Superliga

15 abr14:45

Thui Todeschini vence em Recife

A quente capital pernambucana, Recife, recebeu neste fim de semana a terceira etapa da Superliga Brasil de Motocross. Os pilotos disputaram cinco categorias e mais uma vez o chapecoense Arthur Todeschini (Expresso Sul/WA transportes/Cetric/Pirelli/Brasil Racing) garantiu o lugar mais alto do pódio. Com mais esta vitória Thui chegou aos 75 pontos na categoria 65Cc, 13 a mais que o paulista Renato Muguinho.

Entre os cinco primeiros estão ainda um paulista, um pernambucano e um piloto mineiro. A próxima etapa é especial para o jovem campeão. A quarta etapa será disputada em Chapecó no início de maio.

Arthur Todeschini, o Thui, não fez boa largada, porém ainda no início passou Renato “Muguinho” e Leonardo Feitosa e pulou para ponta. Apesar de estar em primeiro, o catarinense era perseguido por Muguinho. Ainda no começo, o segundo colocado caiu e desperdiçou a oportunidade de brigar pela liderança da prova. Com isso, Thui seguiu livre para chegar a terceira vitória na competição e continuar na liderança.

- Enfrentei uma pista difícil. Diferente com a que estou acostumado. Não larguei bem, mas consegui fazer duas ultrapassagens e me manter em primeiro – declara Thui.



Arthur Todeschini no pódio em Recife.


Campeonato Brasileiro de Motocross

No domingo, dia 29 de abril, Thui participa da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, que será disputado em Canelinha/SC.

Na etapa inicial em Carlos Barbosa/RS ele venceu e assumiu a liderança.

O resultado em Recife fechou uma semana sensacional para o piloto de 12 anos. Ele foi escolhido o Piloto Revelação de 2011 por uma revista especializada em motociclismo.

- Agora vamos nos preparar para a prova em Chapecó em maio. Queremos que a torcida empurre o Arthur para mais uma vitória – disse o pai Ademir Todeschini.


Comente aqui
29 mar15:00

Chapecoense participa da Superliga de MotoCross

A temporada da Superliga Brasil de Motocross teve início em Indaiatuba/SP e agora chega até a capital dos baianos. Neste fim de semana os motores vão roncar e os pilotos tentarão superar os obstáculos da pista em Salvador, na Bahia. O chapecoense defende a liderança da competição na categoria 65Cc.

O pequeno notável, como está sendo chamado, embarcou nesta quinta-feira para a capital baiana. Sempre acompanhado da família, Thui pretende garantir mais uma vitória para abrir vantagem sobre o segundo colocado. – Ele está bem focado para manter a ponta no campeonato. Venceu com boa vantagem na primeira etapa e agora é só mostrar o que vem fazendo nos treinos – disse o pai e chefe da equipe Ademir Todeschini.

Thui entrará na pista três vezes neste sábado, dia 31. A primeira delas será na parte da manhã para os treinos livres. No início da tarde haverá o treino cronometrado e às 16h15 será dada a largada para 15 minutos de prova mais duas voltas.

Cinco categorias estarão e disputa e o calor de Salvador não assusta o jovem chapecoense de apenas 12 anos. Thui também disputará nesta temporada, defendendo o título, o campeonato catarinense, o Arena Cross e o campeonato brasileiro. Também vai estrear em competições internacionais na Europa e nos Estados Unidos.


Comente aqui
08 mar12:09

Chapecoense vence Superliga de Motocross em SP

O ano não começou bem para o chapecoense Arthur Todeschini fora das pistas. Alguns patrocinadores não renovaram o apoio para a temporada e outros ofertaram um valor bem abaixo do proposto pela equipe. Mesmo assim o pai Ademir Todeschini manteve o projeto e o resultado chegou já na primeira prova do ano. Em Indaiatuba/SP, na abertura da Superliga Brasil de Motocross, Thui garantiu a vitória de ponta a ponta e orgulhou os patrocinadores.

Ele teve 28 adversários, mas se comportou como o principal piloto da categoria 65Cc do Brasil na atualidade. Assumiu a liderança e não largou mais até receber a bandeirada de chegada deixando o segundo colocado 40 segundos atrás.

- Fiz uma boa largada e logo consegui abrir uma diferença. Procurei me manter calmo e concentrado – afirmou o jovem competidor que no ano passado terminou a Superliga na segunda colocação.

O piloto chapecoense tem um novo compromisso neste fim de semana, o campeonato catarinense. Thui tenta o bi-campeonato da 65Cc. Pela Superliga ele terá provas em Salvador/BA no final do mês, em Recife/PE em abril, e em Chapecó no dia 5 de maio.

- Será mais um ano de muitas provas. Vamos tentar o título em todas as competições e por isso agradecemos que está no apoiando. Temos mais duas empresas que querem investir na equipe – disse o pai Ademir Todeschini.

Além da Superliga e do Campeonato Catarinense, Thui disputará as provas do Arena Cross, onde foi campeão em 2011, o Campeonato Brasileiro de Motocross e uma etapa do Campeonato Mundial, que será disputado na Bulgária.


Comente aqui
02 dez10:06

Vôlei feminino de Chapecó é destaque

Fim de temporada, mas o ano foi positivo para o vôlei feminino de Chapecó. Em 2011 a equipe se consolidou como a segunda força da modalidade em Santa Catarina, ficando atrás apenas da equipe de Rio do Sul, que tem o maior investimento do Estado e vai disputar a Superliga Nacional de Vôlei Feminino, que começa dia 10 de dezembro.

Neste ano Chapecó foi vice-campeã estadual e dos Jogos Abertos de Santa Catarina, em Criciúma. Em ambas as competições perdeu a final para Rio do Sul. A equipe do Alto Vale ainda foi ‘carrasco’ de Chapecó na decisão da etapa Sul da Liga Nacional, disputada em Pomerode/SC. O vice-campeonato, porém, valeu vaga para a fase nacional, em Saquarema/RJ, onde Chapecó ficou em quinto lugar. Os dois primeiros colocados garantiam vaga para a Superliga 2011/12.

A equipe comandada pelo técnico Fernando Picolli também ficou em segundo lugar nos Jogos Universitários Brasileiros (JUB’s), disputados em Campinas/SP. Na final, derrota para a Unip de São Paulo. Mas Chapecó subiu no lugar mais alto do pódio outras três vezes em 2011: foi campeã dos JUC’s – Jogos Universitários Catarinenses – em Tubarão; campeã da fase regional dos Jasc, em Xaxim; e campeã da 2ª Copa APROV de Vôlei, disputada em Chapecó, que contou com a participação de Blumenau, Grêmio Náutico União de Porto Alegre e Univates de Lageado/RS.

Para 2012 a meta principal é disputar a Liga Nacional B e tentar o acesso para a Superliga na temporada 2013/14. – A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) quer fazer uma espécie de segunda divisão nos mesmos moldes da Superliga. Oito equipes devem fazer parte desta Liga B. Jogariam todas contra todas, garantindo o acesso para as duas primeiras colocadas – explica o técnico Fernando Picolli.

A competição iniciaria em dezembro de 2012 com término em março de 2013. – As equipes que disputaram a fase nacional da Liga este ano, no Rio de Janeiro, devem ser convidadas pela CBV para esta nova competição – complementa Picolli.

O técnico ressalta também que todas as atletas da equipe são acadêmicas, numa parceria com a Unochapecó. Elas treinam manhã e tarde, todos os dias, e estudam à noite. A equipe tem ainda o patrocínio da Prefeitura de Chapecó, Unochapecó e Linger, e apoio da Apti, ACB Bebidas e Clínica de Olhos Dr. Delso Bonfanti.


Comente aqui