaram.

Antes de tudo é preciso fazer a identificação das fêmeas aptas a reproduzir. Com a utilização de um aparelho chamado cânula, é possível retirar alguns ovócitos para avaliação. Se alguma das fêmeas apresenta gametas maduros, prontos para iniciar o processo, elas são transportadas para o laboratório, onde são utilizadas como matrizes para a reprodução induzida em cativeiro.

Após a fertilização, os ovos são transferidos para as incubadoras, onde terão todo o suporte tecnológico necessário para se desenvolver. Depois da eclosão dos ovos e aparecimentos das larvas, elas são transportadas para os tanques de larvicultura e em seguida aos viveiros de terra, para crescer até se tornarem peixes juvenis, prontos para a comercialização ou a soltura no rio.

A Unidade do Projeto Piraqué, situada em São Carlos, trabalha com espécies de peixes migratórios do rio Uruguai, como dourado, curimbatá, jundiá, pintado amarelo, surubim, suruvi, piracanjuba e piava.


Comente aqui
01 nov20:07

Traficante é preso em São Carlos

A Polícia Civil de São Carlos prendeu na tarde desta terça-feira, dia primeiro, João Rodrigues Padilha, 47 anos.

Padilha tinha mandado de prisão expedido pelo juiz da Comarca de Clevelândia/PR pela prática do crime de tráfico ilícito de entorpecentes. Ele traficava na cidade paranaense com conexão em São Carlos. Nesta cidade, há um Inquérito Policial investigando o envolvimento dele com o tráfico na cidade catarinense.

Os policiais civis da Delegacia de Polícia de São Carlos, coordenados pelo Delegado Nilson Cezar, iniciaram a Operação pela manhã da terça-feira e conseguiram, de tarde, encontrá-lo e prendê-lo, no bairro Cohab.

Após os procedimentos policiais, o preso foi encaminhado para o Presídio de Chapecó.


Comente aqui
01 nov16:37

Programação Deutches Fest

São Carlos promove dos dias três a seis de novembro de 2011, a primeira edição da Deutches Fest, a Festa Alemã. E quando se pensa em algo tradicional de um país, como a Alemanha, logo lembramos da sua culinária.

>> Deutches fest terá comida alemã


Confira a programação:

03/11 – quinta-feira

Local: Ginásio de Esportes Helio dos Anjos Ortiz

20h30 – Café Colonial [Ingressos R$ 13]

21h – Baile com a Banda Alemã Blaskapelle Charivari e Banda Integração [Ingressos R$ 10]


04/11 – sexta-feira

Local: Ginásio de Esportes Hélio dos Anjos Ortiz

20h – Noite Cultural com apresentações de talentos locais [Entrada gratuita]

20h30 – Café Colonial [Ingressos R$ 13]

21h – Banda Blaskapelle Charivari [Ingressos R$ 10]


05/11 – sábado

Milk Fest

Local: C.T.G. Amigos da Querência

8h30 – Mostra, desfile e julgamento de Terneiras das raças; Holandês e Jersey.Torneiro Leiteiro (ordenhas).

12h – Almoço com pratos a base de carne de ovelha. Promoção do Núcleo de Ovinocultores de São Carlos e Águas de Chapecó [ Ingressos R$ 22]

14h – Continuação do torneio leiteiro

15h – Palestra técnica para produtores de leite

16h30 – Premiação e encerramento


Local: Ginásio de Esportes Hélio dos Anjos Ortiz

20h30 – Café Colonial [Ingressos R$ 13]

22h – Baile com a Banda Blaskapelle Charivari da Região de Hamburgo e Banda Integração [Ingressos R$ 10]


06/11 – domingo

Local: Igreja Matriz/Salão Paroquial

06h – Alvorada festiva

09h – Missa em homenagem ao padroeiro São Carlos Borromeu

12h – Almoço festivo. Local: Núcleo dos Criadores de Bovinos [Ingressos R$ 14]

13h30 – Início do Leilão do gado


Comente aqui
26 out09:36

Banda Alemã em São Carlos

São Carlos está se preparando para a primeira Deutches Fest, a Festa Alemã. O município foi colonizado em sua maioria por europeus vindos da Alemanha, e o objetivo da festa, é homenagear o povo e envolver as famílias. – Buscamos fazer algo diferente. Um evento que pudesse envolver a todos, de todas as idades. Queremos também com esta festa homenagear nossos colonizadores e familiares – disse o prefeito de São Carlos, Elio Godoy.

Segundo o diretor municipal de indústria comércio e turismo João Klauck, a iniciativa do convite à banda Blakaspelle, surgiu do próprio prefeito. “Ele teve a ideia de trazer uma banda alemã para cá. A CDL também é nossa parceira” – disse.

Para Klauck, a Blakaspelle é da região Sul da Alemanha e toca músicas típicas do país (conhecidas no Brasil como bandinhas), além de música clássica. Na Europa, realizam apresentações por todo o continente e participam da Oktoberfest de Munique. A delegação de 21 integrantes desembarcará em Foz do Iguaçu no dia dois e ficam na região sul até o dia oito de novembro.

- A presença da banda é um diferencial na festa. Hoje nós praticamos costumes de nossos colonizadores, porque ao longo do tempo fomos adaptando esses costumes à nossa realidade. Já a banda, mostrará um pouco mais da raiz da cultura alemã – destaca Klauck.

A banda Blakaspelle Charivari fará apresentações na noite cultural do dia quatro no ginásio de esportes e também participará dos bailes nos dias três e cinco, também no ginásio.



Comente aqui
21 out13:56

Operação em Postos de Combustíveis

Na tarde de quinta-feira, 20, a Polícia Civil de São Carlos, realizou uma Operação Policial para fiscalizar os postos de combustíveis da cidade e de Águas de Chapecó.

Os agentes fiscalizaram os alvarás de funcionamento, a licença ambiental, a regularidade de notas de compra e venda de combustíveis, os livros de movimentação de combustível, além da aferição das bombas de combustível e análise da qualidade dos combustíveis vendidos (visando constatar adulterações). A Operação contou com o apoio técnico do Comitê Sul Brasileiro de Qualidade de Combustíveis.

Todos os postos de combustíveis foram vistoriados, não sendo constatada nenhuma irregularidade nos combustíveis vendidos.

Segundo o Delegado de Polícia Nilson Cezar, que coordenou a Operação, esse tipo de ação é bem vista pela população local, já que protege o interesse público e os direitos dos consumidores, trazendo informação e mais segurança para as pessoas que adquirem combustíveis na região.


Comente aqui
20 out17:59

Deutches fest terá comida alemã

São Carlos promove dos dias três a seis de novembro de 2011, a primeira edição da Deutches Fest, a Festa Alemã. E quando se pensa em algo tradicional de um país, como a Alemanha, logo lembramos da sua culinária.

De acordo com a nutricionista da Epagri Lilian Castelani que organiza os trabalhos, um café colonial com pratos típicos será servido nas noites dos dias 3, 4 e 5.

- No café colonial serão servidos vários pratos como cucas, bolachas, lingüiças e o famoso kiechimier. Serão cerca de 30 pratos. E para acompanhar, a bebida é o café – disse.

Lilian destaca também a colaboração de algumas mulheres que participaram do concurso de culinária alemã, no fornecimento de itens para este cardápio.

- Através do concurso de culinária alemã, descobrimos que muitas famílias ainda seguem as tradições dos primeiros colonizadores, como o uso do fermento caseiro, por exemplo – enfatizou.

O livro da segunda edição do concurso de culinária que aconteceu em agosto de 2011, será lançado no dia quatro de Novembro.

Ela ainda explica que além do café colonial, haverá barraquinha de vendas com o cachorro quente alemão, pão com lingüiça tradicional da Alemanha e mais um lanche alemão feito na chapa.


1 comentário
12 out11:42

Balneário Pratas pronto para receber

Nesta semana a vice-prefeita de São Carlos Miria Boniatti Rigotti e o diretor de Indústria Comércio e Turismo João Klauck, visitaram as obras do parque aquático em Balneário Pratas. Aproveitando o momento visitaram também o camping e área de lazer de Pratas.

Segundo Miria, o local está sendo preparado para receber as visitas deste verão.

- A limpeza dos sanitários, churrasqueiras e passeios já está sendo realizada na área de camping, próximo ao Rio Uruguai – disse.

O camping oferece água, energia elétrica, chuveiros, churrasqueiras, mesas, além de campo de futebol e vôlei de areia para os visitantes.

- Além desta estrutura em meio a natureza do balneário, também temos a praia artificial no Rio Uruguai, pousadas e hotéis para atender os visitantes, e população local nos finais de semana, por exemplo – destaca a vice-prefeita.

Para ela, a construção do novo parque aquático vai mexe com a autoestima da comunidade e vai atrair mais turistas.


Comente aqui