Tempo

14 jun09:46

Quinta-feira deve ser de sol entre nuvens e temperaturas de até 27ºC em SC

A quinta-feira começa com nevoeiro em todas as regiões, que se dissipam à medida que as temperaturas começam a se elevar. As máximas devem ser de 27ºC no Extremo-Oeste e 26ºC em todas as regiões litorâneas.

>> Leia mais no Blog do Puchalski

O sol deve aparecer entre nuvens durante a manhã e ficar encoberto a partir da tarde, especialmente nas cidades que fazem divisa com o RS. No Litoral Sul, há possibilidade de chuva isolada entre a tarde e a noite devido a aproximação de uma frente fria vinda do Sul do Continente.

Os ventos sopram de nordeste a noroeste, com intensidade fraca a moderada e algumas rajadas ao longo do dia. A velocidade não deve passar de 45 Km/h no Litoral Sul e variar entre 30 Km/h e 40 Km/h nas demais regiões.


DIÁRIO CATARINENSE


Comente aqui
13 jun11:11

Em dia de sol entre nuvens, temperatura pode chegar aos 28°C em Santa Catarina

A quarta-feira será de sol entre nuvens e temperaturas agradáveis em todas as regiões de Santa Catarina. A previsão indica que os termômetros irão marcar em média 22°C à tarde. Nos pontos mais quentes, no entanto, o calor deve chegar aos 28°C. São os casos das cidades de Blumenau, no Valo do Itajaí, e São Miguel do Oeste, no Extremo-Oeste do Estado.


Previsão de máximas para hoje:

Chapecó: 24°C

Joaçaba: 25°C

Lages: 23°C

Joinville: 25°C

Garopaba: 21°C

Criciúma: 24°C


Veja algumas temperaturas registradas ao amanhecer:

Joinville: 18,8°C

Criciúma: 16,8°C

Lages: 5,2°C

Chapecó: 16,4°C


A Capital catarinense amanheceu com céu parcialmente encoberto e temperatura de quase 20°C. Com o sol aparecendo, a previsão é de Florianópolis tenha uma tarde com até 24°C.

Em algumas regiões, como na região da Baía Sul, por exemplo, o nevoeiro foi forte nas primeiras horas da manhã.

>> Confira mais no Blog do Puchalski

Para os próximos dois dias o tempo deve seguir seco no Estado, mas muda no fim de semana. Segundo a Central RBS de Meteorologia, o ar seco que atua em Santa Catarina dificulta o avanço da chuva vinda do Uruguai. A tendência, no entanto, é que uma frente fria mais forte consiga romper esse “bloquio atmosférico” provocando chuva a partir da tarde de sábado.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
12 jun08:33

Sol predomina e temperatura pode chegar aos 23°C em Santa Catarina

Sem a atuação da massa de ar polar que provocou frio intenso na semana passada, a temperatura nesta terça-feira será agradável em Santa Catarina. Com o predomínio do sol, a previsão é de que à tarde os termômetros fiquem entre 20°C e 23°C em grande parte do Estado.

>> Confira mais no Blog do Puchalski

Em Florianópolis, a terça-feira amanheceu com céu parcialmente encoberto e o dia deverá ser de sol entre nuvens. A máxima na Capital chega aos 21°C.

Na região entre o Planalto Norte e o Litoral Norte a nebulosidade será um pouco mais forte, inclusive com chance de chuva fraca e isolada. Nessas áreas a temperatura máxima hoje deve chegar aos 22°C.

Na região Oeste, Chapecó amanheceu com boa parte da cidade coberta por nevoeiro. Na cidade a máxima chega aos  21°C.


Veja algumas temperaturas registradas ao amanhecer:

Lages: 5.2°C

Criciúma: 13.9°C

Chapecó: 14.8°C

Joinville: 18.1°C

Florianópolis: 16°C


Nesta terça-feira o vento varia de Sul a Sudeste em boa parte do Estado, mudando para Nordeste ao longo do dia.


Veja as máximas previstas para hoje:

Rio do Sul: 23°C

Joinville: 22°C

Criciúma: 21°C

Chapecó: 21°C

Caçador: 20°C

Florianópolis: 21°C

Itajaí: 22°C

Garopaba: 20°C


Segundo o meteorologista da RBS Leandro Puchalski, há chance de frio mais forte a partir da metade da semana que vem, perto do início oficial do inverno. Até lá, no entanto, podem ocorrer mudanças no tempo, alterando a previsão.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
11 jun09:49

Semana começa com muitas nuvens e chuva isolada em parte de SC

A segunda-feira deve ser marcada pela nebulosidade em todo o Estado. De acordo com a previsão da Epagri/Ciram, o dia começa com muitas nuvens em todas as regiões e possibiliade de chuva isolada no Litoral.

>> Confira mais no Blog do Puchalski

Depois do deslocamento da massa de ar polar, as temperaturas começam a subir gradativamente. No Litoral Sul e Grande Florianópolis, as máximas podem chegar a 23ºC.

Ao longo do dia, as nuvens começam a se dissipar, possibilitando aberturas de sol em todas as regiões, exceto no Litoral e Planalto Norte.

Os ventos sopram de nordeste a noroeste, com variação para sul e sudeste na Serra e Litoral. A velocidade não deve passar de 25 Km/H no Litoral Sul e Grande Florianópolis.


Chuva em Chapecó

Segundo o observador metereológico da Epagri Chapecó, Francisco Schervinski, foram registrados 32 milímetros de chuva, das 9 horas de domingo até às 9 horas desta segunda-feira no município. Para Francisco a média histórica para a cidade deve ser alcançada no mês.

- Temos acumulado até hoje 65 mm de chuva e a média histórica é de 170,7 mm – disse.



DIÁRIO CATARINENSE




Comente aqui
08 jun09:48

Geada no Oeste

As cidades de Bom Jardim da Serra e Urupema registraram no amanhecer desta sexta-feira as temperaturas mais baixas do ano. Respectivamente, os termômetros marcaram -9.2ºC e -8,4ºC por volta de 7h30min. Houve geada forte na região.

Mais cedo, as duas cidades tiveram temperaturas que eram consideradas as mais baixas. Por volta de 6h30min, Bom Jardim da Serra tinha -8.4ºC e Urupema estava com -8,1ºC.

As temperaturas negativas também provocaram o congelamento de pequenos lagos e possibilitou a formação de uma camada branca de gelo.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

>> Veja a previsão completa no clicTempo

>> Navegue pelo site das Estações Meteorológicas

Além destas duas cidades, o monitoramento online da Epagri/Ciram informa que por volta de 6h, Campos Novos, no Meio Oeste, estava com -2ºC. Em Lebon Régis chegou a -1,3ºC.

>> Calcule a sensação térmica

Às 6h, pelo menos sete cidades com estações meteorológicas automáticas informavam temperaturas negativas em SC. Em Painel, foi -0,3ºC, enquanto Tangará e Joaçaba estava com -0,7ºC.

O registro de -8,4ºC em Bom Jardim da Serra pode ser a temperatura mais baixa do ano em Santa Catarina. O dado ainda será confirmado pelos meteorologistas da Epagri/Ciram, o órgão estadual que monitora as condições climáticas.

A Epagri/Ciram alerta para a formação de gelo na subida da Serra, especialmente na do Rio do Rastro e do Corvo Cranco. Apesar do frio intenso, o meteorologista do Grupo RBS, Leandro Puchalski descarta a chance de neve nos próximos dias.


O forte ar polar baixou bastante as temperaturas em todas as cidades com essas menores temperaturas:

Urupema -8,4ºC

São Joaquim -6,1ºC

Campos Novos -3,6ºC

Painel -2,7ºC

Joaçaba -2,6ºC

Tangará -2,4ºC

Rio das Antas e Caçador -2,2ºC

Novo Horizonte -1,7ºC

São Miguel do Oeste -1,5ºC

Lebon Régis -1,3ºC

Chapecó -0,9ºC

Água Doce -0,7ºC

Xanxerê -0,3ºC

Timbé do Sul 0ºC

Criciúma 0,8ºC

Florianópolis 6,1ºC

Itajaí 7,4ºC

Blumenau 9,7ºC

Joinville 10,4ºC


Fique por dentro:

- Até então, a mínima deste ano em Santa Catarina era de -5,3ºC, registrada em Urupema no dia 13 de maio;

- A menor no país foi nesta quinta-feira: -5,5 em São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul;

- A menor no Estado nos últimos anos foi -9 em julho 2000 em São Joaquim. Em 2011, Urupema registrou -8,8;

- O recorde histórico foi em -14 em Caçador no ano de 1953, conforme a Epagri/Ciram.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
07 jun09:13

Feriadão começa com temperaturas negativas em SC

A previsão dos últimos dias já indicava que a quinta-feira seria um dos dias mais gelados do ano em Santa Catarina. E a confirmação veio nesta madrugada. Em Urubici, na Serra, por exemplo, os termômetros marcaram -3ºC.

Segundo a Prefeitura da cidade, a sensação térmica chegou a -10ºC em função dos ventos na região. A baixa temperatura também provocou a formação de geada por volta de 5h15min.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

>> Calcule a sensação térmica

Lagos, poças de água e encanamentos ficaram com uma fina camada de gelo. A previsão da Epagri/Ciram é que as temperaturas comecem a subir lentamente nas próximas horas, diminuindo também a sensação de frio.

A baixa temperatura também foi registrada em São Joaquim, onde os termômetros no Centro da cidade registraram -3ºC durante a madrugada.

Segundo o meteorologista Marcelo Martins, a massa de ar polar sobre o Estado nesta quinta deixa o tempo com céu aberto e poucas nuvens. O efeito disto é que a temperatura não deve se elevar muito durante o dia e caia rapidamente à noite.


O frio forte, segundo o metereologista Leandro Puchalski, do Grupo RBS,  trouxe estas temperaturas mínimas hoje cedo:

São Joaquim -2,7ºC

Bom Jardim da Serra: -2,3ºC

Tangará -1,9ºC

São Miguel do Oeste -1,6ºC

Painel -1,7ºC

Novo Horizonte -1,2ºC

Água Doce -0,6ºC

Chapecó -0,7ºC

Campos Novos 0,2ºC

Caçador 0,3ºC

Major Vieira 0,5ºC

Curitibanos 0,8ºC

Rio das Antas e Timbé do Sul 0,9ºC

Rancho Queimado 1,5ºC

Criciúma 5,9ºC

Itajaí 8,5ºC

Blumenau 8,7ºC

Florianópolis 11,8ºC

Joinville 10,9ºC


- Destaco o frio forte do oeste catarinense onde tivemos temperaturas negativas em cidades como Chapecó – disse Puchalski.


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
06 jun09:21

Termômetros registram 1,8ºC no amanhecer de quarta-feira em Chapecó

A quarta-feira começou com temperaturas negativas na Serra de Santa Catarina. Em Urupema, os termômetros registraram -5ºC. Em outras cidades da Serra, chegou a -4ºC em Bom Jardim da Serra.

>> Saiba mais no Blog do Puchalski

Em Urubici, também na Serra, chegou a 0ºC, a sensação térmica foi de -7ºC, segundo a assessoria da Prefeitura.

Outras cidades da região também tiveram temperaturas semelhantes. Em Lages, foi registrado 0,8ºC e em Chapecó, no Oeste, a temperatura foi de 1,8ºC.

O monitoramento online da Epagri/Ciram registrou que Florianópolis teve 10,3ºC por volta de 6h. A cidade que teve o amanhecer menos gelado foi Itapoá, no Litoral Norte.

A derrubada nas temperaturas é provocada pela influência de uma massa de ar polar sobre o tempo em Santa Catarina.

A previsão da Epagri/Ciram é que a madrugada da próxima quinta-feira seja com temperaturas ainda mais baixas, podendo chegar a -8ºC.


O frio é forte em boa parte das cidades com as seguintes mínimas:

Bom Jardim da Serra: -4,6C

São Joaquim – 3,6C

Campos Novos – 0,5C

Painel, Caçador e Xanxerê 0,6C

Rio das Antas e Lages 0,7C

Lebon Régis e Curitibanos 1,3C

Água Doce 1,4C

Chapecó 1,8C

Timbé do Sul 2,3C

Criciúma 5,6C

Florianópolis 10,4C

Blumenau e Joinville 13C


O frio segue durante o dia com máximas que não passam dos 10C na serra, dos 11 a 13ºC boa parte das cidades chegando a 17 a 19ºC entre sul, capital, norte e vale do itajaí. O dia terá sol e nuvens com dissipação dos nevoeiros que ocorrem agora cedo em algumas áreas como no oeste. Apenas a região de Joinville ainda tem uma chuva fraca, mas que intercala com aberturas de sol ao longo do dia.


O FRIO VAI AUMENTAR

As duas próximas manhãs deverão ter temperaturas ainda menores pela chegada de uma segunda massa de ar frio polar que deverá passar com o seu centro, ondas as temperaturas são menores, bem em SC. Na sexta deveremos ter temperaturas negativas em boa parte de SC tirando apenas o litoral e áreas próximas. O sol vai aparecer com tempo seco em todo o estado no feriado e na sexta.

O metereologista chama a atenção para o vento sul/sudoeste da quinta que deverá trazer sensação térmica ainda menor.


NEVE?

- Uma pequena janela se abre na madrugada de quinta quando teremos muito frio em superfície e altitude junto com umidade. No entanto, a chance é pequena. A partir da manhã da quinta e durante todo o feriadão não teremos mais chance nenhuma – disse Puchalski.



DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
04 jun18:39

O homem do tempo

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Há 42 anos, todas as noites, antes de dormir, o agricultor Wolfgang Lengert pega sua caderneta e anota os dados que seus aparelhos meteorológicos registraram durante o dia: temperatura mínima, máxima, pressão atmosférica, umidade do ar e volume de chuva. Detalhe, ele não ganha dinheiro com isso, a não ser uma recente ajuda de custo da Prefeitura para repassar os dados que coleta.

Lengert faz isso com uma metodologia germânica apenas pelo prazer de produzir conhecimento. –É uma satisfação registrar cada acontecimento e comparar com os anos anteriores- explica.

Em sua casa na Linha Becker, interior de Itapiranga, quase na fronteira com a Argentina, ele tem cinco termômetros. Um deles foi comprado por um filho que esteve na Alemanha e funciona também como barômetro (mede a pressão atmosférica) e higrômetro (mede a umidade do ar).

Ele complementa os dados do seu aparato tecnológico com sua observação. Quando acorda, às 6 horas da manhã, a primeira coisa que faz é ir para a janela e observar como está o clima. Afinal, ele também anota o comportamento meteorológico durante o dia, se iniciou com neblina, se abriu sol pela manhã ou teve nuvens à tarde. Você quer saber a direção do vento no dia 23 de agosto de 1983? Wolfgang tem isso anotado. Detalhe, a indicação de nuvens este em alemão: W maiúsculo, inicial de Wolken (nuvem), indica grande quantidade de nuvens. O w minúsculo, indica nuvens pequenas.

O gosto pelo método surgiu como pai, Bruno Lengert, engenheiro de mineração que resolveu imigrar da Alemanha para o Brasil em virtude do clima de Guerra que se instalava na Europa. Ao chegar em Itapiranga, no final de 1934, resolveu anotar as oscilações do clima pois os moradores comentavam que era muito diferente do clima europeu.

Wolfgang, que deve ter recebido o nome pela paixão do pai por Mozart, preserva tudo deste as primeiras cadernetas que já estão amareladas e com as folhas soltando. No primeiro mês observado pelo pai, janeiro de 1935, foram registrados 141 milímetros de chuva. Wolfgang começou a anotar em 1970, aos 30 anos, quando foi morar sozinho, a um quilômetro da casa de seu pai.

– Vi que era interessante e comecei a anotar também- lembrou. Depois que seu pai faleceu, em 1984, ele seguiu o trabalho.


Dados registrados há 77 anos

Graças a essa iniciativa Wolfgang tem registro diário do clima em Itapiranga há 77 anos. Ele afirma que a estiagem registrada atualmente no Oeste não chega nem perto das secas ocorridas nas décadas de 40 e 70. –Agora choveu em média 98 milímetros em sete meses, a mesma média que ocorreu entre 1940 e 1945- lembrou. Ou seja, a estiagem durou seis anos. Em 1978, choveu 42 milímetros em apenas três meses, de março a maio. Isso é apenas 8% da média histórica desses três meses, que é de 507 milímetros. –Secou até a mata da Argentina- lembrou Lengert.

Depois que se aposentou, Wolfgang pôde se dedicar a tabular seus dados e até gráficos montou, mostrando a oscilação do clima. Com tantos anos de observação do clima, ele tem a seguinte constatação: -A irregularidade é maior regra do tempo. Lengert tem seis filhos. Mas não sabe se algum deles vai seguir o seu trabalho. O certo é que ele deixa um material muito rico para meteorologistas, universidades e interessados em estudar clima. Fruto de um trabalho de muita disciplina e dedicação. Se Wolfgang Amadeus Mozart ficou famoso na música clássica, Lengert compôs uma sinfonia do clima.


Curiosidades

O dia mais frio foi cinco de junho de 1978 com temperatura negativa de 6,5 graus

O dia mais quente foi sete de janeiro de 1958 com 46,5 graus

No dia 8 de maio de 1985 choveu 249 milímetros entre as sete e às 18 horas. Isso é mais que a média de todo o mês de maio, que é de 183 milímetros

Em janeiro de 1946 choveu 761 milímetros, para uma média histórica do mês de 199 milíemtros.

Em abril de 1978 choveu apenas dois milímetros para uma média mensal de 169,6 milímetros

O ano que menos choveu foi 1944, com apenas 952 milímetros

O ano que mais choveu foi 1998, com 4.193 milímetros


Média mensal em Itapiranga em milímetros

Janeiro: 199,8

Fevereiro: 186,4

Março: 155,2

Abril: 169,6

Maio: 183

Junho: 185,8

Julho: 153,2

Agosto: 160,4

Setembro: 204,4

Outrubro: 229,8

Novembro: 166,9

Dezembro: 170


Chuva nesta estiagem

Novembro: 119

Dezembro: 55

Janeiro: 70

Fevereiro: 186

Março: 74

Abril: 164

Maio: 21 (até o dia 25)


Maiores períodos de estiagens em milímetros por ano

1940: 2096

1941: 1535

1942: 1168

1943: 983

1944: 952

1945: 1639

1978: 953

1979: 1099

1980: 1510

1981: 1247

1982: 2.166


OBS: Depois dessas duas estiagens vieram períodos muito chuvosos. Em 1983 choveu 3.172 milímetros. O rio Uruguai alagou parte da cidade.

A média anual de chuvas em Itaprianga é de 2.164,9 milímetros




Comente aqui
04 jun09:08

Semana começa com tempo chuvoso e temperaturas baixas em SC

A formação de um sistema de baixa pressão faz com que a segunda-feira fique com o céu encoberto com chuva na maioria das regiões catarinenses. A chuva mais forte está prevista para o Norte do Estado, onde o acumulado pode chegar a 100mm.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

>> Volume de chuva ultrapassa o previsto para as primeiras horas de segunda-feira

>> Vendaval destelha 50 casas no Oeste

Na Grande Florianópolis e Vale do Itajaí, a chuva deve ser moderada, com acumulados entre 40 e 50mm. Nas demais regiões, a previsão é de 10 a 20mm em média.

Além da chuva, as temperaturas diminuem em todas as regiões, ficando amenas. O dia deve ser mais quente entre no Litoral Norte e na Grande Florianópolis, com até 18ºC.

Os ventos sopram de noroeste a sudeste, com velocidade de até 45 Km/h no Sul do Estado e entre 35 e 40 Km/h nas demais regiões.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
01 jun09:14

Tempo fica firme e temperaturas não devem passar de 22ºC em SC

A sexta-feira deve ser de tempo firme em todas as regiões de SC. Segundo a Epagri, órgão que monitora as condições climáticas, as temperaturas não devem passar de 22ºC ao longo do dia.

>> Confira mais detalhes do tempo no Blog do Puchalski

A presença de uma massa de ar frio sobre o Estado também deixa o ar frio e seco. Com exceção das cidades ao Norte, onde há pequena possibilidade de chuva, o sol predomina com presença de nuvens em todas as regiões.

::: Frio continuará em SC até a próxima semana, alerta meteorologia

No Sul e Extremo-Oeste, os termômetros podem chegar a 22ºC, e na Grande Florianópolis a previsão é de que não ultrapassem os 21ºC. Na Serra catarinense, o dia começou com temperaturas próximo de 0ºC e podem chegar a 17ºC.

Os ventos não devem passar de 35 Km/h com direção sudeste e variação para nordeste no Oeste e Meio-Oeste do Estado.


Abaixo as outras menores que ocorreram no início da manhã de hoje:

Bom Jardim da Serra -0,5ºC

Campos Novos 5,3ºC

Curitibanos 5,7ºC

Timbé do Sul 7ºC

Araranguá 7,4ºC

Rancho Queimado 7,5ºC

Alfredo Wagner 7,8ºC

Criciúma 8,1ºC

Urussanga 8,2ºC

Chapecó 8,4ºC

Florianópolis 12,1ºC

Blumenau 14ºC

Joinville e Itajaí 15ºc

Est: Ciram/RBS/Inmet


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui