Tiro

27 mai11:54

Homem foi atingido por arma de fogo em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Na madrugada deste domingo a Polícia Militar de Chapecó foi chamada para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo na linha Simonetto, interior da cidade. Chegando ao local os policiais encontraram um adolescente de 16 anos alvejado de raspão na cabeça e um homem de 22 anos com um tiro no ombro esquerdo.

O adolescente foi socorrido por familiares. Já o homem foi atendido pelo de Corpo de Bombeiros de Chapecó e encaminhado parar o Hospital Regional do Oeste. Ele foi atendido e liberado ainda na madrugada.

A polícia fez rondas no local do crime atrás do suspeito que estava em uma motocicleta. Até a manhã deste domingo ninguém havia sido preso.


Comente aqui
20 abr10:38

Melhora estado de saúde de delegado baleado em Chapecó

O delegado da Polícia Civil gaúcha Paulo Florentino Machado, 46 anos, ferido com um tiro no abdômen durante um assalto à casa de parentes em Santa Catarina, no final de semana, recuperou a consciência pela manhã desta quinta-feira e conseguiu conversar com a mulher, Daniela Zawadzki.


Atingido por um disparo no abdômen, o delegado Paulo Florentino Machado está internado na UTI.


Plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento de Canoas, Machado aproveitava o final de semana de folga para rever a mulher e o casal de filhos de dois e quatro anos que moram em Chapecó (SC). Ele foi ferido ao intervir em um roubo domingo à noite na casa da sogra. Atingido por um disparo do abdômen que perfurou o pulmão e se alojou nas costas, foi internado em um hospital da cidade catarinense em estado grave.

Conforme Daniela, o gaúcho acordou, voltou a respirar sem ajuda de aparelhos e conseguiu dizer algumas palavras.

— A primeira coisa que ele fez foi perguntar como estavam as outras pessoas da família presentes na hora do assalto — conta a mulher.

O delegado ficou aliviado ao saber que, fora uma tia de Daniela que recebeu um tiro no pé e passa bem, nenhum outro familiar ficou ferido durante o confronto.

— Ele já está bem melhor, o risco diminuiu, mas ainda está um pouco atordoado e agitado. Esperamos que, em 48 horas, ele possa sair da UTI — afirma Daniela.

>> Delegado do RS baleado ao reagir a assalto segue na UTI em hospital de Chapecó

>> Momentos de terror para família de delegado baleado

A mãe de Daniela voltava de uma sessão de teatro com três parentes em uma caminhonete, quando os bandidos aproveitaram a abertura do portão eletrônico para entrar no terreno onde há três casas da mesma família. Armados, os criminosos fizeram as vítimas de refém dentro de uma das casas e começaram a pegar objetos e revirar gavetas em busca de dinheiro. O barulho chamou a atenção.

O delegado, que assistia a TV ao lado da mulher, foi alertado por uma cunhada, que também avisou a Polícia Militar. Com uma pistola na mão, Machado saiu para o pátio, e Daniela se trancou em casa para se proteger com os filhos. O delegado trocou tiros com os invasores, acertando as pernas de um deles, mas acabou atingido.

Os três bandidos fugiram na caminhonete das vítimas, levando dinheiro, celulares e computador. Um comparsa acompanhava o trio em um Monza. Perseguidos por PMs, foram presos em seguida, após uma nova troca de tiros. A caminhonete e os pertences da família do delegado foram recuperados.

ZERO HORA


Comente aqui
14 ago15:21

Jovem é morto em Abelardo Luz

Roberto Gonçalves da Rosa, de 18 anos, perdeu a vida na tarde de sábado. Ele levou um tiro na cabeça. O crime aconteceu no Assentamento 13 de Novembro. O principal suspeito é um homem de 54 anos que está foragido.

Comente aqui
05 ago14:45

Bala perdida: operário de Chapecó é atingido em obra

Vítima foi atingida no tórax

Um operário, de 29 anos, foi vítima de uma bala perdida numa obra no bairro São Pedro, em Chapecó, na quinta-feira. O tiro acertou o tórax do homem. Segundo relato da vítima para Polícia Militar (PM), o homem estava trabalhando quando acabou atingido. Ninguém viu de onde ocorreu o disparo.

A PM efetuou buscas na região, mas não localizou suspeitos. Por isso, a polícia acredita que trata-se de uma bala perdida. A vitima foi socorrida pelos bombeiros e encaminhada ao hospital.

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui