Senai

19 set18:20

Chapecó ganhará Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos

O Sistema Fiesc formalizou a parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) para apoio ao Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos, que será implantado em Chapecó.

O acordo de cooperação foi assinado nesta quarta, dia 19, pelo presidente do Fiesc, Glauco José Côrte; pelo diretor regional do Senai-SC, Sérgio Roberto Arruda; e pelo representante do IICA Marcos Sánchez-Plata, na abertura do Seminário Internacional de Industrialização da Carne.

A cooperação prevê a promoção de soluções competitivas na área de processamento de aves, segurança de alimentos e execução de projetos conjuntos no continente americano. Os trabalhos poderão ser na forma de assessoria direta, por meio de missões técnicas, capacitação de especialistas e intercâmbio de conhecimentos e informações. Desde 2011, as duas entidades realizaram em conjunto duas edições (uma em andamento) da Escola de Processamento Avícola, em Chapecó, e, com a assinatura do convênio, a atividade se consolida como evento anual.

A parceria com o IICA cumpre a estratégia do Senai de buscar instituições de referência nacionais e internacionais na implantação e operação dos Institutos de Tecnologia. O IICA atua em todo o continente americano e é especializado em agricultura e meio rural.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
17 set09:02

Chapecó recebe Escola da Construção Civil do Senai

O Sistema FIESC inaugura nesta terça-feira, dia 18, a Escola da Construção Civil do SENAI em Chapecó. Em 296 metros quadrados, a Escola tem capacidade de atendimento de cerca de 90 alunos por dia, sendo 30 por turno. A solenidade será realizada às 14h30, no SENAI (em Chapecó, rua Frei Bruno, 201 E – Bairro Jardim América).

Esta é a nona unidade da instituição focada no atendimento ao setor da construção civil em Santa Catarina. Existem mais quatro unidades fixas, localizadas em Balneário Camboriú, Blumenau, Joinville e Criciúma, e quatro móveis, que entraram em operação no início do ano. Outras duas unidades fixas (em Itajaí e Palhoça) estão com obras em andamento.

As atividades na escola de Chapecó já se iniciaram ainda antes da inauguração oficial. Estão em andamento três turmas do curso de mestre de obras (área de gestão), com cerca de 25 alunos cada; duas turmas do curso de eletricista predial, com cerca de 15 alunos cada, e uma turma do curso de Aprendizagem Industrial em Oficial da Construção Civil, com 30 alunos.

Para o ano que vem, já estão programados cursos de qualificação e aperfeiçoamento, como mestre de obras, pedreiro, instalador hidráulico, eletricista predial, desenhista da construção civil e mais duas turmas do curso de aprendizagem em oficial da construção civil. O SENAI em Chapecó também está trabalhando no projeto do curso técnico em edificações. Além das novas instalações, os cursos voltados à construção civil ocupam os demais laboratórios da unidade, como os de eletricidade e de informática.

Para o presidente do Sindicato da Indústria da Construção e de Artefatos de Concreto Armado do Oeste de Santa Catarina (Sinduscon), Lenoir Broch, a escola civil beneficiará diretamente 5,5 mil trabalhadores, além daqueles que atuam na informalidade. A partir de conversas com funcionários de sua própria construtora, o empresário observa uma mudança no comportamento dos profissionais que realizam algum curso profissionalizante.

- Eles debatem os temas relacionados ao trabalho com mais propriedade, adquirem segurança, inclusive para conversar – explica.

Broch constata ainda uma mudança na visão dos funcionários no que diz respeito ao emprego.

- Eles percebem que a relação de trabalho não apenas uma questão de tempo trabalhado versus salário, mas também de tarefas bem executadas, de entrega de produtos bem acabados. O profissional formado nos cursos valoriza mais o resultado do trabalho que faz – salienta o presidente do Sinduscon Oeste, cuja base alcança 20 municípios entre Xaxim, Pinhalzinho, Palmitos e São Lourenço do Oeste e incluindo Chapecó, região que, segundo Broch, totaliza cerca de 500 construtoras.


Comente aqui
26 ago14:39

Tendências internacionais na área de carnes serão debatidas em Chapecó

Estratégias criativas de sustentabilidade, produtos inovadores, novas tecnologias e estratégias tecnológicas para a redução de sódio são alguns dos temas a serem discutidos no Seminário Internacional de Industrialização da Carne. O evento será promovido em Chapecó, pelo SENAI, entidade do Sistema FIESC, nos dias 19 e 20 de setembro. O Seminário chega à nona edição e, junto com a clínica tecnológica, a “Escola de Processamento Avícola 2012″ e o Salão de Inovação, compõem a programação técnica e científica da MercoAgro – Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne.

Palestrantes nacionais e internacionais abordarão os diferentes temas, que concorrem para o aumento da competitividade do setor de alimentos, o maior exportador de Santa Catarina e carro chefe da economia do Oeste do Estado. Os eventos discutirão as tendências e perspectivas do segmento, seja do ponto de vista das novas demandas do mercado, como é o caso da redução do sódio, sejam alternativas de ganhos de qualidade e produtividade, que podem tornar o setor mais competitivo. O objetivo é atender um público composto de técnicos, tecnólogos, engenheiros químicos e de alimentos, médicos veterinários, profissionais e estudantes de áreas afins.

A programação técnica e científica atende uma percepção dos organizadores da MercoAgro da importância de aliar exposição de máquinas e equipamentos ao conhecimento da teoria e da pesquisa. Desde então, o Seminário Internacional é reconhecido como um evento técnico e científico, organizado pelo SENAI de Chapecó. A MercoAgro é realizada desde 1994, em Chapecó, e se consolidou como uma das maiores e mais importantes feiras do segmento no país.

Informações adicionais podem ser obtidas no site Seminário MercoAgro.

Comente aqui
21 ago17:58

Iogurte de beterraba com limão desenvolvido em Chapecó concorre a prêmio nacional

Ideias criativas aliadas ao conhecimento técnico necessário fizeram com que cinco projetos desenvolvidos por alunos e docentes do SENAI de Santa Catarina, entidade que integra o Sistema FIESC, fossem selecionados para participar da etapa nacional da mostra Inova SENAI. O evento vai reunir os 50 melhores projetos do país no dia 12 de novembro, em São Paulo, e tem como objetivo promover a busca de melhorias e novos negócios para a indústria. Na última edição do evento, em 2010, projetos catarinenses ficam em segundo na categoria docente-processo inovador e em terceiro na categoria alunos – processo inovador.

Dos projetos selecionados, três são do oeste de Santa Catarina e voltados para a área de alimentos. A equipe composta pelas alunas Creciana Endres, Marli Viot Fabricio e Maryelen Souza e pela professora Juliana Savio, da Chapecó, criaram um produto nutritivo e, ao mesmo tempo, que agrada ao paladar das crianças. O projeto do iogurte de beterraba com limão foi vencedora da categoria aluno da etapa catarinense da mostra Inova SENAI, realizada no ano passado.

Também vem do SENAI em Chapecó o queijo Petit Suisse, que foi elaborado a partir de proteínas do soro do leite. As alunas Débora Franc, Fernanda Andolfatto e Joana Alberti, também orientadas pela professora Juliana Savio, conseguiram aproveitar um subproduto do leite que antes era de pouca utilidade para a indústria.

Já a classificadora de frutas acoplável, projeto do docente Mauro Heimfarth, do SENAI em Luzerna, vai agregar valor e a reduzir desperdício nas lavouras de frutas. Acoplável a um trator, o equipamento ajuda a separar as frutas por tamanho, já na colheita, e com isso os agricultores poderão vender as frutas já classificadas a um valor maior. A inovação já despertou o interesse de uma empresa local, que deseja lançar o produto no mercado.

Santa Catarina também será representada na mostra Inova SENAI com projetos na área de automação e eletrônica, desenvolvidos na unidade de Florianópolis. O equipamento “espectrofotômetro portátil” chama a atenção por mesclar a praticidade e custo reduzido dos fotômetros de campo (menores) com a precisão avançada dos espectrofotômetros ópticos. A máquina é usada para medir a concentração de substâncias dissolvidas em líquidos e permite análises químicas e biológicas. Além de ser único no mercado nacional, o equipamento ainda custa menos que os semelhantes existentes. O projeto foi desenvolvido em parceria com uma empresa, que poderá explorar um novo mercado.

Outra parceria com a indústria resultou na criação da Máquina Automatizada para Inserção do “Water bag”. O equipamento permite inserir películas plásticas no interior de bombonas de água mineral. Com isso, as envasadoras vão conseguir garantir uma melhor qualidade dos produtos, uma vez que o líquido não entra em contato com possíveis bombonas contaminadas. Além disso, no futuro poderá ajudar a reduzir custos com trocas dos vasilhames, que atualmente possuem prazo de validade.


Comente aqui
17 ago14:18

Senai/SC cria novos cursos técnicos em Joinville, Concórdia, Schroeder e Videira

O Conselho Regional do Senai/SC aprovou a criação de quatro novos cursos técnicos no Estado de Santa Catarina. Os novos programas são nas áreas de edificações (em Joinville), logística (Concórdia), manutenção automotiva (Schroeder), manutenção e suporte em informática (Videira). O SENAI é a instituição do Sistema FIESC responsável pela educação profissional, além de serviços tecnológicos e inovação.

Todos os cursos terão duração de dois anos, com 1,2 mil a 1,5 mil horas, e permitirão certificações intermediárias em nível de qualificação. Assim os estudantes receberão certificados a cada módulo, mesmo que não concluam o curso inteiro. Os cursos de Videira e Concórdia serão vespertinos, enquanto os de Joinville e Schroeder serão noturnos.

Os novos cursos terão inscrições a partir de 26 de setembro e início das aulas em 2013, seguindo o cronograma de matrículas para todos os cursos técnicos da instituição. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 48 1212.


Comente aqui
17 jul16:15

Projeto Soldado Cidadão é realizado no Exército em São Miguel do Oeste

O 14º Regimento de Cavalaria Mecanizado (RCMec) em parceria com o Senai, promovem em São Miguel do Oeste o Projeto Soldado Cidadão. Nesta edição está sendo oferecido o curso de pedreiro de alvenaria. O curso segue até o final do mês de julho.

Vinte e quatro militares assistem as aulas teóricas em um caminhão escola que está estacionado dentro do quartel. Dentro estão os principais itens utilizados na construção civil.

O curso capacita os alunos a participar do processo de construção de edificações, além de ler e interpretar projetos da construção civil, que possibilitará ao futuro reservista, sua inserção profissional em um segmento em constante crescimento no Brasil.


Comente aqui
01 jun12:07

Definidos selecionados para a pré-incubadora do SENAI/SC

Vinte e nove ideias de negócios elaboradas por alunos vão participar da edição 2012 da Pré-incubadora do SENAI/SC. Eles foram selecionados a partir de mais de 310 propostas e se destacaram em uma votação realizada via Facebook e na avaliação de critérios técnicos de oportunidade, solução/inovação e diferencial. Durante a votação pela rede social, a página do SENAI/SC recebeu mais de 90 mil acessos únicos e 200 mil acessos totais, sendo que os projetos receberam 10,7 mil votos, no botão curtir.

Agora, os 64 estudantes responsáveis pelos projetos vão participar de capacitações sobre temas como empreendedorismo, inovação e propriedade intelectual, planejamento de negócios, gestão financeira e elaboração de projetos.

Os alunos são das unidades do SENAI em Blumenau, Caçador, Chapecó, Florianópolis, Indaial, Itajaí, Joinville, Luzerna, Mafra, São José, São Miguel do Oeste, Tijucas e Timbó. Depois da capacitação, que será realizada a distância, cerca de 10 planos de negócios serão escolhidos para receber consultoria gratuita de especialistas do SENAI.

A expectativa é que, ao final da consultoria, com a melhoria do negócio, produtos e serviços, os projetos estejam prontos para buscar fontes de fomento, abrir empresa, candidatar-se a uma incubadora empresarial ou vender a ideia para outra instituição (transferência de tecnologia).

O projeto “Auto-energy clothing” foi um dos cinco da unidade de São Miguel do Oeste que foram selecionados. A ideia é criar uma roupa que também funcione como carregador da bateria de dispositivos móveis, utilizando a energia do movimento.

- É um sistema que pode ser útil para muitas pessoas. Por isso achamos que, com o sucesso dos testes, teremos um grande mercado para nosso produto – garante o aluno Leonardo Thums, de 17 anos, que integra a equipe do projeto juntamente com Jessica Lang e Adriano Júnior.

Outro grupo que vê grande potencial em seus produtos é formado pelos alunos Gabriele Cherobin, Mickaela Herbert e Tiago Davre, do curso técnico em Alimento da unidade de São Miguel do Oeste. Eles pretendem desenvolver, nos próximos meses, um empanado de fígado bovino, semelhante aos conhecidos steaks de frango.

A ideia é lançar um produto nutritivo e com paladar atraente tanto para aqueles que já consomem a carne quanto para aqueles que não o fazem por causa do gosto característico.

- Nas aulas de processamento de carne, esperamos desenvolver uma combinação de condimentos para o empanado e realizar testes sensoriais – explica Mickaela. A ideia surgiu de Tiago, que trabalha em um frigorífico e viu potencial para utilização do fígado bovino.


Comente aqui
25 mai11:04

Senai Chapecó abre inscrições para três cursos técnicos

A unidade do Senai em Chapecó abriu inscrições para três cursos técnicos nas áreas de alimentos, eletromecânica e eletrotécnica. As matrículas podem ser feitas até o dia 23 de julho. Mais informações pelo fone 0800 48 1212 e pelo no site Conhecimento a mais.

Os cursos técnicos e superiores do Senai/SC são criados a partir das demandas expressas pelas empresas e das características industriais das diversas regiões do Estado. Além disso, seus currículos são definidos em fóruns que reúnem especialistas de todo o país e representantes das principais empesas do setor.


Comente aqui
21 abr08:01

Alunos mostram produtos sustentáveis em Xanxerê

O SENAI será um dos participantes e apoiadores do II Congresso Sul-Americano de Energias Renováveis e Meio Ambiente, a ser realizado nos dias 3 e 4 de maio, em Xanxerê. Alunos da unidade do SENAI da cidade vão apresentar alternativas de produtos sustentáveis que reduzem o consumo de energia. O evento faz parte da programação da Feira Estadual do Milho.

Em um stand montado no Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi, os alunos vão apresentar projetos como o fogão solar, produtos como os chuveiros que gastam 30% menos energia e um varredor eletrônico de energia. Também serão mostrados os diferentes tipos de lâmpadas existente e seus respectivos consumos.

No anfiteatro da Unoesc serão realizadas apresentações com profissionais do Ministério de Minas e Energia, Ministério do Meio Ambiente, pesquisadores de universidades, sindicatos e representantes de empresas que possuem ações de destaque na área.

As inscrições para o evento podem ser feitas pelo site.


Comente aqui
29 mar09:49

Curso gratuito forma profissionais para os canteiros de obras em Chapecó

Promover a qualificação profissional conforme a evolução do mercado e, com isso, suprir a falta de mão de obra na construção civil em Chapecó. Este é o objetivo do Sindicato da Indústria da Construção e de Artefatos de Concreto Armado do Oeste (Sinduscon) e o Senai Chapecó ao oferecerem de forma gratuita, através da nova Escola da Construção Civil, o curso Aprendizagem Industrial Oficial de Edificações, voltado para capacitar profissionais que atuam nos canteiros de obras das empresas associadas.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas no Senai em Chapecó.

O presidente do Sinduscon, Lenoir Antonio Broch, explica que o curso atenderá profissionais até 23 anos, tanto homens quanto mulheres, que tenham a 7ª série do ensino fundamental completa, estejam cursando ou tenham certificado de conclusão de ensino fundamental ou médio. Não há limite máximo de idade para pessoas com deficiência, que também podem concorrer às vagas.

As aulas serão ministradas no período da manhã ou à tarde. São oferecidas 35 vagas, abertas também para mulheres. Os futuros oficiais de edificação receberão o piso da categoria, embora estejam em fase de aprendizado. Terão atividade profissional garantida com possibilidade de promoções e remuneração compatível com nível de qualificação proporcionado pelo curso. A carga horária é de 800 horas/aula (400 horas/aula no Senai e 400 na empresa).

O curso de aprendizagem industrial de oficial de edificações visa formar profissionais para executar, auxiliar e acompanhar as diversas fases da construção predial de acordo com padrões produtivos, buscando a qualidade e produtividade. – A atividade conta com a supervisão de um especialista, em conformidade com as normas legais, de saúde, segurança e preservação ambiental – enfatiza o presidente.

Mais informações pelo telefone (49) 3321 7300 (Senai) ou (49) 3322 5958 (Sinduscon).


Comente aqui