Secretaria

30 ago10:33

Secretaria de Agricultura e Serviços Gerais de Chapecó vai atender em novo endereço

Melhorar o atendimento aos agricultores chapecoenses e oferecer todos os serviços em um só lugar, são os objetivos da mudança de endereço da Secretaria Municipal de Agricultura e Serviços Rurais.

A Secretaria será transferida para o prédio que abriga o Mercado Público Regional, localizado na Rua John Kennedy esquina com Sicília, no bairro Passo dos Fortes.

A inauguração da nova sede será nesta sexta-feira, dia 31. O atendimento será realizado de segunda a sexta-feira das 12h às 18h.


Comente aqui
27 ago16:55

Secretaria de Agricultura está em novo endereço em Chapecó

Melhorar o atendimento aos agricultores chapecoenses e oferecer todos os serviços em um só lugar, são os objetivos da mudança de endereço da Secretaria Municipal de Agricultura e Serviços Rurais.

A Secretaria será transferida para o prédio que abriga o Mercado Público Regional, localizado na Rua John Kennedy esquina com Sicília, no bairro Passo dos Fortes.

As atividades no local iniciam nesta terça-feira, dia 28 de agosto, agregando todos os serviços que compreendem a agricultura. O atendimento será realizado de segunda a sexta-feira das 12h às 18h.


Comente aqui
26 jul11:16

Feira de mudas inicia nesta sexta-feira em Chapecó

Mudar o visual da propriedade e ter a opção de colher frutas no quintal de casa é o principal objetivo da Feira de Mudas organizada anualmente pela Secretaria de Agricultura e Serviços Rurais de Chapecó. A abertura será às 7h desta sexta-feira, dia 27, no Pavilhão 3 da Efapi. A feira seguirá até o domingo, dia 29. O horário de funcionamento é das 7h às 18h com exceção do domingo, quando a feira fica aberta até às 16h.

Serão vendidas mudas de árvores de frutas cítricas a partir R$ 7 e um mix de variados tipos de plantas.

- A Feira é uma oportunidade para adquirir produtos de qualidade e transformá-la em alternativa de renda ou até mesmo para arborizar a cidade – disse o Secretário de Agricultura, Altair Silva.

A Secretaria de Agricultura realizou cadastramento antecipado de mudas para os produtores visando garantir a qualidade dos produtos. Agrônomos da Secretaria estarão à disposição da população para repassar informações para a melhor produtividade.


Comente aqui
22 jun16:10

Secretaria da Agricultura discutiu em Maravilha aplicação de recursos para estiagem

Nesta quinta-feira, dia 21, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca participou de audiência pública em Maravilha para debater a aplicação de recursos para amenizar os efeitos da estiagem, principalmente no Oeste catarinense. Os recursos são oriundos do Programa Caminhos do Desenvolvimento que parte da contratação de um empréstimo de R$ 611 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Para minimizar os efeitos da estiagem no Estado serão destinados R$ 60 milhões, com contrapartida de R$ 15 milhões do Governo do Estado. Sendo que R$ 30 milhões serão para financiamentos para agricultores familiares e R$ 30 milhões para obras públicas.

O Programa abrange também investimentos em estrutura rodoviária, ampliação do serviço de internet e combate aos efeitos da chuva na Região do Vale do Itajaí. A audiência aconteceu na Câmara de Vereadores e contou com a presença do secretário adjunto de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies. As audiências públicas serão realizadas também em Videira, no dia 28 de junho, e Xanxerê, no dia 5 de julho.

Os investimentos serão destinados para obras em sistemas de captação, armazenagem e uso da água no meio rural catarinense. Serão construídos cisternas, açudes e poços artesianos, cisternas de irrigação e distribuição de águas em comunidades rurais. O apoio será tanto para obras privadas tanto para obras públicas de uso coletivo.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, a estiagem é um fenômeno frequente em Santa Catarina, apesar de o Estado ter alto índice pluviométrico médio de 1600 a 200 mil milímetros de chuva por ano.

O secretário adjunto Airton Spies explicou que o futuro sustentável da agricultura familiar de Santa Catarina depende do uso de irrigação.

- As atividades produtivas que utilizam tecnologias de pontas não podem ficar expostas aos altos riscos de estiagem que ocorrem naturalmente no Estado – ressaltou.

- O poder público representado pelas prefeituras municipais, Governo do Estado e Governo Federal gastam elevados somas de recursos com mitigação dos efeitos das estiagens. Na estiagem de 2012 foram mais de 140 municípios decretaram estado de emergência e os prejuízos na agricultura ultrapassam 800 milhões de reais -complementou Spies.

O secretário adjunto destaca que por essas razões os investimentos em prevenção devem ser priorizados e discutidos para que na próxima estiagem se gaste menos com o socorro dos atingidos. – Esta é a lógica do projeto e da aplicação desses recursos discutidos nessa audiência pública – concluiu Airton Spies.

Comente aqui
21 jun08:59

Secretaria da Agricultura participa de audiência pública em Maravilha

Nesta quinta-feira, dia 21, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca participa de audiência pública em Maravilha para debater a aplicação de recursos para amenizar os efeitos da estiagem, principalmente no Oeste catarinense. A audiência acontece às 14h na Câmara de Vereadores e conta com a presença do secretário adjunto de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies.

As audiências públicas serão realizadas também em Videira, no dia 28 de junho, e Xanxerê, no dia 5 de julho. Os recursos são oriundos do Programa Caminhos do Desenvolvimento, que abrange também investimentos em estrutura rodoviária, ampliação do serviço de internet e combate aos efeitos da chuva na Região do Vale do Itajaí. O Programa, autorizado pela Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, parte da contratação de um empréstimo de R$ 611 milhões com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Para minimizar os efeitos da estiagem no Estado serão destinados R$ 60 milhões que podem beneficiar até 50 mil famílias.

Durante as audiências, os problemas e sugestões para aplicação dos recursos serão discutidos junto aos agricultores, sindicalistas, engenheiros, empresários, lideranças comunitárias e políticas. Além disso, técnicos da Secretaria da Agricultura, Epagri e entidades e órgãos civis irão participar dos encontros.

>> Chega a 150 o número de municípios em situação de emergência em SC

Santa Catarina contabiliza cerca de R$ 700 milhões em prejuízos por causa da estiagem nas 148 cidades atingidas, abrangendo 800 mil pessoas.


Comente aqui
04 jun16:56

Projeto contra o Tabagismo é realizado em Coronel Freitas

A Secretaria Municipal de Saúde de Coronel Freitas, juntamente com o Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), desenvolve o Projeto contra Tabagismo, que tem o objetivo de auxiliar pessoas com interesse em para de fumar.

Atualmente existe um grupo de 20 fumantes, que terão acompanhamento em num período de três meses para deixar de fumar. O grupo é acompanhado semanalmente pela equipe engajada no projeto. A equipe é formada por um médico que faz avaliação médica, solicitação de exames complementares, prescrição de medicações e demais orientações. Uma enfermeira que trabalha na verificação dos sinais vitais e orientações quanto a alimentação e hábitos de vida saudável. O projeto conta também com uma psicóloga para acompanhamento e orientações psicológicas e a fisioterapeuta que trabalha com alongamentos e exercícios respiratórios.

No último encontro, realizado no Clube dos Idosos Frei Elvico Maier, os participantes assistiram vídeos educativos de combate ao tabaco, participaram de uma sessão de alongamentos e orientações posturais.

Como parte integrante do programa e em comemoração ao Dia Mundial de Combate ao Tabagismo, dia 31 de maio, foi realizado uma palestra, com o médico psiquiatra, Flávio Freitas. O encontro aconteceu no Centro de Formação, localizado ao lado da Igreja Matriz de Coronel Freitas.



Comente aqui
30 mai15:22

Hepatites em debate em Chapecó

Na sexta-feira, dia 1º de junho, no Centro de Cultura e Eventos Plinio Arlindo De Nes em Chapecó, será realizada palestra “Cidadão Catarinense na Luta Contra as Hepatites Virais”. O evento, que é organizado pelo Setor de Hepatites da cidade, com o apoio da Secretaria de Saúde, acontece das 8h30 às 11h30. Pela manhã o foco será as Hepatites Virais e pólos de tratamento, durante a tarde, das 13h30 às 17 horas o foco será o SUS.

De acordo com Maria Luiza Trizotto Stormovski, enfermeira coordenadora do setor de hepatites, o evento é direcionado para agentes, técnicos e demais profissionais de saúde e educação, entidades filantrópicas, cursos de ciências da saúde, portadores de hepatites, familiares e pessoas da comunidade com interesse na área. A palestrante será Anna Maria Gomes Haensel Schmitt, do Grupo Hércules de Florianópolis.

Ação será realizada também em Concórdia e São Miguel do Oeste.


Hepatites

Maria Luiza explica que as hepatites são infecções do fígado causadas por vírus e as vezes por agentes tóxicos. Segundo ela, os sintomas da doença são pele e olhos amarelados, cansaço, falta de apetite, tontura, enjoo, febre, fezes esbranquiçadas, urina escura e dor abdominal. – Existem vários tipos de hepatites, mas as mais comuns são hepatite A, B e C – comentou.

A transmissão da Hepatite A, segundo Maria Luiza é fecal/oral e pode ser adquirida através de água ou alimentos contaminados por fezes, uso de objetos contaminados pelas secreções da pessoa infectada e contato direto com esgoto ou lixo.

- Para evitar a Hepatite A é preciso beber água tratada ou fervida; lavar sempre as mãos com água e sabão, antes das refeições e após usar a privada ou banheiro; lavar frutas e verduras em água corrente e tratada; cobrir os alimentos para proteção contra os insetos – informou.

Já sobre a Hepatite B, Maria Luiza informa que a transmissão pode ocorrer através da transfusão de sangue, soro e plasma contaminados com o vírus; contato sexual com pessoa contaminada, sem uso de preservativo; agulhas, seringas e objetos contaminados por sangue.

- Para evitar a Hepatite B, devemos exigir controle de qualidade do sangue, em caso de transfusão sanguínea e de produtos derivados de sangue; usar preservativo nas relações sexuais; não compartilhar alicates de cutícula, cortador de unhas, giletes, aparelho de barbear e agulhas – comentou.

Maria Luiza destaca que a Hepatite C é transmitida através da transfusão de sangue; pessoas que compartilham agulhas e seringas; tatuagens e piercings, se não for material individual; nos salões de beleza quando os materiais não são adequadamente esterilizados.

- Os cuidados para evitar a Hepatite C são as mesmas da B, exigir controle de qualidade do sangue, em caso de transfusão sanguinea e de produtos derivados de sangue; usar preservativo nas relações sexuais; não compartilhar alicates de cutícula, cortador de unhas, giletes, aparelho de barbear e agulhas -finalizou.



Comente aqui
24 mai15:37

Secretaria de Saúde de Abelardo Luz implanta Farmácia com plantão 24 horas

Agora os cidadãos abelardenses que necessitarem de remédios gratuitamente à noite ou de madrugada podem ir ao Centro Municipal de Saúde “Angela Nardino Bertoncello”. Já está em funcionamento na unidade, desde o dia 15 deste mês, a Farmácia de Plantão 24 Horas, com mais de 339 tipos de medicamentos gratuitos a disposição de todos.

A novidade faz parte das ações que visam facilitar o acesso dos moradores aos serviços básicos de saúde. – Há tempos estávamos tentando implantar esse serviço que vai beneficiar muitos abelardenses, em especial, as pessoas que não tem condições de comprar o remédio – destaca o prefeito Dilmar Fantinelli.

A farmácia da Unidade Central de Saúde funcionava das 7h às 19h, no mesmo horário do Plantão Médico. Após esse horário o plantão médico é feito no Hospital Nossa Senhora Aparecida e a farmácia ficava fechada.

- Agora a farmácia está funcionando de segunda a segunda-feira. Para ser atendido o cidadão precisar ir até a unidade e apresentar a receita ao farmacêutico de plantão -explica o secretário de Saúde, Mauro Tortelli.

Dos 339 medicamentos gratuitos disponíveis a população, 121 são da lista básica do SUS e o restante comprado pelo município. Na lista não estão incluídos os medicamentos contraceptivos estes fornecidos através da equipe do Programa de Controle da Natalidade.


Comente aqui
15 mai15:33

Formação para professores intérpretes em Chapecó

A Secretaria Municipal de Educação de Chapecó realizou uma Formação para Professores Intérpretes. Os profissionais são responsáveis por fazer o intermédio entre o professor regente e estudante, além de auxiliar os alunos surdos na compreensão e assimilação das atividades repassadas em sala de aula.

A formação ministrada pelos professores Anderson Luchese e Rivael Fabrício, teve como objetivo ampliar o conhecimento dos professores sobre a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). A intenção foi de oportunizar o domínio dos processos, dos modelos, das estratégias e das técnicas de tradução e interpretação, a fim de assegurar aos alunos surdos o acesso à comunicação, à informação e à educação.

- A atuação destes profissionais é de extrema importância no contexto de inclusão da pessoa surda – destaca a Secretária Municipal de Educação, Sueli Suttili.


Comente aqui
08 mai18:29

Agricultores atingidos pela estiagem em SC devem receber sementes de milho

Nesta terça-feira o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues esteve reunido em Brasília com o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro. O objetivo do encontro foi discutir medidas de auxiliar os agricultores familiares atingidos pela estiagem no Estado.

No encontro, Rodrigues pediu apoio do Ministério para o fornecimento de sementes de milho, azevém, aveia e adubo para a safra 2012/2013, principalmente para o Oeste de Santa Catarina. O levantamento feito pela Secretaria da Agricultura e Epagri mostra que mais de 135 municípios foram atingidos pela estiagem, abrangendo 95,2 mil propriedades agrícolas e 391 mil pessoas ligadas ao meio rural, com prejuízo de aproximadamente R$ 778 milhões.

>> Segundo a Defesa Civil do Estado 138 municípios estão em situação de emergência devido a estiagem

Segundo o Ministro Mendes Ribeiro, a Conab deverá liberar 58 mil toneladas de semente de milho ao preço de R$ 21 a saca para 19 municípios catarinense. O milho deve chegar a Santa Catarina em 72 horas. Os municípios beneficiados serão: Campo Erê; Pinhalzinho; São Miguel do Oeste; Descanso; Itapiranga; Palmitos; Coronel Freitas; Maracajá; Braço do Norte; Quilombo; Tangará; Herval do Oeste; Mondaí e Palmitos.

- Nosso pedido tem o intuito de auxiliar os pequenos produtores mais prejudicados pela estiagem em Santa Catarina – destacou João Rodrigues. O secretário disse que a liberação das sementes será bem vinda para amenizar o drama dos agricultores atingidos pela estiagem e dar maior segurança, produtividade e rentabilidade nas lavouras e criações.


Comente aqui