Torcedores

16 abr18:23

Torcida confiante no bicampeoanto

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Torcedores da Chapecoense desfilaram nesta segunda-feira orgulhosos com a camisa do time, que obteve a classificação para as semifinas do Campeonato Catarinense, após a vitória por 3 a 1 diante do Criciúma. O primeiro confronto contra o Avaí é no domingo, às 18h30, em Florianópolis. O segundo é no domingo seguinte em Chapecó.

Mas antes o time enfrenta o Cruzeiro, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil. Apesar das chances pequenas de eliminar o Cruzeiro, a torcida não concorda em poupar jogadores.

O motorista Ademir Corrêa, 34 anos, andava ontem pela rua com a mesma camisa com que foi ao jogo contra o Criciúma. É uma camisa que usa em ocasiões especiais, pois comprou em 2007, quando a Chapecoense foi tricampeã catarinense.

— Ele está confiante numa vitória contra o Avaí e na conquista do bicampeonato. – Dá para chegar, é só jogar bola que eles vem jogando — avaliou.

Ele considera que o time melhorou com a chegada do meia Athos.

— Antes não tinha aquele meio que chegava — explicou.

A troca do técnico Gilberto Pereira por Itamar Schulle também é considerada importante para o torcedor.

— Antes o time parecia desmotivado — lembrou.

Corrêa disse que, caso a Chapecoense passe pelo Avaí, vai buscar seu pai que mora em Guatambu para assistir o jogo. Além disso, o motorista que é sócio do clube há quatro anos não quer ver ninguém se poupando contra o Cruzeiro.

— Eu jogo três a quatro vezes por semana e eles que são profissionais tem que jogar — concluiu.

O encarregado de expedição Éder Pires, 29 anos, não foi no jogo contra o Criciúma pois ontem nasceu sua filha Vitória.

— Ela já é Chapecoense, como o pai — prevê.

Ontem ele usou a camisa feliz com a classificação do time. Ele só espera que o time não decepcione contra o Avaí.

— Se conseguirmos o empate lá em casa ganha com a pressão da torcida — calcula.

Ele disse que o time recuperou o bom futebol e pensa até em título. E não quer o time jogando a toalha na Copa do Brasil.

— O Catarinense a gente já tem poderia tentar algo diferente — opinou.

Para o encarregado de eletricidade Valter Dal Bello, 48 anos, a Chapecoense não pode dar vexame na Copa do Brasil. No Catarinense, ele pensa em título.

— O time deste ano é melhor que o do ano passado — avaliou.

Ontem ele usava uma camiseta de 2009 e foi trocar outra que ganhou da sua mulher, modelo atual, mas que ficou apertada.

— Na semifinal vou usar a nova, com quatro estrelas — afirmou.

Dal Bello é sócio do clube há cerca de cinco anos e não falta um jogo.

— Se eu não for não sai jogo — brincou.

Para ele a chegada de Athos e Eber deu mais qualidade ao time e permite brigar pelo título.



Os amigos Yan Barro, 14 anos, e Vinicius Bergamin, 13, também vestiram a camisa do time. (Sirli Feitas/Agência RBS)



Os amigos Yan Barro, 14 anos, e Vinicius Bergamin, 13, também vestiram a camisa do time. Barro disse que gostou de enfrentar o Avaí na semifinal.

— Já estamos acostumados a ganhar deles — brincou.

Além disso, ele aposta no fator local, pois a Chapecoense joga a segunda partida em casa. O torcedor disse que o time está competitivo.

— Eles estão jogando com garra e determinação — explicou.

Apesar da estiagem, o Oeste está cada vez mais verde.

Comente aqui
22 jan13:51

Confusão antes do jogo Chapecoense X Avaí

[Atualizado 15h10]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

No começo da tarde uma briga entre as torcidas movimentou a o centro de Chapecó. Segundo informações da Polícia Militar, integrantes da Torcida Mancha Azul do Avaí passaram provocando pela frente da concentração da Torcida Jovem da Chapecoense, que fica a três quadras da Arena Condá.

- Estávamos comendo e bebendo quando eles passaram por aqui atirando pedras e foguetes – disse Kleber Melo presidente da Torcida Jovem. No local estavam 25 pessoas, entre homens, mulheres e crianças. Veículos também foram apedrejados

Um integrante da Mancha Azul disse que os integrantes passaram pelo local porque foram buscar pão e carne para o churrasco. Dezessete  avaianos foram conduzidos pela PM para prestar esclarecimentos na Delegacia. Três integrantes da Chapecoense prestaram queixa sobre a briga.

Três torcedores foram encaminhados para o Hospital Regional de Chapecó. Dois da Chapecoense e um do Avaí.  Segundo informações da Polícia Militar um torcedor da Chapecoense foi atingido por disparo de arma de fogo. A bala atingiu de raspão o braço direito do rapaz que foi atendido e passa bem.

Após atendimento os três torcedores foram liberados.


70 comentários
10 jan15:23

Chapecoense inicia entrega de boletos para sócios

A sala da Central de Atendimento ao Sócio Torcedor (CAS) da Associação Chapecoense de Futebol anda movimentada. Sócios estão fazendo a retirada de boletos referente as mensalidades de 2012 e, também, para substituição das carteiras.

O Departamento de Marketing do clube buscou facilitar através do envio do boleto por e-mail, contudo nem todos os associados dispõem de conta eletrônica. Neste caso, o sócio pode retirar as guias de cobrança na Central nos períodos da manhã (08h30 as 12h) e a tarde (13h30 as 18h), de segunda a sexta-feira.

Outro serviço oferecido é a substituição das carteiras. A atual já vem impressa o escudo da Chapecoense com as quatro estrelas, alusivas ao tetracampeonato catarinense (1977, 1996, 2007 e 2011).

Segundo a Assessoria do Clube, grande parte dos associados já realizaram a troca, iniciada ainda no ano passado durante os jogos da Série C do Brasileiro.

O clube avisa que somente terão acesso aos jogos os sócios-torcedores que apresentarem o novo documento

Novos sócios

A Chapecoense segue em busca de mais associados. Além dos planos tradicionais para pessoa física, foi lançado um plano denominado Sócio Empresa. A empresa adquire um pacote de, no mínimo, 10 carteiras, conformes os seguintes valores: R$ 25 na geral, R$ 40 na arquibancada coberta e R$ 60 nas cadeiras cobertas.



Associados Pessoa Física

Conselheiro: R$ 120

Cadeiras: R$ 80

Arquibancadas Cobertas: R$ 50

Geral: R$ 35

Sênior Coberta: R$ 30

Sênior Geral: R$ 20


Comente aqui
03 out15:49

Sócios da Chapecoense precisam regularizar situação

A diretoria da Chapecoense convoca os sócios do Verdão para fazer recadastramento. O prazo encerra no dia oito. A partir do próximo jogo, domingo, dia nove, o sócios que não estiver em posse da nova carteirinha não terá acesso à Arena Condá.

A regularização pode ser feita no Departamento de sócios da Chapecoense, que fica no 2º andar do prédio da Secretaria de Esportes. O local funciona de segunda a sexta-feira até às 20h e no sábado até às 16h.

Quem já fez o recadastramento e não retirou a nova carteirinha, deve procurar o departamento e fazer a troca da mesma.


Comente aqui