Sesc

31 out19:15

“Rei do Chamamé”

A programação de novembro do Sesc Chapecó começa com um belo espetáculo para os fãs e apaixonados por acordeão. Nesta terça e quarta-feira sobem ao palco, dentro do Sonora Brasil, Dino Rocha e Grupo. Eles apresentam a tradicional música da região Centro-Oeste.

As apresentações são gratuitas e iniciam sempre às 20h. Os ingressos devem ser retirados uma hora antes do show.

Dino Rocha e Grupo

A música tradicional da região Centro-Oeste do Brasil, relacionada ao acordeão, tem sua origem na imigração de paraguaios para o interior do Centro-Sul. Vários aspectos da cultura paraguaia foram assimilados pelas populações locais e ainda hoje estão presentes na rotina do povo sul-mato-grossense. Na música, a polca paraguaia, a guarânia e o chamamé formaram a base do repertório que se consolidou nas festas familiares e nas festividades populares. Na mesma região também são encontrados outros gêneros tradicionais, como a rancheira, o xote e a marchinha. Conhecido como o “Rei do Chamamé”, Dino Rocha desenvolveu sua carreira apresentando o repertório da tradição musical preocupado com a preservação das características mais autênticas. Acordeonista, compositor e cantor, começou a tocar sanfona aos 9 anos e, aos 16, se apresentava profissionalmente com seu primeiro grupo, Los 5 Nativos, da cidade de Ponta-Porã. Acompanhado dos violonistas Hugo Cesar e Tico Rocha, o músico com seu acordeão de 120 baixos apresenta a tradição musical da região do Mato Grosso do Sul em repertório que abrange desde a chegada dos paraguaios, na passagem dos séculos XIX e XX, até os dias de hoje, incluindo composições próprias.


Duração: 1h10min | Classificação: Livre


Repertório:

El Kangui (Tradição oral), chamamé

Amélia (Tradição oral), chamamé

Cambacuá (Tradição oral), chamamé

O passo da ema (Rezendinho), rasqueado

Siriema do Mato Grosso (Mário Zan / Nhô Pai), rasqueado

Curitibana (Tonico, Tinoco e Perigoso), marchinha

Baile das crianças (Dino Rocha), marchinha

Ama kiriri (Tradição oral), guarânia

Rancheirinha de Mané Nanias (Manoel Ananias), rancheira

Um Chamamé para Transito Coco Marola (Dino Rocha), chamamé

Gaivota Pantaneira (Dino Rocha), chamamé

Caraipiano (Dino Rocha), chamamé

Colorado (Tradição oral), polca paraguaia


Dias: 01 e 02 de Novembro

Horário: 20h

Local: Teatro do SESC

Entrada Gratuita (retirar sua senha uma hora antes do show)



Comente aqui
27 out17:44

Variantes no Unocultural ano 2

No domingo, 30 de outubro, a Unochapecó promove mais um evento de cultura através do projeto Unocultural. Desta vez a atração é a banda Variantes, inédita em dose dupla. Com referências no rock e sete anos de estrada, a banda vai apresentar os sucessos da carreira e divulgar o clip da música “Chegou a hora”, que faz parte do último CD.

O disco de estreia da banda, “ Homônimos”, foi lançado em 2007. Na primeira aparição musical o grupo esbanjou boas canções e muito entusiasmo nas apresentações ao vivo, que os garantiu entre os destaques musicais do Sul do Brasil.

No ano passado o trio voltou a Porto Alegre para gravar “Com prazer”. O novo álbum apresenta as tradicionais características do rock, com pitadas de instrumentos diferentes que constitui um trabalho criativo e inovador. Longe dos clichês, a primeira música de trabalho “Eu quero tudo” é um convite ao show, embalado com muito rock e animação. Além das canções, a Variantes vai apresentar ao público o novo clip da música “Chegou a hora”, sétima faixa do CD “Com prazer”.

A apresentação da banda Variantes acontece neste domingo às 19h30, no teatro do Sesc/Chapecó. A entrada é gratuita.


Comente aqui
22 out08:01

Gteu apresenta “Extremus: variação sob(re) a pele”

O Grupo de Teatro Expressão Universitária (Gteu), da Unochapecó, fará uma nova apresentação do espetáculo “Extremus: variação sob(re) a pele”. Desta vez o evento ocorre no Sesc Chapecó, neste sábado, 22 de outubro, às 20h. O espetáculo tem como tema central a aceitação da mistura e da variação presente no que é humano.

Para a coordenadora do Gteu, professora Inajá Neckel, o evento é uma forma de dar continuidade ao processo de apresentações do espetáculo para um exercício efetivo do fazer teatral. Sobre o espetáculo, a professora afirma que, durante a apresentação, os atores vão se relacionando e criando um diálogo vertical sobre questões inquietantes e universais.

- Os atores colocam ao público movimentos interiores nem sempre lineares, mas sim variáveis, e encontram a solução em pequenas e breves atitudes de compaixão – disse Inajá.

Ainda sobre o espetáculo, a coordenadora afirma que o grupo trabalhou para diminuir a distância entre a instrumentalização dos atores e a construção do espetáculo.

- Por isso, partimos da construção de études, que são pequenas cenas muito precisas servindo tanto ao treinamento do ator quanto de material ao diretor para a elaboração das cenas – explica Inajá.


O grupo e a participação

O Grupo de Teatro Expressão Universitária retomou suas atividade em agosto de 2010 e atualmente conta com 15 participantes. O grupo tem como objetivo o estabelecimento de um espaço voltado à experimentação teatral, fomentando e disseminando a prática do teatro como uma das ações de extensão na Unochapecó. O grupo é aberto para a comunidade interna e externa e os ensaios ocorrem aos sábados, das 14h às 18h30, no bloco L do campus da Universidade.


Comente aqui
29 set12:19

Dia Internacional do Idoso

O dia Internacional do Idoso, primeiro de outubro, foi instituído pela Organização Mundial da Saúde em 2003. O objetivo principal é mostrar a situação do idoso na sociedade e gerar a discussão sobre os direitos garantidos à população da terceira idade. E Chapecó terá programação especial para eles nesta sexta-feira.

Uma programação extensa está marcada para celebrar a data no Sesc de Chapecó. A entidade conta com 120 idosos que participam de sete grupos. São quatro grupos do empreendedor, que tem aulas de informática, um grupo de contação de histórias ´Era Uma Vez´, o ´Expressão Vital´ que realiza trabalhos através da arte e o Gruparti, grupo de atualização da terceira idade.

As atividades iniciam às 9h desta sexta-feira, dia 30. A comunidade também pode participar não é preciso ter a carteirinha a unidade. A programação é gratuita.

A partir das 14h estão programadas apresentações de danças. Serão dois espetáculos: Dança Sênior, apresentando a dança Casatschok, que trabalha os movimentos do corpo e uma dança especial em homenagem ao rei do pop, Michael Jackson. Os idosos criaram uma coreografia inspirados no vídeo de três idosos americanos dançando Moon Walker no Youtube.


Programação

- Oficinas de sucos funcionais;

- Grupo de dança sênior;

- Vôlei adaptado;

- Testes de flexibilidade;

- Orientação nutricional;

- Circunferência cintura/quadril;

- Verificação de pressão;

- Aulas de dança;

- Apresentações culturais.


Comente aqui
14 set16:49

Uma semana dedicada a cultura

Uma semana repleta de atrações para todos os gostos no Unocultural. A programação organizada pela Unochapecó tem a participação de artistas e a valorização de espaços de cultura.

Para começar a programação, foi aberta na terça-feira, 13, a exposição “Zoom in/out”, de Thiago Dávi. O artista registrou as cidades de Nova Iorque e Chicago em fotografia analógicas, utilizando as câmeras Lomographic 35 mm e 120 mm. As imagens estão na Livraria Universitária.



“Londres: caos, transição e ordem”.



Na quarta-feira será inaugurada a mostra “Londres: caos, transição e ordem”, assinada pelo gaúcho Rafael Stecca. Na exposição, mais uma vez o destaque é a fotografia, que apresenta o olhar do artista sobre a capital inglesa, seu modo de vida e as pessoas que compõe a paisagem da cidade. A abertura acontece às 19h30, no Atelier Marlowa/Cristina, rua Quintino Bocaiúva 304-D, centro.

Na sexta-feira, dia 16, acontece um debate sobre Rock e Literatura. Herman Silvani, Gelson Bini e Valdemir Antonio de Oliveira (Mano), têm relações estritas com a arte das letras e também são fãs ouvintes do bom e velho Rock and Roll. A atividade acontece no Sesc, em Chapecó, a partir das 19h30, com entrada franca.

No sábado, a banda Epopéia sobe ao palco para apresentar um desConcerto de Rock. Nascida em Chapecó, com 10 anos de estrada, a banda retorna ao circuito da música nacional, apresentando ao público chapecoense canções que com forte influência dos anos 1970/1980. O show acontece no dia 17 de setembro, às 20h no Teatro do Sesc de Chapecó.


Comente aqui
13 set13:29

Charme Chulo

Quem gosta da nova onda caipira não pode perder a apresentação da Banda Charme Chulo. O show da banda de Curitiba começa às 20h no Teatro do Sesc Chapecó. Os ingresso a preço máximo de R$ 1, deve ser comprado uma hora antes, na Central de Atendimentos do Sesc. Rua Brasília, 475-D – Chapeco – SC.


Você pode baixar o cd da banda no site.


Charme Chulo

Foi na capital paranaense que nasceu o Charme Chulo. O grupo, criado pelos primos Igor Filus e Leandro Delmonico, surpreendeu a cena musical curitibana com um rock caipira apresentado pela primeira vez no EP “Você sabe muito bem onde eu estou” (2004/2005). Os críticos definiram o trabalho como uma mescla de rock inglês dos anos 80 e música caipira de raiz. Essa mistura aparentemente inusitada era permeada por letras particulares, que passeavam entre o melancólico, o irônico e o regional. As apresentações ao vivo foram fundamentais para o reconhecimento da banda que, mesmo com pouco tempo de estrada, já apresentava ao público um show vigoroso.



Comente aqui
08 set18:33

Tudo sobre rock

O Programa Cultura do Sesc São Miguel do Oeste realiza dia 19 e 20 de Setembro, na modalidade de Literatura: o Guia de Leitura Rock, serão dois dias de intensa atividade teórica e prática com o assessor Gelson Bini de Jaraguá do Sul/SC.


Segundo a coordenadora de Cultura do Sesc São Miguel do Oeste Adriana Paula Araldi, a função do Guia de Leitura Rock é ensinar as pessoas a reconhecerem os vários tipos de movimentos na Literatura e no Rock, ampliando seu conhecimento a respeito dos diversos estilos de Literatura e Música.


O guia busca maneiras de estimular mais do que a capacidade de ler e ouvir música, mas também despertar o prazer pela leitura e para a música, contribuindo para a compreensão da realidade social e a intervenção do sujeito na transformação da sociedade.


Os encontros acontecem no dia 19 e 20/09 das 19h as 22h30min no Auditório do Sesc. O curso é gratuito. Interessados podem se inscrever no Programa Cultura pelo telefone (49) 3621-3082.


Comente aqui
30 ago15:41

Seminário de Artes Visuais no SESC Chapecó

O seminário Espectador em Trânsito pretende abordar o uso do vídeo e de outras tecnologias na arte contemporânea, a partir de questões relacionadas à cidade e aos elementos urbanos.

O evento propõe o pensamento sobre este assunto a partir de artistas – e suas respectivas obras – que atuam nestas linhas criativas. Além do desenvolvimento prático a partir desta contextualização teórica, através de um exercício criativo, que será discutido e analisado ao final do seminário.

Público Alvo: Artistas; alunos e professores de Artes Visuais e de cursos de áreas correlatas: Publicidade e Propaganda, Artes Cênicas, Moda, Jornalismo, História, Letras etc; pessoas que se interessam pela pesquisa e processos criativos.

Cronograma

31/08: Aula-palestra, proposição do trabalho prático;

01/09: Produção do trabalho prático (horário e local livre)

02/09: Aula/debate, orientação individual ou em grupos.

Os encontros são das 19h às 21h30min.

Inscrições Gratuitas – Vagas Limitadas

De 24/08 a 31/08, na Central de Atendimentos do SESC Chapecó, ou pelos telefones (49)3319-9120 ou (49)3319-9128.

Haverá certificado de participação no evento.

Tetê Barachini

Docente na Universidade Federal de Santa Maria-UFSM, junto ao Departamento de Artes Visuais-DAV-CAL. Responsável pela criação e orientação no Laboratório – Atelier Objeto e Multimeios, no Curso de Artes Visuais. Desenvolve pesquisas na Área de Artes Visuais-Poéticas, tendo como foco as questões que envolvem escultura/objeto em relação ao espaço do sujeito e, as inter-relações com o urbano. Atualmente Doutoranda na Área de Poéticas Visuais, no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, no Instituto de Artes, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, PPGAV-IA-UFRGS. Mestre em Artes, na Área de Poéticas Visuais, pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, ECA/USP, (1994).Graduada em Artes Plásticas, Bacharel em Escultura, pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, IA-UFRGS, (1987).

Comente aqui