SC

28 set08:19

Tempo segue estável e temperatura deve aumenta a partir de sábado

A chuva fraca e isolada, prevista para o litoral nesta sexta-feira se confirmou e atingiu Florianópolis logo cedo. A região continua encoberta, pode voltar a chover, mas o sol aparece entre nuvens. Essa instabilidade ocorre por causa da circulação marítima. Já do Oeste ao Planalto, o tempo fica estável e com o predomínio do sol.


Algumas temperaturas registradas pela manhã:

Florianópolis: 15,1ºC

Criciúma: 11,8ºC

Blumenau: 13,1ºC

Joinville: 14,6ºC

Chapecó: 9,2ºC

(Dados das estações meteorológicas da RBS por volta das 7h)


De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina —, nesta sexta-feira a temperatura deve subir um pouco em relação aos último dias podendo chegar aos 23ºC no Extremo Oeste.

Na Grande Florianópolis, a máxima não deve passar dos 20ºC e no Oeste, pode chegar a 21ºC. No Vale do Itajaí os termômetros podem registrar 19ºC, mas no Planalto Sul não devem passar dos 15ºC.


E finalmente…

O fim de semana começa com as mesmas características desta sexta-feira. No sábado, porém, a temperatura diminui e pode haver a formação de geada nas áreas altas do Planalto Sul. No decorrer do dia a temperatura volta a subir se preparando para domingo que deve ser de tempo estável com sol e poucas nuvens.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
27 set08:43

Massa polar mantém temperatura amena em SC e máxima não deve passar de 20ºC

A massa de ar polar que chegou a Santa Catarina favorecendo a formação de neve, sincelo, chuva congelada e outro fenômenos típicos de inverno, se mantém sobre o Estado, mas com menos força, garantindo à primavera, características de primavera.

Desta forma, São Joaquim, na Serra catarinense, o dia amanheceu frio para a época do ano, mas sem registro de neve ou, pelo menos geada.

Algumas temperaturas registradas pela manhã:

Florianópolis: 15,1ºC

Criciúma: 10,2ºC

Blumenau: 9,3ºC

Joinville: 13,1ºC

Chapecó: 4,8ºC

(Dados das estações meteorológicas da RBS por volta das 7h)

A atuação deste massa de ar polar garante a presença do sol, mas entre nuvens. No Litoral, a nebulosidade aumenta no decorrer do dia e pode chover de forma isolada, principalmente à noite.

De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas em Santa Catarina —, a previsão indica que a máxima não deve passar dos 20ºC no Estado. Temperatura que pode ser registrada tanto no Litoral Norte quanto no Sul, bem com na Grande Florianópolis e Extremo-Oeste.

No Planalto Sul os termômetros devem indicar 13ºC e 15ºC no Norte. Já no Vale do Itajaí a máxima não deve passar dos 18ºC.


Próximos dias

Na sexta-feira e no sábado, o tempo volta a ficar estável em boa parte de Santa Catarina. No Litoral, porém, a circulação marítima mantém a chance de chuva.

A temperatura baixa na madrugada e início da manhã de sexta-feira favorece a formação de geada nas áreas altas do Planalto Sul. No Sábado, a temperatura deve subir. No domingo a previsão é de que o sol aparece, mas entre nuvens na maior parte do Estado.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
26 set08:55

Bancários de SC avaliam proposta da Fenaban e podem encerrar greve

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

Os bancários de Santa Catarina se reúnem em assembleias regionais ao longo desta quarta-feira para avaliar a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), apresentada nesta terça, em São Paulo. De acordo com as duas entidades que representam os trabalhadores desta categoria no Estado, 293 permanecem fechadas no oitavo dia de greve.

::: Confira como contornar a greve e resolver os seus assuntos bancários

A proposta da Fenaban elevou o reajuste do piso salarial, que era de 7,5%, para 8,5%, além de elevar os demais benefícios e aumentar para 10% a participação nos lucros e rendimentos (PLR).

Com esta nova proposta, o aumento real seria de 2% para os salários. A greve dos bancários foi deflagrada no último dia 18, depois que os trabalhadores rejeitaram a proposta de reajuste oferecida pela Fenaban, que era de 6%.

Em Santa Catarina a adesão cresceu ao longo da semana e acompanhou os números nacionais. No Estado eram 220 agências fechadas no primeiro dia da greve, e a paralisação chegou a 5.132 agências no Brasil.

Segundo a Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de SC (Feeb) e a Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Estado (Fetec), pelo menos 293 agências e postos de atendimento bancários estavam fechados na terça-feira.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
25 set10:10

Massa de ar frio e seco mantém chance de neve em Santa Catarina

Uma massa de ar frio e seco continua atuando sobre Santa Catarina e a chance de neve não está descartada. Nesta terça-feira o dia começa com chuva na maioria das regiões, mas melhora no decorrer do dia no Extremo-Oeste ao Meio-Oeste. Nas demais regiões do Estado, pode chover a qualquer hora do dia, devido à influência da passagem de uma frente fria pelo Oceano.


Veja algumas temperaturas no amanhecer desta terça*

Florianópolis: 19,3ºC

Criciúma: 13,6ºC

Blumenau: 18,3º

Joinville: 19,8ºC

Lages: 10,3ºC

Chapecó: 14,9ºC

(Dados retirados das estações meteorológicas do Grupo RBS às 7h)


Uma forte massa de ar frio e seco se aproxima do Estado fazendo com que as temperaturas fiquem amenas ao longo do dia. De Acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina —, a máxima deve ser registrada no Vale do Itajaí: 23ºC.


::: Acesse mais informações no blog do Puchalski


Na Grande Florianópolis, a temperatura deve ficar chegar a 21ºC e a 18ºC no Litoral Sul. No Meio-Oeste, os termômetros não devem registrar mais que 20ºC.


Ainda pode nevar

Na quarta-feira, essa massa de ar frio e seco ganha força e o dia começa com previsão de geada no Oeste e Meio-Oeste. Nas áreas mais altas do Planalto Sul, ainda há condições para chuva congelada e até mesmo neve, na madrugada e início da manhã.

No decorrer do dia, porém, o tempo melhora em todas as regiões. Temperatura muito baixa com sensação de muito frio em frio em função da ventania ao logo do dia de sudoeste a sul.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
24 set09:20

Segunda-feira começa com sol, mas previsão indica aumento de nuvens em Santa Catarina

A primeira semana da primavera começa com temperatura amena, mas a previsão indica que ela deve ficar mais elevada ao longo do dia.


Veja algumas temperaturas no amanhecer desta quarta*

Florianópolis: 19,3ºC

Criciúma: 14,2C

Blumenau: 12,9º

Joinville: 15,5ºC

Lages: 11,2ºC

Chapecó: 16,3ºC

(Dados retirados das estações meteorológicas do Grupo RBS às 7h)


De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitoras as condições meteorológicas de Santa Catarina — O sol aparece nesta segunda-feira na maioria das regiões, mas o dia deve ser marcado por um aumento de nuvens.

Um cavado — área alongada de baixa pressão — deve trazer chuva isolada, durante a noite, para Vale do Itajaí, Planalto Norte e Litoral Norte.

::: Acesse mais informações no blog do Puchalski

A máxima prevista para a Grande Florianópolis é de 23ºC, enquanto para o Extremo-Oeste, deve chegar a 26ºC. No Litoral Sul os termômetros devem indicar 24ºC e 22ºC no Vale do Itajaí. Já no Planalto Norte, essa temperatura deve ficar em torno dos 23ºC.

A terça-feira deve começar com chuva na maioria das regiões catarinense. No decorrer do dia o tempo começa a melhorar do Extremo-Oeste ao Meio-Oeste. Nas demais regiões, essa melhora só deve acontecer à noite.

A temperatura que não deve ser muito elevada durante o dia, deve diminuir ainda mais à noite. Essa condição de dá pela influência de uma frente fria que passa pelo oceano Atlântico.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
20 set09:40

Quinta-feira amanhece fria em SC e temperatura não deve passar dos 20ºC

Ainda na quarta-feira a frente fria que passou Santa Catarina, vinda do Rio Grande do Sul, se deslocou para o centro do Brasil, permitindo a chegada de uma massa de ar seco e frio. Com isso, o tempo fica firma nesta quinta-feira, com e poucas nuvens em todas as regiões.

A temperatura, porém, diminuem em relação aos últimos dias, quando os termômetros registraram mais de 30ºC em algumas localidades. O destaque ficar por conta de Lages, na Serra catarinense, que registra 7,2ºC na manhã desta quarta-feira. Chapecó também amanheceu com temperatura baixa, 7,8°C.


Veja algumas temperaturas no amanhecer desta quarta*:

Florianópolis: 16,3ºC

Criciúma: 23,2ºC

Blumenau: 15,6°C

Joinville: 16,9ºC

Lages: 7,2ºC

Chapecó: 7,8ºC

(Dados retirados das estações meteorológicas do Grupo RBS às 7h)

O meteorologista da RBS, Leandro Puchalski, chama a atenção para o fato de que, mesmo com sol, as cidades da Serra, durante a tarde, terão máxima que não deve passar dos 10ºC a 12ºC, sendo que, no Oeste, ela não passa dos 15ºC a 17ºC. Nas demais regiões a máxima se aproxima dos 20ºC.


::: Acesse mais informações no blog do Puchalski


De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina — A Grande Florianópolis deve ter máxima de 19ºC nesta quinta-feira, enquanto no Litoral Norte ela pode chegar a 21ºC.


Fim de semana

Na sexta-feira, a massa de ar frio e seco continua atuando sobre o Estado, mantendo o tempo estável. Pode haver formação de geada no Planalto Sul, especialmente na região de São Joaquim.

A temperatura segue baixa no período noturno com pouca elevação durante o dia, condição que deve ser mantida no sábado e também no domingo.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
18 set10:41

Bancários do Oeste aderem à greve nacional

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A greve dos bancários pegou clientes de surpresa no início da manhã desta terça-feira em oito cidades do Oeste. Bancários de Chapecó, Concórdia, Quilombo, Seara, São Miguel do Oeste, Iporã do Oeste, Maravilha e Pinhalzinho, pertencentes à três sindicatos da categoria, aderiram ao movimento nacional. Em Santa Catarina a projeção é de que pelo menos 10 regiões devem aderir à greve deflagrada por tempo indeterminado.

Os bancários esperavam uma contraproposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A proposta de 6% de reajuste apresentada pelos banqueiros em agosto foi rejeitada pela categoria.

De acordo com o presidente em exercício do Sindicato dos Bancários de Concórdia e Região, Luiz Junior Gubert, a categoria reivindica 10,25% de aumento e melhores condições de trabalho, saúde e atendimento.

- A greve é sempre o último passo, buscamos o diálogo e esperamos que as negociações sejam retormadas – disse Gubert.

Com a paralisação ficam fechados os caixas para saques, pagamentos e todas as movimentações bancárias. O acesso ao autoatendimento deve estar disponível em algumas das agências bancárias de cada região, segundo o sindicato.

Até a noite de segunda-feira ao menos 11 sindicatos confirmaram que os trabalhadores irão cruzam os braços a partir desta terça-feira nas cidades de Araranguá, Balneário Camboriú, Chapecó, Concórdia, Xanxerê, Blumenau, Criciúma, Florianópolis, Joaçaba, São Miguel do Oeste e Tubarão. Em Videira a greve começará na próxima sexta-feira, 21.


Panorama da greve no Oeste

Banco do Brasil

5 agências em Chapecó

1 agência em Quilombo

1 agência em Concórdia

1 agência em Seara

1 agência em São Miguel do Oeste

1 agência em Iporã do Oeste

1 agência em Maravilha



Caixa Econômica Federal

8 agências em Chapecó

1 agência em Pinhalzinho


HSBC

1 agência em Concórdia


Santander

1 agência em Concórdia


Paralisação é nacional

Em todo o país, bancários deflagraram greve, por tempo indeterminado, a partir de terça-feira. Desde a primeira semana do mês, quando a Federação Nacional de Bancos (Fenaban) apresentou proposta de reajuste salarial muito distinta da reivindicação dos bancários, os trabalhadores ameaçam cruzar os braços.

Ao todo, a categoria reúne cerca de 500 mil funcionários no país.


Alternativas à greve

Correspondentes

Estão espalhados em todo o país em pontos como supermercados, casas lotéricas e postos dos Correios. As casas lotéricas, por exemplo, funcionam durante o horário comercial.


Operações

— Pagamento de contas de água, luz, telefone (com ou sem fatura), tributos municipais e estaduais, boletos de bancos. carnês, INSS/GPS, FGTS-GRF/GRRF/GRDE (com código de barras) e contribuição sindical (em dinheiro).

— Saque de dinheiro e benefícios como bolsa família, INSS, FGTS, seguro desemprego e PIS. O saque com com cartão magnético é limitado a R$ 1 mil ou três transações diárias.

— Depósito em conta corrente ou em conta poupança. A operação limitada a R$ 1 mil ou até três transações por dia.

— Consulta de saldos e extratos de contas correntes e poupanças, entrega de propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação para aposentados, pensionistas do INSS, empregados de empresas conveniadas e recarga de celular pré-pago.


Internet Banking

Operações

— Consultas de saldo, extrato, lançamentos futuros, extrato de compras com cartões de débito, informe de rendimentos, investimento, poupança, aplicações e transações agendadas.

— Pagamentos de Débito Direto Autorizado (DDA), agendamento de pagamento de conta (água, luz, telefone e gás), boleto de cobrança DARF/DARF Simples, Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), GFIP-FGTS, GPS-INSS, IPVA, DPVAT, IPTU/, GRCS, ISS, licenciamento de veículos e recarga de celular.

— Transferências entre outros bancos, TED e DOC eletrônico

— Solicitação e desbloqueio de talão de cheques, solicitação, consulta e cancelamento de débito automático e empréstimos.


Mobile banking

Para ter acesso a este serviço, o cliente deve baixar o aplicativo (app) da instituição diretamente no celular, a partir do site do banco e das lojas virtuais de aplicativos.


Operações

— Por este canal, geralmente é possível consultar saldos, verificar extratos, contas de investimentos, home broker (compra e venda de ações) e pagar títulos via Débito Direto Autorizado (DDA). O serviço, no entanto, varia conforme a instituição e o relacionamento com o cliente.


Telefone

Todos os bancos oferecem um serviço telefônico por meio do qual o cliente pode tirar dúvidas sobre serviços e realizar transações financeiras.


Operações

—Pagamento de boleto a vencer da mesma instituição e de outras, de contas (água, luz, telefone, gás) e de imposto e taxas.




1 comentário
17 set11:25

Micro e pequenas empresas de SC estão entre as que mais crescem no Brasil

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

Ser uma pequena ou microempresa em Santa Catarina está se tornando sinônimo de referência de empreendimento com os melhores índices de crescimento no Brasil. A comprovação está no ranking elaborado a partir do estudo “As PMEs que mais crescem no Brasil”, divulgado nesta quinta-feira e que coloca uma empresa do Estado no segundo lugar nacional. SC também tem três das cinco primeiras colocações na Região Sul do país.

As cidades de Timbó, São José e Florianópolis são os endereços de três empreendimentos que colocaram em prática o plano de negócios elaborado e multiplicar sua receita nos últimos três anos entre 371,1% e 11.900%.

De constituição familiar, a construtora Reuter, de Timbó, foi a empresa do Estado a conquistar a melhor colocação, com o segundo lugar nacional. O diretor geral, Edmilson Silva, 55, conta que optar pela construção de imóveis em cidades ao redor de municípios polo foi a estratégia adotada.

O feito foi sair do faturamento de R$ 3,8 milhões, em 2010, para R$ 11 milhões no ano passado. A projeção é fechar 2012 com pelo menos R$ 22 milhões faturados. Seus apartamentos variam entre 70m2 e 300m2 e são oferecidos ao mercado por até R$ 400 mil.

— Focamos no déficit habitacional das cidades da região, que estão crescendo e começando a se verticalizar. O efeito desta expansão é que os terrenos estão ficando mais caros e, junto com eles, o preço para o consumidor construir sozinho seu empreendimento. Oferecemos a opção de entregar tudo pronto e com o máximo de qualidade possível — orgulha-se o empresário, que diz estar surfando na onda do crescimento da construção no Médio Vale do Estado.

Segundo Heloisa Montes, sócia responsável por estratégia para empresas emergentes da Deloitte, a média de crescimento anual das empresas catarinenses é de 30%, semelhante aos 33% da média nacional.

Os setores de construção civil, tecnologia da informação e prestação de serviços, que aqui despontam, também são reflexo da realidade nacional. Quatro das 15 empresas de SC atuam na área de Construção Civil, setor que é o quinto mais presente entre as empresas participantes da pesquisa, com 7,8%, atrás da Tecnologia da Informação (24,3%), comércio varejista e atacadista (1,1%), prestação de serviços (10,5%), e máquinas e equipamentos (9%).


Plano de negócios é fundamental

Desenvolver produtos tecnológicos para melhorar a produtividade no campo, como um GPS que conduz tratores em meio a plantações e controladores que economizam até 20% de adubo ou herbicidas , é o foco da Arvus, empresa fundada por Gustavo Raposo, 30, Bernardo de Castro, 33, e Adriano Correa, 33, há oito anos e que ficou em 5º lugar regional e 18º nacional no ranking. Os três são engenheiros de produção que se conheceram nos corredores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e nos jogos de polo aquático.

Sediada em Florianópolis, em 2008 saíram da incubadora mantida pela Associação Catarinense de Tecnologia (Acate). No mesmo ano traçaram o planejamento financeiro para projetar o crescimento da empresa.

No ano passado o faturamento foi de R$ 5 milhões e a perspectiva é chegar a R$ 12 milhões neste ano e ultrapassar os R$ 20 milhões em 2013. Hoje a empresa possui sete filiais no Brasil e atende clientes nacionais e dos países vizinhos.

— Como expandir o tamanho das fazendas está ficando problemático porque o valor cobrado pela terra está crescendo, o caminho é melhorar a produtividade e é nesta linha de agricultura de precisão que trabalhamos. Queremos crescer e dobrar o tamanho da empresa em 2013 — prospecta Gustavo.

Ter um plano de negócios e definir os rumos da empresa também foi o caminho escolhido pela EQS Engenharia, de São José, e atende a clientes corporativos do Sudeste e Centro-Oeste do país e tem 70% de sua atuação no Sul.

Fernanda Aragão Lopes, 27, é diretora administrativa e financeira da empresa que atua na gestão de infraestrutura e manutenção para clientes corporativos como empresas de telefonia e instituições bancárias.

Ela revela que os rumos atuais começaram a ser traçadas em 2008, com o planejamento das ações, culminou na conquista da ISO 9001, em janeiro deste ano, que certifica a gestão e a qualidade dos serviços prestados. O faturamento, que era de R$ 47 milhões em 2011, deve chegar a R$ 60 milhões neste ano, projeta a empresária.

— Traçar as metas e definir o planejamento da pequena e microempresa é fundamental, pois permite evitar surpresas e dar capacidade para reagir às mudanças do mercado. É o básico, mas que precisa ser bem feito para garantir que a vida da empresa seja longa — avalia Heloísa.


Confira a lista das empresas catarinenses no ranking nacional

Posição  |  Empresa   | Cidade

2º Reuter  -  Timbó

9º EQS Engenharia -  São José

18º Arvus  -  Florianópolis

57º Ogochi  – São Carlos

75º Cianet – Florianópolis

136º Ekotex – Pomerode

142º Copa&Cia -  Blumenau

144º Domínio Sistemas  -  Criciúma

153º Pioneira da Costa -  Florianópolis

156º Vitsolo – Balneário Camboriú

190º Reivax  – Florianópolis

204º Tecnoblu Your Id  – Blumenau

205º Selbetti  – Joinville

224º Teclan  – Florianópolis

231º Farben – Içara


Fonte: Deloitte e Exame PME


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
17 set08:34

Semana começa com sol entre nuvens e temperatura pode chegar aos 30°C em SC

A semana começa com nebulosidade em Santa Catarina. Ainda assim o sol aparece entre nuvens na maioria das regiões. Com atuação de uma massa de ar quente no Estado, a temperatura deve chegar aos 30ºC no Sul e Oeste. Nas demais regiões os termômetros marcam entre 26°C e 28°C.

Ao longo da tarde e da noite podem ocorrer pancadas de chuva.

— A segunda-feira tem nuvens que tanto permitem aberturas de sol, como trazem algumas pancadas de chuva mal distribuídas. Ou seja, em muitas cidades teremos apenas aumento de nuvens. Destaco que a chance de chuva é maior para o Sul, Oeste e Serra — explicou o meteorologista da RBS Leandro Puchalski.


Veja algumas temperaturas registradas pela manhã*

Florianópolis: 19,1ºC

Criciúma: 27,4ºC

Blumenau: 18,6ºC

Joinville: 18,4ºC

Lages: 14.2ºC

Chapecó: 22ºC

(*Dados das estações meteorológicas da RBS por volta das 7h30min)


>> Acesse mais informações no blog do Puchalski


Ciclone extratropical

Na terça-feira o sol volta a predominar em todas as regiões. De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições climáticas — durante a tarde as áreas de baixa pressão sobre o Rio Grande do Sul se intensificam formando um ciclone extratropical. Aliado a uma frente fria, os sistemas provocam instabilidade em SC.

DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
14 set08:53

Sexta-feira amanhece com nebulosidade, mas sol deve predominar em SC

Esta sexta-feira, o amanhecer tem nuvens e chuviscos isolados da Grande Florianópolis ao Litoral Norte do Estado devido a circulação marítima. No decorrer do dia, no entanto, haverá predomínio de sol no Estado e a temperatura estará em elevação. Vento leste a nordeste, fraco a moderado com rajadas.


::: Acesse mais informações no blog do Puchalski


Veja algumas temperaturas registradas pela manhã*:

Florianópolis: 17,7ºC

Criciúma: 13,7ºC

Blumenau: 16,9ºC

Joinville: 18,1ºC

Lages: 12.1ºC

Chapecó: 13,3ºC

(*Dados das estações meteorológicas da RBS por volta das 7h30min)


O sol volta a predominar em todas as regiões. Com isso, a temperatura deve subir. De acordo com a Epagri/Ciram — órgão que monitora as condições meteorológicas de Santa Catarina — a máxima deve chegar a 29ºC no Extremo-Oeste e a 27ºC no Litoral Sul. Na Grande Florianópolis os termômetros podem registrar 25ºC e 24ºC no Vale do Itajaí.


Fim de semana

No sábado, o dia deve começar com nevoeiros, mas o sol irá predominar em todo o Estado. A previsão é de que a temperatura fique elevada. Esta condição deve se manter no domingo, mas com mais nuvens nas regiões próximas ao Rio Grande do Sul.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui