Sol

15 fev13:58

Secretaria de Saúde de São Miguel do Oeste entrega material de Carnaval aos blocos

A secretaria de Saúde de São Miguel do Oeste realizou na tarde desta terça-feira, dia 14, na sala de reuniões do departamento DST/AIDS, reunião com os presidentes e representantes dos blocos que irão participar do Carnaval Popular 2012. Os integrantes receberam tapa sol, preservativos e leques, além de orientações com relação a prevenção de DSTs.

De acordo com a secretária de Saúde, Beatriz Soares, o carnaval é uma data que preocupa muito a saúde em decorrência de inúmeros fatores como o álcool e a droga. – Além de provocar acidentes, o álcool e a droga podem ocasionar uma gravidez indesejada e transmitir doenças pelo não uso da camisinha. Por esse motivo, convocamos os blocos no intuito de fazer alguns repasses e distribuir todo material necessário para que possamos comemorar o carnaval com responsabilidade – destacou.


Comente aqui
15 fev09:23

Previsão para o Oeste é de sol e tempo seco

Nessa quarta-feira esse tipo de massa de ar comanda as condições do tempo deixando o litoral, vale do Itajai, norte e parte da serra e do sul com nuvens que tanto permitem aberturas de sol quanto provocam chuva em forma de pancadas ao longo do dia.

A imagem dessa manhã já mostra essas regiões, o leste de SC, coberto por uma boa quantidade de nuvens que vão continuar ao longo do dia:

Os pontos coloridos pelo litoral, mais ou menos entre Governador Celso Ramos e Bombinhas, vão aparecer aleatoriamente pelo leste ao longo do dia trazendo momentos de chuva forte.

No oeste, o sol predomina com tempo seco em praticamente toda a quarta-feira que poderá ter alguma chuva de verão do meio da tarde em diante, mas no geral fraca e mal distribuída, ou seja, poucas cidades da região.

As temperaturas sobem durante à tarde chegando a casa dos 28 a 30ºC principalmente no oeste e sul onde até podem subir 1 a 3ºC a mais.


QUINTA-FEIRA

O ar quente e úmido segue influenciando o tempo que deverá ter nuvens, no leste mais de manhã, e aberturas de sol ao longo do dia em todas as cidades. Há chance de chuva de verão passageira, mas em poucas cidades e no geral fraca. As temperaturas vão seguir elevadas como hoje.


Blog do Puchalski

Comente aqui
01 fev09:14

Quarta-feira feira é de sol e calor em SC

O tempo continua firme com sol em Santa Catarina nesta quarta-feira. As temperaturas ficam elevadas, segundo a Epagri/Ciram, órgão estadual que monitora as condições climáticas.

As máximas chegam entre 29ºC e 31ºC na Grande Florianópolis, no Sul, no Vale do Itajaí e no Litoral Norte. No Planalto Norte e na Serra, os termômetros ficam entre 27ºC e 28ºC. No Oeste, ficam por volta dos 31ºC.

Na quinta-feira, o sol continua predominando no Estado. Porém, há a possibilidade de formação de nuvens e chuva isolada entre a tarde e a noite na maior parte de SC. As temperatura seguem altas.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
12 jan09:40

Câncer de pele pode atingir 134 mil brasileiros em 2012

O câncer de pele pode atingir mais de 134 mil brasileiros em 2012, conforme a estimativa divulgada pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca). A doença responde por 25% do total de tumores malignos diagnotados no Brasil. Cuidados com a prevenção devem ser tomados o ano inteiro, e não somente nesta época, quando o uso do protetor solar fica mais popularizado.

Evitar se expor ao sol entre as 10h e as 16h e não "torrar" a pele são medidas para evitar a doença.

A incidência é maior em pessoas de pele e olhos claros, que se expõem frequente e prolongadamente ao sol. Mas, o câncer de pele, tipo mais comum em pessoas com mais de 40 anos pode ocorrer em qualquer pessoa que se expõe excessivamente aos raios solares em horários impróprios (entre 10h e 16h) ou que tenha histórico da doença na família.

— Se for feito um diagnóstico precoce seguido de tratamento imediato, a maioria dos cânceres de pele podem ser curados— afirma Luciana Holtz, presidente e diretora executiva do Instituto Oncoguia, organização não-governamental dedicada à promoção do acesso ao cidadão brasileiro à informação, prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer.


Cuidados

O câncer de pele responde por 25% do total de tumores malignos detectados no país e seus tipos mais frequentes são carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e melanoma, este último o mais raro e também o mais maligno, por ter capacidade de se espalhar. O melanoma pode ocorrer sobre uma pinta já existente ou surgir sobre a pele.

— A recomendação é usar protetores solares, evitar a exposição ao sol fora do horário de pico e observar o aparecimento de feridas que não cicatrizam, de manchas escuras ou nódulos na pele, ou de alterações em pintas como aumento, modificação da cor, prurido ou sangramento — aconselha o médico Rafael Kaliks.

Se alguma das situações ocorrer com você, procure um médico e fique atento aos sintomas da doença.


Sintomas

— Lesão na pele em formato de nódulo, de cor rósea, avermelhada ou escura, de crescimento lento, mas progressivo

—Qualquer ferida que não cicatriza em quatro semanas

— Pinta na pele de crescimento progressivo, que apresente coceira, sangramento frequente ou mudança de coloração, de tamanho ou de consistência

—Qualquer mancha de nascença com mudança de cor, espessura, ou tamanho.


DONNA DC

Comente aqui
25 out11:53

Herpes labial: saiba como evitar crises, que tendem a aumentar no verão por conta da exposição ao sol

Quem convive com crises de herpes nos lábios deve redobrar os cuidados no verão. De acordo com o médico Omar Lupi, a exposição ao sol diminui a quantidade de linfócitos, e baixa a imunidade. Mesmo se a dose de sol não deixar a pessoa “vermelha”, já é o suficiente para baixar a imunidade e ativar o vírus do herpes.

A reação da crise normalmente começa com uma leve irritação na pele. Depois surgem no local pequenas vesículas cheias de líquido, que se rompem e formam feridas doloridas. É nesse período que o vírus é transmitido de uma pessoa para outra.

— A proteção solar adequada é fundamental. O sol, mesmo que em dose não elevada baixa a imunidade. No caso do herpes labial recorrente, o paciente deve usar um protetor labial, cujo fator de proteção não deve ser inferior a 30, podendo ser usado várias vezes por dia, a cada 2h — indica o especialista.

Além do sol, os mecanismos que normalmente detonam as crises — estima-se que de cada cem pessoas, 25 enfrentaram ou estão enfrentando uma manifestação de herpes, que atinge principalmente os lábios e os órgãos genitais — costumam ser o estresse, alterações hormonais e alguns tipos de alimentos.

Segundo o médico, alimentos ricos em arginina podem intensificar os efeitos do herpes. A substância está presente também no abacaxi, kiwi, sementes oleosas,como castanha do pará, castanha de caju, amendoim, avelã, nozes e pistache.

Complementos protéicos para malhar também agravam, já que vários desses suplementos são ricos em arginina. Se estiver fazendo atividade física, o paciente deve levar o suplemento ao dermatologista para que ele avalie, ou substitua por outros produtos.

Embora não exista uma cura definitiva para o herpes simples — os tratamentos até hoje não são eficazes porque o vírus habita estruturas do sistema nervosa chamadas de gânglios paravertebrais onde a medicação não chega bem — é possível amenizar os sintomas com pomadas tópicas que auxiliam a cicatrização das feridas. Existem também remédios com base em antivirais — como o aciclovir, por exemplo —, que podem promover a regressão da doença se tomados no início de cada crise.

A carne vermelha e os derivados do leite ajudam a controlar o herpes. Estes alimentos são ricos em lisina, um antídoto natural da arginina.


Como prevenir uma crise:

:: Hábitos saudáveis, tanto físicos como emocionais, reduzem comprovadamente a incidência da doença

:: Quando o assunto é o herpes, não há dúvida, o melhor conselho é aprender a gerenciar o estresse

:: Outros cuidados: evitar a exposição excessiva ao sol (a radiação ultravioleta diminui a ação das células de defesa do organismo) e usar filtro solar com FPS 15, ou mais, inclusive para a região labial.


O que é?

O herpes labial é uma infecção causada pelo vírus Herpes simplex. Ele começa como uma irritação na pele, que evolui para pequenas bolhas cheias de líquido. É nessa fase que ocorre o contágio. Uma vez rompidas, essas bolhas se transformam em feridas que podem levar até 14 dias para cicatrizar.


Como é transmitido?

A transmissão do vírus normalmente ocorre na infância, quando há contato direto com uma pessoa cuja doença está na fase de contágio (bolhas). Uma vez exposta a ele, a criança pode desenvolver ou não a infecção. As crises de herpes tendem a se manifestar durante a adolescência e a vida adulta.


Por que ocorre?

O mecanismo que desencadeia as crises de herpes labial não está totalmente elucidado. Se suspeita, no entanto, que o problema esteja relacionado ao enfraquecimento do sistema imunológico da pessoa contaminada pelo vírus.


O que desencadeia as crises?

Exposição excessiva ao sol, estresse, alterações hormonais e alguns tipos de alimentos podem detonar os episódios da doença.


Existe cura?

Não há cura para o herpes labial. Existem medicamentos que podem ajudar na cicatrização das feridas ou barrar a evolução de uma crise.


Como evitar o contágio?

:: Evite o contato direto com a infecção, especialmente na fase vesicular (bolhas).

:: Lave as mãos com água e sabão sempre que tocar na ferida.

:: Evite o contato das mãos contaminadas com os olhos ou outras partes do corpo.

:: Não fure as bolhas ou arranque a crosta das feridas.


DONNA DC/ CADERNO VIDA



Comente aqui
10 set11:35

Sol volta a brilhar em Santa Catarina neste fim de semana

O sol voltou a brilhar em grande parte de Santa Catarina neste sábado. A notícia traz alívio aos moradores de cidades prejudicadas pelas chuvas dos últimos dias, que deixaram mais de 57 mil desalojados, além de 34 municípios em situação de emergência e dois em estado de calamidade pública. A previsão é de que o tempo permaneça estável durante todo o fim de semana.

Neste sábado, o avanço de uma massa de ar frio e seco faz com que o sol predomine no Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul e Planalto Norte do Estado.

As temperaturas devem ser baixas ao longo do dia. No Litoral da Grande Florianópolis, os termômetros registram entre 16ºC e 24ºC. Na Serra, a mínima pode chegar a 7ºC e máxima de 23ºC. Já no vale do Itajaí as temperaturas variam entre 11ºC e 23ºC.


Confira a previsão completa do tempo

O domingo também deve ser ensolarado, com temperaturas amenas, que não devem se elevar muito durante o dia. Na segunda e terça-feira, o tempo deve continuar estável em todo o Estado, com temperaturas mais baixas durante a madrugada. As informações são da Epagri / Ciram — órgão que monitora as condições climáticas no Estado.

Comente aqui
09 set18:33

A volta do sol no Oeste

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br


Assim como faziam os povos que adoravam o Sol, os chapecoenses puderam saudar a aparição do astro rei na tarde desta sexta  depois de vários dias de chuva.


Ele apareceu um pouco depois do meio dia e, no final da tarde, nos presenteou com um bela paisagem de pôr-do-sol.

A previsão para o final de semana é de tempo bom, com temperaturas entre 10 e 24 graus. Vai dar para lavar aquela roupa que já está acumulada e sair de casa sem capa ou guardachuva.


Comente aqui