Secretário

01 ago11:44

Obras do acesso à BR 282 serão reiniciadas

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O secretário de Infraestrutura de SC, Valdir Cobalchini, anunciou nesta manhã em Chapecó o reinício das obras de duplicação da BR 480, conhecido como Acesso Plínio Arlindo de Nes, que faz ligação com a BR 282. A obra ficou parada uma semana para alguns reajustes como readequação de redes de água, telefonia e energia, além das desapropriações.

– Como não podemos interromper o fluxo de veículos para resolver essas questões tivemos que fazer alguns ajustes – disse.

Nesta quarta-feira funcionários da empresa vencedora do edital devem voltar ao trabalho no viaduto, localizado no trevo da BR 282. Já as obras na duplicação iniciam na próxima semana. Cobalchini disse ainda que o pagamento, por parte do Governo do Estado,da empresa vencedora do edital está em dia e que as obras devem ser concluídas em 2013.



O secretário de Infraestrutura de SC, Valdir Cobalchini e o secretário da SDR de Chapecó Eldimar Jagnow.



- Não estamos com nenhum atraso – disse o secretário.

Na coletiva de imprensa o secretário falou também sobre o Pacto por SC que irá revitalizar duas rodovias do Oeste. Na SC 283, que liga Chapecó à Águas de Chapecó, devem ser investidos R$ 6 milhões na revitalização de 40 quilômetros, já na SC 480, rodovia que liga Chapecó com o Rio Grande do Sul, vão ser investidos R$ 29 milhões na restauração completa da pista de 20 quilômetros.

- As obras devem iniciar ainda neste ano após o edital apontar a empresa vencedora da licitação – disse o secretário. Cobalchini disse que a revitalização na SC 480 deve ser concluída em 2014, já as obras na SC 283, ainda em 2013.


Comente aqui
08 mai07:53

Aeroporto de Chapecó terá novo terminal

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Além da reforma da pista, que está em andamento, o aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, deverá receber um novo terminal de passageiros. Em audiência pública sobre o aeroporto realizada ontem no Hotel Lang, o prefeito José Cláudio Caramori e o secretário de Infraestrutura do Estado, Valdir Cobalchini, anunciaram que o Governo do Estado vai priorizar investimentos na melhoria do aeroporto, com recursos da compensação pelas perdas da Resolução 72, que unifica em 4% a alíquota de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços em Produtos Importados.

Caramori disse que a obra vai custar cerca de R$ 80 milhões. Cobalchini afirmou que investimentos de R$ 44 milhões já estavam previstos mesmo antes da compensação do ICMS. A previsão é de ainda em 2012 assinar os convênios entre o Estado, Prefeitura e Governo Federal, para dar início ao processo licitatório.

O projeto, elaborado pela Prosul, já está com os governos do Estado e Federal. De acordo com o engenheiro civil Robson Sebastiany, o projeto prevê pátio para seis aeronaves de grande porte, 12 hangares particulares, terminal de passageiros de 2,5 mil metros quadrados e capacidade para 503 passageiros/hora, terminal de cargas de mil metros quadrados, aumento da pista de 2.563 metros para 2.940 metros, pista de taxiamento de 1.500, torre de controle, dois conectores ligando o avião ao terminal e estacionamento para 250 carros.

Sebastiany disse que o novo aeroporto poderá receber até Boeing 767 300, com capacidade para 320 passageiros. Antes da interdição, o aeroporto recebia aviões até 142 lugares.

A construção de um novo terminal é uma das exigências da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O diretor de operações da Anac, Carlos Eduardo Pellegrino, que esteve ontem na audiência pública, disse que, para a ampliação de voos em Chapecó é necessário adequações em seguranças e a retirada de obstáculos numa área de 150 metros da pista.

Atualmente essa recomendação não é cumprida. Pellegrino disse que a reforma da pista, que está em andamento, vai permitir a retomada dos voos, suspensos completamente desde que dia 21 de abril, na mesma situação anterior a primeiro de março, quando houve uma interdição parcial, restringindo operações a aeronaves com menos de 72 passageiros. O Governo do Estado investiu R$ 9 milhões e a Prefeitura mais R$ 2 milhões para a reforma, que deve ser concluída até 5 de julho.

Após o término da obra a Anac ainda precisa aprovar a reforma. Mas, segundo o diretor, isso é rápido.

A deputada estadual Luciane Carminatti (PT), uma das proponentes da audiência, disse que ficou claro a necessidade da interdição em virtude das más condições da pista do aeroporto. Ela destacou a necessidade de uma gestão mais profissional do aeroporto, que é administrado pelo município. De 2010 para 2011 o movimento aumentou 26%, passando de 198 mil passageiros para 250 mil. Antes da interdição eram oito voos diários.


1 comentário
16 abr18:27

Governo de SC anunciou novas medidas para agricultores atingidos pela estiagem

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na tarde desta segunda-feira, dia 16, o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, esteve em Chapecó e anunciou novas medidas para os agricultores atingidos pela estiagem. Segundo a Defesa Civil do Estado, até a tarde da segunda, 127 municípios catarinenses haviam encaminhado decreto de situação de emergência e mais de 680 mil pessoas foram afetadas. Brunópolis no planalto serrano foi o último município a encaminhar o decreto.

No quarto anúncio o secretário apresentou o projeto que concede a isenção do pagamento de 50% da semente de milho que o agricultor atingido adquiriu do programa Terra Boa Semente da safra 2011/2012. O investimento do governo é de R$ 4,05 milhões.

- Essa medida amplia o apoio aos agricultores que tiveram perdas de produção em decorrência da seca – disse o secretário. Ele disse ainda que 30.642 agricultores que receberam mais de 116 mil sacas de semente de milho devem ser beneficiadas.

O custo médio para uma saca de 20 Kg foi de R$ 100. Com o auxílio do estado o agricultor vai pagar cerca de R$ 35 reais, já que o restante será pago pelo estado.

Para ter acesso ao novo benefício, o agricultor que teve uma perda de no mínimo 30% na produção de milho precisa solicitar uma declaração que comprove a situação junto aos sindicatos de agricultores, prefeitura ou escritórios da Epagri de um dos 127 municípios que encaminharam decreto para a Defesa Civil do estado.

Essa medida vem ao encontro de uma solicitação apresentada pelos municípios e pelos representantes dos agricultores e irá substituir a doação das sementes de milho e azevém que havia sido anunciada pelo Governo para 20 mil agricultores no dia 24 de fevereiro.


Comente aqui
13 abr14:28

Secretário Regional visita APAE de Chapecó

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, a APAE, localizada no Bairro Palmital, em Chapecó, recebeu nesta quinta-feira a visita do Secretário Regional de Desenvolvimento Regional Eldimar Jagnow e da chefe de gabinete Márcia Merísio. A entidade recebe apoio do Governo do Estado através do Fundo Social. No primeiro trimestre a APAE de Chapecó recebeu um investimento de R$ 74.568,00.

Os representantes da SDR Chapecó foram recebidos pelo presidente da associação Celso Antônio Dal Piva e pela diretora Nara Maria Valiati. Eles visitaram as oficinas de terapia, convivência e de iniciação ao trabalho, a área de lazer, o local da fisioterapia, da hidroterapia e conversaram com os alunos.

A APAE de Chapecó tem 286 alunos desde recém nascidos até da terceira idade. Durante a visita o presidente da entidade apresentou os projetos que estão sendo desenvolvidos graças ao apoio da comunidade e do governo do estado.

- Construímos uma quadra coberta praticamente só com doações de material. Montamos mais uma área de encontro e apresentações de nossos alunos. Os recursos do fundo social são muito importantes para melhorar a qualidade no atendimento – disse.


Comente aqui
24 mar08:10

Secretário de Planejamento do Estado em Chapecó

O secretário de Planejamento de Santa Catarina, Filipe Mello, estará em Chapecó na quinta-feira, dia 29, no Café & Negócios do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Sicom). Durante o evento, ele abordará o tema “Perspectivas para o desenvolvimento de Santa Catarina”. Para o presidente do Sicom, Ivalberto Tozzo, a iniciativa representa a oportunidade para os empresários conhecerem as propostas econômicas do Estado e sugerir mudanças e investimentos para o desenvolvimento da região.

Filipe Mello é natural de Joaçaba, bacharel em Direito e especialista em Direito Público Constitucional e Administrativo. A frente da Secretaria de Planejamento do Estado, Filipe coordena os processos de planejamento e de gestão governamental, de forma participativa, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e equilibrado.

Como órgão central dos sistemas de planejamento e orçamento, de informações estatísticas, de tecnologia de informação, de produtividade e qualidade, e de administração do Estado, a Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, tem entre suas funções: elaborar os anteprojetos de lei e outros atos relacionados; formular políticas de desenvolvimento econômico do Estado, políticas e diretrizes para atuação dos bancos de desenvolvimento, coordenar ações de apoio às micro e pequenas empresas, políticas de tecnologia de informação, políticas macroeconômicas ligadas ao processo de integração internacional e políticas e planos de desenvolvimento global e regional.

O evento, que tem o patrocínio do Sicredi, ocorrerá às 7h45, na cantina do Cesec. Os ingressos podem ser adquiridos no Sicom, através do telefone 3319-4600 ou pelo e-mail comercial@sicom.com.br.


Comente aqui
24 fev17:58

Fetraf-Sul e Via Campesina querem audiência com o Governo do Estado

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na tarde desta sexta-feira, dia 24, durante o terceiro anúncio de ações emergenciais para conter a estiagem no Oeste, integrantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar – Fetraf-Sul e Via Campesina realizaram manifestação na entrada do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó.

No ato eles entregaram para o Secretário da Agricultura e Pesca, João Rodrigues, uma pauta de reivindicações. – Já havíamos encaminhado uma solicitação de audiência no dia 12 de janeiro, mas não tivemos retorno – disse o coordenador adjunto da Fetraf-Sul Alexandre Bergamin.

>> Governo libera R$ 6 milhões para conter a estiagem no Oeste

O Secretário confirmou, após breve conversa com os integrantes, que vai receber a diretoria da entidade às 17h da segunda-feira, dia 27 em Florianópolis.

Entre os assuntos da pauta está a anistia do programa “Troca-troca” da safra 2010/2011, 50% de subsídio para a safra 2012/2013 e ainda uma ajuda de 50% na construção de cisternas. Bergamin disse ainda que se o agricultor quiser mesmo acessar o Juro Zero será necessário esse subsídio de 50%. – Alguns produtores estão cogitando procurar trabalhos alternativos, fora da propriedade para sustentar a família até a próxima safra – disse.


Comente aqui
09 fev11:38

São Miguel do Oeste terá sistema de videomonitoramento

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan, recebeu nesta quarta-feira a confirmação de que o sistema de videomonitoramento urbano será instalado dentro de 120 dias em São Miguel do Oeste. Trevisan disse que o convênio será custeado de forma integral pelo Governo do Estado, sem a necessidade de participação de recursos do município.

De acordo com o secretário, esta ação, coordenada pela Regional de São Miguel do Oeste, terá um investimento estimado em R$ 400 mil. O município será o primeiro do Extremo Oeste a receber um sistema de videomonitoramento com recursos do Estado. – É mais um conquista para nossa região e mais um reconhecimento para a cidade pólo do Extremo Oeste – enfatiza Trevisan.


Maior número de câmeras

Na primeira tratativa, foi definida a instalação de nove câmeras. Após levantamento realizado pelas Polícias Militar e Civil de São Miguel do Oeste, o Governo do Estado autorizou a instalação de 20 pontos considerando as áreas com maior concentração comercial, bancária e com maior fluxo de veículos. – A necessidade foi apontada pelo estudo realizado. Nessas áreas, a incidência de delitos tem maior probabilidade de acontecerem. O objetivo do sistema é inibir esses tipos de crimes e, se ocorrerem, flagrá-los – disse o secretário regional.

O sistema será composto por 20 pontos monitorados por uma central que será instalada na sede do 11º Batalhão da Polícia Militar de São Miguel do Oeste. As Delegacias de Polícia Civil também terão acesso às imagens, permitindo a identificação de infratores, auxiliando nas investigações.


Comente aqui
27 jan10:08

SDR Seara busca soluções para milho de baixa qualidade fornecido pela CONAB

O milho disponibilizado pela Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB, em Quilombo, é alvo de grandes reclamações por parte de produtores da região de Seara.

Para buscar soluções a estas constantes queixas, o Diretor-Geral da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional de Seara, Ademar Petry e o Gerente de Agricultura, Andrei Tecchio, participaram do 14º Itaipu Rural Show, realizado em Pinhalzinho.

Na oportunidade, houve entrega de uma amostra do milho ao Deputado Federal, engenheiro agrônomo e vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Valdir Colatto.

O deputado demonstrou indignação com a qualidade do milho apresentado e se comprometeu em apurar os fatos para buscar soluções cabíveis.


Comente aqui
21 dez09:44

Secretário de Dionísio Cerqueira recebe escolta da PM

[atualizado 10h24]

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br*

O secretário de desenvolvimento regional de Dionísio Cerqueira Flávio Berté está recebendo escolta da Polícia Militar após a morte do gerente de infraestrutura Dalmar Libardoni, 51 anos, ocorrida no final da tarde da terça-feira quando dois homens entraram  no prédio da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Dionísio Cerqueira e pediram pela sala do gerente. A Polícia não tem certeza de quem fez os disparos.

O velório está sendo realizado na Câmara de Vereadores da cidade e o enterro está previsto para as 16h desta quarta-feira no cemitério municipal.

Cerca de 30 pessoas estavam no local e fugiram quando ouviram os tiros. O prédio foi interditado pela Polícia para a realização da perícia. De acordo com informações levantadas pela Polícia Militar e Polícia Civil o suspeito dos disparos pode ser Mario Duarte, da família proprietária da Construtora MD Edificações e Saneamento LTDA. A empresa era a responsável pela construção da nova unidade da Escola Estadual de Educação Básica Governador Irineu Bornhausen.

De acordo com o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Dionísio Cerqueira, tenente coronel José Leopoldo Alves de Moura, o secretário de desenvolvimento regional Flávio Berté já havia registrado um boletim de ocorrência, há cerca de dois meses, por ter recebido ameaças da mesma pessoa suspeita de ter matado o engenheiro civil. Ele não quis comentar sobre o crime.

No momento dos disparos o secretário não estava no local. Moura disse que a vítima era os “olhos técnicos” do secretário na obra.

Foram mobilizados policiais militares e civis da região, a Força Nacional e até a Gerdameria Argentina para controlar os acessos e tentar localizar o suspeito, o que não aconteceu até a manhã desta quarta-feira. O delegado Claudir Stang informou que está ouvindo as testemunhas do caso para tentar esclarecer o crime.

No final da tarde da terça-feira o Governador Raimundo Colombo enviou nota lamentando a morte do secretário. – A trágica morte do servidor, Dalmar Libardoni, no exercício da função, enluta a todos que acreditam no trabalho exercido com espírito de missão. À família minha solidariedade e meu compromisso de fazer com que esta tragédia não reste impune – disse.


Obra em escola teria motivado o crime

As suspeitas da Polícia é que as obras de construção da Escola Estadual de Educação Básica Governador Irineu Bornhausen, que está sendo executada no bairro Três Fronteiras, em Dionísio Cerqueira, foram o estopim para o crime. A vítima era fiscal da obra.

A escola com dois pavimentos tem 16 salas de aula, laboratório de informática, laboratório de ciências, sala de artes, cozinha, banheiros 3,3 mil metros de área construída e custo estimado em R$ 2,5 milhões. A construção iniciou há cerca de dois anos e a previsão de conclusão era prevista para o final deste ano. A obra chegou a ficar paralisada por alguns meses. O secretário de Desenvolvimento Regional, Flávio Berté, estava descontente com andamento dos trabalhos realizados pela empreiteira.


* Colaborou Juliano Zanotelli




Comente aqui