Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Schulle: “temos que ter uma boa marcação”

18 de abril de 2012 0

O técnico Itamar Schulle realizou ontem pela manhã o coletivo no Índio Condá, antes da viagem para Minas Gerais. Após o treinamento ele concedeu a seguinte entrevista.

Sirli Freitas / Agência RBS

Diário Catarinense: Após o jogo contra o Criciúma você afirmou que poderia poupar alguns jogadores contra o Cruzeiro. A diretoria lhe deu carta branca. O que você decidiu?

Itamar Schulle: A questão não é de poupar mas tirar um ou dois jogadores que tem risco de jogar e ter uma lesão. Jogamos as duas últimas partidas com campo molhado e pesado. Alguns jogadores sentiram dor muscular e isso acende a luz amarela. Temos que estar atentos. Nesse momento se um jogador se machucar não fica fora só do jogo contra o Cruzeiro e a semifinal do Catarinense. Não tem mais tempo para recuperar. Por isso temos que ter cuidado. O Leonardo não deve jogar e não pretendo usar o Athos também, a não se em caso de necessidade.

DC: E o atacante Éber?

Schulle: Se ele iniciar a partida não deve ser usado o tempo inteiro.

DC: Isso é priorizar o Catarinense em detrimento da Copa do Brasil, certo?

Schulle: Não entendo dessa forma. O Cruzeiro deixou quatro jogadores fora no campeonato mineiro. Não podemos expor jogadores e colocá-los sem ter a certeza de que eles possam atuar os 90 minutos. E a gente tem um grupo. O Leonardo não vai jogar mas tem o Dema. Todos são úteis.

DC: Qual a estratégia para tentar eliminar o Cruzeiro?

Schulle: O Cruzeiro é uma equipe que busca sempre o gol. Tanto que na maioria dos jogos marcaram mais de dois gols. Temos que ter uma boa marcação, não dar espaço. Isso não quer dizer ser retrancado. Temos que ter a posse de bola e manter o equilíbrio.

Envie seu Comentário