Torcida

09 nov08:19

Torcida do Verdão invade as ruas de Chapecó

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Chapecoense. Este nome é muito mais que um time ou o gentílico de Chapecó. Ele é o orgulho de toda uma região. São mais de 100 municípios e mais de um milhão de catarinenses que em 2013 vão assistir a Série B do Campeonato Brasileiro e torcer por mais um time catarinense que faz bonito no cenário nacional.

Milhares de pessoas acompanharam o jogo transmitido pela TVCOM na praça Coronel Bertaso, num telão instalado pelo Grupo RBS. O agricultor Elizandro Pastorio fez 15 quilômetros de motocicleta, junto com o filho Gabriel, para acompanhar o jogo.

A atendente de caixa de supermercado Keli Bonsere trabalhou com a camisa da Chapecoense debaixo do uniforme e saiu do trabalho para ver o jogo. A cidade, que há uma semana respirava a decisão, ontem parou.

Os degraus da Catedral Santo Antônio viraram arquibancada. Perto dali, o monumento O Desbravador, parecia que observava tudo. Os símbolos da cidade, o colonizador Bertaso, o Desbravador, a Catedral Santo Antônio e a torcida da Chapecoense, estavam todos unidos por um objetivo.

>> Acesse o Blog da Chapecoense

Nem a chuva fina espantou a torcida. Elas serviram para lavar a alma de uma torcida que chorou em 2010 e 2011, quando o time chegou perto, mas perdeu a vaga.

— Hoje eu choro de alegria- disse a aposentada Ijones Rigo, que pintou unha, usou brinco e ontem comprou duas camisetas, uma delas só para pegar autógrafo.

É indescritível, nós chegamos lá- comemorou Natan Ribeiro de Melo.

O apito final fez culminar uma explosão de alegria. –É a melhor coisa do mundo- disse Henrique Martins, de 11 anos, que pintou as cores verde e branca no rosto. A Chapecoense une pessoas de todas as idades, nascidos ou não em Chapecó.

O estudante Jeferson Scortegagna disse que agora quer ver Chapecoense e Palmeiras, na Série B de 2013. Hoje, Santa Catarina está pintada de verde. Falta pintar o Brasil com o título da Série C.

Comente aqui
30 jun08:27

Garra Independente entregou doações da Campanha do Agasalho

Na tarde desta sexta-feira, dia 29 de junho, a Torcida Garra Independente da Chapecoense fez a entrega das mercadorias arrecadadas na Campanha do Agasalho 2012.

Cerca de 280 agasalhos, calçados e cobertores foram entregues na Fundação de Ação Social (Fasc).

- Nós da Garra Independente não temos palavras para descrever o quanto estamos contentes e somos gratos por esse momento. A torcida da Chapecoense provou que é, sem dúvidas, a mais fiel e mais bonita de Santa Catarina – disse o Luiz Fernando Tomazelli, integrante da Torcida.

A campanha continuará até o fim do inverno.

Comente aqui
29 abr09:32

Torcida da Chapecoense está confiante

A torcida da Chapecoense está confiante na classificação para a final do Campenato Catarinense.

–Vamos ser campeões novamente – disse Mateus Pinheiro, que é integrante da Torcida Jovem. Ele lembrou que desde 2007 o time vem chegando com frequência nas finais. Se passar pelo Avaí, será a quarta decisão em seis anos.

O presidente da Torcida Jovem, Kléber Mello, acredita que a Chapecoense vai estar na final e também subir para a Série B do Campeonato Brasileiro.

–O time está crescendo bastante- argumentou. Ele citou também o aumento da torcida organizada, que foi criada no ano passado, com 20 pessoas, e atualmente conta com 200 integrantes.

Comente aqui
07 abr08:01

Chapecoense treina neste sábado pela manhã

Nada de folga para os atletas da Chapecoense no feriadão de Páscoa. A equipe comandada por Itamar Schulle segue forte o ritmo de treinos.

Neste sábado a equipe treina pela manhã. Os trabalhos acontecem a partir das 9h na Arena Condá.

Comente aqui
23 jan11:29

Torcida Garra Independente da Chapecoense encaminha nota sobre a briga do domingo

O membro da Diretoria da Torcida Garra Independente encaminhou uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido antes da estreia da Chapecoense e Avaí, no Campeonato Catarinense 2012.

“No domingo, dia 22, a torcida Garra Independente reuniu-se para um almoço de confraternização com a torcida Mancha Azul do Avaí e pelo que sabemos a torcida Raça Verde também estava reunida com uma outra ala da torcida Mancha Azul, visto que jamais existiu rivalidade entre estas torcidas e todos os torcedores da Mancha Azul sempre puderam andar livremente aqui em Chapecó nos dias de jogos sem serem importunados por ninguém.

Porém, neste referido dia, quando alguns integrantes da Mancha Azul saíram para buscar mais pão para o almoço, passaram em frente do bar onde estavam reunidos integrantes da Torcida Jovem, porém como a Mancha Azul não sabia da existência desta terceira torcida em Chapecó acabaram sendo surpreendidos e um integrante da Mancha Azul teve sua camiseta retirada a força, quando conseguiu escapar das agressões voltou e avisou os demais integrantes do ocorrido e todos foram juntos buscar esta camiseta, quando lá chegaram aconteceu todo o fato amplamente noticiado, com um disparo de arma de fogo por uma pessoa que estava no bar junto com a torcida Jovem, contra integrantes da Mancha Azul, seria leviano afirmar que era um membro da torcida.

>> Um baleado e dois feridos em briga de torcidas

>> Confusão antes do jogo Chapecoense X Avaí

Uma correção precisa ser feita sobre informação veiculada anteriormente ; pois o jovem que foi baleado não é integrante da torcida Garra Independente, mas sim membro da torcida Mancha Verde de Caxias do Sul que estava também nesta confraternização e vestia uma camiseta da Garra Independente, pois temos o mesmo costume que os jogadores tem, que é fazer troca de uniformes como símbolo de amizade.

Portanto gostaríamos de deixar claro que nenhum membro da Garra Independente participou, incitou ou promoveu qualquer ato de violência ou vandalismo, atitudes que são totalmente repudiadas por esta instituição.

Nosso objetivo , único e exclusivo, é apoiar e divulgar a Associação Chapecoense de Futebol e temos bem claro em nosso estatuto que isto se faz com bom exemplo e atitudes positivas, nos três anos de existência da Garra Independente, jamais estivemos envolvido em uma história tão vergonhosa e que serve para afastar o bom torcedor e as famílias do estádio”.

Jean Sandrini – membro da Diretoria da Torcida Garra Independente.

Comente aqui
22 jan20:37

Um baleado e dois feridos em briga de torcidas

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Um torcedor da Chapecoense foi baleado de raspão no braço e dois torcedores do Avaí saíram feridos em confrontos entre torcidas ocorridos no início da tarde deste domingo, em Chapecó. Eles foram conduzidos até o Hospital Regional do Oeste, medicados e liberados. De acordo com a Polícia Militar, foram três ocorrências antes da partida. Houve troca de pedradas, pauladas e garrafas quebradas.

Uma casa teve três vidraças quebradas.

Na rua Rui Barbosa um integrante da Torcida Organizada Garra Independente, da Chapecoense, levou um tiro de raspão no braço direito. O jovem, que não quis se identificar, disse que uma pessoa saiu de um bar onde estava concentrada a Torcida Jovem, também da Chapecoense, e deu três disparos para cima e outro que acabou lhe atingindo. Ele não conseguiu identificar o autor dos disparos.

O presidente da Torcida Jovem, Kleber Mello, disse que torcedores da Mancha Azul e das outras torcidas organizadas da Chapecoense, a Raça Verde e a Garra Indedpendente, chegaram na sede do clube jogando pedras e foguetes. -A gente estava fazendo o almoço- informou. Ele reconheceu que já havia um clima de provocação entre as torcidas organizadas da Chapecoense e que até as faixas que eles tinham para levar no estádio foram roubadas. -Recebi um email anônimo dizendo que nossa sede seria invadida- reclamou Mello.

Uma integrante da Garra Independente que estava junto com a torcida Mancha Azul disse que estavam indo comprar carne e pão quando passaram dois integrantes da Torcida Jovem provocando e aí iniciou a confusão.

O delegado da Polícia Civil, Danilo Fernandes, disse que 28 pessoas foram detidas, sendo 24 da torcida do Avaí e quatro da Chapecoense. Da torcida do Avaí quatro eram menores. Os detidos foram encaminhados para a delegacia e depois reencaminhados para equipe da Justiça Presente, no estádio Índio Condá. Lá eles fizeram uma audiência durante o jogo. O Conselho Tutelar acompanhou os menores.

No final da audiência foi proposta uma transação penal. Eles foram enquadrados no artigo 41 do Estatuto do Torcedor e terão ficar de três meses sem frequentar estádios. Nos dias do jogos de seus clubes os torcedores terão que comparecer na delegacia. Se não aceitassem a transação os torcedores reponderiam a inquérito policial, onde o Estatuto do Torcedor prevê penas de reclusão de um a dois anos e multa.


1 comentário
22 jan13:51

Confusão antes do jogo Chapecoense X Avaí

[Atualizado 15h10]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

No começo da tarde uma briga entre as torcidas movimentou a o centro de Chapecó. Segundo informações da Polícia Militar, integrantes da Torcida Mancha Azul do Avaí passaram provocando pela frente da concentração da Torcida Jovem da Chapecoense, que fica a três quadras da Arena Condá.

- Estávamos comendo e bebendo quando eles passaram por aqui atirando pedras e foguetes – disse Kleber Melo presidente da Torcida Jovem. No local estavam 25 pessoas, entre homens, mulheres e crianças. Veículos também foram apedrejados

Um integrante da Mancha Azul disse que os integrantes passaram pelo local porque foram buscar pão e carne para o churrasco. Dezessete  avaianos foram conduzidos pela PM para prestar esclarecimentos na Delegacia. Três integrantes da Chapecoense prestaram queixa sobre a briga.

Três torcedores foram encaminhados para o Hospital Regional de Chapecó. Dois da Chapecoense e um do Avaí.  Segundo informações da Polícia Militar um torcedor da Chapecoense foi atingido por disparo de arma de fogo. A bala atingiu de raspão o braço direito do rapaz que foi atendido e passa bem.

Após atendimento os três torcedores foram liberados.


70 comentários
08 jan17:40

Torcida Jovem da Chapecoense faz primeiro ensaio do ano

Foi realizada no sábado, dia 07, o primeiro ensaio da bateria da Torcida Jovem da Chapecoense. Comandado pelo diretor da bateria, Cleiton, o ensaio realizado na sede social da TJ, contou com a participação de 30 integrantes.

A Torcida convida os torcedores da Chapecoense para participar com e apoiar o Verdão. A sede social fica na Rua Rui Barbosa, próxima a secretaria de saúde.

– Convidamos todos para comparecer na Arena Condá, no sábado, dia 14, no terceiro amistoso da Chapecoense – faz o convite o integrante Kleber Mello.

Mais informações pelo e-mail torcidajovem@live.com e twitter @jovemdachape.

Comente aqui
03 jan15:18

Concurso Musa da Torcida Jovem da Chapecoense

A Torcida Jovem da Chapecoense, que a mais de um ano incentiva a Chapecoense dentro de campo, abre inscrições do concurso para a escolha da Musa da Torcida Jovem.

- A ideia é selecionar uma torcedora da Chapecoense para ser a Musa da torcida durante todo o ano – disse o presidente da Torcida Jovem Kleber Mello.

A garota que for escolhida leva ainda um prêmio de mil reais e a chance de participar da Musa do Catarinense 2012, representando o Verdão.

As inscrições são até o sábado, dia 14 de janeiro.

Para se inscrever ou ter mais informações sobre o concurso basta entrar em contato com o presidente da Torcida Jovem, Kleber Mello, pelo twitter @jovemdachape ou msn torcidajovem@live.com.



Comente aqui
15 dez14:37

Musa da Torcida Jovem da Chapecoense

A Torcida Jovem da Chapecoense, que a mais de um ano incentiva a Chapecoense dentro de campo, abre inscrições do concurso para a escolha da Musa da Torcida Jovem.

A ideia é selecionar uma torcedora da Chapecoense para ser a Musa da torcida durante todo o ano.

A garota que for escolhida leva ainda um prêmio de mil reais e a chance de participar da Musa do Catarinense 2012, representando o Verdão.

Para se inscrever ou ter mais informações sobre o concurso basta entrar em contato com o presidente da Torcida Jovem, Kleber Mello, pelo twitter @jovemdachape ou msn torcidajovem@live.com.

Comente aqui