Vigilância

04 set18:01

Cinco cidades de Santa Catarina vão ganhar câmeras de vigilância nas ruas

Mais cinco cidades catarinenses vão contar com o sistema de videomonitoramento como prevenção à criminalidade.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) agendou a inauguração do sistema para o dia 12 de setembro nas cidades de Navegantes, Tijucas, Tubarão, Corupá e Chapecó.

Passarão a funcionar 79 câmeras em Navegantes (6), Tijucas (10), Tubarão (8), Corupá (5) e Chapecó (55). O investimento faz parte do projeto Bem-te-vi – Segurança Por Videomonitoramento. O investimento é de R$ 800 mil.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
27 jul08:56

Novo relatório aponta 72 mortes por Gripe A em Santa Catarina

O novo relatório da Gripe A em Santa Catarina aponta 72 mortes pela doença e 741 casos registrados. Os dados foram divulgados ontem pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive). São 10 mortes a mais em relação ao documento da semana passada. Morreram cinco mulheres com idades entre 27 e 82 anos e cinco homens entre 31 e 88 anos. Todas as vítimas apresentavam problemas crônicos ou fumavam.

São Bento do Sul registrou o primeiro caso de morte, uma mulher de 82 anos. Um homem de 67 anos também foi a primeira vítima em Cunha Porã. Com os dois casos—um homem de 39 anos e um de 31—, o número de mortes em Lages chegou a três. Videira já registra a quinta morte, um homem de 88 anos.

Uma mulher de 58 anos é a terceira vítima em Fraiburgo, e um homem de 38, a primeira de Orleans. Indaial registrou seu primeiro caso de morte pelo vírus H1N1, uma mulher de 59 anos, assim como Forquilhinha, uma mulher de 27 anos. Em São José, na Grande Florianópolis, uma mulher de 58 anos foi a segunda vítima.

DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
15 mai18:19

Vigilância Epidemiológica registra mais três casos de Gripe A em Santa Catarina

Dagmara Spautz

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina confirmou nesta terça-feira mais três casos de contaminação pelo vírus H1N1. Os novos registros ocorreram em Brusque, Joinville e Florianópolis. Com estes, chega a oito o número de casos confirmados no Estado em 2012.

>> Estado já tem o mesmo número de casos de Gripe A registrado em 2011

>> Menina de dois anos morre por complicações do vírus H1N1 em Itajaí

>> Dia D: mutirão de vacinação contra a gripe começa em Santa Catarina

Já são mais ocorrências do que em todo o ano de 2011, quando a Vigilância Epidemiológica registrou cinco casos. Este ano também já foi registrado um óbito por gripe A, de uma criança de dois anos, em Itajaí. No ano passado não houve nenhuma morte decorrente da doença.

Entre os catarinenses que contraíram o vírus este ano, há de bebês a adultos com mais de 50 anos. A média de idade, segundo a Vigilância Epidemiológica, é de 30 anos.


Vale se prevenir

A 14ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza segue até o dia 25 de maio. Segundo levantamento da Secretaria de Saúde de Itajaí, foram vacinadas até o momento 8.211 pessoas, número correspondente a 34,27% da meta. Deste total, 1.737 são crianças menores de dois anos, 674 são gestantes, 740 trabalhadores da saúde e 5056 são idosos.

Todas as Unidades de Saúde municipais estão abastecidas com doses da vacina, para que a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde — 23.953 pessoas — seja alcançada. O horário de atendimento é das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, sem fechar para almoço.


DIÁRIO CATARINENSE



Comente aqui
27 set08:56

Vigilância reforçada contra aftosa

Seis equipes de fiscalização da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, que atuam deste a última sexta-feira nas regiões de fronteira com a Argentina, realizaram apreensões e interditaram dois matadouros que atuavam de forma clandestina.

Equipes volantes vistoriaram pelo menos 60 quilômetros de margem do Rio Uruguai.

Os dados constam de relatório divulgado no final da tarde desta segunda-feira pelo Departamento de Defesa Agropecuária sobre as ações que vem sendo desenvolvidas para monitorar a região de fronteira e evitar o ingresso de animais com possível contaminação pela aftosa, a partir de foco encontrado no Paraguai.

De acordo com o médico veterinário Rodrigo Nestor Etges, do Serviço de Fiscalização e Controle de Trânsito, foi apreendido um bovino em um abatedouro clandestino em Esperança do Sul, além de 30 quilos de carne sem inspeção. Além desse, também foi interditado um abatedouro no município de Porto Xavier, onde foram apreendidos equipamentos de abate.

Equipes volantes, com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual, Brigada Militar e do Exército vistoriaram pelo menos 60 quilômetros de margem do Rio Uruguai.


ZERO HORA

Comente aqui