Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Torcida Garra Independente da Chapecoense encaminha nota sobre a briga do domingo

23 de janeiro de 2012 2

O membro da Diretoria da Torcida Garra Independente encaminhou uma nota de esclarecimento sobre o ocorrido antes da estreia da Chapecoense e Avaí, no Campeonato Catarinense 2012.

“No domingo, dia 22, a torcida Garra Independente reuniu-se para um almoço de confraternização com a torcida Mancha Azul do Avaí e pelo que sabemos a torcida Raça Verde também estava reunida com uma outra ala da torcida Mancha Azul, visto que jamais existiu rivalidade entre estas torcidas e todos os torcedores da Mancha Azul sempre puderam andar livremente aqui em Chapecó nos dias de jogos sem serem importunados por ninguém.

Porém, neste referido dia, quando alguns integrantes da Mancha Azul saíram para buscar mais pão para o almoço, passaram em frente do bar onde estavam reunidos integrantes da Torcida Jovem, porém como a Mancha Azul não sabia da existência desta terceira torcida em Chapecó acabaram sendo surpreendidos e um integrante da Mancha Azul teve sua camiseta retirada a força, quando conseguiu escapar das agressões voltou e avisou os demais integrantes do ocorrido e todos foram juntos buscar esta camiseta, quando lá chegaram aconteceu todo o fato amplamente noticiado, com um disparo de arma de fogo por uma pessoa que estava no bar junto com a torcida Jovem, contra integrantes da Mancha Azul, seria leviano afirmar que era um membro da torcida.

>> Um baleado e dois feridos em briga de torcidas

>> Confusão antes do jogo Chapecoense X Avaí

Uma correção precisa ser feita sobre informação veiculada anteriormente ; pois o jovem que foi baleado não é integrante da torcida Garra Independente, mas sim membro da torcida Mancha Verde de Caxias do Sul que estava também nesta confraternização e vestia uma camiseta da Garra Independente, pois temos o mesmo costume que os jogadores tem, que é fazer troca de uniformes como símbolo de amizade.

Portanto gostaríamos de deixar claro que nenhum membro da Garra Independente participou, incitou ou promoveu qualquer ato de violência ou vandalismo, atitudes que são totalmente repudiadas por esta instituição.

Nosso objetivo , único e exclusivo, é apoiar e divulgar a Associação Chapecoense de Futebol e temos bem claro em nosso estatuto que isto se faz com bom exemplo e atitudes positivas, nos três anos de existência da Garra Independente, jamais estivemos envolvido em uma história tão vergonhosa e que serve para afastar o bom torcedor e as famílias do estádio”.

Jean Sandrini – membro da Diretoria da Torcida Garra Independente.

Comentários (2)

  • felipe canova diz: 23 de janeiro de 2012

    isso ai Jean, FALO TUDO!

  • leonardo diz: 23 de janeiro de 2012

    Sem mais…

Envie seu Comentário