Temperatura

08 jul17:51

Temperaturas seguem baixas no estado até sexta-feira

Aline Rebequi | aline.rebequi@diario.com.br

Se o fim de semana foi de muito frio em Santa Catarina até com registro de neve no Morro da Igreja, ponto mais alto do Estado, a previsão para a semana não é diferente. Até sexta-feira as temperaturas seguem baixas em todas as regiões catarinenses. Na Serra, pode gear ao amanhecer de terça e quinta-feira.

De acordo com previsão meteorológica do Epagri/Ciram, nesta segunda-feira os termômetros podem marcar mínimas de 0ºC na Serra e 8ºC nas demais regiões incluindo a Capital. O ar frio, além manter as temperaturas baixas também deixa o início da semana com sol e tempo firme.

Na terça-feira uma nova frente fria passa pelo Sul do Brasil e provoca chuva com trovoadas no decorrer do dia do Oeste ao Litoral Sul catarinense, e entre a tarde e noite chega ao restante do Estado. As temperaturas aumentam um pouco. Na Grande Florianópolis as máximas atingem 19ºC e a mínima se mantém em 11ºC. Já na Serra, não sobe tanto. A mínima se mantém em 7ºC não passando dos 14Cº no restante do dia.

Na quarta a instabilidade ainda provoca chuva pela manhã do Meio Oeste ao Litoral e uma massa de ar frio e seco que avança pela Argentina diminui a nebulosidade no Oeste. A temperatura volta a cair e na quinta-feira há uma nova chance de geada e temperaturas mínimas de 0ºC na Serra.

A tendência, de acordo com Epagri/Ciram, é que até a última semana de julho as entradas de massas de ar seco e frio possam manter os dias com presença de sol e temperaturas baixas. Até lá, não há previsão de chuva significativa no Estado.


Neve de cinco minutos

Segundo os militares da Aeronáutica que trabalham no alto do Morro da Igreja, a 1.822 metros de altura, na Serra Catarinense, nevou no fim da tarde de sábado por pelo menos cinco minutos na região. Ninguém conseguiu registrar o fenômeno, que segundo o meteorologista Leandro Puchalski, precisa de uma combinação de umidade elevada e temperatura negativa para que os flocos de neve cheguem, caso contrário, chegam derretidos em forma de garoa.


Comente aqui
02 jul09:12

Semana começa com temperatura de até 32ºC e sol entre nuvens em SC

A primeira semana de julho começa com tempo estável em todas as regiões de Santa Catarina. A massa de ar seco e frio sobre o Estado mantém o sol presente praticamente durante todo o tempo, com algumas nuvens ao longo do dia.

>> Confira mais detalhes no Blog do Puchalski

O destaque fica novamente para as altas temperaturas fora de época. De acordo com a previsão da Epagri/Criam, a máxima pode chegar a 32ºC no Sul e 30ºC na Grande Florianópolis.

Os ventos sopram de nordeste a noroeste e podem chegar a 50 Km/h nas regiões Extremo-Oeste e Sul de SC, enquanto a previsão é que não passe de 40 Km/h nas demais regiões.

Ao longo dos próximos dias, a condição deve ser semelhante já que a massa de ar seco e frio deve ficar sobre Santa Catarina até o fim desta semana e se deslocar em direção ao Norte do Brasil.

Desta forma, as noites devem ter temperatura agradável e até um pouco mais baixa em função da perda de calor provacada pela ausência de nuvens que mantenham o calor próximo ao solo.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
29 jun09:26

Temperaturas podem passar de 30ºC nesta sexta-feira em SC, indica previsão

A semana com temperaturas altas para a estação termina com previsão de máximas acima de 30ºC em Santa Catarina. De acordo com a Epagri/Ciram, a máxima pode chegar a 32ºC no Sul do Estado. Na Grande Florianópolis, os termômetros devem marcar até 27ºC.

>>  Confira mais detalhes no Blog do Puchalski

Segundo a previsão da Epagri, além das altas temperaturas, o Estado deve continuar com predomínio do sol e poucas nuvens ao longo do fim de semana. A explicação é a presença de uma massa de ar seco sobre grande parte de SC e de estados vizinhos.

Em todas as regiões os ventos que sopram de nordeste a noroeste podem chegar a 50 Km/h, com exceção do Sul, onde a velocidade pode chegar a 60 Km/h.

A causa é o deslocamento de uma massa de ar frio vinda do Uruguai e que atravessa o RS e pode causar chuvas isoladas e passageiras na região.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
25 jun09:57

Semana começa com tempo estável e temperaturas amenas em SC

As temperaturas baixas na Serra de SC, comuns durante todo o inverno, já começaram a ser registradas. Os termômetros da Epagri/Ciram registraram -0,9ºC no amanhecer desta segunda-feira, a primeira durante a estação mais fria.

Em todo o Estado as temperaturas também foram baixas, de acordo as estações automáticas da Epagri/Ciram. Em Bom Jardim da Serra, a mínima chegou a 0,1ºC.

As cidades do Oeste também tiveram temperaturas muito baixas. Em Caçador chegou a 3,8ºC, 4,9ºC em Rio das Antas e 5,4ºC em Campos Novos.

O amanhecer mais quente do Estado foi Timbé do Sul, no Extremo-Sul, com 14ºC, seguido de Laguna, que teve 13,6ºC.


Temperaturas mínimas de hoje:

-1,4ºC Urupema e Bom Jardim da Serra

0,7ºC São Joaquim

3,4ºC Caçador

4ºC Major Vieira

5,3ºC Lages

9,8ºC Florianópolis

9,3ºC Criciúma

9,2ºC Chapecó

9,8ºC Blumenau

13ºC Joinville

Dados: Ciram/RBS/Aeroporto/Ceops


A explicação da Epagri/Ciram para as baixas temperaturas é a presença de uma massa de ar frio e seco. Em função disso, o calor irradiado pelo sol chega ao solo durante o dia. No entanto, permite que este calor se dissipe durante a noite.

O órgão estatal que monitora as condições climáticas no Estado prevê que esta segunda-feira deve ser de tempo estável e com temperaturas de até 23ºC, semelhante ao que deve ocorrer nos próximos dias.



DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
19 jun14:36

Inverno começa às 20h09min desta quarta-feira no hemisfério sul

A chegada do inverno tem data e hora definidas: no hemisfério sul, a mais gelada das quatro estações começa às 20h09min do dia 20 de junho. Mas em 2011 o inverno começou no dia 21 de junho. O meteorologista da RBS Leandro Puchalski explica o motivo dessa diferença e projeta como será a nova estação.

— A data e horário vem do movimento de translação da Terra em torno do sol. Como o eixo da Terra tem uma inclinação, isso faz com que a orientação dela em relação ao sol tenha uma mudança contínua. Portanto, a altura do sol, ângulo de elevação acima do horizonte, varia no decorrer do ano. Agora no inverno essa altura é menor fazendo com que os raios solares fiquem mais espalhados, chegando até nós com menor energia e radiação solar. Os dias ficam mais curtos. Todas estas mudanças fazem com que as condições do tempo comecem a mudar, trazendo o clima da estação — explicou Puchalski.

Em 2012, o inverno não deve ter atuação de fenômenos como El Niño e La Niña. Significa que transcorrerá dentro do padrão. Com a presença das massas de ar frio de origem polar, os termômetros irão registrar marcas abaixo de 0°C.

— Mas tudo dentro do normal. Claro que teremos os períodos de extremos, principalmente em julho, que é um mês de temperaturas mais baixas para o Sul do país. Com isso teremos as temperaturas negativas e não descartamos a chance de neve. Inclusive estamos esperando que o fenômeno aconteça — explicou o meteorologista Clóvis Corrêa, da Epagri, órgão que monitora o clima em SC.

Sobre as características do inverno, Leandro Puchalski faz um alerta.

— Podemos ter a presença de ciclones extratropicais, próximo ao Litoral, que oferecem perigo às embarcações por causa dos ventos fortes e do mar agitado com ressaca. Além da presença da geada e da neve. Essa não é a previsão propriamente dita, mas algumas características marcantes que sabemos que o inverno de Santa Catarina tem.

Os volumes de chuva irão depender da influência das frentes frias, que podem passar por Santa Catarina com mais ou menos intensidade, conforme a ação dos ventos. Em julho, as regiões da Serra e Meio-Oeste deverão ter os maior volumes. Agosto deve ser o mês mais seco e setembro o mais chuvoso.

— Isso ocorre porque começa neste mês a maior influência de áreas de instabilidade que se formam na Argentina e Paraguai avançando primeiramente para o Oeste. O tipo de nuvem que se forma em uma condição destas é favorável a maiores volumes de chuva — disse Puchalski.

Nesta quarta-feira, às 9h30min, internautas poderão tirar suas dúvidas sobre o inverno em um bate-bato com o meteorologista Leandro Puchalski.

Segundo Puchalski, os primeiros dias ainda devem apresentar pouca mudança, principalmente no que se refere a temperatura.

— O amanhecer de sexta-feira e os do fim de semana deverão ter frio, mas nada muito intenso — adianta ele.


>> Leia mais no Blog do Puchalski


Nesta quarta-feira, as horas que antecedem a chegada do inverno devem ser marcadas pela presença de um centro de baixa pressão no mar deve deixar o dia com muitas nuvens e com possibilidade de chuva, principalmente pela manhã, em todo o Litoral, Vale do Itajaí e em cidades do norte próximas do mar.

Na Serra, também há possibilidade de chuva, mas com menor possibilidade. No Oeste, sobretudo próximo a Argentina, a o dia deve ser de muitas nuvens, alternadas com algumas aberturas de sol e tempo seco na maior parte do dia.



DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
13 jun11:08

Mudanças bruscas de temperatura estão relacionadas a 30% dos infartos registrados no Brasil

Oscilações de temperatura e tempo seco são responsáveis por praticamente 90% dos problemas respiratórios que acometem a população durante a transição do outono para o inverno. Mas esse quadro climático também pode desencadear outras doenças, entre elas, as cardíacas.

De acordo com o cardiologista João Vicente da Silveira, do Hospital e Maternidade São Luiz, aproximadamente 30% dos infartos que ocorrem no Brasil são decorrentes das mudanças bruscas de temperatura.

— Não só o coração sofre essas reações, como também o pulmão. Há registros de casos de AVC por conta dessas alterações na densidade sanguínea — diz o médico.

>> Confira 10 dicas para evitar um infarto

Dados da Associação Americana do Coração mostram que o inverno aumenta em até 25% a incidência de doenças cardiovasculares. Silveira explica que as infecções e viroses da estação mais fria do ano afetam diretamente a circulação sanguínea. As infecções respiratórias comprometem todo o organismo e causam um processo de inflamação nas artérias. Isso exige um esforço ainda maior do coração, resultando em um desiquilíbrio do músculo cardíaco. Quem já tem problemas cardíacos, acaba ficando mais exposto a infartos.


Quando o frio entra em contato com a pele, o corpo produz espasmos arteriais para manter sua temperatura natural. Essas contrações causam aumento da pressão arterial e predispõem a formação de coágulos no sangue. Os espasmos fecham as artérias fazendo com que o coração trabalhe mais para bombear o sangue por todo o corpo. Isso pode resultar em uma arritmia levando a uma angina cardíaca ou a um infarto agudo.

O cardiologista pondera a necessidade de fazer uma avaliação cardiovascular pouco antes do inverno. Ainda de acordo com o médico, os tabagistas, idosos e hipertensos são os mais propensos a desenvolver problemas cardíacos nesta época do ano.

— Nesses casos, as chances de sobrevida após um infarto caem pela metade. Por isso, exigimos tanto que os cuidados sejam tomados, principalmente com a alimentação, o consumo de caldos leves e sopas, que são ótimos agentes contra as ações do inverno — recomenda.


BEM-ESTAR



Comente aqui
10 jun14:44

Temperatura começa a subir e domingo será de tempo nublado em SC

A massa de ar polar que fez as temperaturas despencarem em Santa Catarina ao longo dos últimos dias começa a deixar de influenciar no tempo no Estado. O efeito é a leve mudança no tempo, com termômetros podendo chegar a 19ºC na Grande Florianópolis.

No Extremo-Oeste, Vale do Itajaí e Litoral Norte, a máxima pode chegar a 18ºC, enquanto na Serra a previsão é de alcançar 13ºC. Embora sejam valores baixos, há uma grande diferença em relação aos últimos dias da semana passada, onde a mínima chegou a -9,2ºC, a temperatura mais baixa de SC em 20 anos.

::: Calcule a sensação térmica

Nas primeiras horas da manhã, o tempo ainda foi de muito frio, principalmente em Bom Jardim da Serra, no Planalto, e Turvo, no Sul do Estado. Nestas duas cidades, as estações meteorológicas da Epagri/Ciram registraram 4,6ºC.

Durante todo o domingo, a previsão é de que o dia seja de sol entre nuvens, inclusive com a possibilidade de chuva isolada entre a tarde e a noite em todas as regiões.

Os ventos sopram de sul a nordeste em Florianópolis e no Litoral Norte e de nordeste a noroeste nas demais regiões. A velocidade não deve passar de 35 Km/h, com exceção do Litoral Sul, onde pode chegar a 50 Km/h.


>> Veja a previsão completa no clicTempo

>> Navegue pelo site das Estações Meteorológicas


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
08 jun10:49

Galeria de fotos da geada em Chapecó

A fotógrafa do Diário Catarinense, Sirli Freitas, fez belos clics na linha Faxinal dos Rosas.

Nesta manhã muitos campos ficaram brancos em Chapecó. A temperatura mínima registrada durante a madrugada foi de -0,9C.


Comente aqui
05 jun09:50

Chuva diminui e temperaturas ficam perto de 0ºC em SC

A terça-feira será de mais mudanças no tempo em Santa Catarina. As fortes chuvas de domingo e segunda diminuem ao longo do dia a partir do Oeste.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

Outra mudança é nas temperaturas. Por volta de 6h, uma das estações meteorológicas da Epagri registrou 0,8ºC em São Joaquim. Durante o dia, a previsão é de que não passe de 17ºC no Litoral Norte e Grande Florianópolis.

A previsão da Epagri é de que os ventos cheguem a 70 Km/h, principalmente na Serra e no Litoral Sul do Estado.

Segundo o meteorologista Marcelo Martins, todas estas mudanças são causadas pela influência da massa de ar polar, que deve provocar alterações no tempo em todo o Estado até o fim da semana.


Esta terça-feira começou fria com 0ºC logo cedo em São Joaquim. Abaixo as menores temperaturas observadas neste amanhecer:


Painel 2,4ºC

Água Doce 2,5ºC

Tangará 2,9ºC

Bom Jardim da Serra 3ºC

Campos Novos 3,7ºC

Joaçaba 4,3ºC

Novo Horizonte 4,5ºC

Urupema 4,8ºC

Chapeco 5ºC

Xanxerê e Curitibanos 5,3ºC

Timbé do Sul 5,5ºC

Lebon Régis e Turvo 6,6ºC

Rancho Queimado 6,9ºC

Meleiro 7,6ºC

Criciúma 9,4C

Blumenau e Joinville 13ºC

Florianópolis 14ºC


>> Veja a previsão completa no clicTempo

>> Navegue pelo site das Estações Meteorológicas

DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
01 jun09:14

Tempo fica firme e temperaturas não devem passar de 22ºC em SC

A sexta-feira deve ser de tempo firme em todas as regiões de SC. Segundo a Epagri, órgão que monitora as condições climáticas, as temperaturas não devem passar de 22ºC ao longo do dia.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

A presença de uma massa de ar frio sobre o Estado também deixa o ar frio e seco. Com exceção das cidades ao Norte, onde há pequena possibilidade de chuva, o sol predomina com presença de nuvens em todas as regiões.

::: Frio continuará em SC até a próxima semana, alerta meteorologia

No Sul e Extremo-Oeste, os termômetros podem chegar a 22ºC, e na Grande Florianópolis a previsão é de que não ultrapassem os 21ºC. Na Serra catarinense, o dia começou com temperaturas próximo de 0ºC e podem chegar a 17ºC.

Os ventos não devem passar de 35 Km/h com direção sudeste e variação para nordeste no Oeste e Meio-Oeste do Estado.


Abaixo as outras menores que ocorreram no início da manhã de hoje:

Bom Jardim da Serra -0,5ºC

Campos Novos 5,3ºC

Curitibanos 5,7ºC

Timbé do Sul 7ºC

Araranguá 7,4ºC

Rancho Queimado 7,5ºC

Alfredo Wagner 7,8ºC

Criciúma 8,1ºC

Urussanga 8,2ºC

Chapecó 8,4ºC

Florianópolis 12,1ºC

Blumenau 14ºC

Joinville e Itajaí 15ºc

Est: Ciram/RBS/Inmet


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui