Série C

28 jun12:02

Chapecoense estreia neste sábado na Série C

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsoline.com.br

A novela sobre o início da Série C perto de chegar ao final. A Diretoria da Chapecoense acredita que a competição inicie neste final de semana. A estreia do Verdão do Oeste seria contra o Santo André em Araras/SP, às 15h30, do sábado dia 30 de junho.

- Estamos ainda no aguardo de um anúncio oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) – disse o diretor da Chapecoense Cadu Gaúcho.

Mesmo com a indefinição a diretoria confirmou nesta manhã que a equipe viaja nesta tarde. Os jogadores e comissão técnica saem às 13h30 de ônibus com destino à Porto Alegre.

- Eles realizam treino na manhã desta sexta-feira e pela tarde pegam voo para São Paulo – disse o diretor de futebol Mauro Stumpf.

Mauro disse ainda que a programação da viagem foi encaminhada pela empresa que faz a logística da CBF.

Com a espera no início da competição o clube calcula um prejuízo superior à R$ 500 mil.

– Não temos os valores certos, mas na próxima semana os 20 clubes que participam da C devem se reunir no Rio de Janeiro para definir quais medidas serão tomadas – disse Mauro.


Dois desfalques antes da estreia

O técnico Itamar Schulle confirmou nesta manhã dois desfalques na equipe e que não viajam para São Paulo. Um é o meia Eliomar. A filha do jogador nasceu nesta madrugada. Outro é o zagueiro Fabiano que teve amigdalite e perdeu peso.

- Conversei com a comissão ficarei treinando por aqui para me preparar bem para a competição – disse Fabiano.

Agora o treinador terá que definir que entrará no lugar dos dois atletas. – Como foi decidido agora pela manhã ainda não sei quem entrará no lugar deles – disse Itamar.

Schulle disse ainda que o importante é iniciar a competição e colocar em prática o que foi treinado.

A possível equipe titular seria: Rodolpho, Fabiano (Neném), Leonardo, Souza, Rafael Mineiro, Willian, Vanderson, Athos, Galiardo, Lê e Eliomar (Chicão).

Nesta quinta-feira os jogadores treinaram pela manhã na Arena Condá.


Confira a relação dos 18 atletas convocados

Goleiros

Rodolpho

Vaná


Zagueiros

Rafael Lima

Souza

Leonardo


Meia

Dudu Figueiredo

Neném

Athos


Volante

Dudu

Wanderson

Chicão


Lateral

Esquerdinha

Rafael Mineiro

Willian

Galiardo


Atacante

Thuram

Cristiano


Comente aqui
27 jun09:57

Folga pela manhã e treino à tarde na Chapecoense

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Mesmo sem uma definição concreta para o início da Série C do Campeonato Brasileiro, os jogadores da Chapecoense seguem os ritmos de treino. Nesta manhã eles tem folga e treinam durante a tarde, a partir das 15 horas. O local ainda não foi definido. Porém, segundo a Assessoria de Imprensa a coletiva está marcada para as 14h45 na sala de imprensa na Arena Condá.

Nesta terça-feira, dia 26 de junho, os jogadores realizaram treinos em dois períodos. Pela manhã foram feitos trabalhos técnico e táticos no Campo do Trevo, sob o comando do técnico Itamar Schulle. No período da tarde os atletas realizaram trabalhos físicos com o preparador físico Anderson Paixão.

Segundo o diretor de futebol,  Mauro Stumpf, o Verdão deve estrear no domingo, dia 1º de julho, contra o Santo André em Araras/SP.


Comente aqui
26 jun16:49

STJD confirma julgamento de Treze e de Brasil para a próxima sexta-feira

Silas Batista | Globoesporte.com

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou a denúncia apresentada pelo procurador Paulo Shimidt contra Treze e Brasil de Pelotas e já marcou para a próxima sexta-feira o julgamento dos clubes. As agremiações, que ingressaram na Justiça Comum reivindicando participação na Série C do Campeonato Brasileiro, são acusadas de desrespeitar o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A ação vai ser inicialmente julgada pela Quarta Comissão Disciplinar do órgão.

A informação foi confirmada no começo da tarde desta terça-feira junto à assessoria do STJD. O procurador Paulo Shimidt cita inicialmente os incisos segundo e terceiro do artigo 191 do CBJD, que fala em punir equipes que venham a “deixar de cumprir deliberação, resolução, determinação ou requisição do Conselho Nacional de Esporte (CNE), ou de entidade de administração do desporto”.

Paulo Shimidt exige também a retirada imediata dos processos sob pena de multa e suspensão dos dirigentes, além de sugerir suspensão dos clubes por pelo menos um ano de quaisquer atividades relacionadas ao futebol, nos termos do artigo 48 da Lei Pelé que, contudo, prevê penas mais pesadas, incluindo a desfiliação, decisão que só pode ser tomada pela CBF e pelas respectivas federações. As multas previstas são de R$ 100 mil, mas o valor pode aumentar caso os clubes sejam condenados nos dois artigos.

Por conta da série de batalhas judiciais que estão sendo travadas na Justiça Comum, o presidente do STJD, Rubens Approbato, decidiu suspender por tempo indeterminado o inicio das duas últimas divisões do Campeonato Brasileiro. A paralisação, que completaria um mês na próxima quarta-feira, já vem afetando os cofres dos clubes que estão aptos para as disputas. Nesta semana passada, a Série D finalmente teve início, mas a Série C continua paralisada.

A confirmação do julgamento de Treze e Brasil de Pelotas acontece exatamente quando alguns times que irão disputar a Série C do futebol nacional já começavam a anunciar através das redes sociais que seus jogos estariam confirmados para este final de semana.

A CBF, contudo, ainda não emitiu nenhum posicionamento oficial sobre o caso. Um dos clubes envolvidos nas disputas, o Rio Branco (que tem sua vaga contestada pelo Treze), foi um dos que usou o microblog para convocar a torcida para seu jogo de estreia na Série C.


Entenda o caso

O Treze tenta, através de medidas judiciais, a vaga que pertence ao Rio Branco para disputar a Série C do Campeonato Brasileiro. No ano passado, a equipe acriana, após ter o seu estádio interditado pelo Ministério Público, acionou a Justiça Comum e acabou desclassificada da competição. Um acordo posterior com a CBF, no entanto, permitiu o retorno do clube.

Como ficou na quinta colocação da Série D, o Galo da Borborema se sentiu prejudicado e, por isso, ingressou com uma ação pedindo a vaga junto ao STJD, onde foi derrotado por unanimidade. Sem saída, o alvinegro paraibano ‘apelou’ para a Justiça Comum e conseguiu uma liminar, expedida pela juíza da 1ª Vara Cível de Campina Grande, Ritaura Rodrigues, para disputar o campeonato. A liminar em seguida foi mantida pelo desembargador Genésio Gomes Pereira Filho, do TJ da Paraíba.

Para completar, uma série de recursos de Rio Branco e CBF com o objetivo de derrubar a liminar já foram indeferidos tanto pelo TJ da Paraíba como pelo STJ.

Já o Brasil de Pelotas perdeu seis pontos na Série C do ano passado e, por isso, ficou em último lugar e acabou rebaixado. O clube entrou com ação na Justiça Comum querendo reaver os pontos e assim se livrar do rebaixamento. Se isto acontecesse, quem cairia seria o Santo André. O Brasil acabou tendo sua liminar derrubada pelo TJ do Rio Grande do Sul, mas recorrer para o Superior Tribunal de Justiça.

Comente aqui
26 jun10:12

Chapecoense deve estrear contra o Santo André na Série C

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Chapecoense deve iniciar contra o Santo André em Araras/SP na Série C do Campeonato Brasileiro. A ideia da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), segundo o diretor de futebol Mauro Stumpf seria iniciar a competição a partir da primeira rodada.

- Hoje a CBF deve divulgar essa definição – disse o diretor que acredita que a competição inicie de qualquer jeito neste final de semana.

>> Chapecoense é a favor do boicote do Treze e Brasil/Pe

Mauro lembrou ainda que todos os clubes, assim, como a Chapecoense precisam organizar com antecedência toda a logística para participar dos jogos.

- O que queremos agora é a competição inicie, depois vamos ver de maneira iremos cobrar os prejuízos – disse o diretor.


Comente aqui
26 jun09:57

Chapecoense é a favor do boicote do Treze e Brasil/Pe

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O diretor de futebol da Chapecoense, Mauro Stumpf, disse na manhã desta terça-feira, que o clube é a favor do boicote do Treze e do Brasil de Pelotas. Os dois times que entraram na justiça comum e atrasaram o início da Série C.

- Nós somos a favor do boicote sim. Afinal foram eles que atrasaram todo o início da competição – disse Mauro Stumpf.

O diretor disse ainda que a reunião que estava marcada para esta quarta-feira com os 20 clubes participantes da Série C foi transferida para a semana que vem.

- Vamos esperar para nos reunir depois que os jogos iniciarem – disse o diretor.


Comente aqui
25 jun17:35

Mateus Paraná pode ficar fora da Série C

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O atacante Mateus Paraná, da Chapecoense, pode ficar fora da Série C. O atleta teve uma lesão grave no joelho durante o treino na manhã desta segunda-feira, na Arena Condá. Ele vai operar o joelho esquerdo na tarde desta terça-feira e deve ficar afastado dos jogos por quatro meses. Segundo o médico do clube, Carlos Mendonça, a lesão é a mesma que o atacante Ronaldo Fenômeno sofreu.

- Ele rompeu o ligamento patelar do joelho – disse o médico.

De acordo com Mendonça somente após seis semanas o jogador deve iniciar os trabalhos de fisioterapia, tempo necessário para a cicatrização.

- Depois desse período vamos acompanhar a evolução do atleta – disse o médico que torce para que o atacante consiga participar da Série C, que termina em novembro.

Mateus Paraná, um dos reforços da equipe para a competição, veio do Ibirama.

A previsão de que o jogador deve ficar fora do time por quatro meses é do fisioterapeuta da equipe, Guilherme Dias de Carli.

- Tudo vai depender do resultado da cirurgia e também da melhora da lesão – disse o fisioterapeuta.

Ainda estão no Departamento médico do clube três volantes. Janderson lesionou o ligamento do joelho direito em um amistoso antes da estreia da equipe no Catarinense deste ano e deve ficar mais um mês fora. Marcos Alexandre, que tem consulta com o médico nesta terça-feira, pode ser liberado para fazer trabalhos com o preparador físico Anderson Paixão. Já Paulinho Dias que teve uma lesão na coxa deve estar a disposição do preparador no final de semana.


Comente aqui
25 jun16:07

Confira a programação de treinos da Chapecoense para esta semana

No próximo domingo, dia 1º de julho, a Chapecoense pode estrear na Série C do Campeonato Brasileiro, para isso os treinos seguem em ritmo forte.

Confira a programação de trabalhos para esta semana:


26/06 – Terça-feira

Manhã: 9h

Tarde: 15h30


27/06 – Quarta-feira

Manhã: Folga

Tarde: 15h


28/06 – Quinta-feira

Manhã: Folga

Tarde: 15h30


29/06 – Sexta-feira

Manhã: 9h

Tarde: Se houver confirmação do início da Série C no final de semana a equipe viaja logo após o meio dia.


Comente aqui
23 jun13:09

Série C deve começar na próxima semana

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A Série C do Campeonato finalmente deve começar na próxima semana. A Chapecoense deve estrear no próximo domingo, contra o Brasiliense, em Brasília. O diretor de futebol da Chapecoense, Mauro Stumpf, disse que recebeu um email do diretor de futebol do Santa Cruz, Albetino do Anjos, que teria recebido a confirmação de dirigentes ligados à CBF e ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

O primeiro jogo seria na sexta-feira, entre Oeste e Duque de Caxias. Os jogos são os que constavam na sexta rodada da tabela da Série C. Os jogos atrasados das outras cinco rodadas devem ser no meio da semana. Com isso, na segunda rodada, a Chapecoense jogaria contra o Santo André, em Araras, na quarta ou na quinta-feira. Ou seja, o Verdão deve jogar fora as duas primeiras rodadas. O primeiro jogo em casa está previsto no dia 8 de julho, contra o Oeste-SP.

Stumpf acredita que desta vez a competição vai mesmo iniciar, para alívio de todos na Chapecoense.

Comente aqui
22 jun19:55

Indefinição e indignação no Oeste- Série C segue sem data de início

Sirli Freitas/Agencia RBS

Darci Debona darci.debona@diario.com.br

 Ver os cones de treinamento todos os dias já está causando aborrecimento em muitos jogadores da Chapecoense, que encerram mais uma semana sem ter jogo pela Série C do Campeonato Brasileiro. A competição era para ter iniciada no dia 26 de maio mas, devido a ações judiciais, ainda não tem data de estreia definida.

-Ninguém aguenta mais treinar, tem que ter a emoção do jogo, o aplauso, a vaia- desabafou o preparador de goleiros da Chapecoense, Anderson Martins. –A gente sente falta do calor da torcida, dos jogos e das viagens- completou o goleiro Rodolpho.

Ele afirmou que o grupo segue trabalhando forte, mas a ansiedade é grande pelo início da competição. Para o goleiro, a Confederação Brasileira de Futebol deveria ter uma posição mais firme em relação aos clubes que ingressaram na Justiça Comum

Para o preparador físico Anderson Paixão, um dos maiores desafios é manter o foco do time, sem ter jogos. O zagueiro Souza é um dos motivadores do grupo, para que não caia o ânimo dos jogadores. –Todo mundo está ansioso mas temos que manter o foco porque nossa meta é ser campeão da Série C- declarou.

Durante esse período a Chapecoense realizou cinco amistosos. Mas até para isso fica difícil pois a casa semana que inicia há a expectativa de iniciar o campeonato. –A gente tem que marcar em cima da hora- reclamou um o diretores de futebol Cadu Gaúcho. O supervisor do clube, Chinho Di Domênico, já fez a logística de deslocamento do clube várias vezes, mas até agora nada foi confirmado. Isso acontece há quatro semanas.

-Isso é ridículo, tá virado numa zona- esbravejou o presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro.  Ele afirmou que os prejuízos com a inadimplência de quase dois mil sócios e contratos de publicidade que não foram fechados chega a R$ 400 mil. Isso sem contar um mês de salários sem jogar. –Se for somar tudo dá uns R$ 600 mil a R$ 700 mil- calculou.

Comente aqui
22 jun12:15

Chapecoense e outros clubes da C devem entrar com ação coletiva para suspender jogos da A, B e D

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

De acordo com o diretor de futebol da Chapecoense, Mauro Stumpf, o clube e alguns dos outros 20 times que estão na Série C do Campeonato Brasileiro devem encaminhar nesta tarde  uma ação coletiva na Justiça Desportiva para suspender os jogos das séries A, B e D.

Também será encaminhada uma ação indenizatória contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A participação da Chapecoense na competição teria início no dia 25 de maio.


1 comentário