Trip

13 nov12:38

Aeroporto de Chapecó inicia operação de três novos voos com destino à Florianópolis

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

O Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó opera, desde o sábado, dia 10 de novembro, sete voos diários com destino à Florianópolis. Além dos quatro voos já oferecidos pelas Gol e Avianca, conta agora com três voos diretos operados pela Trip Linhas Aéreas.

De acordo com o administrador do aeroporto, Eglon Buraseska, o fluxo de passageiros deve aumentar com a chegada destes voos. Em outubro, 28 mil pessoas passaram pelo local.

- Em novembro devemos  chegar a 30 mil passageiros – disse Eglon.

>> Confira os horários de voos do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso

Operam ainda no aeroporto de Chapecó as empresas NHT e Azul.

Estão em análise na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) 14 pedidos de novos voos com origem e destino em Chapecó.


1 comentário
15 ago12:42

Trip Linhas Aéreas vai retomar as operações em Chapecó no dia 27 de agosto

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A quinta companhia a oferecer voos em Chapecó, a Trip Linhas Aéreas, vai retomar as operações no Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso. O primeiro voo está marcado para a segunda-feira, dia 27 de agosto.

Serão disponibilizados diariamente voos diretos para Porto Alegre/RS e Campo Grande/MS, com escala em Londrina e Maringá no Paraná. As operações serão realizadas com turboélices ATR 72, com capacidade para 70 passageiros.

- Estamos atendendo uma demanda de mercado que pedia voos em horário nobres, em que fosse possível viajar de Chapecó para Londrina e retornar no mesmo dia – disse Emerson Luccas, diretor de Marketing da Trip.

As passagens com tarifas especiais a partir de R$ 99,90 já estão disponíveis para venda e podem ser adquiridas pelo portal da empresa. A Trip iniciou as operações na cidade no dia 29 de agosto de 2011.

No aeroporto de Chapecó, que ficou fechado 75 dias para a reforma completa da pista e liberado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no dia 6 de julho de 2012, operam as empresas Avianca, NHT, Gol e Azul.



Comente aqui
13 ago12:28

Azul faz primeiro voo no aeroporto de Chapecó

[Atualizado 15h45]

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Azul Linhas Aéreas, quarta companhia a operar no aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó, fez o primeiro pouso às 11h51 desta segunda-feira. Segundo a Assessoria de Imprensa da empresa, a aeronave turboélices ATR 72-600, com 70 lugares, veio de Campinas/SP com 90% dos lugares ocupados.

A Companhia, que atua em atua em Joinville, Florianópolis e Navegantes,  vai oferecer um voo diário com destino ao aeroporto  Viracopos em Campinas/SP.

A empresa iniciaria as operações em Chapecó no mês de maio, mas com o fechamento do aeroporto para reforma completa da pista, a empresa precisou esperar a liberação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O aeroporto de Chapecó ficou fechado por 75 dias e voltou a operar no dia 6 de julho.

Atuam no aeroporto as empresas Avianca, NHT e Gol. A Trip Linhas Aéreas pode iniciar os voos, com destino à Porto Alegre/RS e para Londrina/PR,  no dia 27 de agosto.

>> Horário de voos no Aeroporto de Chapecó

3 comentários
30 jul11:24

Gol retoma operações no aeroporto de Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Gol Linhas Aéreas retoma as operações nesta segunda-feira, dia 30 de julho, no Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso, em Chapecó. O pouso do Boeing 737-700, com capacidade para 144 passageiros, vindo de Congonhas/SP, está previsto para as 14h40. A companhia havia cancelado os voos para a cidade em março, devido obras na pista de pousos e decolagens do aeroporto.

Essa será a terceira empresa a retomar as operações no aeroporto, após a liberação da pista pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Outras duas empresas, Avianca e NHT, retomaram os voos no dia 16 de julho.

>> Confira os Horários de Voos do Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso de Chapecó

As companhias Azul e Trip devem iniciar as operações a partir do dia 13 de agosto. Ambas aguardam a liberação da Anac para iniciar a venda de passagens e confirmação de voos.

O Aeroporto ficou fechado por 75 dias e foi liberado pela Anac no dia 6 de julho.


Comente aqui
19 jul16:44

Gol retoma voos dia 30 de julho em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Gol Linhas Aéreas será a terceira empresa a retomar as operações no Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso, em Chapecó, após a liberação da pista pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O primeiro voo está marcado para a segunda-feira, dia 30 de julho. Outras duas empresas, Azul e Trip, devem iniciar as operações a partir do dia 6 de agosto. Ambas aguardam a liberação da Anac para iniciar a venda de passagens.

De acordo com a Assessoria da Trip Linhas Aéreas, a empresa que já operava antes do fechamento com voos para Florianópolis, Porto Alegre/RS, Londrina/PR, Curitiba/PR, quer voltar a operar na cidade. Porém, não há ainda uma data definida e nem se os destinos serão os mesmos.

>> Confira os Horários de voos no Aeroporto de Chapecó

Já a Azul Linhas Aéreas, que iniciaria as operações no mês de maio deste ano, deve oferecer dois voos diários com destino para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Desde o dia 16 de julho estão operando no aeroporto as empresas NHT Linhas Aéreas e a Avianca. O local ficou fechado por 75 dias e foi liberado pela Anac no dia 6 de julho.





2 comentários
10 jul18:05

Empresas aéreas iniciam a venda de passagens em Chapecó

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Das cinco empresas que vão operar com voos comerciais no Aeroporto Municipal Serafim Enoss Bertaso em Chapecó, duas já iniciaram a venda de passagens aéreas.

A empresa Avianca abriu a venda de passagens no site da companhia na tarde desta terça-feira, dia 10 de julho. O primeiro voo comercial está marcado para as 6h15, da segunda-feira, dia 16, com saída de Chapecó, escala no aeroporto Internacional Hercílio Luz em Florianópolis e destino ao Aeroporto de Congonhas em São Paulo. Durante o fechamento do aeroporto um dos voos da empresa foi remanejado para a cidade gaúcha de Passo Fundo.

A NHT Linha Aéreas também está vendendo passagens no site para o voo com destino à Curitiba/PR. A aeronave da empresa deve pousar às 13 horas da segunda-feira dia 16 de julho em Chapecó e decolar às 13h37 com destino a capital paranaense.

Já a Gol Linhas Aéreas deve iniciar os voos a partir do dia 23 de julho. A venda das passagens ainda não foi definida no site a compra ainda está indisponível.

Em nota a Trip Linhas Aéreas disse que há intenção de voltar a operar em Chapecó, mas ainda não tem uma data definida para o início da venda de passagens e de voos.

A Azul Linhas Aéreas informou que já enviou o pedido de Horário de Transporte (Hotran) à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e, se aprovado, até o início de agosto de 2012, a empresa vai operar dois voos diários entre a cidade catarinense e o Aeroporto de Viracopos, em Campinas.

Com a publicação oficial do Notam, oficializando PCN-45 (indicador de resistência do piso da pista) pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo, na tarde da terça-feira, a pista do aeroporto pode receber aviões com até 200 passageiros.

O Aeroporto ficou fechado por 75 dias para a reforma completa da pista e foi liberado pela Anac na sexta-feira, dia 6 de julho.


2 comentários
28 mai09:05

Companhias aéreas Azul e Trip preparam fusão

Em um novo movimento de consolidação do setor brasileiro de aviação civil, a Azul Linhas Aéreas deve anunciar nesta segunda-feira fusão com a regional Trip. As negociações duraram cerca de seis meses.

Com a operação, a nova companhia ganhará musculatura e se isolará como terceira grande força da aviação brasileira, posição já ocupada atualmente pela Azul, com menor folga.

Juntas, as duas aéreas detinham 14,1% do mercado doméstico de passageiros em março, conforme dado mais recente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). TAM e Gol tinham, respectivamente, 38,2% e 34,4%.

A concretização do negócio ainda depende de aprovação da Anac, que deve analisar a parte financeira da operação, e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), responsável por julgar questões relativas a concentração de mercado.

A Azul deve deter cerca de 80% da nova companhia. Investidores da Trip ficarão com os demais 20%, com David Neeleman, empresário americano nascido no Brasil dono a Azul, se mantendo à frente do negócio. Além de Neeleman, fundos de investimentos integram o capital da Azul, entre os quais o Gávea e os estrangeiros TPG e Weston Presidio.

A Trip tem 20% de suas ações nas mãos da companhia aérea SkyWest, dos Estados Unidos, e o restante estão com os controladores, os grupos Capriolli e Águia Branca.

O entendimento entre a Azul e a Trip acontece pouco mais de um ano após a empresa regional assinar, com a TAM, um acordo não vinculante para vender 31% de suas ações à líder do mercado doméstico. O negócio, entretanto, acabou não indo para a frente.


ZERO HORA



Comente aqui
12 mar12:33

Trip terá novos voos diários entre Florianópolis e Chapecó a partir do dia 15

A Trip Linhas Aéreas foi autorizada a operar novos voos diários entre Chapecó e Florianópolis. Será a primeira vez que a companhia irá disponibilizar ligações de Florianópolis com o interior de Santa Catarina. O objetivo é que os passagerios tenham mais opções de destinos a partir de Florianópolis, beneficiando principalmente aqueles que viajam a negócios. A rota Florianópolis-Chapecó será operada por aviões turboélices ATR 72 e os voos serão disponibilizados a partir de 15 de março de 2012.


Confira abaixo os horários dos novos voos:

Florianópolis – Chapecó saída às 10h20, chegada às 11h35

Florianópolis – Chapecó saída às 20h00, chegada às 21h15

Chapecó – Florianópolis saída às 7h45, chegada às 9h00

Chapecó – Florianópolis saída às 17h45, chegada às 19h00.


A Trip tem atualmente 56 aeronaves que operam em 88 cidades do Brasil.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
08 mar09:58

Gol retoma venda de passagens em Chapecó

A empresa aérea Gol retomou  a venda de passagens na linha Chapecó/Florianópolis, que estava suspensa desde o dia primeiro de março, por determinação da Agência Nacional de Aviação Civil.

Os horários saindo de Chapecó são: 07h , 12h, 15h05 e 18h35. Os horários partindo de Florianópolis são 13h40, 17h e 20h.


Trip também vai operar voos fretados

A Trip Linhas Aéreas foi autorizada a fazer voos fretados de Chapecó para Florianópolis e Curitiba. O objetivo é permitir que moradores da principal cidade do Oeste tenham acesso direto entre as capitais. Haverá conexões a partir Curitiba. Serão usados aeronaves ATR 72.

As operações iniciam no dia 15 de março.



Comente aqui
06 mar09:31

Voos locados podem ser alternativa para o Oeste

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

A utilização de voos locados para o Oeste de Santa Catarina pode ser uma alternativa para suprir a demanda dos passageiros, após a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) restringir os voos de Chapecó para aviões até 72 lugares.

A Trip já solicitou 12 voos “Charter” para a administração do aeroporto Serafim Enoss Bertaso, que ainda dependem de aprovação da Anac.

A Anac interditou parcialmente o aeroporto na quinta-feira passada, por sinais de deterioração na pista. Alguns voos foram cancelados. A Gol contratou aeronaves de 50 lugares da Passaredo para levar quem já tinha comprado passagem. São seis voos diários. A advogada Melissa Dandels, que voou de Passo Fundo para Florianópolis, disse que os voos atenderam bem sua demanda e que não sofreu nenhum contratempo.

O mesmo não se pode dizer de outros passageiros. O corretor de imóveis Vandré Lazzarotto, tinha passagem às 14 horas de Chapecó para Florianópolis e recebeu a informação que teria voo apenas às 18 horas. A mesma situação é do garçom Vadeni Portella de Lima.

Os negócios da região também estão sendo prejudicados. O agente de viagens João Paulo Ribeiro disse que tem quatro empresários norte-americanos que estão com passagens marcadas para chegar em Chapecó no dia 12 e retornar no dia 14. –Eles vem fechar negócios na área industrial- explicou. No entanto, ele não consegue garantia de voos para eles e isso pode acabar cancelando a transação.

A administração do aeroporto informou que há chances da Azul antecipar sua operação, que dependia da instalação de mais um caminhão de bombeiros e mais profissionais. Com o cancelamento dos voos da Avianca e Gol, haveria possibilidade de operação.

A Prefeitura de Chapecó aguarda para hoje ou amanhã a vinda de técnicos da Anac para avaliar o Plano Operacional de Obras e Serviços proposto. A ideia é recuperar na primeira etapa 500 metros no lado Leste da pista, na segunda etapa 500 metros no lado Oeste e, na terceira etapa, os mil metros restante. Nessa terceira etapa o aeroporto teria que ficar fechado por 15 dias. No total a recuperação custará R$ 11 milhões e deverá demorar de 30 a 45 dias, depois de iniciados os trabalhos.

O objetivo é recuperar a pista que está se deteriorando. A Anac interditou 500 metros de pistas o que impede o pouso de aeronaves maiores. A agência também rebaixou o índice de resistência da pista.

Um dos maiores problemas é que não estão sendo vendidas novas passagens por tempo indeterminado. Apenas a Trip, que faz Porto Alegre e Londrina, e a NHT, que tem voos para Curitiba, estão operando normalmente, pois têm aeronaves menores.


Por que os aviões maiores que 72 passageiros não podem operar

-A pista do aeroporto de Chapecó tem 2.563 metros. Destes, 500 metros são novos e não estão homologados ainda. Restariam 2.053 metros. Mas a Anac interditou 300 metros no ano passado, reduzindo a pista para 1763 metros. O motivo foi a deterioração no piso. Agora, a Anac reduziu em mais 200 metros, reduzido a pista para 1.563 metros. O problema é que aeronaves maiores necessitam de, pelo menos 1,7 mil metros de pista para pousar com segurança. O motivo é que Chapecó fica numa região de cerca de 600 metros de altitude, onde a resistência do ar é menor. Os aviões pousam aqui a cerca de 250 quilômetros por hora, contra 200 quilômetros por hora em pistas como Guarulhos, que tem 1,4 mil metros.

-A pista de Chapecó foi reformada em 2000 e teve uma classificação de PCN (Número de Classificação do Pavimento) 34, que permite pouso de aviões de até 60 toneladas, como o Boing 737 utilizado pela Gol e o Airbus 318 utilizado pela Avianca. Devido à deterioração do piso, causada pela idade do asfalto de 10 anos, problemas no subleito da pista e aumento do número de voos em Chapecó, a classificação do PCN foi rebaixada para 16, que permite pouso de aeronaves com cerca de 20 toneladas, como os Embraer 145, da Passaredo, que estão sendo utilizados pela GOL.


Comente aqui