Seara

01 set10:54

Seara no PAC 2

O projeto encaminhado pela prefeitura ao Governo Federal para implantação de esgotamento sanitário foi pré-selecionado no PAC 2. De acordo com a Assessoria da prefeitura, se aprovado, o valor de investimento será superior a 10 milhões. A lista com as cidades brasileiras pré-selecionadas para abastecimento de água e esgotamento sanitário foi divulgada na sexta-feira, 25.

De acordo com o Secretário da Administração Ademir Verza, com a aprovação do projeto, Seara pode alcançar 74% de cobertura no município. – Atualmente não temos um tratamento adequado do esgoto. No projeto estão previstos a implantação de estação de tratamento, redes coletoras e ligações domiciliares – disse.


Para aprovação final, os municípios devem apresentar o pré-projeto ainda na primeira quinzena de setembro. Após entrevistas técnicas é que será divulgada lista dos municípios beneficiados.


Os municípios selecionados têm até 50 mil habitantes, e foram pré-selecionados pelo Ministério da Saúde, através da Fundação Nacional de Saúde – Funasa e assegurados pelo Programa de Aceleração do Crescimento – PAC.


Financiamento para pavimentações


A Prefeita Laci Grigolo assinou na segunda-feira, 29, em Florianópolis, o financiamento de 2,25 milhões destinados a pavimentação asfáltica. O recurso vai beneficiar num primeiro momento cinco ruas e na segunda etapa mais cinco.


Além das pavimentações através do Badesc, outras três estão sendo pavimentadas com lajotas sextavadas, através de recursos próprios. Também, de forma permanente, ocorrem as operações tapa buracos. O prazo de pagamento do financiamento do Programa Badesc Cidades é de 36 meses com um ano de carência.


Convênios assinados


Além de Seara, outros 12 municípios assinaram os convênios: Arabutã R$ 1 milhão; Araranguá R$ 6,5 milhões; Bocaina do Sul R$ 900 mil; Braço do Norte, R$ 4,5 milhões; Forquilhinha R$ 2,7 milhões; Garopaba R$ 2 milhões; Iomerê R$ 1,2 milhão; Nova Erechim R$ 1 milhão; Nova Itaberaba R$ 900 mil; Santa Cecília, R$ 450 mil e Treviso R$ 1,9 milhão. Ao todo são R$ 26 milhões repassados.


Comente aqui
31 ago10:37

Mais de 2 mil mamografias

Desde a instalação do mamógrafo, em abril de 2010, já foram realizados 2.305 mamografias no Hospital São Roque, em Seara. O equipamento que realiza em média 150 exames por mês, atende seis municípios: Ipumirim, Arvoredo, Alto Bela Vista, Lindóia do Sul, Arabutã e Itá.

O equipamento foi adquirido em junho de 2006 em parceria com o Governo do Estado, com custo de R$160 mil e por não atender as determinações da Anvisa, não estava sendo utilizado. Com intervenção da Promotoria de Justiça de Seara, a Prefeitura conseguiu um acordo com a empresa vencedora da licitação e realizou a troca do mamógrafo.

De acordo com a secretária da Saúde Kerstin Lohmann, o acesso à saúde é um direito de todos e a implantação do mamógrafo em Seara era de extrema importância e urgência. Os exames são realizados por técnicas capacitadas e beneficiam, além das searaenses, pacientes de toda a região. Mulheres acima de 40 anos são encaminhadas pelo Sistema Único de Saúde gratuitamente.

O que é a Mamografia?

A mamografia é um tipo de radiografia especial, realizada em aparelhos específicos para avaliação das mamas. A mamografia de rotina é a melhor oportunidade de detectar precocemente qualquer alteração nas mamas antes até que o paciente ou médico possam notá-las.

Cuidados para evitar o câncer de mama

A herança genética, a obesidade e o número elevado de ciclos menstruais estão entre os principais fatores que estimulam o surgimento do câncer de mama. Algumas das precauções que podem ser tomadas são: fazer visitas anuais ao ginecologista, realizar o auto-exame uma vez por mês e submeter-se ao exame de mamografia anualmente após os 40 anos.

Comente aqui