Vila Nova

08 set17:55

Chapecoense perde para o Vila Nova fora de casa

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A Chapecoense não conseguiu quebrar o jejum e está há três jogos sem marcar gols na Série C do Campeonato Brasileiro. O time perdeu para o Vila Nova/GO por 1 a 0.

Nos primeiros minutos os jogadores do Vila Nova trabalharam bem a bola e levavam perigo para a área da Chapecoense. Aos dois minutos numa falta o Vila quase abre o placar. Israel cobrou bem, mas Juliano estava atento e defendeu bem para o Verdão.

Três minutos depois o atacante Cristiano fez uma bela jogada e tentou finalizar com um chute para o gol, mas a defesa foi fácil para o goleiro Júlio Cesar.

Aos 10 minutos o Verdão perdeu mais uma oportunidade de abrir o placar. Esquerdinha fez uma troca de bola com Eliomar que chutou bem, mas não completou.

Cinco minutos depois Eliomar recebeu a bola de Paulinho Dias e chutou forte fora da área. A bola raspou na trave do lado esquerdo e foi pra fora. Mais uma boa oportunidade perdida pela equipe da Chapecoense.

Nos primeiros 20 minutos foram três boas oportunidades, de abrir o placar, desperdiçadas pelos jogadores do Verdão.

Pedro Júnior, artilheiro do Vila com 8 gols, invadiu a área do goleiro Juliano fez um belo lance, chutou bem, mas a bola sacudiu a rede pelo lado de fora. A torcida suspirou nas arquibancadas do Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO.

O técnico Ney da Matta, que assumiu o comando do Vila neste sábado, fez a primeira alteração na equipe. Mancuso entrou no lugar de Cairo.

No final da partida Rafael Vaz recebeu amarelo depois de fazer falta em cima do atacante Jô. Neném cobrou bem a falta, mas o primeiro tempo terminou em 0 a 0.


Segundo tempo

Na segunda etapa os dois times voltaram com a mesma escalação. O técnico Itamar Schulle disse que o atacante Cristiano reclamou um pouco de cansaço.

– Pedi para ele segurar mais um tempo antes de fazer a alteração – disse Schulle.

Logo nos primeiros minutos o goleiro Júlio César fez uma bela defesa após o chute de Cristiano. O atacante teve uma boa chance de abrir.

O Vila Nova não deixou barato e também criou boas jogadas, mas sem finalizações. No entanto aos 11 minutos Pedro Junior marcou, após receber o passe de Mancuso. Esse foi o nono gol dele na Série C.

Como Itamar havia dito na volta do segundo tempo Cristiano foi substituído por Lê, aos 12 minutos.

O zagueiro Fabiano salvou aquele que seria o segundo gol do Vila Nova. Ele estava atento a defesa do goleiro Juliano. Aos 19 minutos Athos entrou em campo no lugar de Wanderson.

A Chapecoense ficou sem um jogador aos 28 minutos. O zagueiro Leonardo recebeu o cartão vermelho após um lance de falta. Ele teria dado uma cotovelada em Jorginho do Vila Nova. Na saída do campo o zagueiro disse que o correto seria o juiz expulsar os dois.

Seis minutos depois a Chapecoense perdeu mais uma boa oportunidade de empatar. Lê chutou fraco contra o gol de Júlio César.

Nem os cinco minutos de acréscimo ajudaram o Verdão a virar o jogo. Aos 46 Neném cobrou bem uma falta e Rafael Lima marcou, mas estava impedido e o gol não foi validados. Dois minutos depois, o meia Athos perdeu um gol feito.

E a partida terminou sem grandes lances. Final de jogo Vila Nova 1 x 0 Chapecoense.


Jogo em casa no sábado

A Chapecoense joga em casa no próximo sábado, dia 15. Na terceira partida do returno o Verdão recebe o Caxias, às 16h na Arena Condá.




FICHA TÉCNICA

VILA NOVA – 1

Júlio César

Nêgo

César Gaúcho

Rafael Vaz

Reivan

Ederson

Ricardinho

Israel (Jorginho)

Cairo (Mancuso)

Pedro Júnior

Wescley (Evandro)


Técnico: Ney da Matta



CHAPECOENSE – 0

Juliano

Fabiano

Rafael Lima

Leonardo

Eliomar

Wanderson (Athos)

Paulinho Dias

Neném

Esquerdinha

Jô (Galiardo)

Cristiano (Lê)


Técnico: Itamar Schulle


Gols:

Pedro Júnior (11min. 2ºT)


Cartão Amarelo:

Rafael Vaz, Evandro (Vila Nova)

Cristiano, Athos (Chapecoense)



Cartão vermelho:

Leonardo (28min. 2ºT)


Arbitragem: Janio Pires Gonçalves, auxiliado por Ciro Chaban Junqueira e Edilson Frasão Pereira.

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO


Comente aqui
07 set14:05

Schulle define time que enfrenta o Vila Nova

Darci Debona   | darci.debona@diario.com.br

O time da Chapecoense treinou na manhã desta sexta-feira no gramado suplementar do Estádio Olímpico e o técnico Itamar Schulle definiu o time que enfrenta o Vila Nova, neste sábado, às 16 horas, em Goiânia.

Sem poder contra com Nivaldo, suspenso, e Rodrigo Gral, ainda sem a documentação liberada, Schulle deve escalar Juliano no gol e Cristiano no ataque, ao lado de Jô.

Outro desfalque é o zagueiro André Paulino, que levou o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Santo André. Rafael Lima entra na zaga, ao lado de Fabiano e Leonardo. Souza, que ficou de fora dos últimos dois jogos em virtude de uma lesão, está disponível mas deve começar no banco.

Wanderson, que não treinou no início da semana, em virtude de dores no tornozelo direito, participou do coletivo e vai pro jogo. Completam o meio o volante Paulinho Dias e o meia Neném. Athos fica no banco.

Nas alas, Esquerdinha deve voltar ao time no lugar de William. Na ala direita, continua Eliomar.

A delegação viajou no início da tarde para Goiânia.

Comente aqui
09 jul07:55

Vitória em homenagem à Sofia

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Dos três gols da vitória da Chapecoense contra o Vila Nova, no domingo, dia 8 de julho, na Arena Condá, dois foram em homenagem à Sofia, filha do jogador Eliomar. Ela nasceu prematuramente no dia 26 de junho.

Eliomar nem viajou para Araras/SP, para enfrentar o Santo André, na rodada passada, para ficar com sua esposa Andressa. Mas  no domingo ele queria de todo o jeito fazer um gol para homenagear mãe e filha, que continua hospitalizada, para ganhar peso.

Ele correu muito, buscou a bola, chegou a entrar a dribles na área no primeiro tempo, mas chutou para fora. Caído no chão, Eliomar bateu a cabeça várias vezes no chão martizirando-se pelo erro.

Quem acabou comemorando primeiro foi o zagueiro Toninho, do Vila Nova, que aos 25 minutos subiu livre na área da Chapecoense e cabeceou para a rede.

No segundo tempo a Chapecoense voltou com outra disposição e com Neném no lugar de Dudu. E em sete minutos virou o jogo. No primeiro gol, aos cinco minutos, Leonardo aproveitou o rebote do goleiro Júlio César e empatou. Na comemoração, ele, Souza, Fabiano, Athos, Thuram e Eliomar imitaram a comemoração que Bebeto fez na Copa de 94, como se estivessem balançando um bebê. Gesto que Eliomar pretende repetir em breve, com sua filha.

>> Acompanhe a ficha técnica do jogo

Dois minutos depois o “pai coruja” finalmente fez o dele e comemorou com o dedo na boca, como se fosse uma chupeta.

O Vila Nova ainda tentou estragar a comemoração, com um gol de Rafael Vaz, de pênalti, aos 34 minutos. Mas a Chapecoense contava com Thuram, que entrou no lugar de Lê, para garantir a felicidade da família Silva e de tantas outras que torcem pelo Verdão.

- Espero que a minha filha possa em breve estar em casa comemorando com a gente- declarou Eliomar, ao final da partida.

Com o resultado a Chapecoense foi a quatro pontos em dois jogos. O próximo confronto da Chapecoense é domingo, dia 15, contra o Caxias,  em Caxias do Sul.

Comente aqui
08 jul17:04

Verdão estreia com vitória, de virada, em casa

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

No primeiro confronto entre Chapecoense e Vila Nova/GO , o time da casa se deu melhor. O Verdão fez 3 a 2 em cima do time goiano e garantiu a alegria dos mais de três mil torcedores que foram até a Arena Condá em Chapecó.

Em menos de um minuto após cobrança de escanteio pelo lado direito a Chapecoense quase abriu o placar. Fabiano não alcançou e a zaga do Vila cortou.

O atacante Lê fraturou o nariz durante uma divida. Ele foi atendido pelo médico da Chapecoense Carlos Mendonça quem confirmou a fratura. Ele saiu de ambulância direto para o Hospital. No lugar dele o técnico Itamar Schulle colocou Thuram.

Após este lance Rafael Vaz cobrou bem a falta, mas Souza estava bem colocado na zaga do Verdão e cortou a bola.

Aos 16 minutos Rafael Carioca recebeu a bola no meio de campo e chutou bonito e quase abre para o Vila, mas Rodolpho estava bem atento e salvou.

Nos 22 minutos o meia Neném que estava no banco recebeu cartão amarelo. Ele reclamou com o bandeirinha do lance em que Lê quebrou o nariz e o juiz nem marcou falta.

Três minutos depois após o escanteio de Evandro pelo lado direito a bola sobrou para ele que cruzou e Toninho marcou o primeiro gol do Vila na partida.

Na primeira etapa a Chapecoense começou melhor, mas no fim da etapa não conseguiu virar. E o primeiro tempo terminou assim: Chapecoense 0 x 1 Vila Nova.


Segundo Tempo

Na segunda etapa o Vila Nova voltou sem alterações. Já na Chapecoense o meia Neném entrou no Dudu.

Aos dois minutos a Chapecoense quase abre. Athos fez uma boa jogada com Eliomar que chutou bem, mas o goleiro Julio Cesar fez uma bela defesa. Depois foram dois escanteio seguidos e o Verdão tentou mas não conseguiu finalizar.

Aos cinco minutos o zagueiro Leonardo marcou o gol de empate. Dois minutos depois o atacante Eliomar marcou o segundo da Chapecoense na partida.

O Verdão entrou melhor em campo na segunda etapa.

Aos 33 minutos Wanderson marcou pênalti em cima de Rafael Vaz do Vila. O juiz autorizou a cobrança e aos 34 minutos Rafael marcou o gol do empate.

Dois minutos depois o atacante Thuram marcou um belo gol. O goleiro Julio César não teve defesa. Chapecoense 3 x 2 Vila Nova.

Aos 45 minutos o goleiro Rodolpho fez uma bela defesa após o chute de Pedro Júnior. Uma bela defesa de Rodolpho que no final do jogo comprovou a sua boa atuação nesta partida em casa e na frente da torcida.

E após os quatro minutos de acréscimo o juiz Fábio Filipus apita e termina a partida. Chapecoense 3 x 2 Vila Nova.




Ficha do jogo

Chapecoense -3

Rodolpho, Fabiano, Leonardo, Souza, Rafael Mineiro, Dudu (Neném), Wanderson, Athos, Eliomar, William e Lê (Thuram) (Chicão).

Técnico: Itamar Schulle


Vila Nova – 2

Julio Cesar, Evandro (Jorginho), Rafael Vaz, Toninho, Carioca, Cesar Gaúcho, Luiz Maquez, Ricardinho (Cairo), Anderson (Nego), Marion e Pedro Junior.

Técnico: Robélio Schneiger


Gols:

Toninho (25min 1ºT), Rafael Vaz (34min 2º T) Vila Nova

Leonardo (5min 2º T), Eliomar (7min 2ºT), Thuram (35min 2ºT) Chapecoense


Cartões Amarelos:

Neném, Athos, Wanderson (Chapecoense)

Anderson, Nego, Toninho (Vila Nova)


Arbitragem: Fábio Filipus, auxiliado por Carlos Henrique Selbach e Maurício Silva Penna.

Local: Arena Condá – Chapecó/SC

Público: 3.702

Renda: R$ 28.970 mil


Comente aqui
08 jul09:35

Enfim futebol na Arena Condá

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Depois de 70 dias sem uma partida oficial a Arena Condá recebe neste domingo o confronto entre Chapecoense e Vila Nova, a partir das 15 horas, pela Série C do Campeonato Brasileiro. É quase tanto tempo quanto a interdição da pista do aeroporto de Chapecó, que ficou 75 dias sem receber aeronaves.

A diferença é que enquanto o aeroporto tem uma pista novinha, o gramado do estádio continua com buracos. Mesmo assim a equipe catarinense espera que a força da torcida ajude a buscar um bom resultado contra os goianos, que na estreia venceram o Oeste por 4 a 1.

-Vai ser um grande jogo- prevê o capitão Souza. -Esperamos que a torcida lote o estádio- declarou o técnico Itamar Schulle.

O vice-presidente de futebol do clube, João Carlos “Maringá”, espera um público de seis mil pessoas. Ele afirmou que a partida tem vários atraentes, como a volta de um jogo após mais de dois meses, a oportunidade de a torcida conferir o novo time após o Campeonato Catarinense e o adversário de qualidade, que demonstrou ser um dos favoritos da Série C.

-É um jogo para avaliarmos o patamar do nosso time- calculou Maringá. O diretor ressaltou que o clube vem de um bom resultado na estreia, o empate sem gols fora de casa, contra o Santo André.

Maringá disse que o momento é do torcedor comprar a ideia da Série C, como fez o torcedor do Joinville no ano passado. Ele argumentou que uma vaga na Série B representaria um novo patamar para o clube e para a cidade.

Par o jogo de hoje o técnico Itamar Schulle contará com o retorno do zagueiro Fabiano e do meia-atacante e ala Eliomar. Chicão e Thuram vão para o banco. Outra possível mudança seria a saída de Neném para a entrada de Rafael Mineiro. Tudo para ver se o time decola no campeonato.

Comente aqui
07 jul12:04

Série C: Chapecoense x Vila Nova

Depois do empate sem gols na estreia, contra o Santo André, fora de casa, a Chapecoense finalmente joga em seus domínios neste domingo. O adversário é o Santo André, a partir das 15 horas, pela segunda rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O time goiano vem de uma vitoria por 4 a 1 na primeira rodada, contra o Oeste/SP. Mas a Chapecoense conta com o apoio de sua torcida para conseguir um bom resultado.


Minuto a Minuto


Ficha do jogo

CHAPECOENSE

Rodolpho

Fabiano

Leonardo

Souza

Rafael Mineiro (Neném)

Dudu

Wanderson

Athos

Eliomar

William

Técnico: Itamar Schulle


VILA NOVA

Júlio Cesar

Evandro

Toninho

Rafael Vaz

Rafael Carioca

César Gaúcho

Luís Marques

Ricardinho

Preto

Marion

Pedro Júnior

Técnico: Robélio Schneiger


Horário: 15 horas

Arbitragem: Fábio Filipus, auxiliado por Carlos Henrique Selbach e Maurício Silva Penna.

Local: Arena Condá, em Chapecó

Ingressos: R$ 15 (Estudantes e Aposentados), R$ 30 (Geral e Social) e R$ 50 (Cadeiras). Os pontos de venda antecipados são o Palácio dos Esportes, Maidana Esportes, Posto de Marco e Sensação do Mate (no shopping Pátio Chapecó).


Comente aqui
06 jul13:29

Série C: Vila Nova está em Chapecó e treina à tarde

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

Os jogadores e equipe técnica do Vila Nova chegaram por volta das 8 horas desta sexta-feira em Chapecó. Eles saíram de avião de Goiás na noite da quinta-feira e após chegar em Porto Alegre/RS pegaram um ônibus com destino a Chapecó. Segundo o supervisor de futebol da equipe, Iron Gonçalves, a equipe deve realizar um treino nesta tarde.

- Ainda não sabemos onde serão os trabalhos devido à chuva, mas creio que treinaremos em algum ginásio da cidade – disse o supervisor. Iron disse ainda que o treino deve ser realizado por volta das 15 horas.

O time do Centro-Oeste, que ficou em terceiro lugar no Campeonato Goiano, fará a primeira partida contra a Chapecoense.

- Sabemos da dificuldade de jogar aqui, mas o Robélio Schneider (técnico da equipe) já jogou no sul – disse. O supervisor comentou ainda que a partida será difícil por saber da boa atuação da Chapecoense durante o Campeonato Catarinense.

O provável time para o domingo poderá ser: Julio Cesar, Evandro, Rafael Vaz, Toninho, Carioca, Cesar Gaúcho, Luiz Maquez, Ricardinho, Preto, Marion e Pedro Junior.

Na partida de estreia na Série C do Campeonato Brasileiro, contra o Oeste de Itápolis, a equipe goiana venceu por 4 a 1.


Comente aqui
04 jul15:12

CBF divulga trio de arbitragem para Chapecoense x Vila Nova

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta tarde o trio de arbitragem para a partida Chapecoense x Vila Nova. O jogo será às 15 horas, do domingo, dia 8 de julho, na Arena Condá.

Fábio Filipus será auxiliado por Carlos Henrique Selbach e Maurício Silva Penna.

No domingo, você acompanha aqui no clicRBS Chapecó o Minuto a Minuto da partida.


Comente aqui
03 jul18:14

Valores dos ingressos para Chapecoense x Vila Nova são divulgados

A Associação Chapecoense de Futebol divulgou na tarde desta terça-feira os valores dos ingressos para o jogo Chapecoense x Vila Nova. A partida válida pela Série C do Campeonato Brasileiro 2012 será às 15 horas do domingo, dia 8 de julho.

Os ingressos começam a ser comercializados a partir das 8 horas desta quinta-feira, dia 5.


Valores dos ingressos

R$ 15 – na geral, para estudantes, aposentados e menores de 8 a 12 anos.

R$ 30 – na geral

R$ 50 – nas cadeiras


Pontos de venda

Palácio dos Esportes, Maidana Esportes e Posto de Marco.


Os portões da Arena Condá serão abertos duas horas antes da partida.


Comente aqui