Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pereira sai e Cadu Gaúcho é interino na Copa do Brasil

13 de março de 2012 0

Darci Debona | darci.debon@diario.com.br

Depois de um largada histórica com 100% de aproveitamento em cinco jogos o técnico Gilberto Pereira não resistiu à sequência de sete jogos sem vitória. Ele foi demitido ontem após uma reunião da diretoria do clube. Os empates com o Brusque, casa, e com o Camboriú, no domingo, foram decisivos para a demissão. –A decisão foi consenso pois avaliamos que o Gilberto não conseguiria mais reverter a situação- explicou o presidente do clube, Sandro Pallaoro.

Ele afirmou que não dava para esperar o retorno da delegação, que ficou no litoral e hoje viaja para o Espírito Santo, pois amanhã a Chapecoense estreia na Copa do Brasil. –Não podíamos arriscar ter um time sem motivação e voltar com um resultado irreversível- explicou Pallaoro. A Chapecoense vê no confronto contra o São Mateus a chance de ir para a segunda fase onde teria um confronto contra o Cruzeiro, que garantiria uma boa renda para o clube.

Para comandar o time interinamente foi escolhido o diretor de futebol Cadu Gaúcho, que não participou da reunião de dispensa de Gilberto Pereira. Cadu foi um dos que bancou a vinda do treinador e teve que ontem comunicar a dispensa.

Cadu chegou ao clube como volante em outubro de 2008, indicado pelo técnico Leandro Machado e o preparador físico Anderson Paixão, que voltou ao clube. Como jogador foi vice campeão catarinense em 2009 e conquistou o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro. Teve que abandonar as chuteiras em fevereiro de 2010, aos 29 anos, devido a uma lesão degenerativa no quadril. Foi contratado como diretor de futebol e ajudou a montar a equipe campeã de 2011. Também montou o atual grupo. Por conhecer o plantel e viver o dia-a-dia dos treinamentos, foi colocado com interino.

Cadu disse que não tem pretensão de ser treinador no momento. Disse que sua função será conversar com os jogadores individualmente para tentar superar o atual momento e conseguir um resultado positivo no Espírito Santo. Ontem ainda teve que resolver problemas administrativos do time. A partir da noite iria avaliar as informações do São Mateus para começar a definir a equipe titular. Uma mudança é que mandou chamar o atacante João Paulo, que Gilberto Pereira havia deixado em Chapecó.

A direção da Chapecoense pretende definir o nome do treinador até quinta-feira.

Número de Gilberto Pereira

Amistosos:

Jogos: 2

Vitórias: 2

Empates: 0

Derrota: 0

Pontos: 6

Aproveitamento: 100%

No Catarinense:

Jogos: 12

Vitórias: 5

Empates: 6

Derrota: 1

Pontos: 21

Aproveitamento: 58%

Envie seu Comentário