Traficantes

06 ago12:56

Polícia Civil prendeu quatro pessoas por tráfico de drogas em São Miguel do Oeste

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC), Delegacia da Comarca e DPCAMI de São Miguel do Oeste, prendeu quatro pessoas suspeitas do crime de tráfico de drogas, na comunidade conhecida por “Vila Basso”, na tarde da sexta-feira, dia 3 de agosto, em São Miguel do Oeste.

Na ação, foram presos Luis Alberto de Quadros, vulgo “Pina”, Rafael Winter, vulgo “Fofo”, Carla Franciele Noll e Gilmar Batista Bonet.

Antes das prisões, os Policiais monitoraram as residências dos suspeitos por vários dias – inclusive, sendo realizada a apreensão de drogas com usuários que deixavam os locais.

Os suspeitos respondem pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas.


Comente aqui
13 jun15:56

Dois traficantes são presos em São Miguel do Oeste

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Genuir Schorreck e Maycon Rodrigo Lourenço foram presos em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, na tarde da segunda-feira, dia 11, em São Miguel do Oeste. Com eles os policiais da Divisão de Investigações Criminais encontraram 12 papelotes de cocaína, uma bucha de maconha, balança de precisão e um caderno onde era realizada a contabilidade do tráfico.

Segundo o delegado Albert Dieison Silveira, as investigações iniciaram no mês de março deste ano quando uma adolescente foi apreendida com 100 gramas de cocaína na BR 163, em Dionísio Cerqueira.

A prisão aconteceu após denúncias de que Genuir estaria realizando a entrega de drogas no centro da cidade. Com ele os policiais encontraram quatro papelotes de cocaína prontos para venda. Na sequência os policiais foram até a casa dele no Bairro Agostini e encontraram mais sete papelotes de cocaína.

Os dois estão presos em São Miguel do Oeste.


Comente aqui
05 mar11:50

Polícia Civil prendeu cinco traficantes em Chapecó

Cinco traficantes foram presos pela Polícia Civil na sexta-feira, dia 2 em Chapecó A Operação Praça, como foi denominada, teve o objetivo de combater o tráfico de drogas naquela região.

Há quatro meses agentes da Polícia Civil investigavam o grupo que atuava no tráfico de drogas em um posto de lavação ao lado da Praça do Bairro Passo dos Fortes. Segundo a Polícia Civil os criminosos aliciavam menores para realizar a entrega de drogas para usuários.

Durante a Operação, todos os Mandados de Busca e Apreensão foram cumpridos simultaneamente. A maior parte dos investigados foi detida em uma das residências, enquanto participavam de um almoço. Com eles, foram apreendidas armas, drogas, munições, rádio comunicador, utensílios utilizados para embalar os entorpecentes, balança de precisão e objetos relacionados ao tráfico.

Policiais disseram ainda que alguns integrantes também são investigados por homicídio. As investigações continuam para identificar usuários flagrados durante a Operação, e que deverão prestar depoimento à polícia. Após as prisões, todos foram encaminhados ao Presídio Regional de Chapecó, onde permanecem à disposição da Justiça.

Durante a ação da polícia, foram presos Marcio Cristiano de Almeida, 29 anos, Rosa da Silva Lara de Almeida, 50 anos, Luis Carlos de Almeida, 18 anos, Gustavo Soares Leite, 18 anos, e Josiane Lara de Almeida, 24 anos. Também foram apreendidos três adolescentes. Todos foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo, posse ilegal de munição e corrupção de menores. Ao todo, cerca de vinte pessoas foram conduzidas à Central de Polícia para prestarem esclarecimentos, entre elas, testemunhas, usuários e adolescentes.

A Operação foi comandada pela DIC de Chapecó, com a participação de agentes da Polícia Civil da 1.ª DP, 2.ª DP, 3.ª DP, DPCAMI, da Delegacia de Pinhalzinho, de São Carlos, de Caxambú do Sul, e de Coronel Freitas.


Comente aqui
01 nov17:58

Traficantes presos em Concórdia são condenados pela Justiça

Cinco traficantes presos em Concórdia em ação desenvolvida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Chapecó – força-tarefa formada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e as Polícias Civil e Militar – foram condenados em primeira instância a penas individuais que variam de quatro a 11 anos de prisão.

Caroline Leite de Oliveira, Sheila Ferreira de Nóbrega, Vera Lúcia de Abreu, Gilmar José Dutra e Leandro Riconi foram presos em flagrante durante operação de combate ao tráfico de drogas realizada em Concórdia, em de outubro de 2010.

Na ocasião, foram apreendidos 1,2 Kg de cocaína, duas balanças de precisão, telefones celulares, e dois automóveis. As mulheres trouxeram a cocaína de Praia Grande, em São Paulo. A droga era destinada a abastecer o comércio ilegal em Concórdia, praticado por Gilmar e Leandro.

Sheila Ferreira de Nóbrega e Vera Lúcia de Abreu foram condenadas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico recebendo, cada uma, pena de 11 anos e oito meses de prisão e pagamento de 2200 dias multa. Cada dia multa equivale a 1/30 do salário mínimo. Gilmar José Dutra foi penalizado pelos mesmos crimes, e recebeu a pena de 11 anos e seis meses de prisão e pagamento de 1600 dias multa.

Caroline Leite Oliveira e Leandro Riconi foram condenados pelo crime de tráfico de drogas. Caroline recebeu a pena de cinco anos de reclusão e Leandro foi condenado a quatro anos e dez meses de prisão e 486 dias multa. Todas as penas de prisão deverão ser aplicadas em regime inicial fechado. O único que poderá recorrer em liberdade é Leandro. (Ações Penais nº 019.10.007226-5 e 019.10.007236-2)


Fonte: MPSC


Comente aqui