Show

17 dez13:29

Show com Michely Zaretti

Michely Zaretti se apresenta em Planalto Alegre neste sábado em Planalto Alegre. O show será realizado no Salão Comunitário, a partir das 14h, e faz parte da programação das festividades dos 20 anos de emancipação político administrativa do município. O acompanhamento no show é da Banda Embalos.

Michely lançou seu primeiro CD e a música de trabalho “Zomba” já é sucesso em várias emissoras de rádio da região. O trabalho foi divulgado em mais de 100 rádios de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso.

O diretor geral, Carlos Lazzaretti, comenta que o projeto vem sendo trabalhado há um ano, quando começou a se escolher repertório, compositores e gravadora. Ele destaca que sete, das nove músicas do CD, são de autoria de Tobias, um dos maiores compositores do Brasil. As outras duas canções são de autoria de Lazzaretti.

O trabalho foi lançado pela gravadora Oficina da Música e as músicas destacadas por Michely são “Zomba”, “Bê A Bá do Amor” e “Código Secreto”.

Michely é de Águas de Chapecó e começou cantando em festas de aniversários e abertura de eventos. Há um ano e meio canta na Banda Embalos, e, agora também com carreira solo. E, para 2012 ela garante que terá grandes novidades. – Aproveito para agradecer todas as pessoas que me incentivaram, que continuam me apoiando, que pedem minhas músicas nas rádios, os radialistas, enfim, obrigada a todos – disse Michely.

Interessados em shows ou que quiserem entrar em contato podem ligar para (49) 8436-8579.


Comente aqui
16 dez12:02

Cachorro Grande em Chapecó

A porto-alegrense Cachorro Grande faz show nesta sexta-feira, 16, na festa do aniversário de 5 anos do Premier Bier e dos 28 anos da Rádio Atlântida Chapecó. O show começa às 23h.



Rafael Morales, William Morelo, Beto Bruno (vocal Cachorro Grande), Rodolfo Krieger (baixista) e Marcelo Gross (guitarrista).




A banda Vitrola a Vapor de Chapecó faz sua reestreia. Os chapecoenses vão poder ouvir o som da banda que volta aos palcos nesta sexta-feira.

Reúna sua galera e aproveite o início do final de semana. Confira a Agenda no clicRBS Chapecó.

Ingressos antecipados na loja Strutura (Shopping Pátio Chapecó), Bar da Dulce, Casa da Música e Churraskito. Na hora também serão vendidos. Informações no (49) 3322-0507.


Comente aqui
03 dez13:34

Show "Banco de Areia" com Márcio Pazin e Carol

Márcio Pazin e Carol apresentam o show “Banco de Areia”, as 2oh, no Teatro do Sesc em Chapecó.

A parceria musical de Márcio Pazin e Carol teve início no ano de 2000, e de forma natural começaram a desenvolver um trabalho de composição e interpretação, musicando poemas e trazendo releituras de grandes compositores. Em 2006 foram classificados entre os 24 finalistas do Brasil no 9º Prêmio VISA de Música Brasileira, realilzado no Sesc Vila Mariana/SP. Se apresentaram no programa Brasilerança pela TVE, apresentado pelo cantor e compositor Xangai. Em 2009 participaram do programa Sr. Brasil da TV Cultura, apresentado por Rolando Boldrin. Finalistas de 5 edições do Festival de Música da Rádio Educadora FM de Salvador. Venceram o II Festival de Música do Sesc/SC, com a canção “Encontro” do CD “Mirante”.  Venceram em 2009 o duelo da Garagem do Faustão com mais de 10 mil votos com a música “Samba de Maria”.


Horário: 20h

Local: Teatro do SESC Chapecó

Ingressos: R$1 (comunidade em geral) e gratuito para comerciários, dependentes, idosos e crianças. A retirada dos ingressos começa às 19h. Teatro com capacidade máxima de 95 pessoas.


Comente aqui
01 dez19:50

Double You deve tocar no Réveillon de Itá e em Florianópolis

O impasse quanto ao show do Double You na noite de Réveillon, ao que parece, já chegou a uma solução. O grupo italiano tem shows agendados em Itá, no Oeste do Estado, e em Florianópolis na mesma data — a virada de 31 de dezembro para 1º de janeiro.

Os shows estão mantidos, e o grupo vai se deslocar entre uma ponto a outro de jatinho. Só que ainda não se sabe exatamente os horários e a cidade em que a atração da música dançante italiana tocará primeiro.

A divulgação da agenda da Capital, no início da semana, gerou desconforto na cidade do Oeste — lá, a banda será a maior atração da noite de Réveillon. O show em Itá foi agendado para as 22h do dia 31 de dezembro.

— Temos contrato assinado no dia 10 de novembro, e já depositamos a metade do valor do show (R$ 70 mil). A multa rescisória é de R$ 100 mil. Mas a questão da multa nem é o problema, o pior seria a credibilidade da cidade, que é um destino turístico de 50 mil pessoas no Réveillon. Estamos divulgando esse show em várias mídias desde o dia em que o contrato foi assinado — explica Luiz Carlos Schaurich, assessor de comunicação da prefeitura e um dos coordenadores da agenda de fim de ano da cidade.

Estranheza na região Oeste

A divulgação do show do Double You no fim de ano da Capital causou estranheza na região Oeste. Nas redes sociais e em blogs, já se colocava em dúvida se a banda contratada para o show em Itá era a original. Mas trata-se realmente do Double You, representado na negociação com o município pela World Brazil Produções, empresa que também tem em seu casting Michel Teló e Inimigos da HP.

O dono da empresa, Marcelo Nahas, diz que o Double You tocará primeiro em Itá.

— O show será às 22h do dia 31, só depois ele irá para Florianópolis — informou.

De acordo com o secretário de Turismo, Cultura e Esporte de Florianópolis, Vinicius Lummertz, houve uma confusão de datas. Segundo ele, os dois shows vão ocorrer — mas o primeiro seria na Capital.

— Houve um problema de entendimento. Falei com o vocalista (William Naraine) pessoalmente, e vai se cumprir o que estava definido. Ele pegaria um avião e tocaria mais tarde em Itá, e depois faria outro show lá — disse o secretário.

Em Florianópolis, a atração maior do Réveillon será a cantora Paula Fernandes.

DIÁRIO CATARINENSE


1 comentário
27 nov12:21

Show do Nenhum de Nós em Chapecó

O maior projeto cultural do Brasil incentivado com recursos do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) traz para Chapecó show das Bandas Jambrosia e Nenhum de Nós.

O Eu Faço Cultura prova há cinco anos que por meio da união e mobilização é possível espalhar arte e cultura pelo Brasil. Este ano, a caravana do Eu Faço Cultura 2011 vem percorrendo os quatro cantos do país e traz a Chapecó, entre os dias 24 e 27 de novembro, a Semana Cultural com várias atividades. O projeto ofereceu, gratuitamente, uma oficina de percussão para a comunidade que vai acontecer na ONG Verde Vida com o professor Ismael Rattis.

A programação encerra neste domingo com grande show do grupo Nenhum de Nós. Na abertura do show, apresentação da banda instrumental Jambrosia e dos alunos destaques da oficina de música.


Serviço

Horário: 19h

Local: Teatro Municipal – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – Chapecó/SC

Ingressos:

Setor 1 – filas A a K – R$ 70 (meia entrada); R$ 140 (inteira)

Setor 2 – filas L a Z – R$ 60 (meia entrada); R$ 120 (inteira)

*** Valores sujeitos à alteração sem aviso prévio, devido à mudança de lote.

Valor Promocional Apcef: R$ 55.

Obs.: Doar 1 kg de alimento não perecível.

Classificação etária: 18 anos

Ponto de venda: No local [Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes]

Informações: (49) 3319-1000


Comente aqui
19 nov08:00

Duas décadas de Repolho

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Uma das bandas mais irreverentes do rock catarinense, a Repolho, está completando duas décadas. Em comemoração, se é que isso se comemora, fará um show hoje, a partir das 20 horas, no Hotel Lang. Para este evento festivo vão reunir os integrantes da formação “clássica”, que durou até 1998. Depois disso os integrantes se espalharam pelos quatro cantos do planeta na vã tentativa de impedir que repetissem suas toscas apresentações.

Em Chapecó restaram apenas o “cantor” Roberto Panarotto e o baterista Anderson Gambato, que parece estar vendendo redes. De Florianópolis irá se deslocar o guitarrista Demétrio Panarotto, que enveredou pela veia acadêmica e quase é um Doutor das Letras, às suas composições como “Juvenal” e “Charme de Cachorro”.

De Curitiba virá o baixista Girino, que atualmente toca na banda Mordida. Também está prevista a participação de Eric Thomas, um espécie de “Quinto Elemento” da formação original, que tocava guitarra, fazia performance e atualmente joga rúgbi num time de Florianópolis.

A Defesa Civil já foi comunicada pois essa junção de astros pode causar um cataclisma global. Ainda mais que a banda promete tocar toda a Demo “A Horta da Alegria”, que tinha 12 músicas e projetou a banda para além das lavouras do Oeste Catarinense. Neste trabalho estão ícones como “Índio Condá”, “Fuca Azul Calcinha”, “Porcona” e “Chapecó”. A música título da cidade da banda gerou muitas reações na cidade, principalmente para quem levava o grupo muito a sério.

A composição era uma crítica à mesmice de uma cidade interiorana com trechos como: “nada acontece, não tem nada para fazer, você olha pra mim e eu olho pra você, assim é a cidade a cidade é Chapecó, do jeito que está vai de mal a pior”.

A letra da música causou identificação em outras cidades do interior que viviam a mesma realidade. –Ela fala de um momento pontual da cidade, é um retrato da época- avaliou o vocalista Roberto Panarotto.

A banda desde o início trabalhou o humor não apenas como brincadeira, mas como uma forma de crítica social. Para o guitarrista Demétrio Panarotto a banda tem uma concepção que vai além da música. –Temos influência da literatura, dos quadrinhos e das artes plásticas- explicou. Talvez por isso a extravagância visual faça parte do show.

Até os erros são valorizados como criação.

–Hoje se eu tentar errar como no início não consigo, é muito difícil- brincou o baterista Anderson Gambatto.

Demétrio Panarotto avalia que a banda, a partir do Oeste Catarinense, conseguiu circular no meio independente e ser reconhecida por publicações musicais. Ele afirmou que chegaram a gravar mais de mil fitas K7 da segunda Demo, que foram distribuídas para todo o Brasil.

–Chegamos a comprar um gravador de fitas- lembrou.

Ele considera que no iníco a banda era mais sarcástica e debochada.

–Mas a porraloquice continua- ressaltou. E a banda já está com material pronto para gravar o quinto CD, no início de 2012. Desta vez com um novo integrante, Akira, que é afilhado dos irmãos Panarotto e desde os 10 nos já participava dos shows.

Pelo jeito, apesar de mais desmarcar shows do que marcar, a banda ainda terá muitos anos de vida –Estamos aí pra provar que tudo que é bom dura pouco- provocou Roberto, que promete um show de torrar a paciência da legião de fãs.


Discografia


DEMOS

1993- Chapô a Galeria

1994- A Horta da Alegria

1995- Campo e Lavôra


CDS

1997- Repolho Volume I

2000- Repolho Volume II

2006- Repolho Volume III

2009- Repolho Volume IV


COMPACTO VINIL

2004- Sorria Meu Bem


Serviço

O quê: Show de 20 anos da Banda Repolho

Quando: 19 de novembro

Horário: 20h

Local: Lang Palace Hotel, avenida Nereu Ramos 1057 E.

Ingressos: Gratuitos e devem ser retirados uma hora antes

Lugares: 300

Comente aqui
15 nov17:09

Melhor ouvir o CD

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Foi nos primeiros anos de faculdade, em Santa Maria, já no início da década de 90, que eu descobri a banda Nazareth. Primeiro gravei uma fita cassete do LP de um amigo. Baladas como Love Hurts, Dream On e Sunshine embalaram meu início de namoro. Outras como Expect No Mercy e Razamanaz serviam para agitar. Um amigo da Engenharia Mecânica, que hoje mora em Caxias do Sul, gostou tanto de Where Are You Now que colocou a faixa na opção “repeat” e ficou mais de uma hora ouvindo a mesma música.

Nazareth nunca foi para mim uma das bandas top, como Pink Floyd e Led Zeppelin. Mas entrou no rol da bandas que eu gostava. Quando soube que haveria um show em Chapecó logo fiquei interessado e comprei o ingresso.

Enfrentei o dia chuvoso para ir até a Efapi. Lá, tive que pagar mais R$ 50 para trocar o ingresso da pista pelo de área VIP (preço original). Tudo para ficar com os amigos.

Não fosse pelos celulares captando as imagens do show e a idade do público daria para imaginar que havíamos voltado no tempo.

Um fã com a capa de um LP fazia a conexão com a época de ouro da banda, que foi nos anos 70. O show começou com algumas músicas menos famosas e mais pesadas. Mas mesmo quando chegaram as mais conhecidas, deu pra ver que o sessentão Dan McCaferty já não tem o mesmo gás. As músicas eram legais, conhecidas, mas não havia aquela empolgação.

Talvez fosse mais interessante assistir o show ouvindo um disco vinil da década de 70. Um dos melhores momentos foi uma performance do jovem guitarrista Jimmy Murison e do veterano baixista Pete Agnew. Dan McCafferty ainda fez uma graça com uma gaita de fole escocesa, lembrando as origens da banda. Tinha elementos para ser um bom show. Mas, acabou não sendo.

Faltou alguma coisa. Faltou empolgação, energia e interação com o público. Vou voltar a ouvir o CD. Mas com um quê de decepção. Às vezes é melhor ficar com a imagem antiga de uma banda. Tem coisas que são momento. Ou você vive aquele momento ou não tem mais como resgatar.


7 comentários
27 ago08:00

Márcio Pazin e Carol lançam cd em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Juntos desde 2000, a dupla Márcio Pazin e Carol lançam neste domingo, dia 28, o segundo álbum da carreira. O show será às 20h no Teatro Municipal de Chapecó.

Composto por 14 faixas, Morada, levou cinco anos, entre pesquisa e produção, para ficar pronto. A ideia era fazer um trabalho que chamasse a atenção da região Oeste e do mundo como um todo. Carol conta que as músicas se escolheram, foram crescendo e se tornando peças-chaves.

- Não fomos só nós que escolhemos. Tudo foi compartilhado – conta.

Shows

A dupla fez um show de lançamento no Sesc Prainha em Florianópolis e pretende fazer apresentações em outras cidades brasileiras.

1 comentário