Taekwondo

11 jul14:09

Chapecoenses conquistam bons resultados pela seleção estadual de Taekwondo

Os atletas chapecoenses que integraram a seleção catarinense de Taekwondo em Goiânia (GO), no domingo, dia 8 de julho, durante o Campeonato Brasileiro da modalidade voltou com bons resultados na bagagem.

O evento reuniu atletas de todo o país em diversas categorias e a seleção catarinense foi composta de 27 atletas, onde a associação chapecoense teve nove convocados, além do técnico Adílio Alves.

Os melhores colocados foram: Thaysa Reis (bronze) na Categoria júnior feminino 52 kg; Cristiane Busatta (prata) na categoria júnior feminino 55 kg; Vanessa Novello (bronze) na categoria sub 21 feminino 49 kg.

Além dos chapecoense que representaram o estado; Michael de Campos (Florianópolis) ficou com a preta na categoria Sub 21 masculino 87 kg; Maria Alves (Sombrio) foi bronze na categoria júnior feminino 44 kg, Bryan Treutler (Jaraguá do Sul) com a prata na categoria infantil masculino 32 kg e Isadora Lopes (Caçador) subiu no lugar mais alto do pódio, sendo ouro na categoria Infantil feminino 39 kg.

Apoiam a equipe chapecoense de Taekwondo a Unochapecó/Prefeitura Municipal/SEST/SENAT/Rotesma/Perfitec/Posto Milão/Construtora Donin/Café Havan/ Fitness Chapecó Academia.


Comente aqui
25 jun15:48

Atleta de Taekwondo do Programa Verde Vida traz mais um ouro para Chapecó

O jovem Ivan Carlos participou do 3° Campeonato Estadual de Taekwondo em Itapema/SC e trouxe para Chapecó mais uma medalha de ouro. Essa é a terceira vitória do adolescente nesta categoria.

Ivan tem sido destaque na oficina de taekwondo da ONG Verde Vida. Com apenas um mês de aula, o adolescente já havia conquistado sua primeira medalha de ouro. Fruto da dedicação e competência do professor voluntário Cristiano Souza, bem como do esforço de Ivan Carlos.

A oficina de taekwondo acontece na sede do Programa Verde Vida de quarta a sexta-feira, das 17h30 às 19h30 e é aberta a toda a comunidade. As aulas são gratuitas.


Comente aqui
14 jun16:03

Taekwondo de Chapecó é ouro no RS

Chegar a uma conquista dourada em Jogos Abertos parecia um caminho longo para o taekwondo chapecoense. Mas elas vieram na temporada de 2011, em Criciúma. Agora a expectativa é melhorar a classificação geral da modalidade. Competições estaduais e até nacionais estão sendo utilizadas para formar a equipe e dar experiência aos lutadores. No domingo, dia 10 de junho, os atletas de Chapecó estiveram em Porto Aelgre/RS para o 8° International Open Championship, campeonato aberto a todos os lutadores. O saldo foi positivo com três medalhas.

No ginásio Gigantinho, na capital gaúcha, a equipe apoiada pela Unochapecó conquistou uma medalha de prata, uma de bronze e uma de ouro. O ponto mais alto do pódio foi visitado mais uma vez pela nova contratação da associação. A jovem Cristiane Busata foi ouro na categoria juvenil, até 55 kg. A prata ficou com Thaiza Reis, também na juvenil, até 52 kg e o bronze foi conquistado por Everton Silva, na sub-21, até 80 kg.

Para o presidente da Associação Chapecoense de Taekwondo e técnico da equipe chapecoense, foi mais uma competição em alto nível.

A equipe de Chapecó conta com o apoio da Unochapecó, Secretaria Municipal de Esportes, Rotesma, Perfitec, Posto Milão, Construtora Donin, Café Havan e Sest/Senat.


Comente aqui
21 mai11:46

Campeã brasileira de taekwondo reforça Chapecó

O taekwondo de Chapecó, apoiado pela apoiada pela Unochapecó, conta com um novo reforço para as competições deste ano. É a atual campeã brasileira da categoria juvenil, Cristiane Busatto de Oliveira, 16 anos, natural de Seara. Ela já tem bons índices e nesta temporada busca o bicampeonato nacional em sua categoria. A partir de agora ela representará Chapecó nas competições estaduais e nacionais.

Contratada pela Associação Chapecoense de Taekwondo a jovem, que pratica taekwondo há 10 anos, chega para fortalecer o grupo. Cristiane já subiu duas vezes no lugar mais alto do pódio no campeonato estadual e vem integrando oficialmente pelo segundo ano consecutivo a seleção catarinense juvenil de taekwondo, além de conquistar o título de campeã brasileira open sub-21; campeã brasileira interclubes (oficial da CBTKD). A searaense também foi atleta reserva da seleção brasileira no ano passado.

A equipe de taekwondo de Chapecó espera bons resultados em nível nacional, pois com o reforço, terá mais chances de subir no lugar mais alto do pódio.

O próximo compromisso da atleta é o Campeonato Brasileiro em Porto Alegre/RS em junho e servirá de preparação para a busca do bicampeonato nacional que será realizado em Goiânia/GO, no dia 10 de julho.

Ela também é um bom reforço para os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC).

- Estou aqui para buscar meu espaço e tenho certeza que posso conquistar muitos títulos e quem sabe ter a oportunidade de participar das Olimpíadas de 2016 – acredita a atleta.


Comente aqui
26 abr14:15

Chapecoenses são destaque no Taekwondo

Mais um bom resultado foi obtido pela equipe de Taekwondo de Chapecó. Os atletas participaram da 2ª Seletiva de Santa Catarina para o Campeonato Brasileiro e a 1ª etapa do Estadual. Competição foi realizada em Florianópolis.

O município de Chapecó, representado pela Associação Chapecoense de Taekwondo, com o apoio da Unochapecó, conquistou o troféu de 4º lugar por equipe colocando também vários atletas na Seleção Estadual. O evento reuniu mais de 600 lutadores de todo o Estado. A equipe chapecoense competiu com 21 atletas e teve a presença de dois técnicos e um coordenador na delegação.

Após a Seletiva Estadual para o Brasileiro Júnior Vitor Sabbi, Eduarda Hellgren, já estão classificados para a etapa nacional, enquanto Thaysa Reis, ainda tem chance de obter uma vaga.

Os atletas, Fernando Azambuja, Carla Rosseto, Vanessa Novello, Mahatma Ghandy, Douglas Pereira e Everton da Silva, já estão classificados para compor a Seleção Catarinense e estão com as vagas garantidas para o Brasileiro Sub-21.

Na primeira etapa do Estadual, competição paralela, Eduarda Helgren, Marieli Muil, Ivan Carlos de Oliveira, Nuiz Lemes, Juliano Gera, Anderson Vieira, Mirela Rodrigues, conquistaram a medalha de ouro. Já Gabriel Chafado , Bruna Schneider e Débora dos Santos, ficaram com as medalhas de prata e Anderson de Paula e Chayane Borges ficaram com o bronze. Na competição aberta, outro evento paralelo, a jovem Eduarda Helgren foi medalha de prata e Everton da Silva, ficou com o ouro.

Todos os atletas retornaram aos treinamentos em Chapecó, pensando nas próximas competições, tanto para a 2ª etapa do Estadual, bem como para as competições nacionais.

- Temos a expectativa de conquistar muitos títulos neste ano. Estamos treinando com atletas de bom nível técnico e sabemos do potencial deles na disputa por medalhas em todas as competições – avaliou o presidente da associação e também técnico da equipe, mestre Adílio Alves.


Comente aqui
12 nov09:43

Meta é ficar entre os cinco

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Sem poder de fogo para bater o trio de ferro de favoritos dos Jasc- Blumenau, Florianópolis e Joinville – e contanto com o bom desempenho de Criciúma, que é sede, a meta de Chapecó é tentar repetir o quinto lugar do ano passado.

–Vamos tentar se manter entre os cinco- disse o secretário de Esportes, Clóvis Marinello.

Para isso conta com alguns trunfos. Além dos dois naipes da bocha, onde sempre é favorito, Chapecó conta com o que é considerado o melhor time de futsal feminino do mundo, após conquistar o tricampeonato da Copa das Nações (2009, 2010 e 2011), disputada em Portugal.

A equipe de Chapecó tem quatro jogadoras da seleção brasileira que recentemente conquistou o tetracampeonato sul-americano. São a goleira Giga Paraná, as alas Vanessa e Jéssika e a pivô Cely. Vanessa, que no ano passado jogou na Espanha, foi considerada a melhor jogadora do planeta em 2010. No entanto elas não vislumbram vida fácil nos Jasc, pois a disputa entre as seis equipes é no sistema todos contra todos.

O técnico Éder Popiolski lembrou que Santa Catarina outros três times na Liga Nacional: Criciúma, Caçador e Brusque. A modalidade já venceu quatro vezes, em 2003, 2006, 2009 e 2010. E agora quer o pentacampeonato.

Outra modalidade forte e que Chapecó tem tradição nos Jasc é o handebol masculino. A equipe do Oeste tem o auxiliar técnico da seleção brasileira, Marcos Antônio Cezar, além dos jogadores Jaqson Kojoroski e Gil Pires. Os três estiveram no Pan de Guadalajara, onde ficaram com a medalha de Prata. Em Criciúma, eles querem o ouro.


A primeira medalha do Jasc

Vanessa Novello, 20 anos, de Chapecó, a primeira medalhista de ouro do Jasc 2011. É dela o retrato da emoção ao conquistar a primeira medalha de ouro da edição de número 51, sediada em Criciúma. Registro do fotográfo Julio Cavalheiro, após a decisão da medalha de ouro na categoria feminino até 47 quilos do Taekwondo.

CHAPECÓ

Delegação: 350 atletas

Principais atletas: Jaqson Kojoroski (handebol) Gil Pires (handebol) Vanessa Pereira (futsal), Araceli Gayardo-Cely (futsal), Jessika Manieri (futsal), Patrícia de Faria-Giga Paraná (futsal) Noeli Mergen (bocha), Pedro Segalotto (bocha), Ingrid Schuls (bocha), Nei Cenci (bocha), Claudinei Pacheco (tiro), Mahatma Gandhi Vegilato (taekwondo), Everton Neckel (salto com vara), Joel Perosa (vôlei), Gustavo Cavalier (karatê) Nikelli Rossi (judô), Patrícia Marques (judô), Alisson Mendonça (judô), Schanon Nogueira (judô).

Onde briga pelo ouro: futsal (feminino), handebol (masculino), bocha (feminino e masculino), vôlei (feminino) tiro armas curtas

Onde pode surpreender: futsal (masculino), bolão (masculino) e taekwondo (masculino)

Colocação no JASC 2010:


Comente aqui
11 nov14:21

A primeira medalha do Jasc 2011 é de Chapecó

A chapecoense Vanessa Novello, 20 anos, foi a ganhadora da primeira medalha dos Jogos Abertos de Santa Catarina de 2011. A lutadora de taekwondo venceu na final da categoria até 47 quilos a representante de Florianópolis, Valdinéia Alves, 17 anos. A disputa final aconteceu no final da manhã no ginásio da Satc e foi bastante acirrada. O primeiro ponto foi marcado por Valdineia no final do segundo round. Vanessa conseguiu se recuperar e após o empate em 2 a 2, conseguiu a virada no final, ao acertar um mirop thiagi no peito da adversária.


Vanessa conseguiu o ponto final no último tempo.


 

É a primeira vez que a competição de taekwondo vale para a pontuação geral. Por isso, Vanessa comemorou muito a medalha, que também valeu com revanche da edição passada dos Jasc, quando ela foi derrotada justamente por Valdineia. O técnico de Chapecó, Adilio Alves, também comemorou a conquista:

- Ela estava muito confiante porque fez um bom trabalho. O mirop thiagi é um chute que ela treina bastante e tem facilidade em executar – contou.

Após vencer a luta, Vanessa não conseguiu conter a emoção:

- Essa vitória tem um valor muito grande. A gente treina muito e essa é a recompensa. Essa medalha não é minha, é da equipe – resumiu Vanessa, sobre a importância de colher bons resultados para garantir apoio ao esporte.

A cerimônia de entrega de premiação deve acontecer a partir das 16h, quando encerram as lutas no feminino.


CLICESPORTES

Comente aqui